Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo do mês: dezembro 2015

Veja o que abre e fecha no feriadão de Ano Novo em BH

 Feriado

 

Nesta quinta-feira, 31 de dezembro, é ponto facultativo nas repartições da prefeitura de Belo Horizonte. As agências bancárias não abrem para atendimento ao público. O trabalho será interno para fechamento de balanço do ano. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo), bem como os carnês que estiverem com vencimento nas datas em que as agências estiverem fechadas, poderão ser pagos no primeiro dia útil seguinte aos feriados sem a incidência de multa por atraso.

Confira o funcionamento dos diversos órgãos nesta quinta, sexta – feriado de Ano Novo, e no final de semana.

Abastecimento

• Banco de Alimentos (Rua Tuiutí, 888, Padre Eustáquio) – Não funciona entre amanhã e domingo.

• Central de Abastecimento Municipal (Rua Maria Pietra Machado, 125, bairro São Paulo) – Abre amanhã e no sábado, dia 2, das 7h às 18h. Fecha na sexta, dia 1º. No domingo, dia 3 de janeiro, funciona das 7h às 13h.

• Direto da Roça – Amanhã o funcionamento será facultativo. Fecha na sexta, dia 1º. No sábado e no domingo, dias 2 e 3 de janeiro, funciona das 7h às 13h.

• Feira Coberta do Padre Eustáquio (Rua Pará de Minas, 821, Padre Eustáquio) – Abre amanhã e no sábado, dia 2, das 7h às 18h. Fecha na sexta, dia 1º de janeiro. No domingo, dia 3, funciona das 7h às 13h.

• Feira de Orgânicos – Amanhã o funcionamento será facultativo. Fecha na sexta, dia 1º. No sábado e no domingo, dias 2 e 3, funciona das 7h às 13h.

• Feiras Livres – Não funcionam amanhã e sexta, dia 1º. No sábado e no domingo, dias 2 e 3, funcionam das 7h às 13h.

• Feiras Modelo – Não funcionam entre amanhã e domingo.

• Mercado da Lagoinha (Avenida Antônio Carlos, 821, São Cristóvão) – Fechado entre amanhã e domingo.

• Mercado do Cruzeiro (Rua Ouro Fino, 452, Cruzeiro) – Abre amanhã, das 7h às 15h. Fecha na sexta, dia 1º. No sábado, dia 2, abre das 7h às 18h. No domingo, dia 3, abre das 7h às 13h.

• Refeitório Popular da Câmara Municipal (Avenida dos Andradas, 3.100, Santa Efigênia) – Fechado entre amanhã e
domingo.

• Restaurantes Populares I, III e IV – Fecham entre amanhã e domingo.

• Sacolões Abastecer – Abrem amanhã, das 7h às 19h. Na sexta, dia 1º, o funcionamento é facultativo. No sábado, dia 2, abrem das 7h às 18h. No domingo, dia 3, abrem das 7h às 12h.

Plantão de chuvas

• O plantão da Defesa Civil funciona 24 horas por dia, todos os dias, inclusive aos domingos e feriados. Os telefones
de contato são o 199 e o 3277-8864.

Limpeza Urbana

• Todos os serviços de limpeza urbana serão realizados normalmente amanhã. Na sexta, dia 1º, não haverá expediente na SLU nem serviços de limpeza urbana. No sábado, dia 2, os serviços voltam a funcionar normalmente e no domingo, dia 3, haverá plantões de varrição nas áreas central e hospitalar e na Savassi.

Transporte

• As linhas do sistema de transporte coletivo gerenciadas pela BHTrans circulam normalmente amanhã e no sábado, dia 2 de janeiro. Na sexta, dia 1º, e no domingo, dia 3, elas circulam com quadro de horários de domingos e feriados. Mais informações podem ser obtidas no site da BHTrans, http://www.bhtrans.pbh.gov.br, onde é possível conferir o quadro de horários de cada linha.

Parques e Zoológico

• Alguns parques, em função do horário de verão, funcionam até fevereiro de 2016, com novos horários. O Parque
Municipal, no Centro, fica aberto das 6h às 19h45. O Ecológico e de Lazer, no Caiçara, o Vencesli Firmino da Silva, no

Alípio de Melo, o Universitário, na Pampulha, o Elias Farah, no Ouro Preto, o Fazenda Lagoa do Nado, no Itapoã, e o
Cássia Eller e o Ursulina de Andrade Melo, no Castelo, abrem das 8h às 20h. Os demais parques abrem das 8h às 18h.
Todos eles funcionam entre amanhã e domingo.

• O Mirante do Mangabeiras (Rua Pedro José Pardo, 1.000, Mangabeiras) funciona entre amanhã e domingo, das 10h às 22h.

• Os equipamentos da Fundação Zoo-Botânica fecham amanhã, e sexta, dia 1º de janeiro. No sábado e no domingo, dias 2 e 3, eles voltam a funcionar normalmente. O Jardim Zoológico, o Jardim Botânico e o Aquário da Bacia do Rio São

Francisco (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 8.000, Pampulha), das 8h30 às 17h (entrada até às 16h). Já o Parque
Ecológico da Pampulha (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 6.061, Pampulha), também em função do horário de verão,
funciona até fevereiro de 2016, das 8h30 às 19h (entrada até às 18h).

Equipamentos culturais

• Arquivo Público da Cidade (Rua Itambé, 227, Floresta) – Fechado entre amanhã e domingo.

• Casa do Baile (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 751, Pampulha) – Abre amanhã, das 9h às 12h. Fecha na sexta, dia 1º  de janeiro. No sábado e no domingo, dias 2 e 3, funciona das 9h às 18h.

• Casa Kubitschek (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 4.188, Bandeirantes) – Fecha amanhã e na sexta, dia 1º de janeiro. No sábado e no domingo, dias 2 e 3, funciona das 9h às 18h.

• Centro de Referência da Moda (Rua da Bahia, 1.149, Centro) – Fechado entre amanhã e domingo.

• Museu de Arte da Pampulha (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16.596, Pampulha) – Fecha amanhã e na sexta, dia 1º de janeiro. No sábado e no domingo, dias 2 e 3, abre das 9h às 18h30.

• Museu Histórico Abílio Barreto (Avenida Prudente de Morais, 202, Cidade Jardim) – Abre amanhã, das 10h às 21h. Fecha na sexta, dia 1º. No sábado e no domingo, dias 2 e 3, funciona das 10h às 17h.

Postos de Informação Turística

• Aeroporto de Confins (Rodovia MG-10, Confins) – Funciona amanhã, das 8h às 22h. Entre sexta e domingo, funciona das 8h às 17h.

• Centro de Referência Turística Álvaro Hardy – Veveco (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 855, São Luís) – Funciona
amanhã, das 9h às 18h. Entre sexta e domingo, funciona das 8h às 15h.

• Mercado Central (Avenida Augusto de Lima, 744, Centro) – Funciona amanhã e no sábado, dia 2 de janeiro, das 8h às 17h20. Fecha na sexta, dia 1º de janeiro. No domingo, dia 3, funciona das 8h às 13h.

• Mercado das Flores (Avenida Afonso Pena, 1.055, Centro) – Funciona amanhã, das 9h às 18h. Entre sexta e domingo funciona das 8h às 15h.

• Rodoviária (Praça Rio Branco, Centro) – Funciona amanhã, das 9h às 18h. Entre sexta e domingo, funciona das 8h às
15h.

BH Resolve

• Fechado para atendimento ao público entre amanhã e domingo.

Saúde

• As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), o Hospital Municipal Odilon Behrens, a Central de Internação, o Samu e os laboratórios das UPAs funcionam durante 24 horas por dia.

• Os centros de saúde, o Centro de Controle de Zoonoses, os Centros de Especialidades Médicas (CEMs), o Centro de
Treinamento e Referência (CTR), as Unidades de Referência Secundária (URSs), o Centro Municipal de Imagem (CMI), o Centro Médico de Oftalmologia (CMO), os Centros de Reabilitação (Creabs), a Farmácia Distrital, os laboratórios

Distritais e Central, os Centros de Esterilização de Cães e Gatos e as Academias da Cidade funcionam amanhã, das 7h às 12h. Entre sexta e domingo não haverá expediente.

• Cersams – Funcionam entre amanhã e domingo com escala mínima durante o dia e expediente normal à noite.

• Serviço de Urgência de Psiquiátrica Noturno – Funciona normalmente entre amanhã e domingo.

.

FONTE: Estado de Minas.


BHTrans anuncia novo reajuste e passagem chega a R$ 3,70
Desde dezembro de 2014, com três novos reajustes, a tarifa sofreu um aumento acumulado de 29,8%

ônibus

A partir do próximo domingo (3) a população de Belo Horizonte passará a pagar R$ 3,70 no transporte coletivo da cidade. O terceiro aumento em cerca de um ano foi anunciado na noite desta quarta-feira (30) pela BHTrans. Com os aumentos de dezembro de 2014 e outubro deste ano, o reajuste acumulado chegou a 29,8%.

Conforme a empresa municipal, o novo reajuste será de 8,24%, “índice abaixo da inflação medida pelo INPC no mesmo período do cálculo tarifário, que é de 10,97%”, dizia a nota divulgada. O reajuste foi calculado com base em uma fórmula paramétrica prevista nos contratos de concessão.

A fórmula compreenderia a variação anual dos preços de cinco grandes itens de custo do sistema (óleo diesel, rodagem, veículos, mão-de-obra operacional, e despesas administrativas), apurados e publicados pela Fundação Getúlio Vargas, Agência Nacional de Petróleo (ANP) e IBGE.

Atualmente, 80% das linhas se enquadram nas de tarifa de R$3,70, 18% nas de tarifa de R$2,65 e 2% nas de tarifa de R$0,85. O reajuste de 8,24% também será aplicado ao transporte suplementar da capital, sendo que a tarifa de R$ 2,45 passa para R$ 2,65, a de R$2,75 passa para R$ 3,00 e a tarifa de R$3,40 passa para R$3,70. O mesmo acontece com o táxi-lotação, em operação nas avenidas Afonso Pena e do Contorno, que terá sua tarifa atualizada de R$ 3,75 para R$ 4,05.

“Considerando a política tarifária de BH e todos os beneficiados dos descontos em segunda tarifa, tarifa única aos domingos e feriados e gratuidades, o valor médio pago passará a ser R$3,20, já considerando o reajuste”, afirma a empresa.

O administrador de empresas Marcus Moreira, de 44 anos, ficou indignado ao saber do novo aumento. “Absurdo a passagem subir quando os estudantes estão de férias. Nem só de Move vive BH, se os ônibus fossem padronizados tudo bem, só que não, são veículos velhos, sem ar condicionado”, afirmou.

Ainda de acordo com a BHTrans, cartazes informativos com os novos valores das tarifas serão afixados dentro dos ônibus. Nas tarifas das linhas executivas SE01 e SE02 está mantida a concessão de desconto aos usuários do Cartão BHBUS: na primeira o desconto chegará a 5,07% (tarifa com desconto fica em R$6,55) e na segunda o desconto chegará a 6,31% (tarifa com desconto fica em R$5,20).

Confira a lista com todas as tarifas reajustadas:

• Linhas perimetrais, diametrais, semi-expressas e também do Move: R$3,70
• Tarifa de integração com o metrô: R$3,70

• Linhas circulares e alimentadoras (ônibus na cor amarela): R$2,65

• Linhas de vilas e favelas (microônibus na cor amarela): R$0,85

• Linha Executiva SE01(Savassi/Cid. Administrativa): R$ R$6,90

• Linha Executiva SE02(Buritis/Savassi): R$5,55

Cartão BHBUS

Os créditos eletrônicos do Cartão BHBUS Vale-Transporte (cartão amarelo), adquiridos até 02/01/2016, terão seu valor de compra mantido até o fim de sua validade. Caso queira, o usuário poderá trocar seus créditos antigos pelos valores das tarifas reajustadas em até 30 dias após a data do atual reajuste, sem complementação de valor.

Os portadores do Cartão BHBUS Usuário (cartão azul), com créditos adquiridos até 02/01/2016 poderão utilizar esses créditos até o dia 17/02/2016, com cobrança da tarifa antiga. A partir de 18/02/2016 será debitado o novo valor da tarifa reajustada.

Ainda segundo a BHTrans, atualmente 54% dos cerca de 1,5 milhão de passageiros/dia do transporte coletivo de Belo Horizonte utilizam o cartão como meio de pagamento.

.

FONTE: O Tempo.


Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2015 deste blog.

Aqui está um resumo:

O Museu do Louvre, em Paris, é visitado todos os anos por 8.5 milhões de pessoas. Este blog foi visitado cerca de 140.000 vezes em 2015. Se fosse o Louvre, eram precisos 6 dias para todas essas pessoas o visitarem.

Clique aqui para ver o relatório completo


Detento arranca e come parte do dedo da mão de policial militar
Agente teve parte do dedo anelar da mão direita decepado com uma mordida, na madrugada deste domingo, quando fazia o transporte do detento para o município de Pedra Azul; preso engoliu o pedaço da falange da vítima
Mordida
Um soldado da Polícia Militar (PM) teve parte do dedo decepado pela mordida de um foragido da Justiça, em Padre Paraíso, cidade no Vale do Jequitinhonha, na madrugada deste domingo (27). Além de ferir o PM, o preso ainda danificou a viatura em que era transportado por 150 quilômetros, até a cidade de Pedra Azul.

Segundo a Polícia Civil, militares foram chamados por populares para conter Júlio Gonçalves Vieira, 24, que apresentava sinais de embriaguez e teria quebrado os vidros de um carro particular em Padre Paraíso. Quando os policiais abordaram o suspeito, descobriram que ele estava foragido desde 2014. O homem estava encarcerado no presídio de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha. Ele tinha sido solto por um benefício na pena, devendo retornar a noite para a unidade penitenciária, mas fugiu.

Após muito trabalho, os militares detiveram Júlio e o colocaram dentro de uma viatura, que não tinha o compartimento conhecido como “gaiola”. Já no início da viagem, o suspeitou ameaçou os policiais e falou que ia provocar um acidente. Ainda dentro de Padre Paraíso, conforme a Polícia Civil, o homem tentou fugir, pulando para o banco da frente.

O soldado Lucas Ferreira Vieira, 28, entrou em luta corporal com o homem e tentou segurar a cabeça do suspeito, que mordeu a mão do militar. Com a mordida, Júlio arrancou e engoliu a falange distal, ou seja, a extremidade do dedo anelar da mão direita do policial. Em seguida, o preso foi contido. A confusão também terminou com o retrovisor interno e vidro para-brisa da viatura destruídos.

O soldado foi socorrido até o Hospital Nossa Senhora Mãe da Igreja, em Padre Paraíso, e depois transferido para Hospital Santa Rosália, em Teófilo Otoni. Ele foi medicado e recebeu alta ainda na manhã deste domingo.

Depoimento

O foragido que arrancou o dedo do PM disse não lembrar de nada do que fez. Em depoimento para a delegada de plantão em Pedra Azul, ele alegou estar embriagado. O foragido ficou detido no presídio da cidade e a previsão era de ser transferido para Araçuaí na manhã desta segunda-feira (28).

.

FONTE: O Tempo.


ICMS subirá na virada do ano
Lei que eleva alíquotas entra em vigor no dia 1º de janeiro e mineiros sentirão impacto no bolso

ICMS
Para cervejas, alíquota, que hoje é de 20%, pode chegar a 32%; com a alta, o ICMS da bebida poderá subir 60%

O mineiro vai começar 2016 com aumento da carga tributária. É que, a partir do dia 1º de janeiro, a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de mais de 160 produtos vai subir. E os impactos da medida não são positivos, segundo o coordenador do curso de ciências econômicas do Centro Universitário Newton Paiva, Leonardo Bastos Ávila.

Para ele, aumento de tributos – ainda mais num cenário de inflação – e desemprego elevado significam empobrecimento da população. “Com imposto mais alto, o consumidor vai precisar de mais dinheiro para comprar um produto ou pagar por um serviço. Assim, ele fica mais pobre, pois sua renda é reduzida”, observa.

O aumento do ICMS em Minas Gerais é fruto de duas medidas. A primeira é resultado da sanção, pelo governador Fernando Pimentel, da Lei 21.781, que elevou a carga tributária sobre produtos considerados supérfluos. A norma teve origem no Projeto de Lei (PL) 2.817/15, de autoria do chefe do executivo mineiro, aprovado em votações tumultuadas e com placares apertados nos dois turnos, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais em 30 setembro deste ano.

A lei aumentou em dois pontos percentuais o ICMS de produtos como refrigerantes, ração tipo pet, telefones celulares, câmeras fotográficas e de vídeo, perfumes e cosméticos (com exceção de xampu, sabonete e filtro solar). A maior parte das alíquotas variam entre 14% e 27%. E a alíquota do ICMS sobre as bebidas alcoólicas (com exceção da cachaça) vai variar entre 25% e 32%.

Os serviços de comunicação, como telefonia, internet e TV por assinatura ficarão mais caros, já que a alíquota vai passar de 25% para 27%. No caso da energia elétrica para consumidores comerciais e prestadores de serviços, a alíquota do imposto passará de 18% para 25%. Há uma exceção para os imóveis de entidades religiosas e beneficentes, além de hospitais públicos e privados, que permanecerão pagando 18% de ICMS sobre suas contas de luz.

A outra alta se deve ao Decreto 46.859 do atual governo de Minas, que revoga a redução do ICMS, concedida pelo então governador Aécio Neves, e contempla mais produtos. A alíquota do ICMS de mais de 150 produtos sai de 12% para 18%, uma alta de 50%. Já no caso de alguns itens de construção como blocos pré-fabricados, ardósia, granito, mármore e outras pedras ornamentais, a alíquota passará de 7% para 18%, um aumento de 157,4%.

Mais caro por força da lei

Bebidas alcoólicas: hoje, alíquota é de 27%. Irá variar entre 25% e 32%

Cerveja e chope: hoje, alíquota é de 20%. Será de 25% a 32%

Telefones celulares: de 12% para 14%

Refrigerantes: de 18% para 20%

Ração tipo pet: de 18% para 20%

Câmeras (foto e vídeo): de 18% para 20%

Aparelhos de som e vídeo para uso automotivo: de 18% para 20%

Perfumes e cosméticos (exceto xampu, sabonete e filtro solar): de 25% para 27%

Telefonia, internet e TV por assinatura: de 25% para 27%

Energia elétrica para consumidores comerciais (exceto igrejas, entidades beneficentes e hospitais): de 18% para 25%

Além do imposto estadual, mineiros pagarão mais por IPI

Além do aumento do ICMS em Minas Gerais, que é um tributo estadual, 2016 deve começar também com elevação de um imposto federal, o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para produtos de informática e bebidas quentes (destilados e vinhos).

No dia 16 de dezembro, o plenário do Senado aprovou o projeto de lei que converte na Medida Provisória (MP) 690, que autoriza a elevação das alíquotas. Vinhos e aguardentes terão uma alíquota menor do IPI do que a MP original, que era de 10% a 20% de reajuste do imposto. O texto aprovado estabelece para os vinhos o reajuste de 6% em 2016 e 5% a partir de 2017.

Pelo texto aprovado, as mudanças na tributação valerão a partir de 1° de janeiro do ano que vem.
O texto original previa o reajuste a partir 1º de dezembro deste ano. A MP 690/2015 faz parte do pacote de ajuste fiscal do governo.

Renda média caiu 8,8% em um ano

O brasileiro ficou mais pobre este ano por diversos motivos. De acordo com o coordenador do curso de ciências econômicas do Centro Universitário Newton Paiva, Leonardo Bastos Ávila, um deles foi a inflação, mas também teve o desemprego. “Vale lembrar que quem perdeu o emprego e conseguiu voltar para o mercado de trabalho, na maioria da vezes, aceitou por um salário menor”, diz.

Segundo estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em novembro a renda média caiu 1,3% em relação a outubro (R$ 2.177,20). Na comparação com novembro de 2014, caiu 8,8%, maior queda desde dezembro de 2003 (-10,7%).

E para começar 2016, além de arcar com alíquotas maiores de impostos em Minas e no país, Ávila lembra que o consumidor tem que pagar impostos como IPVA, além de gastos com matrículas e material escolar. “O ano começa com compromissos financeiros”, diz.

.

FONTE: O Tempo.


Confira o que abre e o que fecha em Belo Horizonte no Natal

As agências bancárias abrem na quinta-feira (24), das 9h às 11h.
Defesa Civil atende em esquema de plantão pelo telefone 199.

Parque Municipal de Belo Horizonte passa por reformas (Foto: Reprodução/TV Globo)
Parque Municipal de Belo Horizonte
O feriado de Natal altera o funcionamento de alguns serviços em Belo Horizonte. Na quinta-feira (24), o comércio abre das 9h às 18h, segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH). A Defesa Civil atende em esquema de plantão na capital.

Bancos
De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), na quinta-feira (24) os bancos ficam abertos das 9h às 11h, em Belo Horizonte. Na sexta-feira (25), as agências não abrem.

Cemig
A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) atende em plantão de 24 horas, por meio do telefone 116. Além disso, há atendimento no site da Cemig e por meio de mensagens de texto (SMS) para o número 29810.

Defesa Civil
A Defesa Civil fica de plantão. Os telefones de contato são 199 e 3277-8864.

Comércio
No dia 24, o comércio na capital funciona das 9h às 18h, segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH). No dia 25, fica fechado.

Limpeza urbana
A limpeza é feita normalmente na quinta-feira e no sábado. No dia 25, nenhum serviço de limpeza urbana é realizado na capital.No domingo, há plantão de varrição nas áreas central e hospitalar e na Savassi.

BH Resolve
Fechado para atendimento ao público entre quinta-feira e domingo.

Copasa
As agências da Companhia Saneamento de Minas Gerais (Copasa) têm atendimento pelo telefone 115 em plantão de 24 horas.

Transporte
Nos dias 24 e 26, as linhas de ônibus gerenciadas pela Empresa de Transportes de Belo Horizonte (BHTrans) circulam normalmente. Na sexta-feira e no domingo, elas funcionam com quadro de horários de domingos e feriados.

Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), o metrô em BH funciona no dia 24 com intervalos de 6 a 12 minutos no pico da manhã (até as 11h30) e, de 8 a 15 minutos até o final da operação. Nos dias 25 e 27, os intervalos são de 14 minutos durante todo o dia. No dia 26, o metrô opera com intervalos de 8 a 13 minutos. Todas as estações permanecem abertas das 5h15 às 23h.

Saúde
As Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), o Hospital Municipal Odilon Behrens, a Central de Internação, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e os laboratórios das UPAs funcionam durante 24 horas por dia.

Os Centros de Saúde, o Centro de Controle de Zoonoses, os Centros de Especialidades Médicas (CEMs), o Centro de Treinamento e Referência (CTR), as Unidades de Referência Secundária (URSs), o Centro Municipal de Imagem (CMI), o Centro Médico de Oftalmologia (CMO), os Centros de Reabilitação (Creabs), a Farmácia Distrital, os laboratórios Distritais e Central, os Centros de Esterilização de Cães e Gatos e as Academias da Cidade funcionam na quinta-feira (24), das 7h às 12h. Entre sexta-feira e domingo, não há expediente.

Os Centros de Referência em Saúde Mental (Cersams) funcionam entre quinta-feira e domingo com escala mínima durante o dia e expediente normal à noite.

As Cersams – Funcionam entre quinta-feira e domingo com escala mínima durante o dia e expediente normal à noite. O Serviço de Urgência de Psiquiátrica Noturno abre normalmente entre os dias 24 e 27.

Parques e Zoológico
O Parque Municipal, no Centro, fica aberto das 6h às 19h45. Os parques Ecológico e de Lazer, no bairro Caiçara, na Região Noroeste de BH; os parques Vencesli Firmino da Silva, Fazenda Lagoa do Nado, Universitário, Ursulina de Andrade Mello, Elias Michel Farah e Cássia Eller, na Região da Pampulha; e o parque Pedro Machado, na Região Oeste da capital, abrem das 8h às 20h. Os demais parques abrem das 8h às 18h. Todos eles funcionam entre quinta e domingo. O Mirante do Mangabeiras funciona entre quinta e domingo, das 10h às 22h.

Os equipamentos da Fundação Zoo-Botânica fecham nos dias 24 e 25. Nos dias 26 e 27, eles funcionam normalmente. O Jardim Zoológico, o Aquário do Rio São Francisco e o Jardim Botânico abrem das 8h30 às 17h (entrada até às 16h). O Parque Ecológico da Pampulha funciona das 8h30 às 19h (entrada até às 18h).

Abastecimento
O Banco de Alimentos, as Feiras Modelo, o Mercado da Lagoinha e o Refeitório Popular da Câmara Municipal não funcionam entre quinta-feira e domingo (27).  A Central de Abastecimento Municipal abre na quinta-feira e no sábado (26), das 7h às 18h, fecha na sexta-feira e funciona no domingo, das 7h às 13h.

A abertura da Direto da Roça é facultativo no dia 24. Nos dias 25, 26 e 27, a feira funciona das 7h às 13h. As Feiras Livres não abrem nos dias 24 e 25, mas funcionam nos dias 26 e 27, das 7h às 13h.

A Feira Coberta do Padre Eustáquio abre nos dias 24 e 26, das 7h às 18h. Ela não funciona no dia 25. No domingo, abre das 7h às 13h. O funcionamento da Feira de Orgânicos é facultativo no dia 24, ela fecha no dia 25, mas abre nos dias 26 e 27, das 7h às 13h.

O Mercado do Cruzeiro abre na quinta-feira, das 7h às 15h, no sábado, das 7h às 18, no domingo, das 7h às 13h. Na sexta-feira, ele fica fechado. Os Sacolões Abastecer abrem dia 24, das 7h às 19h, no sábado, das 7h às 18h e, no domingo,das 7h às 12h. Na sexta-feira eles ficam fechados.

Os Restaurantes Populares I, III e IV fecham entre quinta-feira e domingo. No dia 25, excepcionalmente, o Restaurante Popular I abre para o almoço especial de Natal.

Cultura
O Arquivo Público da Cidade e o Centro de Referência da Moda fecha entre quinta-feira e domingo. A Casa do Baile abre na quinta-feira, das 9h às 12h, e no sábado e no domingo, das 9h às 18h. Ela fecha no dia 25.

A Casa Kubitschek fecha nos dias 24 e 25. No sábado e no domingo, funciona das 9h às 18h. O Museu de Arte da Pampulha abre quinta-feira, sábado e domingo, das 9h às 18h30, e fecha na sexta-feira (25). O Museu Histórico Abílio Barreto abre no dia 24, das 10h às 21h, e, nos dias 26 e 27, das 10h às 17h. Ele fecha no dia 25.

Informação Turística
O posto do Aeroporto de Confins e o Centro de Referência Turística Álvaro Hardy (Veveco) funcionam entre quinta-feira e domingo, das 8h às 17h.

O posto de informações turísticas do Mercado Central funciona no dia 24, das 8h às 18h, no dia 25, das 8h às 14h, e nos dias 26 e 27, das 8h às 17h. O do Mercado das Flores abre no dia 24, das 9h às 18h, e nos dias 25, 26 e 27, das 8h às 15h. O posto de informação turística da Rodoviária abre nos dias 24 e 26, das 8h às 18h, e nos dias 25 e 27, das 8h às 17h.

Mercado Central
Na quinta, o Mercado Central abre das 7h às 18; na sexta, das 7h às 13h; no sábado, das 7h às 18h; e, no domingo, das 7h às 14h.

 

FONTE: G1.



%d blogueiros gostam disto: