Homem com sinais de embriaguez dirige motocicleta em Belo Horizonte

Ele pilotava a moto em zigue-zague e não sinalizava as trocas de faixa.
Homem apresentava falas desconexas.

Uma equipe de reportagem da TV Globo Minas flagrou, na noite desta sexta-feira (19), um motociclista que admitiu ter bebido antes de dirigir. Ele pilotava a moto perigosamente pelas ruas de Belo Horizonte, em zigue-zague, não sinalizava trocas de faixa e chegou a deixar a moto a cair ao estacionar.

O motociclista saía de um posto de gasolina na Avenida Cristiano Machado. Logo ao entrar na pista, ele quase é atingido por um carro que subia a rua.

Lento e desequilibrado, ele quase é atropelado por outro carro que teve de frear bruscamente e precisou desviar em seguida.

No Túnel da Lagoinha, o homem segue na moto e depois de alguns metros começa a andar em zigue-zague na pista. Em alguns momentos parece que ele vai cair.

Já ao sair do túnel, ele muda de faixa sem dar seta e cruza perigosamente com uma moto e outros carros.

Durante o trajeto, a equipe de reportagem sinalizou para que outros veículos diminuíssem a velocidade e tentou alertar o motociclista do perigo piscando o farol, mas ele continuou dirigindo em zigue-zague.

Na Avenida Nossa Senhora de Fátima, a situação piora e o homem quase perde o controle da moto. Mais à frente ele para ao lado de um táxi e deixa a moto morrer.

Com dificuldade, ele tenta seguir adiante, como não consegue, estaciona. Em seguida entra em um bar, onde parece pedir uma bebida.

Minutos depois ele sai cambaleando e vai até a moto, que ele deixa cair. O motociclista se senta em um banco, quando chegam um guarda municipal e fiscais da BHTrans que estavam próximos.

Eles conversam com o homem e tentam orientá-lo. O motociclista foi multado por estacionar em local proibido. A moto foi removida para o pátio da BHTrans. O homem não foi preso porque não foi flagrado conduzindo a moto.

“Chapei todas”, disse o homem. O repórter Kássio Freitas pergunta: “E ainda assim o senhor teve coragem de pilotar a moto mesmo nessa situação? O motociclista responde: “Nossa Senhora… do mesmo jeito que você quando era criança, quando você era uma pessoa mais nova fazia…”.

FONTE: G1.

Anúncios