Metrô de BH adere à greve geral nacional e também irá parar na próxima sexta-feira

Divulgação/CBTU

O transporte público de Belo Horizonte vai parar na próxima sexta-feira. Em assembleia realizada nesta terça, na Praça da Estação, no Centro de Belo Horizonte, os metroviários da capital seguiram a decisão tomada nessa segunda pelos rodoviários e aderiram à greve geral nacional, convocada por várias centrais sindicais em protesto contra a Terceirização e as reformas da Previdência e Trabalhista propostas pelo governo Michel Temer.

De acordo com o Sindicato dos Empregados em Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindimetro-MG) a paralisação irá começar a partir da meia-noite de sexta-feira e durará o dia inteiro.

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) não se manifestou sobre a paralisação de sexta-feira.

Ônibus

Em assembleia realizada nessa segunda-feira, o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Belo Horizonte e Região Metropolitana decidiu que os ônibus não irão circular na sexta-feira.

De acordo com a decisão do sindicato, nenhum ônibus deixará as garagens. A paralisação também deve afetar os coletivos de outras cidades da Região Metropolitana de BH.

Por conta das medidas do governo federal, oito centrais sindicais, que juntas representam 10 milhões de trabalhadores, prometem realizar a maior paralisação dos últimos 30 anos, que incluirá diversos setores da sociedade, como transporte público, servidores da saúde e da educação, além de bancários.

.

FONTE: Itatiaia.