Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo do mês: dezembro 2017

Move Metropolitano terá tarifas reajustadas para R$ 5 a partir de segunda

O preço das passagens de ônibus metropolitano, que liga as demais cidades à Belo Horizonte será reajustado em 2018 e passará de R$ 4,85 para R$ 5. O novo valor começa a vigorar a partir da primeira hora de segunda-feira (1º).

O aumento de 3,09% é válido para todos os ônibus do sistema Move Metropolitano, que atende cerca de 6,8 milhões de passageiros por mês. A justificativa para o reajuste, previsto anualmente nos contratos de concessão, é o reajuste do preço do óleo diesel, segundo o governo do Estado. Para ver o valor detalhado das tarifas clique aqui.

A mudança afeta os valores das linhas que atendem os terimais Morro Alto, em Vespasiano, São Benedito, em Santa Luzia, Justinópolis, em Ribeirão das Neves, e São Gabriel, Bernardo Monteiro, Vilarinho e Aarão Reis, na capital.

No entanto, outras dez linhas que também atendem a Grande BH e regiões como Igarapé e São Joaquim de Bicas não terão valor reajustado. As passagens serão mantidas em R$ 10,10.

Belo Horizonte

Esta será a primeira vez em que as passagens de ônibus não sofrerão reajuste na capital a partir do primeiro dia do ano, desde que o contrato com as empresas fornecedoras foi firmado, há nove anos. O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), destacou que só fará mudanças nas tarifas após a realização de uma auditoria para checar o cumprimento do contrato entre o município e as empresas de transporte.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setra-BH) pede que o valor atual, de R$ 4,05 seja acrescido de 6% no próximo ano, passando para R$ 4,30.

Ainda não há data prevista para que a auditoria ocorra. A licitação para contrato de uma empresa que realiza o procedimento foi suspensa judicialmente em outubro. Conforme o prefeito, um novo edital será aberto, mas a PBH não informou um prazo. O Setra-BH alega que, caso não haja alteração no valor, a frota de ônibus nas ruas pode ser reduzida e os veículos podem passar a circular com intervalos maiores de tempo.

As empresas de ônibus entraram na justiça pedindo a revisão tarifária e alegando que a mudança estava prevista em contrato. No entanto, a alteração foi negada duas vezes. Na última terça-feira (26) o desembargador Wander Marotta manteve a decisão do juiz Marco Aurélio Abrantes Rodrigues, da 2ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública Municipal. que negou o aumento do preço das passagens na capital. Por ser de uma liminar de primeira instância, a decisão ainda é sujeita a recurso.

Preço da passagem subirá 3,09% para cobrir gastos com aumento do valor do óleo diesel

.

FONTE: Hoje Em Dia.


Cidades mineiras e até o criador da Turma da Mônica mudam queima de fogos para poupar animais

Parece que Bidu, Floquinho e todos os animais que estiverem perto de Mauricio de Sousa terão um Ano Novo mais tranquilo neste domingo (31). É que o artista decidiu cancelar a queima de fogos de artifício, que costumava fazer em sua chácara, na cidade de Caçapava, no interior de São Paulo, em respeito aos animais.

Mauricio publicou uma mensagem no Instagram para informar os vizinhos e amigos que o show não ocorrerá. “Volto com os fogos quando forem fabricados sem os estrondos”, escreveu.

As prefeituras de Alfenas e de Poços de Caldas, ambas no Sul de Minas Gerais, também decidiram poupar os animais do barulho. Em Alfenas, a tradicional queima de fogos na virada do ano foi suspensa. O anúncio foi feito pelo Facebook, nesta sexta-feira (29), e a postagem “bombou” entre os internautas.

Em 24 horas, foram quase 4 mil curtidas e cerca de 12.800 compartilhamentos. “A Prefeitura de Alfenas informa que não haverá queima de fogos no Ano Novo, atendendo a solicitação de diversas associações de protetores de animais do município”, diz a nota.

Teve quem não gostasse da decisão, mas a maioria dos comentários na postagem é de pessoas satisfeitas com o silêncio na virada do ano. Confira:

 

Já em Poços de Caldas, a festa de virada será com fogos de artifício silenciosos. O show pirotécnico promovido pela Secretaria Municipal de Turismo segue lei que determina que todos os eventos realizados pela prefeitura utilizem somente fogos sem barulho.

A administração municipal justificou que os danos por conta do barulho atingem tanto animais domésticos quanto os silvestres, a começar pelos pássaros. E com as explosões repentinas, colônias que estão descansando, ao ouvirem os barulhos, têm uma reação instintiva de fuga que, combinada com a falta de visibilidade, causam a morte de muitos exemplares decorrentes do choque com estruturas urbanas e até árvores durante os voos.

A queima de fogos será no Complexo Santa Cruz, podendo ser vista do centro e de vários bairros da região.

Os cachorros e gatos de Alfenas dormirão mais tranquilamente na virada do ano

 

Instagram

 

https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fprefeituradealfenas%2Fposts%2F933333560160122&width=500

.

FONTE: Hoje Em Dia.


Prazo para apostas na Mega da Virada vai até 14h de 31 de dezembro 2017

Mega da Virada pagará o maior prêmio da história: a previsão é que chegue aos R$ 280 milhões


O sonho de milhões de brasileiros de ganhar na Mega-Sena e pisar em 2018 milionário vai ganhar um tempinho extra este ano. O prazo para fazer as apostas foi estendido pela Caixa Econômica Federal até as 14h deste domigo, 31, em qualquer lotérica de todo o país. O sorteio ocorre no mesmo dia a partir das 20h50.

A Mega da Virada pagará o maior prêmio da história, a previsão é que chegue aos R$ 280 milhões. Se o ganhador levar a bolada sozinho vai poder se aposentar com um salário mensal nada menos que R$ 1, 2 milhão,  cálculo feito com base em redimento da poupança.

A aposta simples custa R$ 3,50 e pode ser feita tanto nos volantes específicos da Mega da Virada quanto nos volantes comuns da Mega-Sena.

.

FONTE: Estado de Minas.


Prefeitura cancela fogos do Réveillon para proteger animais do barulho

O comunicado foi feito nesta sexta-feira pelo Facebook e gerou vários comentários em Alfenas, no Sul do estado


A cidade de Alfenas, no Sul de Minas, não terá a tradicional queima de fogos da virada do ano na Praça Getúlio Vargas este ano. O comunicado foi feito nesta sexta-feira (29) pela prefeitura da cidade e não tem nada a ver com crise econômica. É para atender a um pedido dos protetores de animais, muito numerosos no município, em uma demanda muito comum no Réveillon: acabar com o barulho que prejudica os bichinhos de estimação.

O comunicado foi postado no Facebook da prefeitura e recebeu vários elogios. Também houve algumas críticas negativas. O prefeito Luiz Antônio da Silva (PT) diz que se sensibilizou com o pedido das associações protetoras de animais e cancelou o evento de última hora.A prefeitura já havia feito uma licitação de R$ 50 mil para comprar os fogos de artifício, mas não chegou a efetivar a compra. O dinheiro será economizado.

“Já estávamos caminhando para não fazer. Foi uma evolução da percepção da gente. Fizemos muitas audiências públicas sobre os problemas dos animais este ano e percebemos que o barulho de fato prejudica os animais”, conta o prefeito.

Luizinho da Farmácia, como é conhecido, tem em casa o Lhasa Apso Téo e conta que ele era um dos que sofriam com o barulho. “Todo animal sofre, não tem jeito”.

Téo, o cachorrinho do prefeito, parece ter gostado da novidade

Sem a queima de fogos, restará apenas o som mecânico e a iluminação de Natal na praça. “A praça ficará cheia com ou sem fogos”, prevê. O prefeito diz que já houve um grande show de encerramento do ano no dia 22 de dezembro com a banda de pagode Raça Negra.

.

FONTE: Estado de Minas.


Veja o que abre e fecha no feriado de ano novo

De olho no feriado de fim de ano, O TEMPO fez um levantamento e preparou uma lista com tudo que estará aberto e o que permanecerá fechado na virada do ano, para que você possa se programar melhor. Confira:

 

Bancos

– Os bancos fecharão nesta sexta-feira (29) e voltarão a funcionar somente na terça-feira (2).
Comércio

– A CDL/BH informou que, conforme Convenção Coletiva 2013/2014, o comércio da capital mineira poderá funcionar, normalmente nos dias 30 e 31. Já no dia 1º, os comércios não abrirão.
Parques

– Mangabeiras, Mirante e Serra do Curral: Temporariamente fechados à visitação em função dos trabalhos de prevenção e combate à febre amarela

– Parque Municipal Renné Giannetti: Aberto das 6h às 18h no dia 31 e fechado no dia 1º

– Jardim Zoológico, Jardim Botânico e Aquário da Bacia do Rio São Francisco: Abertos de 7 às 17 com entrada permitida até às 16h no dia 31 e fechados no dia 1º

– Parque Ecológico da Pampulha: Nos dias 31 e 1º, aberto das 8h30 às 19h (com entrada permitida até 18h).

– Outros parques da Fundação de Parques Municipais: Nos dias 31 e 1º, abertos das 7h às 18h.

Shoppings

DIAMOND MALL

31/12
Lojas e Praça de Alimentação: 10h às 18h.
Cinema: última sessão às 16h.
Empório Verdemar: 6h às 20h.

01/01
Lojas e Empório Verdemar: não abrem.
Cinema: primeira sessão às 16h.
Praça de Alimentação: 10h às 22h.

BH SHOPPING

31/12
Lojas: 10h às 18h
Praça de Alimentação: 10h às 18h
Cinema: Conforme programação
Carrefour: 10h às 18h
Americanas: 10h às 18h
Hotzone: 10h às 18h

01/01
Lojas: Fechadas
Praça de Alimentação: Horário Normal
Cinema: Conforme programação
Carrefour: Fechado
Americanas: Fechado
Hotzone: Fechado

SHOPPING CIDADE

31/12
Lojas: 10h às 16h
Praça de Alimentação: 10h às 16h
Cinema: Última sessão começa às 18h

01/01
Lojas: Fechadas
Praça de Alimentação: Facultativo de 10h às 22h
Cinema: Primeira sessão após às 15h

MINAS SHOPPING

31/12
Lojas e quiosques: 10h às 16h
Alimentação e Lazer: 10h às 16h
Momento Super Nosso: 8h às 18h
Cinema: De acordo com a programação
Academia Plataforma: Aberto conforme programação

01/01
Lojas e quiosques: Fechados
Alimentação e Lazer: 10h às 22h
Momento Super Nosso: Fechado
Cinema: De acordo com a programação
Academia Plataforma: Aberto conforme programação

VIA SHOPPING

31/12
Funcionamento: 09h às 18h
Cinema: Conforme programação

01/01
Lojas e quiosques: Fechados
Praça de Alimentação: Facultativo
Cinema: 15h às 23h

PÁTIO SAVASSI

31/12
Lojas e praça de alimentação: das 10h às 18h.
Verdemar: das 7h às 20h.
Cinema: primeira sessão às 12h / última sessão às 16h.

01/01
Lojas e Verdemar: não abrem.
Cinema: primeira sessão às 16h / última sessão às 22h.
Praça de alimentação: 10h às 22h.

ITAÚ POWER SHOPPING

31/12
Funcionamento: 10h às 18h

01/01
Funcionamento facultativo

BOULEVARD SHOPPING

31/12
Lojas: 10h às 18h
Lazer e Alimentação: 10h às 18h

01/01
Lojas: Fechadas
Lazer e Alimentação: 10h às 22h (Facultativo)

Supermercados

A Associação Mineira de Supermercados (AMIS) informa que os supermercados situados em Belo Horizonte não vão funcionar na segunda-feira (1º).

Restaurantes populares

– Não vão funcionar na segunda-feira. Os restaurantes não abrem aos sábados e domingos.
Transporte Público

– Dia 30/12, sábado: quadro de horário de sábado

– Dia 31/12, domingo: quadro de horário de domingo/feriado

– Dia 1º/ 01, segunda-feira: quadro de horário de domingo/feriado
Limpeza Urbana

– Dia 30/12 – atendimento normal

– Dias 31 de dezembro e 1º de janeiro – não haverá serviços de limpeza urbana em Belo Horizonte. Haverá somente limpeza após o evento da queima de fogos na Pampulha. Também haverá plantão do Grupo Gestor de Riscos e Desastres.

Defesa Civil

Funcionamento normal, todos os dias, 24 horas por dia, inclusive aos domingos e feriados. Os telefones de contato são: 199 e o 3277-8864.

Segurança Alimentar e Nutricional

• Central de Abastecimento Municipal (rua Maria Pietra Machado, 125, bairro São Paulo)Direto da Roça

– Dia 30 de dezembro, sábado: aberta, das 8h às 18h.
– Dia 31 de dezembro, domingo: aberta, das 8h às 15h.
– Dia 1º de janeiro, segunda-feira: fechada.

• Direto da Roça

– Dia 30 de dezembro, sábado: funcionamento normal.
– Dia 31 de dezembro, domingo: funcionamento facultativo.
– Dia 1º de janeiro, segunda-feira: as feiras do programa Direto da Roça não serão realizadas.

• Feira Coberta do Padre Eustáquio (Rua Pará de Minas, 821, bairro Padre Eustáquio)

– Dia 30 de dezembro, sábado: aberta, das 8h às 18h.
– Dia 31 de dezembro, domingo: aberta, das 8h às 14h.
– Dia 1º de janeiro, segunda-feira: fechada.

• Feiras de Orgânicos

– Dia 30 de dezembro, sábado: funcionamento normal, das 7h às 12h
As Feiras de Orgânicos não são realizadas aos domingos nem às segundas-feiras.

• Feiras Livres

– Dia 30 de dezembro, sábado, e dia 31 de dezembro, domingo: funcionamento normal, das 7h às 13h.
– Dia 1º de janeiro, segunda-feira: as Feiras Livres não serão realizadas.

• Mercado do Cruzeiro (Rua Ouro Fino, 452, bairro Cruzeiro)

– Dia 30 de dezembro, sábado: aberto, das 8h às 18h.
– Dia 31 de dezembro, domingo: aberto, das 8h às 15h.
– Dia 1º de janeiro, segunda-feira: fechado.

• Sacolões Abastecer

– Dia 30 de dezembro, sábado: abertos, das 7h às 18h.
– Dia 31 de dezembro, domingo: abertos, das 7h às 15h.
– Dia 1º de janeiro, segunda-feira: fechados.

 

Equipamentos Culturais

• Casa do Baile. (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 751, Pampulha)
– Abre sábado, das 9h às 18h. Fechado no Domingo e Segunda

• Museu Histórico Abílio Barreto. (Avenida Prudente de Morais, 202, Cidade Jardim)
– Abre sábado, das 10h às 17h. Fechado no Domingo e Segunda

• Museu de Arte da Pampulha. (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16.596, Pampulha)
– Abre sábado, das 9h às 17h. Fechado no Domingo e Segunda

• Casa Kubitschek. (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 4.188, Bandeirantes)
– Abre sábado, das 9h às 17h. Fechado no Domingo e Segunda

• Museu da Moda. (Rua da Bahia, 1.149, Centro)
– Abre sábado, das 10h às 14h. Fechado no Domingo e Segunda

• Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte. (Rua Itambé, 227, Floresta)
– Fechado de sábado a segunda-feira

• Museu da Imagem e do Som. Álvares – (Avenida Álvares Cabral, 560, Centro)
– Fechado de sábado a segunda-feira

• MIS Cine Santa Tereza. (Rua Estrela do Sul, 89, Praça Duque de Caxias, Santa Teresa)
– Fechado de sábado a segunda-feira

Postos de Informação Turística

• Centro de Atendimento ao Turista Álvaro Hardy – Veveco (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 855, São Luís).

– Dia 30/12 – Funciona das 8 às 17 horas
– Dia 31/12 – Funciona das 8 às 17 horas
– Dia 1º/01 – Fechado

• Centro de Atendimento ao Turista Rodoviária (Praça Rio Branco, Centro).

– Dia 30/12: Funciona das 8 às 17 horas
– 31/12 – Funciona das 8 às 17 horas
– 1º/01 – Funciona das 8 às 17 horas

• Centro de Atendimento ao Turista – Mercado das Flores (Avenida Afonso Pena, 1.055, Centro).

– Fechado para reforma

• Centro de Atendimento ao Turista – Mercado Central (Avenida Augusto de Lima, 744, Centro).

– Dia 30/12 Funciona das 8 às 17 horas
– 31/12 – Funciona das 7 às 14 horas
– 1º/01 – Funciona das 7h às 13 horas

Saúde

• Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Hospital Municipal Odilon Behrens, Central de Internação, Samu e os laboratórios das UPAs.
– Nos dias 30, 31 de dezembro e 1º de janeiro funcionam normalmente durante 24 horas por dia.

• Centros de Referência em Saúde Mental (CERSAMs)
– Nos dias 30 e 31 funcionam com plantão de final de semana (equipe reduzida)
– No dia 1º, funcionam na parte da manhã com plantão de feriados. No turno da noite o expediente será normal.

• Serviço de Urgência de Psiquiátrica Noturno (SUP)
– Nos dias 30, 31 e 1º funciona com expediente normal.

• Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS)
– Nos dias 30, 31 e 1º funciona com escala de plantão

• Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais (CRIE)
– Nos dias 30 e 31 funciona das 8h às 18h (fechado das 12h às 14h). No dia 1º funciona das 8h às 13h

• Centros de Saúde, Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), laboratórios de zoonoses, sedes dos distritos, nível central (gerência de assistência à saúde e gerência de urgência), Centros de Especialidades Médicas (CEMs), Centros de Referência a Saúde do Trabalhador (CERSAT), Centro de Treinamento e Referência (CTR), Unidades de Referência Secundária (URSs), Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI), Centro Municipal de Oftalmologia (CMO), Centros de Reabilitação (Creabs), Centros de especialidades odontológicas (CEO), farmácias distritais e alta complexidade.
– Nos dias 30, 31 e 1º não funcionam.

• Centros de Convivência; Academias da Cidade e Serviço de Atendimento ao Viajante; Central de Atendimento a liminares (CAL) e Centro de Esterilização de cães e gatos
– Nos dias 30, 31 e 1º não funcionam.

Outros

– Postos do BH Resolve ficarão fechados na segunda-feira.

.

FONTE: O Tempo.


Agências bancárias fecham nesta sexta e reabrem terça-feira

Contas de água, luz, telefone e TV a cabo, bem como os carnês que estiverem com vencimento nas datas em que as agências estiverem fechadas, poderão ser pagos no primeiro dia útil depois do feriado

As agências bancárias estarão fechadas nesta sexta-feira (29) ao público e funcionarão apenas para serviços internos, informa a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Elas voltarão a funcionar na próxima terça-feira (2).

A Febraban lembra que as contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo), bem como os carnês que estiverem com vencimento nas datas em que as agências estiverem fechadas, poderão ser pagos no primeiro dia útil depois do feriado, sem a incidência de multa por atraso.

A entidade lembra ainda que os tributos já vêm com data ajustada em relação ao calendário de feriados (federais estaduais e municipais).

Os clientes podem utilizar os caixas eletrônicos, internet banking, mobile banking, banco por telefone e correspondentes (casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados) para fazer operações.

Agência bancária é invadida em Betim

.

FONTE: O Tempo.


Veja a lista de feriados e pontos facultativos em 2018

Informações foram divulgadas no Diário Oficial da União, quatro feriados vão emendar em finais de semana

Foi publicada na edição desta terça-feira (26) do Diário Oficial da União portaria que estabelece os dias de feriados nacionais e os pontos facultativos em 2018.

Segundo o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, as datas deverão ser observadas pelos órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo, sem comprometimento das atividades públicas consideradas como serviços essenciais à população.

A portaria estabelece ainda que os dias de guarda dos credos e religiões não relacionados poderão ser compensados, desde que previamente autorizado pelo responsável pela unidade administrativa de exercício do servidor. Os feriados declarados em lei estadual ou municipal serão observados pelas repartições da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional, nas respectivas localidades, acrescentou o ministério.

 

O ministério diz ainda que não será permitido aos órgãos e entidades integrantes do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal antecipar ponto facultativo em discordância com o que dispõe a portaria.

Veja o calendário:

– 1º de janeiro – segunda-feira: Confraternização Universal (feriado nacional)

– 12 de fevereiro – segunda-feira: Carnaval (ponto facultativo)

– 13 de fevereiro – terça-feira: Carnaval (ponto facultativo)

– 14 de fevereiro: quarta-feira de cinzas (ponto facultativo até as 14 horas)

– 30 de março – sexta-feira: Paixão de Cristo (feriado nacional)

– 21 de abril – Sábado: Tiradentes (feriado nacional)

– 1º de maio – terça-feira: Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional)

– 31 de maio – quinta-feira: Corpus Christi (ponto facultativo)

– 7 de setembro – sexta-feira: Independência do Brasil (feriado nacional)

– 12 de outubro – sexta-feira: Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional)

– 28 de outubro – domingo : Dia do Servidor Público – art. 236 da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990 (ponto facultativo)

– 2 de novembro – sexta-feira: Finados (feriado nacional)

– 15 de novembro – sábado: Proclamação da República (feriado nacional)

– 25 de dezembro – terça-feira: Natal (feriado nacional)

Carnaval

Carnaval de 2018 será de 12 a 14 de fevereiro

.

FONTE: O Tempo.


Médicos retiram 152 objetos de metal de estômago de idosa na Rússia

Ela foi a um hospital na fronteira com a Mongólia reclamando de febre alta. No exame, médicos notaram objetos estranhos no corpo da paciente


Uma mulher de 74 anos precisou passar por um procedimento cirúrgico para retirar 152 objetos de metal de dentro do estômago na cidade de Ulan-ude, na Rússia.
Ela foi ao hospital regional de Semashko, na fronteira com a Mongólia, reclamando de febre alta. Quando fizeram raio-x, os médicos notaram um acúmulo de materiais estranhos dentro da paciente e logo a encaminharam para cirurgia.

Na operação, exatos 152 objetos de metal foram retirados. Entre eles, parafusos, pregos e até mesmo uma dobradiça de porta. “Nenhum dos familiares soube informar há quanto tempo esses objetos estão dentro dela”, explicou em entrevista ao jornal britânico Daily Mail um dos funcionários do hospital.

A mulher se recupera bem e deve receber alta em breve.

.

FONTE: Estado de Minas.


Herança milionária de Antônio Luciano pode ajudar caixa do estado

Imposto que incide sobre o patrimônio deixado pelo lendário empresário mineiro chega a R$ 205 milhões. AGE conseguiu na Justiça bloquear bens para garantir o pagamento

No mais longo e complexo processo de inventário em tramitação na história do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o poder público teve agora reconhecido o direito a uma fatia de exatos R$ 205.646.365,94 de uma herança bilionária. Trata-se do espólio do médico e empresário Antônio Luciano Pereira Filho, dono de uma fortuna estimada em pelo menos R$ 2 bilhões para ser dividida pelos 31 filhos que teve com mais de 20 mulheres. Na semana passada, o estado conseguiu na Justiça bloquear bens para o pagamento do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCD) – taxa que até hoje não foi paga pelos herdeiros, embora a legislação dê um prazo de 90 dias após a morte para a quitação sem multa, que pode chegar a 100% do valor.

Antônio Luciano Pereira morreu em 19 de junho de 1990 e deixou para trás cinco testamentos e uma polêmica em torno da divisão de seus bens. A ação para a partilha chegou à 1ª Vara de Sucessões da capital três dias depois da sua morte – e está lá até hoje. Em meio à discussão e inclusão de herdeiros que foram sendo reconhecidos ao longo do tempo, o estado tenta receber o ITCD desde 2004, quando ingressou na ação. Pois na quarta-feira passada, obteve uma importante vitória: garantiu o bloqueio de imóveis do espólio e de 20% do faturamento de uma das empresas do inventariante – que terá as atividades administradas por uma firma indicada pela Justiça. A decisão veio do desembargador Caetano Levi Lopes.

De acordo com a Advocacia-Geral do Estado (AGE), o valor do ITCD é o mais alto registrado até hoje em Minas. O cálculo foi feito com o apoio da Secretaria da Fazenda a partir de um levantamento do patrimônio do empresário, tendo sido identificados 455 imóveis. O próprio estado admite que o volume de bens pode ser muito maior. Há quem diga que gira em torno de US$ 3 bilhões – mais de R$ 10 bilhões. A partir do cálculo feito pela SEF, a AGE entrou na ação e requereu a homologação na Justiça. Depois da vitória na primeira instância, garantiu a manutenção da decisão no TJ. A única diferença é que, se antes seriam bloqueados 40% do faturamento da empresa, na segunda instância o índice caiu para 20%.

Mas se o pagamento do ITCD é necessário para o andamento do inventário e divisão dos bens, por que ele não foi pago? “A divisão dos bens gerou uma briga entre os filhos, e por causa dela não quitaram o ITCD”, explicou uma fonte da AGE. Pois a disputa pelo patrimônio milionário começou antes mesmo da morte do empresário. Pressionado pela série de pedidos de reconhecimento de paternidade pelos filhos obtidos fora do casamento, Antônio Luciano apelou a uma junta de juristas para uma “transação entre vivos”. Em vida, ele e a mulher, Clara, doaram o patrimônio aos três filhos frutos do casamento. Mas a morte da matriarca, em 1987, levou a uma intrincada disputa entre os demais filhos do empresário, que temiam ficar com um quinhão menor que o dos irmãos.
Antônio Luciano acumulou uma fortuna estimada em R$ 2 bilhões

Na ocasião, os três filhos de Antônio Luciano e Clara optaram por dividir a metade do patrimônio – que dizia respeito à doação do pai – com outros 26 filhos que já haviam tido a paternidade reconhecida pela Justiça (depois vieram mais dois). Estima-se que, na ocasião, cada um ficou com cerca de US$ 20 milhões. Com a morte de Antônio Luciano, em 1990, a transação foi homologada na Justiça, com o aval do Ministério Público. No entanto, em 2008, o juiz da 1ª Vara de Sucessões anulou todas as etapas do inventário e a transação feita antes da morte do patriarca da família foi considerada irregular. Desde então, o caso se arrasta na Justiça.

Recursos A vitória não garante dinheiro no caixa estadual imediatamente – até porque, ainda cabem alguns recursos protelatórios. A cobrança só poderá ser feita no momento da definição da partilha dos bens. Mas para garantir o pagamento em uma ação que envolve dezenas de pessoas (somente advogados são quase 140 inscritos no processo), a alternativa foi pedir a reserva do valor. Os bens bloqueados é que garantirão a quitação da dívida caso os herdeiros aleguem não ter dinheiro suficiente para pagá-la. No dia 21, novas petições foram juntadas ao processo, que está com vistas para o Ministério Público até 24 de janeiro.

Dinheiro e mulheres


A história de Antônio Luciano Pereira Filho se tornou uma lenda em Minas Gerais. Um dos homens mais ricos do seu tempo, chegou a ter em seu nome 30 mil lotes e prédios – a maioria deles em Belo Horizonte. Na década de 1960, foi dono de todos os cinemas da capital e tinha 256 fazendas em Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso. E ele não gostava de colecionar apenas cifrões. Mulheres foram seu “ponto fraco”. Oficialmente, tem 31 filhos com mais de 20 parceiras. Três deles com Clara, a única mulher com quem se casou.

.

FONTE: Estado de Minas.


Veja o que abre e o que fecha no feriado de Natal

Na segunda-feira, 25,  a maioria dos serviços estarão fechados

Para o feriado dos dias 24 e 25 o funcionamento de algumas repartições públicas é alterado por causa do Natal. Veja como fica também o funcionamento dos shoppings CLICANDO AQUI.

Parques e Zoológico

• Parques das Mangabeiras, do Mirante das Mangabeiras e da Serra do Curral
– Temporariamente fechados à visitação em função dos trabalhos de prevenção e combate à febre amarela.

• Parque Municipal Renné Giannetti
– No dia 24, aberto das 6h às 18h.
– No dia 25, fechado para manutenção.

• Jardim Zoológico, Jardim Botânico e Aquário da Bacia do Rio São Francisco
– Nos dias 24 e 25, estarão fechados.

• Parque Ecológico da Pampulha
– Nos dias 24 e 25, aberto das 8h30 às 19h (com entrada permitida até 18h).

• Demais parques administrados pela Fundação de Parques Municipais
– Nos dias 24 e 25, abertos das 7h às 18h.

Segurança Alimentar e Nutricional

• Banco de Alimentos (Rua Tuiutí, 888, Padre Eustáquio)
– Do dia 23 ao dia 25 de dezembro, estará fechado.

• Central de Abastecimento Municipal (Rua Maria Pietra Machado, 125, São Paulo)
– No dia 23, aberto das 8h às 18h e, no dia 24, aberto das 8h às 15h.
– No dia 25, estará fechado.

• Direto da Roça
– No dia 23, funcionamento normal e, no dia 24, funcionamento facultativo.
– No dia 25, estará fechado.

• Feira Coberta do Padre Eustáquio (Rua Pará de Minas, 821, Padre Eustáquio)
– No dia 23, aberto das 8h às 18h e, no dia 24, aberto das 8h às 14h.
– No dia 25, estará fechado.

• Feiras de Orgânicos
– No dia 23, funcionamento normal.
– Não são realizadas aos domingos nem às segundas-feiras.

• Feiras Livres
– Nos dias 23 e 24, serão realizadas normalmente, das 7h às 13h.
– Não são realizadas às segundas-feiras.

• Mercado do Cruzeiro (Rua Ouro Fino, 452, Cruzeiro)
– No dia 23, aberto das 8h às 18h e, no dia 24, aberto das 8h às 15h.
– No dia 25, estará fechado.

• Restaurantes Populares I, III e IV
– Não funcionam aos sábados e domingos.
– No dia 25, estarão fechados.

• Restaurante Popular II
– Não funciona aos sábados e domingos.
– No dia 25, estará aberto para o almoço especial de Natal.

• Refeitório da Câmara Municipal
– Não funciona aos sábados e domingos.
– No dia 25, estará fechado.

• Sacolões Abastecer
– No dia 23, estarão abertos das 7h às 18h e, no dia 24, das 7h às 15h.
– No dia 25, estarão fechados.

Equipamentos Culturais

•    Casa do Baile
– No dia 23, aberto das 9h às 18h.
– Nos dias 24 e 25, estará fechada.

•    Museu Histórico Abílio Barreto
– No dia 23, aberto das 10h às 17h.
– Nos dias 24 e 25, estará fechado.

•    Museu de Arte da Pampulha
– No dia 23, aberto das 9h às 17h.
– Nos dias 24 e 25, estará fechado.

•    Casa Kubitschek
– No dia 23, aberto das 9h às 17h.
– Nos dias 24 e 25, estará fechada.

•    Museu da Moda
– No dia 23, aberto das 10h às 14h.
– Nos dias 24 e 25, estará fechado.

•    Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte
– Do dia 23 ao dia 24, estará fechado.

•    Museu da Imagem e do Som
– Do dia 23 ao dia 24, estará fechado.

•    MIS Cine Santa Tereza
– Do dia 23 ao dia 24, estará fechado.

Postos de Informação Turística

• Centro de Atendimento ao Turista Álvaro Hardy – Veveco (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 855, São Luís)
– Nos dias 24 e 25, funciona das 8h às 17h.

• Centro de Atendimento ao Turista (Rodoviária Praça Rio Branco, Centro)
– Nos dias 24 e 25, funciona das 8h às 17h.

• Centro de Atendimento ao Turista – Mercado das Flores (Avenida Afonso Pena, 1.055, Centro)
– Fechado para reforma.

• Centro de Atendimento ao Turista – Mercado Central (Avenida Augusto de Lima, 744, Centro)
– Nos dias 24 e 25, funciona das 8h às 13h.

Saúde

• Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Hospital Municipal Odilon Behrens, Central de Internação, Samu e os laboratórios das UPAs
– No dia 25, funcionam normalmente durante 24 horas por dia.

• Centros de Referência em Saúde Mental (CERSAMs)
– No dia 25, funcionam na parte da manhã com plantão de feriados. No turno da noite o expediente será normal.

• Serviço de Urgência de Psiquiátrica Noturno (SUP)
– No dia 25, funciona com expediente normal.

• Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) e Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais (CRIE)
– No dia 25, funcionam com escala de plantão.

• Centros de Saúde, Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), laboratórios de zoonoses, sedes dos distritos, nível central (gerência de assistência à saúde e gerência de urgência), Centros de Especialidades Médicas (CEMs), Centros de Referência a Saúde do Trabalhador (CERSAT), Centro de Treinamento e Referência (CTR), Unidades de Referência Secundária (URSs), Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI),  Centro Municipal de Oftalmologia (CMO), Centros de Reabilitação (Creabs),  Centros de especialidades odontológicas (CEO), farmácias distritais e alta complexidade.
– No dia 25, não funcionam.

• Centros de Convivência
– No dia 25, não funcionam.

• Academias da Cidade e Serviço de Atendimento ao Viajante
– No dia 25, não funcionam.

• Central de Atendimento a liminares (CAL) e Centro de Esterilização de cães e gatos
– No dia 25, não funcionam.

Segurança

• Guarda Municipal
– No dia 25, trabalha normalmente.

• Centro de Operações de Belo Horizonte (COP-BH)
– Funcionamento normal, exceto para atendimento ao público, no dia 25.
BH Resolve
– Fechado na segunda-feira.
– Não há expediente aos sábados e domingos.

Defesa Civil
– Funcionamento normal, todos os dias, 24 horas por dia, inclusive aos domingos e feriados. Os telefones de contato são: 199 e o 3277-8864

Trânsito e Transporte
– As linhas do transporte coletivo irão funcionar com quadro de horários de domingo/feriado tanto no dia 24, quanto no dia 25. No entanto, as linhas do MOVE terão reforço nas viagens no dia 23, das 9h às 20h, e no dia 24, das 9h às 18h.

Limpeza Urbana
– A Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) informa que, no dia 25, não haverá serviços de limpeza urbana em Belo Horizonte. Haverá somente limpeza após o evento “Luzes de Natal” da Praça da Liberdade. Haverá plantão do Grupo Gestor de Riscos e Desastres. A SLU solicita, aos cidadãos, que não exponham resíduos para recolhimento nos dias em que não houver coleta de lixo.

.

FONTE: o tempo.


Cemig pega ‘gato’ em academia de Lucas Pratto e Léo Silva

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) autuou a academia Pratto Fitness por colocar um “gato” no sistema que mede o consumo de energia. O empreendimento, localizado no bairro Cachoeirinha, tem como sócios os jogadores de futebol Lucas Pratto, do São Paulo, e Léo Silva, do Atlético.

Conforme informou a Cemig, foi colocada uma fiação clandestina desviando a energia para que o consumo não fosse medido pelo relógio. Com isso, a conta de luz ficou mais barata.

A empresa informou ainda que é a segunda vez que a academia utiliza de tal expediente, irregular. Em 31 de agosto deste ano, técnicos da Cemig desmontaram um outro “gato” no mesmo local. Na ocasião, técnicos da Cemig, responsáveis pelo monitoramento eletrônico de empreendimentos, notaram que a conta de luz da Pratto Fitness tinha ficado mais barata. Decidiram então por uma inspeção no local. Pegaram um “gato”. Aplicaram multa e desmontaram a estrutura irregular.

Mas, neste mês, notaram nova redução de consumo. Fizeram uma inspeção na manhã desta quinta-feira e descobriram um “gato” ainda maior.

A reportagem tentou, sem sucesso, contato com a Pratto Fitness.

Academia Pratto Fitness

Técnicos da Cemig fizeram uma inspeção surpresa na academia nesta quinta-feira

.

FONTE: Hoje Em Dia.


Motoristas poderão pagar multas no débito ou parcelar no crédito em Minas

Quem optar pela nova forma de quitação poderá ter a situação do veículo regularizada imediatamente

Será implantado em Minas Gerais um sistema que permite o parcelamento de multas de trânsito, impostos e outros débitos de veículos. Quem optar pela nova forma de quitação poderá ter a situação do veículo regularizada imediatamente. O Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) detalhou a iniciativa nesta quinta-feira.

De acordo com a Polícia Civil, o departamento vai credenciar empresas para gestão dos sistemas de informação de pagamento. Os critérios foram descritos na portaria do Detran-MG número 753, publicada no último dia 13 no Diário Oficial do Estado. “A resolução do Denatran diz que será colocado dentro dos Detrans locais que possam receber esses pagamentos. Então serão colocados totens de autoatendimento para pagamentos no prédio do Detran, nas Unidades de Atendimento Integrado (UAI) e em todas as Ciretrans do estado”, explicou o Coordenador de Administração de Trânsito, Delegado José Marcelo de Paula Loureiro.

Conforme a publicação, a medida considera a “necessidade de oferecer aos cidadãos alternativa de quitação de débitos de qualquer natureza incidentes sobre veículos”, e também “a necessidade de aperfeiçoar a forma de pagamento das multas de trânsito e demais débitos relativos ao veículo”. O delegado pontuou que a quitação dos débitos poderá ser feita utilizando três cartões de crédito caso os motoristas tenham o desejo de parcelar as dívidas. O escalonamento dos débitos poderá ser feito de duas a doze vezes.
O pagamento integral do IPVA de 2018 já poderá ser realizado com as novas formas apresentadas pelo Detran. O desconto concedido pelo departamento para os motoristas que pagam as taxas a vista também será aceito dentro das novas opções anunciadas nesta manhã. “Existem os prazos para descontos e a pessoa, se no período de desconto pagar os débitos, ela vai pagar com desconto, mesmo se optar pelo parcelamento. Nesse caso, nós não nos envolvemos com os juros que ficarão a cargo das operadoras”, disse Loureiro.
Quitar os débitos usando os cartões de créditos e débito, no entanto, ainda é uma opção apenas para as multas aplicadas pelo estado, representado pelas Polícias Civil e Militar, por meio de blitzes, e nos sistemas de radares controladores de velocidade. Motoristas que foram autuados por agentes da BHTrans, Guarda Municipal ou da Polícia Rodoviária Federal, por exemplo, não poderão utilizar as novas formas de pagamento.
O Detran-MG também cita na portaria “a possibilidade de elevação da arrecadação dos tributos e outros débitos decorrentes da posse e uso de veículos automotores” no estado. “O Governo do estado está preocupado com essa situação (crise econômica) e nos pediu diversos esforços para que, a partir da primeira quinzena de janeiro, essas novas opções estejam à disposição do contribuinte”, afirmou José Marcelo Loureiro.

.

FONTE: Estado de Minas.


Ex-governador Francelino Pereira morre em BH


Morreu na manhã desta quinta-feira, aos 96 anos, o ex-governador de Minas Gerais Francelino Pereira dos Santos.Ele estava internado no Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte.

Natural de Angical do Piauí, no Piauí, o político foi governador entre 1979 e 1983, deputado federal entre 1963 e 1979 e senador entre 1995 e 2003. Atualmente era filiado ao DEM.

O velório de Francelino Pereira será no Palácio da Liberdade.

.

FONTE: Estado de Minas.


Paulo Maluf se entrega à Polícia Federal de São Paulo em cumprimento a mandado de prisão

O deputado foi condenado por ter participado de um esquema de cobrança de propinas na Prefeitura de São Paulo, em 1997 e 1998


O deputado federal Paulo Maluf e ex-prefeito de São Paulo (1993-1996) chega à sede da Polícia Federal, na manhã desta quarta-feira, para cumprir mandado de prisão expedido contra ele. O parlamentar chegou ao local com uma mala de roupa.

A ordem é do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF),  que determinou nessa terça-feira (19) a imediata execução da pena imposta ao deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), condenado pela Primeira Turma da Corte a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime inicial fechado.

A primeira turma determinou ainda que ele perca o mandato de deputado.

Fachin argumentou que o plenário do STF, ao julgar uma questão de ordem no processo do mensalão, firmou o entendimento de que cabe ao relator da ação penal originária analisar monocraticamente a admissibilidade dos embargos infringentes opostos em face de decisões condenatórias.

“O presente caso demanda solução idêntica. A manifesta inadmissibilidade dos embargos infringentes ora opostos, na esteira da jurisprudência desta Suprema Corte, revela seu caráter meramente protelatório, razão por que não impede o imediato cumprimento da decisão condenatória”, pontuou Fachin.

Condenação

Maluf, de 86 anos, foi condenado por dinheiro desviado de obras públicas e remessas ilegais ao exterior, por meio da atuação de doleiros. O deputado foi condenado por ter participado de um esquema de cobrança de propinas na Prefeitura de São Paulo, em 1997 e 1998, que teria contado com o seu envolvimento nos anos seguintes.

“Determino, pois, o imediato início da execução do acórdão condenatório com a extração de carta de sentença, na forma da Resolução 113/2010 do CNJ.

Delego competência para os atos de execução ao Juízo das Execuções Penais do Distrito Federal. (…) Caberá ao juízo delegado a comunicação a esta Corte acerca do início e do fim do cumprimento da pena.

Remetam-se, com urgência, os autos da execução ao respectivo Tribunal de Justiça, para fins de distribuição. Publique-se. Intime-se. Cumpra-se imediatamente, independentemente de publicação”, determinou Fachin.

Perda do mandato

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta terça-feira, 19, que, pela jurisprudência existente, acredita que cabe ao plenário da Casa a palavra final sobre a perda do mandato do deputado Paulo Maluf (PP-SP). Ele disse, porém, que só poderá se posicionar oficialmente após ser notificado pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Defesa

Em nota, o criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, Kakay, que defende Maluf, afirma: “O Ministro Fachin em uma decisão monocrática e, com todas as vênias, teratológica, negou seguimento aos Embargos Infringentes, que é um recurso aceito de maneira pacífica no Supremo. Foi amplamente aceito no famoso “mensalão”. O Dr Paulo teve um voto favorável tanto na preliminar quanto no mérito. É evidente o seu direito de submeter a sua irresignação ao Plenário do Supremo. Esta decisão do ministro Fachin vem ao encontro deste momento punitivo e dos tempos estranhos pelos quais passamos. Confiamos que a Presidência do Tribunal devolverá o direito do Deputado de ver seu recurso ser analisado pelo Pleno do Supremo. Ainda não tivemos acesso a decisão pois o Supremo entrou hoje em recesso. A notícia que temos é que poderemos tomar ciência da decisão somente no dia 8 de Janeiro. Iremos recorrer à Presidência do Supremo.”

.

FONTE: Estado de Minas.


Dirigentes da instituição participaram de uma farsa que levou ao pedido de impeachment de Temer. O relator garantia que as gravações de Joesley eram inválidas, mas mudou de idéia inexplicavelmente. O que pode ter motivado a respeitada entidade a embarcar nesse jogo rasteiro

Nascida em 1930, pautada pela defesa da cidadania, da democracia e dos direitos humanos, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) teve atuação marcante em momentos cruciais da história política do País – como no combate à ditadura, na luta em favor da redemocratização, em prol do impeachment do ex-presidente Fernando Collor e da recente deposição da ex-presidente Dilma Rousseff. Em todos esses episódios, a entidade jamais se deixou levar por cantos de sereia, como também jamais admitiu agir no afogadilho, impulsionada por pressões político-ideológicas sem lastro. Fez o que tinha que ter feito. Posicionou-se na hora adequada, nunca de maneira intempestiva, assentada nos princípios e valores que sempre nortearam a instituição. Estranhamente, não foi o que ocorreu no caso Michel Temer.

Nos últimos dias, veio à baila um áudio que põe em xeque a boa fé do relatório do conselheiro Flávio Pansieri, que serviu de base para os votos das seccionais da OAB a favor do afastamento de Temer. Antes de apresentar seu parecer sobre o pedido de impeachment de Temer em maio, Flávio Pansieri afirmou, por meio de um áudio enviado a colegas conselheiros, que recomendava cautela aos representantes das seccionais da Ordem. Para ele, a gravação apresentada por Joesley carecia de elementos que sustentassem o pedido de afastamento de Temer. Além disso, o advogado narrou falhas no polêmico diálogo gravado entre o presidente e o empresário no Palácio do Jaburu que, na época do vazamento, provocou comoção. Porém, de forma surpreendente e inexplicável, o relator Panseiri mudou subitamente de opinião e acabou recomendando o afastamento de Temer na sessão especial do Conselho Pleno da OAB, no dia 21 de maio. Ou seja, a sempre prudente OAB embarcou numa canoa furada.

Resta saber o que poderia ter motivado a entidade a participar de um intrincado jogo de interesses pela queda do presidente da República. Há indícios de que o conselheiro Flavio Pansieri capitulou, depois de ter sido pressionado por integrantes da oposição. Senão vejamos.

ANTES

“Se aprovarmos o impeachment de Temer, daremos um tiro no pé. Como demoramos um ano e meio para julgar a Dilma e, agora, vamos julgar Temer em quatro dias?”

DEPOIS

“Entendo que o presidente ofende a probidade administrativa por não ter agido como autoridade pública, além da ausência de decoro” Flávio Pansieri, relator da OAB

Mudança súbita

No arrazoado que fez na véspera da decisão sobre o impeachment, Pansieri garantia que não estava convicto sobre a validade das gravações de Joesley. Pelo seu tom de voz e por suas palavras, Pansieri aparentava estar tenso: “Estou gravando esse áudio para dividir com vocês um pouco das minhas angustias sobre o que a gente pode ou não deliberar amanhã”.  O relator fez reparos a trechos da gravação de Joesley: “Eu ouvi o áudio todo, várias vezes. Em momento algum aquela frase construída e informada na televisão de que o presidente havia concordado em continuar pagando o Eduardo Cunha é verdadeira. Aquilo não existe. Quando ele (Temer) fala ‘tem continuar assim” (…) aquilo é uma montagem.

Em outro trecho do áudio, Pansieri já desconfiava que a ação executada pelo empresário teria sido controlada pelo MPF. “Dizer que o MPF não estava controlando essa ação é acreditar em conto da carochinha. O MPF fez em 30 dias essa delação premiada, porque parece que a interceptação é de 26 de março. É lógico que ele (Joesley) já estava fazendo a delação e o MPF já sabia e precisava de alguma coisa para recheá-la”, afirmou. O advogado concluiu com uma advertência grave: “Se isso é ação controlada, precisava de autorização do Supremo. Se não tem autorização do Supremo, isso é prova ilegal”, afirmou. O relator termina sua mensagem alertando que seria muita leviandade da OAB tomar qualquer decisão naquele momento. “Nós temos que criar uma comissão e estudar esse caso. A percepção que eu tenho agora é que nós estaríamos dando um tiro no pé. Como demoramos um ano e meio para julgar a Dilma e, agora, vamos julgar ele (Temer) em quatro dias, sem nem mesmo ter acesso a todas as informações?”, provocou.

A OAB, que sempre pautou suas decisões em provas incontestes, foi mais uma a cair no conto do vigário dos irmãos Batista

Foi conspiração?

Desconsiderando tudo o que havia falado nas gravações encaminhadas aos colegas, no dia da reunião do Conselho Federal que debateu o pedido de impeachment, Pansieri fez encaminhamento a favor do afastamento de Temer. Na madrugada do domingo 21 de maio, o Conselho da OAB aprovou – com a anuência do próprio relator –, o ingresso da ação contra Temer na Câmara dos Deputados. Foram 25 votos a favor contra apenas um, do Amapá. O representante do Acre não compareceu. Os conselheiros decidiram que Temer cometeu crime de responsabilidade.

O vazamento do áudio tem potencial para estremecer a relação republicana nutrida pela OAB com a Presidência da República. É lamentável que a entidade maior dos advogados do País, que sempre pautou suas decisões em provas incontestes, tenha sido mais uma a cair no conto do vigário armado pelos irmãos Batista. A trama foi desfeita e a dupla está presa. Pansieri não explica porque voltou atrás. Mas a OAB não pode ficar em silêncio. Deve explicações à opinião pública. Ou foi enganada ou participou de uma conspiração para derrubada de um presidente.

Crédito: Lucio Bernardo Jr

FOI GOLPE? O presidente da OAB, Claudio Lamachia, pediu o impeachment de Temer, mesmo sabendo que motivação era indevida

O áudio comprometedor

Flávio Pansieri, conselheiro da OAB, inocentava Temer horas antes da leitura do relatório final. Depois, o condenou

Flávio Pansieri: Meu amigo, tô gravando esse áudio pra dividir com você um pouco das minhas angustias sobre o que a gente pode ou não deliberar amanhã.

Primeiro: eu ouvi o áudio todo, várias vezes. Em momento algum aquela frase construída e informada na televisão de que o presidente havia concordado em continuar pagando o Eduardo Cunha é verdadeira.

“Aquilo não existe”

Quando ele fala “tem continuar assim”. Aquilo é uma montagem. Ele está se referindo a uma frase que ele [Joesley] diz assim: “Olha eu tô me relacionando muito bem lá com o Cunha. Tô muito bem com ele agora”. E daí ele [Temer] responde “Que bom. Tem que continuar assim”.

A frase sobre ele ta pagando e ajudando a manutenção da família do Cunha é uma frase que vem alguns minutos depois e o presidente não emite opinião sobre esse tema.

Quanto a outra hipótese de ele supostamente de ele [Temer] ter recebido informações de que o cara [Joesley] tava cometendo uma ilegalidade lá… que ele tinha apoiando ele 2 juízes e um procurador. Isso não é crime por parte do presidente. Mesmo que se alegue a aplicação lá da Lei 8.112, que fala sobre a obrigação de informa autoridades sobre crimes que tenha conhecimento em razão da sua função. Isso não é em razão da função dele. Isso é uma interlocução com um colega dele. Ele não recebeu aquilo oficialmente, nada. Então portanto ele não tem essa obrigação de fazê-lo, inclusive não é crime.

Resumo: é muito leviano nós tomarmos uma decisão agora. Nós temos que criar uma comissão e estudar esse caso. Eu… a percepção que eu tenho agora é que nós estaríamos dando um grande tiro no pé. Como que um ano e meio demoramos para julgar a Dilma e vamos julgar ele [Temer] em quatro dias, sem nem mesmo ter acesso a todas informações?

Outro detalhe muito importante: meu amigo, cê dizer que o MPF [Ministério Público Federal] não tava controlando essa ação face ao presidente da República é acreditar em conto da carochinha. Por quê? Veja: o MPF fez em 30 dias essa delação premiada – porque parece que a interceptação é de 26 de março. É lógico que ele (Joesley) já tavam fazendo a delação premiada e o MPF já sabia e precisava de alguma coisa para rechear a delação. Se isso é ação controlada, precisava de autorização do Supremo. Se não tem autorização do Supremo isso é prova ilegal, ilícita, e tá acabado.

Essa prova ilícita não podemos usar, como fizemos no caso da Dilma, que não utilizamos a prova ilícita que era aquela interceptação telefônica dela com o ex-presidente Lula. Acho que nós precisamos ser razoáveis. É prematura e temerária uma decisão amanhã.

.

FONTE: IstoÉ.


Bar do Orlando 98 anos

História. Bar de raíz, sem frescura. Santa Tereza. Ahhh e um torremos de barriga na estufa. Porque, né? Todo mundo merece.

É isso que você encontra ao ir até o Bar do Orlando. Atravessando gerações, desde 1919 o bar foi inaugurado como uma loja de artigos de pesca, já que naquela época dava para pecar traíras e lambaris do Rio Arrudas. É fiquei chocada também.

Pois bem, ao que tudo indica são 98 anos do bar e todo ano tem comemoração. Espere cerveja gelada, petiscos maravilhosos e música boa: Bloco dos Pescadores (Samba/Marchinhas) + Romero Bicalho (MPB) + Couro de Boi (Samba de Raiz). É em pé tudo, ok?

Onde é: Rua Alvinópolis, 460 – Santa Tereza. Quando ir: Dia 10 de Dezembro de 12:00 às 21:00 hrs. Quanto custa: Gratuito.

.

FONTE: Estado de Minas.


Ministro do STF quebra sigilos fiscal e bancário de Aécio desde 2014


Brasília e São Paulo, 07 – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, decretou a quebra de sigilo fiscal e bancário do senador Aécio Neves (PSDB). Período alcançado pela medida vai de 1ª janeiro de 2014 até 18 de maio deste ano, “a fim de rastrear a origem e o destino dos recursos supostamente ilícitos”.

A quebra de sigilo se estende a outros investigados na Operação Patmos – suposta propina de R$ 2 milhões da JBS para o senador. São alvos da cautelar a irmã e o primo do tucano, Andrea Neves e Frederico Pacheco, o assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), Mendherson Souza, e as empresas Tapera e ENM Auditoria e Consultoria.

.

FONTE: Estado de Minas.


Governo de Minas divulga escala de pagamento de salários de dezembro

A previsão é que os pagamentos sejam depositados nos dias 14, 22 e 28. O estado ainda não passou informações sobre o 13° do funcionalismo


Os servidores públicos de Minas Gerais vão receber a primeira parcela do salário de dezembro no dia 14. A escala foi divulgada no início da tarde desta quinta-feira (7) pela Secretaria de Estado da Fazenda. Quem tiver vencimento de até R$ 3 mil recebe integralmente nesta data. Segundo o governo, este grupo representa 75% do funcionalismo.

Para os servidores com salários líquidos entre R$ 3 mil e R$ 6 mil, (que correspondem a 17% do total) a segunda parcela será paga no dia 22 de dezembro. A terceira parcela, para quem ganha mais de R$ 6 mil está prevista para depois do Natal, no dia 28 de dezembro.

Atraso

Este mês, o governo de Minas divulgou a escala no sétimo dia do mês, provocando protestos dos servidores, que também cobram uma posição sobre o pagamento do 13º salário. Nos últimos meses, o governo vem atrasando o pagamento da segunda e terceira parcelas da escala.

Continua depois da publicidade

O estado ainda não garantiu o benefício natalino deste ano. Na terça-feira, o governador Fernando Pimentel (PT) condicionou o pagamento da folha extra à aprovação, pelo Senado e Câmara dos Deputados, de um projeto de lei que vai permitir ao estado vender títulos de sua dívida ativa, antecipando recursos de bancos.

Confira as datas do pagamento de dezembro:

– 1ª parcela:   14/12 (quinta-feira)

– 2ª parcela:   22/12 (sexta-feira)

– 3ª parcela:   28/12 (quinta-feira)

.

FONTE: Estado de Minas.


CNH vai virar cartão com chip até 2019

Carteira de habilitação será modernizada para concentrar dados do motorista e dificultar fraudes, segundo o Ministério das Cidades


A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vai mudar novamente e abandonar o formato em papel para virar um cartão de plástico com microchip, que reunirá informações do motorista.

Uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que será publicada ainda nesta semana, promete que a mudança será feita até 1º de janeiro de 2019 – prazo final de adaptação dos Detrans estaduais ao novo modelo.

Ainda não há informações sobre possíveis diferenças no valor para tirar ou renovar a carteira de motorista – cada Detran deve definir o valor no momento da adoção da tecnologia.

Quem tiver o documento válido em papel não será obrigado a fazer a troca, que ocorrerá na hora da renovação.

CNH vai mudar novamente e virar um cartão com chip até 2019 (Foto: Divulgação/Denatran)

Parte traseira da nova CNH que será implantada até 2019 (Foto: Divulgação/Denatran)Parte traseira da nova CNH que será implantada até 2019 (Foto: Divulgação/Denatran)

Parte traseira da nova CNH que será implantada até 2019

De acordo com o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, a nova CNH deve reduzir as fraudes e aumentar a durabilidade do documento, além de possibilitar integração com outros países.

O formato de cartão “inteligente” se assemelhará a um cartão de débito/crédito convencional, com chip e gravação a laser dos dados do motorista.

A novidade também abre as portas para que o documento se torne mais “universal”, podendo (no futuro) servir para pagamento de pedágio ou transporte de ônibus e metrô, controle de acesso a prédios públicos e identificação biométrica (com cadastro das digitais no chip).

Essas funcionalidades poderão existir por meio de convênios entre entidades públicas ou privadas com autorização do Denatran.

Nova carteira de habilitação terá chip com os dados do motorista

Nova carteira de habilitação terá chip com os dados do motorista

Metamorfose constante

A CNH teve diversas mudanças recentemente. Em janeiro deste ano, ela passou a ser emitida em um novo visual, com mais itens de segurança, marcas d’água e itens holográficos.

Em maio, o documento recebeu também o QR-Code – um código que permite checar os dados do motorista por meio de leitura com a câmera do smartphone.

Mas esse visual terá vida curta. Segundo o Ministério das Cidades, um estudo feito pela Universidade de Brasília (UNB) recomendou a alteração para o formato em cartão.

Além do documento físico, uma versão digital da CNH passou a ser oferecida em alguns estados desde outubro deste ano. Até 1º de fevereiro de 2018 o documento eletrônico, com acesso pelo celular, deve estar disponível em todo o país.

Também neste ano, foi criado o projeto para a Identificação Civil Nacional (ICN), que reunirá RG, título de eleitor, CPF e cadastro biométrico em um único cartão. A CNH e o passaporte continuarão separados.

CNH digital é lançada e será de graça em Goiás até o final do ano

CNH digital é lançada e será de graça em Goiás até o final do ano

.

FONTE: G1.


Quatro suspeitos de envolvimento em explosão de agência bancária em Pompéu são presos

Durante ataque, um militar e um morador foram mortos a tiros e outro policial ficou ferido. Segundo PM, pelo menos 15 pessoas participaram de roubo.

De acordo com o comandante do 7° BPM, a sede da agência bancária continua isolada para os trabalhos da pericia

Quatro suspeitos de envolvimento na explosão de uma agência bancária ocorrida na madrugada em Pompéu foram presos na tarde desta terça-feira (5). Segundo a Polícia Militar (PM), as prisões foram feitas em conjunto com a Polícia Civil na cidade de Moema e na BR-494.

Um policial militar e um morador de Pompéu morreram durante troca de tiros entre criminosos e a polícia na madrugada desta terça-feira. De acordo com a PM, pelo menos 15 pessoas participaram do ataque a uma agência do Banco do Brasil. Em meio ao assalto, os criminosos cercaram o quartel da cidade. Um cabo da PM também ficou ferido.

O comandante da 7ª Região da Polícia Militar (RPM), coronel Helbert Willian Carvalhaes, informou que dois dos detidos foram presos em um posto de gasolina em Moema. Os outros dois suspeitos estavam no trecho da BR-494 entre Pará de Minas e São Gonçalo do Pará.

Durante a tarde desta terça-feira (5), locais onde foram registrados tiroteio e explosões permaneciam isoladados em Pompéu (Foto: TV Integração/Reprodução)Durante a tarde desta terça-feira (5), locais onde foram registrados tiroteio e explosões permaneciam isoladados em Pompéu (Foto: TV Integração/Reprodução)

Durante a tarde desta terça-feira (5), locais onde foram registrados tiroteio e explosões permaneciam isoladados em Pompéu

A polícia não informou a idade nem as circunstâncias da prisão dos suspeitos, que foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil de Pompéu. Até esta publicação, a Polícia Civil não havia retornado os pedidos de informação feitos pelo G1. Não foi informado ainda se os criminosos conseguiram levar dinheiro dos caixas.

Ainda conforme a PM, tanto a agência bancária, que continua isolada, quanto a sede do quartel passam por perícia. Uma força-tarefa foi montada em busca de outros suspeitos.

Pregos foram usados por criminosos para despitar a polícia durante fuga (Foto: TV Integração/Reprodução)Pregos foram usados por criminosos para despitar a polícia durante fuga (Foto: TV Integração/Reprodução)

Pregos foram usados por criminosos  durante fuga

Troca de Tiros

De acordo com a PM, criminosos em uma motocicleta e quatro carros chegaram ao Centro de Pompéu por volta das 2h. Parte do grupo cercou o quartel da PM e usou correntes para trancar as grades. Os criminosos ainda fizeram disparos com fuzis, enquanto outra parte do grupo fazia explosões na agência do Banco do Brasil. Na fuga, pregos foram jogados nas ruas pelos criminosos.

Houve reação dos militares. Em meio ao tiroteio, dois policiais, que estavam em uma viatura, foram baleados. O cabo da PM Osías Alvez de Barros, de 33 anos, foi atingido na cabeça e morreu no local.

O outro militar, também um cabo, de 27 anos, foi atingido nas costas e na virilha. O ferido foi levado em estado grave para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, passou por cirurgia e seu quadro era considerado estável na tarde desta terça-feira.

Devido às mortes, o prefeito de Pompéu, Ozéas da Silva Campos (PRB), decretou luto de sete dias na cidade.

.

FONTE: G1.


Entenda de uma vez por todas a diferença entre suspensão e cassação da CNH

Conheça as diferenças entre a cassação e a suspensão da CNH, bem como as consequências impostas a cada uma dessas punições.

Sabemos que estar no trânsito requer muito cuidado para que todas as nossas atitudes estejam de acordo com as regras para sua boa utilização.

Ao obedecer às normas previstas no CTB (Código de Trânsito Brasileiro), estamos contribuindo para a construção de um espaço seguro, onde as pessoas podem circular sem que haja riscos à sua vida.

Além disso, não esqueça que o desrespeito às leis de trânsito resulta em punições, cujo objetivo principal consiste em reeducar o condutor para que ele não volte a cometer os erros novamente.

Nesse sentido, o CTB determina as medidas corretivas de acordo com o nível de gravidade apresentado por cada infração. Sendo assim, o código apresenta penalizações mais leves e, obviamente, algumas mais pesadas.

A multa é a primeira punição que nos vem à mente quando pensamos em aplicação de penalidades no trânsito. Porém, não podemos esquecer que, dependendo da situação, o condutor pode até mesmo perder seu direito de dirigir.

Dessa forma, é interessante destacar a suspensão e a cassação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Essas representam, sem dúvida, umas das maiores preocupações dos motoristas. Já pensou ser obrigado a parar de dirigir por um determinado período? Além disso, consegue se imaginar perdendo o direito de dirigir e tendo que se submeter, outra vez, ao processo de habilitação?

Na sequência deste artigo, explicarei para você as diferenças entre suspensão e cassação da CNH, de modo a ajudá-lo a esclarecer suas dúvidas a respeito dessas duas medidas corretivas tão preocupantes.

O que é suspensão da CNH?

O processo administrativo de suspensão da CNH caracteriza-se pelo impedimento de dirigir por um período que varia entre 6 meses e 1 ano.

Essa penalidade é aplicada quando o condutor atinge, em um espaço de tempo de 12 meses, 20 pontos registrados em seu documento de habilitação. Não esqueça que alcançar o limite de pontuação na CNH não é muito difícil, pois as infrações podem resultar no acréscimo de até 7 pontos na carteira.

Além desses casos, o artigo 261 do CTB, responsável por estabelecer as normas para suspensão da carteira, afirma, ainda, a suspensão da CNH em casos de infrações que, automaticamente, dão abertura ao processo de suspensão.

Nos próximos artigos que publicarei aqui, darei ênfase às infrações que suspendem a CNH.

O referido artigo define, ainda, o tempo de suspensão de 8 a 18 meses em casos de reincidência de infrações autossuspensivas.

O que é cassação da CNH?

A penalidade de cassação da CNH está prevista no artigo 263 do CTB. Nele, é possível encontrar três casos em que a carteira de motorista pode ser cassada.

Um deles é conduzir veículo estando com a CNH suspensa. Além disso, condutores condenados por delitos de trânsito também podem ter seu documento de habilitação cassado.

Outro caso de cassação da CNH é a reincidência em determinadas infrações. Sobre isso, gostaria de poder conversar com você em próximas oportunidades.

Entenda as diferenças entre suspensão e cassação da CNH

Podemos começar a enumerar as diferenças entre esses dois tipos de penalidade, destacando a rigidez com que cada uma é aplicada.

Certamente, a cassação é muito mais severa e danosa ao condutor do que a suspensão. Isso se deve, em um primeiro momento, ao período de duração de cada uma delas.

A suspensão, como vimos, pode durar até 18 meses. Já a cassação obriga o condutor a ficar 2 anos sem dirigir.

Além disso, para recuperar a CNH suspensa, basta realizar o curso de reciclagem em qualquer CFC (Centro de Formação de Condutores) e, ao final das 30 horas aula, submeter-se ao exame teórico.

Assim, cumprida a carga horária do curso teórico de reciclagem e obtido 70% do valor total da prova, basta esperar o fim do período de suspensão e voltar a dirigir.

Já no caso da cassação, o condutor precisa passar por todas as etapas do processo de 1ª habilitação.

Ou seja, terá que fazer todo o processo como se nunca tivesse obtido o direito de dirigir. Isso implica na realização de exames médicos, teóricos e práticos, bem como fazem todos os futuros condutores.

Mas não é apenas isso. Para requerer sua reabilitação, o condutor precisará esperar o fim do período de 2 anos de cassação, enquanto que os que tiverem sua CNH suspensa podem fazer a reciclagem durante o período de vigência da penalidade.

Posso recorrer em casos de suspensão ou cassação?

A resposta para esse questionamento comum é sim. Como condutor habilitado, você sempre tem direito de recorrer, até mesmo porque injustiças podem acontecer no momento da aplicação da penalidade.

Sendo assim, você poderá reunir provas e recorrer para evitar ter sua carteira suspensa ou cassada.

Por mais que esse procedimento possa ser feito sozinho, lembre que contar com apoio técnico especializado potencializa, consideravelmente, suas chances de vencer.

Conhece alguém que esteja correndo o risco de perder a CNH? Compartilhe esse artigo e permita que essa informação chegue até ele.

.

FONTE: o Tempo.


Governo de Minas não tem data para divulgar escala de dezembro

Os servidores entraram no último mês do ano sem informações de quando vão receber o salário e o 13º

O governo de Minas Gerais não informou quando divulgará a escala de pagamento dos servidores para este mês. Até este sábado, segundo dia de dezembro, as datas ainda não foram definidas. A oposição ao governador Fernando Pimentel (PT) na Assembleia Legislativa divulgou nota cobrando um posicionamento do estado, que também não fez previsão sobre o pagamento do 13º do funcionalismo.
A demora na divulgação da escala, que era feita trimestralmente e, mais recentemente, passou a ser informada no último dia do mês anterior, ocorre no mês seguinte a um atraso de cinco dias no pagamento da segunda parcela do salário dos servidores. A justificativa foi fluxo de caixa.

Em nota, a oposição repudiou o que chamou de “descaso” e a “falta de compromisso” do governo. “Os servidores até hoje não sabem quando vão receber e sequer puderam se programar antecipadamente para as compras e despesas típicas dessa época de fim de ano. Isso somado à incerteza do pagamento do 13º salário, que não está garantido”, afirmam em nota. Para o bloco, além de prejudicar os funcionários, o atraso no pagamento atrapalha o comércio, já que um valor significativo deixa de ser injetado na economia.

Mesmo com as escalas divulgadas, o pagamento da segunda e terceira parcelas vem ocorrendo com atraso. Na quarta-feira, o governo criou um comitê de Acompanhamento de Fluxo Financeiro para ajudar no controle dos pagamentos feitos pelo estado.
Os salários estão sendo parcelados desde o ano passado(foto: Euler Junior EM DA Press)
Os salários estão sendo parcelados desde o ano passado

Sem recursos para o 13º

Também nesta semana, Pimentel apelou ao Senado, pedindo a votação de um projeto que permitirá a venda pelos estados ao setor privado de direito de créditos parcelados. Na quinta-feira, depois de reunião com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB/CE), o governador disse que o estado enfrenta uma “crise herdada” e que está buscando recursos para quitar o 13º.

Procurada pela reportagem, a Secretaria da Fazenda informou que “a escala de pagamento será publicada tão logo seja definida”.

Desde o início de 2016 o salário dos servidores de Minas é pago de forma parcelada. Quem recebe até R$ 3 mil líquidos tem o pagamento integral em uma data. Aqueles com salário entre R$ 3 e R$ 6 mil líquidos recebem em duas vezes e os com salário acima deste valor em três parcelas.

.

FONTE: Estado de Minas.


Confira a lista de 43 marcas de azeite reprovadas pelo Ministério da Agricultura

O principal problema apresentado é a presença de azeite não refinado e misturado com óleo de soja

 Após análises realizadas no Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro), no Rio Grande do Sul, o Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa) decidiu retirar do mercado 43 marcas de azeites de oliva consideradas impróprias para o consumo, com indícios de fraude. Foram avaliados 76 produtos de empresas brasileiras. Segundo o Mapa, entre os problemas encontrados, o principal foi a presença de azeite “lampante” (não refinado) e outros óleos, como o de  soja, que não são permitidos pela legislação. Em 311 amostras coletadas em todo o país também havia erros de informação nos rótulos.
De acordo com a auditora fiscal federal agropecuária Fátima Parizzi, coordenadora geral de Qualidade Vegetal do departamento de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal, no período de abril a novembro de 2017 foram fiscalizadas 76 marcas e realizadas 240 ações fiscais em todo o Brasil.
PexelsO Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento avaliou 76 marcas de azeite de todo o Brasil e encontrou problemas em 43 delas, especialmente a presença de óleo não refinado
Das amostras encaminhadas ao Lanagro, laboratório oficial do Mapa, 33 apresentaram resultados dentro dos padrões de qualidade estabelecidos pelo ministério. Para o azeite de oliva, em 43 amostras, os exames laboratoriais resultaram em problemas, por se enquadrarem como “fora do tipo” ou “desclassificado”. O Mapa já proibiu a comercialização e os produtos estão sendo retirados do mercado.

Conforme a auditora fiscal, de outubro de 2016 a fevereiro de 2017, o Brasil importou 650 mil l de “azeite lampante”. A partir de março de 2017, quando se intensificaram as ações de fiscalização e o acompanhamento técnico dos lotes, desde a origem até o processamento, a importação passou para “apenas” 84 mil l.

“Além das medidas punitivas aplicadas pelo Mapa, as informações sobre as empresas fraudadoras foram repassadas aos Ministérios Públicos Estaduais e também ao Federal. Até o momento, foram assinados quatro Termos de Ajustamento de Conduta no Paraná. Processos de investigação estão em andamento em outros estados que, com certeza, demandarão novas ações corretivas e consequentes punições”, esclarece Fátima Parizzi.

Alerta para os consumidores

“Praticamente 100% das marcas envasilhadas no Brasil apresentaram problemas, enquanto que nas marcas envasilhadas no país de origem são mínimos os índices de não conformidade”, comenta a auditora.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento orienta os consumidores a ficarem atentos à denominação de venda do produto descrito no rótulo. O termo “azeite de oliva” pode aparecer em destaque, mas, nas letras miúdas podem constam as expressões “óleo misto ou composto, temperos e molhos”. É preciso atentar para as promoções, pois, um frasco de azeite de oliva contendo 500 ml, raramente, será comercializado com preços inferiores a R$ 10.

As informações relativas à qualidade do azeite de oliva virgem devem constar em área importante do rótulo – pode ser usada a expressão “extra virgem”. Para o azeite descrito como composto, devido à mistura de azeite de oliva virgem com o refinado, é preciso constar a informação “tipo único”.

Aqui estão os azeites reprovados nos testes do Mapa:

  1. Aldeia da Serra
  2. Andaluzia
  3. Anna
  4. Barcelona
  5. Casablanca
  6. Castelo Real
  7. Chef Ávilo Clássico
  8. Conde de Torres
  9. Do Chefe
  10. Dom Gameiro
  11. Donana Premium
  12. Don Léon
  13. Faisão Real
  14. Faisão Real Gourmet
  15. Figueira da Foz
  16. Imperatore
  17. La Española (lote 20616)
  18. Lisboa
  19. Lisboa Premium
  20. Malaguenza
  21. Marisa
  22. O Vira
  23. Olivenza
  24. Paschoeto
  25. Pazze
  26. Porto Valência
  27. Pramesa
  28. Quinta D’Aldeia
  29. Quinta da Boa Vista
  30. Quinta do Cais
  31. Quinta do Fijô
  32. Restelo
  33. Rioliva
  34. San Domingos
  35. Santa Isabel
  36. Serra de Montejunto
  37. Temperatta
  38. Tordesilhas
  39. Torezani Premium
  40. Torres de Mondego
  41. Tradição
  42. Vale Fértil
  43. Vila Verona

Abaixo, a lista das marcas aprovadas nos testes do Mapa:

  1. Andorinha
  2. Báltico
  3. Beirão
  4. Belo Porto
  5. Bom Dia
  6. Borges
  7. Borges Clássico
  8. Carbonell
  9. Castelo
  10. Coccinero
  11. D’Aguirre
  12. De Cecco
  13. Dia %
  14. EA
  15. Felippo Berio
  16. Gallo
  17. Great Value
  18. Herdade do Esporão
  19. La Española
  20. La Violeteira
  21. Maria
  22. Monde
  23. Monini
  24. Nova Oliva
  25. Olitalia
  26. O-Live
  27. Oliveira da Serra Clássico
  28. Serrata
  29. TAEQ
  30. Terrano
  31. Verde Louro – Arbosana
  32. Verdemar
  33. Y Barra

FONTE: Estado de Minas.


Gol: valor do bilhete aéreo para SP, saindo da Pampulha e de Confins, varia muito

Jatos retornarão ao Aeroporto da Pampulha a partir de 22 de janeiro de 2018

 

A Gol Linhas Aéreas já começou a venda de passagens para os dois voos decolando diariamente do Aeroporto da Pampulha, a partir de 22 de janeiro do ano que vem. Por enquanto única empresa a retomar os jatos no terminal, ainda é cedo para apontar vantagens nos preços dos bilhetes em relação ao Aeroporto de Confins. Quem for viajar terá que pesquisar muito, pois os valores têm grande variação dependendo do dia e do horário.

No site da Gol, os preços variam conforme o horário e as promoções da companhia. No levantamento feito pela reportagem, a passagem só de ida mais cara sai por R$ 539,39. Já a tarifa mais barata encontrada foi de R$ 223,39. Decolando de Confins, o mesmo trajeto variou entre R$ 660 e R$ 138,03.

Jatos retornarão ao Aeroporto da Pampulha a partir de 22 de janeiro de 2018

Em outra simulação, com a viagem de ida marcada para o 29 de janeiro (uma segunda-feira), partindo da Pampulha, o bilhete custa até R$ 539, com a volta da capital paulista saindo a R$ 334,80, em qualquer dos dois horários.

Já decolando de Confins, na mesma data, a pesquisa apontou que o primeiro dos seis voos diários do terminal internacional com destino a Congonhas sai por R$ 1.126,03. A primeira partida é às 7h10. Já a volta custa, em média, R$ 364, o que depende, também, do horário do deslocamento.

Mas há viagens partindo de Confins custando R$ 474, no caso de a viagem ser feita em um domingo. Na mesma data, há apenas um voo previsto decolando da Pampulha com passagem a R$ 884,39 – praticamente o dobro.

No entanto, a viagem partindo da Pampulha pode ficar mais barata devido à localização do aeroporto. De acordo com o aplicativo Uber, do Centro até a Pampulha o passageiro paga em torno de R$ 25. Já até Confins, o preço estipulado é de R$ 77. Mas há vários estacionamentos no entorno de Confins que oferecem promoções de diárias.

A Gol vai usar na Pampulha Boeings 737-700 com 138 assentos. A empresa não deu informações sobre a procura por passagens.

ANAC
A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou ontem que apenas a Gol solicitou o início de algumas operações no Aeroporto da Pampulha. Outras companhias, ainda que autorizadas, não se manifestaram.

Orlando
A partir deste mês o Aeroporto Internacional de Confins ganha mais uma rota internacional. No próximo domingo, a Azul Linhas Aéreas faz a viagem inaugural para Orlando, nos Estados Unidos.

Até fevereiro do ano que vem, na alta temporada, A Azul informa que serão realizados voos às segundas, quartas, sextas-feiras e domingos, com saída sempre às 23h55.

.

FONTE: Hoje Em Dia.



%d blogueiros gostam disto: