Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

TIRO E QUEDA
Pontualidade
Tive colega de trabalho no Rio, casado com uma senhora amazonense mãe de duas belíssimas jovens, bancário que vestia camisa limpa às segundas-feiras para despir aos sábados

Eduardo Almeida Reis

Publicação: 03/03/2014 04:00

Pontual desde menino, não acho que o relógio tenha sido inventado para exibir Rolex, Patek e Vacheron. Meu Festina custou 250 pratas e funciona que é uma beleza. Os britânicos têm fama de pontuais. Só em Londres há quase 400 relógios públicos marcando precisamente a mesma hora.

Hoje ninguém dá um pio sem falar de sexo, como se as conjunções carnais fossem grande novidade. Na cidade mineira em que resido há uma igreja evangélica que vive anunciando suas virtudes pelas rádios. Fui apurar e descobri que proíbe a mulher de usar perfumes e depilar-se, mas permite o sexo conjugal desde que envolta num lençol dotado de buraquinho, sem essa de casais desnudos a esfregar-se em cenas de deplorável lubricidade.

Aliás, os anúncios na mais ouvida FM daqui são deliciosos, a começar pelo plano funerário que inclui planos de saúde e de tratamento dental. Deve ser para enterrar o associado gozando perfeita saúde, com os dentes lindos.

Volto aos britânicos, que o Brasil não pode ser levado a sério e sou cavalheiro seriíssimo. A Lovehoney.com vem de publicar pesquisa mostrando que a pontualidade britânica é respeitada até na hora do sexo: 44% dos casais entrevistados disseram sacrificar no altar de Afrodite às 19h37min dos sábados. Há 24% de entrevistados que preferem as sextas-feiras e 22% que fazem amor aos domingos. Os outros dias da semana são dedicados ao trabalho, o que explica a pujança do PIB britânico.

Junte-se o fato muito importante: o final das tardes das sextas-feiras congemina com o banho semanal, permitindo que o britânico chegue aos domingos ainda limpo, mas com os cheirinhos inseparáveis do ato. Nem se diga que vivo no mundo da lua, porque tive colega de trabalho no Rio, casado com uma senhora amazonense mãe de duas belíssimas jovens, bancário que vestia camisa limpa às segundas-feiras para despir aos sábados: uma camisa branca (de gravata) por semana. E isso no calor carioca.
Ainda bem que a Lovehoney.com não entrevistou meus coevos em Minas para bagunçar de vez suas estatísticas. Não há um que não jure sacrificar ritualmente no altar de Afrodite de cotio, a cote, cotidianamente – e a gente escuta.

Lógica
Como sabe o leitor, lógica é a parte da filosofia que trata das formas do pensamento em geral – dedução, indução, hipótese, inferência etc. – e das operações intelectuais que visam à determinação do que é verdadeiro ou não. Trocando em miúdos, é lógico que a construção de uma casa comece pelos alicerces.

Mexi com fazenda muitos anos e aprendi que a vida na roça tem certa lógica. Se chove, renascem os pastos e aumenta a produção de leite, porque as vacas passam a comer mais e melhor. Se não chove as estradas ficam empoeiradas; chovendo, se transformam em lamaçais.

Enquanto philosopho, assustou-me saber que novas tecnologias estão subvertendo a lógica rural. Uma delas é a combinação, na mesma área, de florestamento e pastagem. Cri durante anos que um hectare formado em pasto produziria mais quantidade de carne/ano do que o mesmo hectare formado em pasto e eucalipto, como também cri que um hectare inteiramente formado em eucalipto forneceria maior quantidade de madeira do que o hectare formado em eucalipto e pasto.

Pois muito bem: parece que a mistura de florestamento e pastagem está subvertendo a lógica. Garante o doutor Caetano, angiologista que me operou e opera fazenda em Abaeté, que a mistura de braquiarão e eucalipto produz mais madeira e carne por hectare/ano do que as áreas só florestadas ou só empastadas. Lucro maximizado em sua fazenda pela plantação de clones de eucaliptos próprios para posteamento da Cemig.

Aprendi, também, que já não se usam sementes de eucaliptos: é tudo clone. No meu tempo havia sementes de E. grandis, E. urophylla, E. saligna, E. camaldulensis, E. tereticornis, E. glóbulos, E. citriodora e diversas outras entre as 700 espécies do gênero Eucalyptus. Hoje, transcorridos cerca de 30 anos, só se fala em clones.

Criteriosamente plantados (nos pastos de braquiarão), os clones próprios para postes da Cemig rendem um dinheirão. Melhor que eles, só 10 hectares plantados em mogno africano irrigado. E tem mais uma surpresa: pulverizações aéreas são baratíssimas. Donde se conclui que estudei o assunto durante séculos e não aprendi absolutamente nada.

O mundo é uma bola 

3 de março de 1284: o Estatuto de Rhuddian incorpora o Principado de Gales à Inglaterra. Parece que até hoje os galeses não se conformam com a incorporação. Em 1585, projetado pelo arquiteto Andrea Palladio, é inaugurado o Teatro Olímpico em Vicenza, no Vêneto, Itália. Em 1687, Domingos Jorge Velho é contratado pelo governo colonial para destruir o Quilombo dos Palmares.

Em 1845, a Flórida se torna o 27º estado norte-americano, hoje dividido entre cubanos e mineiros ricos. Em 1891, é criada a regra do pênalti no futebol, para viger a partir do ano seguinte. Em 1923, publicada pela primeira vez a revista Time.

Hoje é o Dia do Meteorologista.

Ruminanças 

“Sejamos patriotas sem esquecer que somos cavalheiros” (Burke, 1729-1797).

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: