Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

TIRO E QUEDA
Maçada  
Visando a enriquecer este belo suelto, fui ao Google procurar o significado de amor socrático. Encontrei 179 mil entradas e saí de lá sem entender absolutamente nada. Melhor assim

 

Eduardo Almeida Reis

Publicação: 04/01/2015 04:00

Golpe dado com maço ou maça, maçada também significa, como regionalismo brasileiro, “situação embaraçosa, de conluio entre duas ou mais pessoas com vistas a enganar ou prejudicar outrem”. José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa, que nasceu no Vilar de Maçada, Alijó, no dia 6 de setembro de 1957, é a fina flor do socialismo português e foi primeiro-ministro de Portugal de março de 2005 a junho de 2011. Está preso e ameaçado de passar alguns anos engaiolado.

Com ele, foram presos o motorista José Perna e mais dois sujeitos que não entraram na história como Pilatos no Credo, mas pela formação de quadrilha “com vistas a enganar ou prejudicar alguém”. Citado ora como José, ora como João ou Pedro Perna, o motorista de José Sócrates é apontado como o correio que levava de automóvel o dinheiro do patrão para Paris. Sendo socialista, só pode ser perna esquerda: foi apanhado em escutas e seguido durante meses. Creio desnecessário lembrar que o socialista José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa é amigo dileto do honoris causa Luiz Inácio Lula da Silva, que assinou o prefácio de um livro publicado pelo português.

Releva notar que o economista Antonio de Oliveira Salazar conduziu os destinos de Portugal durante várias décadas, num período dificílimo da história da Europa, e saiu do governo sem ter sido acusado de roubar um tostão, um único ceitil. Visando a enriquecer este belo suelto, fui ao Google procurar o significado de amor socrático. Encontrei 179 mil entradas e saí de lá sem entender absolutamente nada. Melhor assim.

Samsung 

Vira e mexe o terrorismo internético nos mostra fotos de smartphones de última geração que entortam no bolso ou explodem quando expostos a temperaturas elevadas no porta-luvas de um carro. Também nos mostra fotos de celulares que salvaram as vidas de seus donos desviando balas de revólveres e noutras situações em que permitiram telefonemas salvadores de pessoas em situações de risco.

Escrevo na noite de uma quinta-feira em que fiz a besteira de comprar um Samsung baratinho, em 10 prestações, que deve ter sido lançado há quatro ou cinco anos e já é considerado “ultrapassado”, dois chips, liberado para todas as operadoras, aparelho ininteligível para maiores de 18 anos. Despedi-me do último Nokia comprado há dois anos, que funcionava como telefone celular, isto é, fazia e recebia chamadas. Com ele foi-se a paz do philosopho.

O Samsung ultrapassado faz coisas tão complicadas que o leitor sério nem pode imaginar e o novo proprietário, pela amostra, jamais aprenderá. Filma, exibe vídeos, baixa aplicativos, pega a internet, fotografa à perfeição e deve fazer selfies, que obviamente não farei porque sou cavalheiro seríssimo. Você não clica, não aperta nem preme: corre o dedo na tela. Como virtudes, tem um toque de chamada audível a uma légua e a voz do interlocutor chega no volume de um megafone berrado a cinco metros.

Disseram-me que na primeira noite deve carregar a bateria durante oito horas. Já está carregando. Se tocar enquanto o novo dono estiver dormindo, nem lhe posso dar um tiro porque preciso do chip para voltar ao Nokia que funcionava à maravilha. 

Menino 

O planeta ficou revoltado com a notícia de que policiais norte-americanos mataram um menino de 12 anos, que portava uma pistola de plástico. Menino negro, o que nos Estados Unidos pode significar mulato claro. O mulato Barack Obama, filho de mulher branca, é considerado negro, mesmo com o nariz mais fino que o meu e 100 vezes menor que o do peemedebista Paulo Skaf, paulista de família árabe. 

Imagens das câmeras de segurança dos prédios próximos mostraram o “menino” à noite numa praça, nevando e chuviscando, metido numa porção de agasalhos contra o frio, apontando a tal pistola sem a faixa cor de laranja, que caracteriza as armas de brinquedo.

Ora, sem a faixa, a pistola é indistinguível da arma de verdade e um menino de 12 anos, à noite, metido naquelas roupas, também é indistinguível de um bandido quarentão. Duvido, outrossim, que desse para distinguir, naquela situação, um guineano de um norueguês. Os policiais ordenaram que o cidadão jogasse fora a arma e levantasse as mãos. O cidadão encapotado não obedeceu. Levou uns tiros e morreu no hospital. Paciência. 

O mundo é uma bola 

4 de janeiro de 1558: chegada de Mem de Sá ao Brasil. Epa, que todo dia escrevo sobre a chegada de Mem de Sá ao Brasil. Tudo bem, nada contra o irmão do poeta Sá de Miranda, mas sua chegada, do tanto que é citada na Wikipédia, ficou parecendo com o enterro do Roberto Gómez Bolaños no México.

Em 1721, foi editado o decreto que confirmava os estatutos da Academia Real de História Portuguesa, como se essa notícia interessasse a alguém que não seja acadêmico da Real, se é que ela ainda existe. Em 1950, a RCA Victor informou que começaria a produzir discos de longa duração, os LPs de vinil.

Ruminanças 

“Com raras exceções, a imbecilidade dos letristas brasileiros neste século XXI vem fazendo de nossa música um castigo” (R. Manso Neto).

 

EDUARDO ALMEIDA REIS
Festejos
Duvido que o caro, preclaro e paciente leitor se lembre dos nomes dos Reis Magos %u2013 Belchior, Gaspar e Baltazar %u2013, que acabo de reaprender na Wikipédia

 

Publicação: 05/01/2015 04:00

 

Foi-se o Natal, muitas crianças deixaram de acreditar em Papai Noel, enquanto a maioria dos brasileiros continua acreditando na inviolabilidade das urnas eletrônicas. Amanhã é o Dia de Reis, que neste ano cai numa terça-feira, dia em que o leitor fica livre de mim. Segundo a tradição cristã, o Dia de Reis seria aquele em que o recém-nascido Jesus recebeu a visita de “alguns magos do oriente” (Mateus 2:1), os três Reis Magos, que os jovens entendem magros. Por isso, a noite de hoje, dia 5, e a madrugada de amanhã é conhecida como Noite de Reis.

Nesta data, encerram-se para os católicos os festejos natalinos, retiram-se os enfeites, desarmam-se os presépios. Na fazenda fluminense, o administrador sugeriu a contratação de um empregado, com a seguinte observação: “Ele é folião”. Fui apurar e descobri que o cavalheiro passava dias cantando, dançando, tocando e degustando as guloseimas oferecidas ao seu grupo durante as festas da Folia de Reis. Dá para imaginar a reação de um pequeno fazendeiro que vivia sem saber como pagar as contas no fim do mês.

Na França e na canadense Quebec, comem a Galette des Rois, bolo que contém um brinde e vem acompanhado de uma coroa de papel. Aquele que encontrar o brinde em sua fatia será coroado e terá que oferecer o bolo no ano seguinte. Com a islamização da França, é cada vez menor o número de franceses comendo a Galette des Rois.

Duvido que o caro, preclaro e paciente leitor se lembre dos nomes dos Reis Magos – Belchior, Gaspar e Baltazar –, que acabo de reaprender na Wikipédia. Quarta-feira a gente se encontra, falou?

Palavras 

Pilhas novas, ligo o rádio pelo noticiário matinal e fico sabendo que em São Paulo um “assalto simulado para matar o presidente de um sindicato” levou 20 cavalheiros à sede da instituição, onde roubaram dinheiro, celulares e relógios dos sindicalistas, obrigando a tesoureira a telefonar para o presidente pedindo que comparecesse à sede do sindicato. O presidente atendeu ao chamado de sua tesoureira, chegou à sede, foi levado pelos cavalheiros para outra sala onde foi enforcado juntamente com a tesoureira. Os 20 cavalheiros fugiram e a polícia andava atrás deles.

Todos sabemos que o significado de muitas palavras muda com o tempo, mas o pessoal está exagerando. Até ontem, o adjetivo simulado, que entrou em nosso idioma no ano de 1436, significava “que não é verdadeiro, falso, fingido, suposto, feito à imitação de coisa verdadeira, aparência de realidade”. A partir da reportagem da radialista paulistana, um assalto simulado para matar o presidente do sindicato enforcou o patrício e sua tesoureira, enterrados no dia seguinte.

Símbolos e siglas também sofrem modificações. As letras p e t nos contam uma história recente. Pt e pt significavam o símbolo de platina e o país Portugal nos endereços eletrônicos da internet e continuam significando. PT, contudo, era a sigla do Partido dos Trabalhadores e hoje é sinônimo de corja. Tanto assim que o seu ex-tesoureiro, Vaccari Neto, sucessor do condenado Delúbio, foi ovacionado no congresso dos petistas realizado no final de novembro.

Ovacionar: fazer ovação a, aclamar, aplaudir, ovar. Queriam o quê? Num congresso de larápios, os que mais se destacam na arte de larapiar são aplaudidos, invejados, louvados. Fernandinho Beira-Mar teve notas brilhantes nos colégios que frequentou. Marcola já leu milhares de livros. O doutor honoris causa nem isso, mas assinou o prefácio do livro escrito por seu companheiro José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa, o ex-primeiro-ministro de Portugal, socialista, gatuno da mesma laia que Vaccari Neto e a companheirada.

O mundo é uma bola 

5 de janeiro de 1477: Luís XI derrota e mata em Nancy, na Lorena, o duque de Borgonha, Carlos, o Temerário, e anexa definitivamente a região ao domínio francês. Em 1785, dona Maria I, de Portugal, promulga alvará que proíbe a proliferação de indústrias no Brasil. Em 1808, foi criada a primeira tipografia no Brasil. 

Em 1825, Alexandre Dumas pai, com 23 anos, participou de seu primeiro duelo. Não se machucou seriamente, mas suas calças caíram durante a luta previamente ajustada. Em 1867, primeiro trem urbano da América Latina: a Maxabomba do Recife. Em 1896, um jornal austríaco informa que Wilhem Conrado Röntgen havia descoberto um novo tipo de radiação (Raios-X), o que nos faz supor que até 1895 não existissem as chapas de Raios-X. Em 1911, Alberto I dá a Mônaco sua primeira constituição. O príncipe atual planeja fazer uma ilha no Mediterrâneo para construir e vender diversos edifícios baixos, que não tirem a vista do principado. Em 1919, fundação do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, que teve a inscrição número 7 do Sr. Adolf Hitler. Hoje é o Dia de Santo Eduardo.

Ruminanças 

“Pode-se ser um santo sem Deus: é o único problema concreto que eu conheço até hoje” (Camus, 1913-1960).


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: