Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

TIRO E QUEDA
Brasil  
Desde o mês passado, todo mundo que morria do tabagismo, ativo ou passivo, vai continuar morrendo de outras coisas para desespero da Previdência Social

 

Eduardo Almeida Reis

Publicação: 07/01/2015 04:00

Igor, fiscal da Aneel, salário R$ 16 mil, preso quando achacava um empresário da área de energia elétrica, é a síntese da roubalheira que vai por aí. Substantivo de dois gêneros, fiscal é a pessoa que verifica o cumprimento de leis e regulamentos em estabelecimentos comerciais, industriais etc. Neste país grande e bobo, em vez de verificar o cumprimento de leis e regulamentos, muitos fiscais achacam. No vídeo veiculado pela TV, Igor é rapaz magro de 20 e poucos anos. Salário de R$ 16 mil nessa faixa etária é mais que razoável. O fiscal da Aneel exigia R$ 4 milhões e foi preso quando recebia maleta com R$ 400 mil em notas falsas. Já deve ter sido solto.

No mesmo dia, foram presos no Maranhão o superintendente e vários funcionários do Incra e do Ibama, encarregados de fiscalizar as áreas de florestas para impedir a extração e comercialização de madeiras. Áreas que têm diversas madeireiras, empresas imensas com máquinas gigantescas e instalações de bom tamanho. Aí é que está: ao contrário de um chaveiro, que se estabelece com uma portinha para lidar com pequenas chaves, a madeireira exige áreas expressivas e lida com toras gigantescas, mas os fiscais do Ibama e do Incra “esquentavam” os documentos da madeira roubada para comercialização e exportação.

E sua excelência, o então ministro de Estado da Agricultura, hein? Que me diz o leitor de sua excelência o doutor Geller, acusado de malfeitos no Mato Grosso e no Pará? Ele e seus dois irmãos. Os manos foram presos pela Polícia Federal, enquanto o ministro continuava solto dizendo não acreditar nos malfeitos da família.

Septicemia, na rubrica medicina, é tipo comum de sépsis, caracterizado por um estado infeccioso generalizado devido à presença de microrganismos patogênicos e suas toxinas na corrente sanguínea. Sépsis, substantivo feminino de dois números, é a presença de micro-organismos piogênicos e outros organismos patogênicos, ou suas toxinas, na corrente sanguínea ou nos tecidos. Vosso país inventou a sépsis, sepse ou sepsia da roubalheira com hino, bandeira e constituição.

Maravilha!

Nada melhor do que a notícia de que o Brasil tem nova lei antifumo. Desde o mês passado, todo mundo que morria do tabagismo, ativo ou passivo, vai continuar morrendo de outras coisas para desespero da Previdência Social obrigada a sustentar milhões de idosos que já teriam morrido se fossem fumantes.

O médico Ademar Arthur Chioro dos Reis, que felizmente não é meu parente, ministro da Saúde de dona Dilma, prestou relevantíssimo serviço ao país com as suas providências antitabaco. Se tivesse lido Jean-Louis Besson em A ilusão das estatísticas, Ademar Arthur Chioro dos Reis teria aprendido o seguinte: “(…) se admitimos a hipótese de que o fumo é responsável pelas mortes prematuras, é preciso então colocar na relação o sobrecusto social (cuidados médicos etc.) e os ganhos realizados. (…) As mortes prematuras evitam as despesas dos outros doentes, sem falar da economia nas aposentadorias!” Enquanto ao mais, ouçamos Marlene Dietrich: “As pessoas acreditam que, deixando de fumar, deixam de morrer. É falso, claro; elas morrerão de outra coisa”, cujo tratamento, evidentemente, também tem um custo, acrescenta Jean-Louis.

Ainda bem que a propaganda e as marchas pela legalização da maconha vão de vento em popa. Virgem do cânhamo até hoje, já estou aprendendo a sinonímia da erva que serei obrigado a fumar na falta de charutos: abango, abangue, aliamba, bagulho, bango, bangue, bengue, birra, bongo, cangonha, diamba, dirígio, dirijo, fuminho, fumo, jererê, liamba, marijuana, massa, nadiamba, pango, rafi, riamba, seruma, soruma, suruma, tabanagira, umbaru.

Tipo

Já que é impossível sonhar com políticos voltados para o bem do país, é possível imaginar um tipo físico, moral e intelectual de político, que caracterize o Brasil atual. Tempora mutantur et nos in illis: novos tempos, novos costumes. Não nos custa sonhar com um político que tenha a lucidez de dona Dilma, os conhecimentos de economia do Mantega, a beleza de Ideli, o topete de Mercadante, a instrução do Lula, o nariz do Skaf, a voz maviosa daquele senador pernambucano petista e a honestidade das muitas dezenas citadas na delação premiada do engenheiro Paulo Roberto Costa. 

O mundo é uma bola

7 de janeiro de 1354: Afonso IV torna-se rei de Portugal. Em 1549, criação do primeiro governo central do Brasil, chamado governo-geral, com Tomé de Souza como governador-geral. Em 1558, a França ocupa Calais, última possessão inglesa em seu território. Em 1566, Antonio Ghisleri torna-se papa o 225º papa. Tinha visual papal. Morreu em 1572 e é conhecido como são Pio V. Em 1610, Galileu Galilei observa pela primeira vez as quatro maiores luas de Júpiter, Calisto, Europa, Ganímedes e Io, conhecidas como luas galileanas.

Em 1785, o francês Jean-Pierre Blanchard e o americano John Jeffies viajam de Dover, Inglaterra, até Calais, na França, em um balão a gás, tornando-se os primeiros a cruzar o Canal da Mancha pelo ar. Em 1885, casamento de Clara e Alois Hitler, os pais de Adolf. Hoje é o Dia do Leitor.

Ruminanças

“Um leitor inteligente descobre frequentemente nos escritos alheios perfeições outras que as que neles foram postas e percebidas pelo autor, e lhes empresta sentidos e aspectos mais ricos” (Montaigne, 1533-1592).

 

TIRO E QUEDA
Alerta

 

Eduardo Almeida Reis

Publicação: 08/01/2015 04:00

 

No dia em que levei os móveis para o meu primeiro apartamento, um pequeno duplex de 94m2 e segunda mão, comprado com financiamento da Caixa, fui almoçar no badalado restaurante Nino, de Copacabana, e pedi filé de linguado à belle meunière. Nunca fui amigo de peixes, mas o dia era festivo e o linguado desceu bem. Como sabe o leitor, ou devia saber se consultasse a Wikipédia, linguados nascem como peixes normais, com um olho em cada lado da cabeça. Conforme crescem, aderem à condição dextrógira ou levógira, similar às pessoas canhotas e destras. Legógiros são aqueles com migração do olho para o lado esquerdo da cabeça durante seu desenvolvimento, e dextrógiros são aqueles com migração do olho para o lado direito da cabeça. É espécie de grande valor comercial. Houaiss, que era gourmet, disse que os olhos do linguado ficam do lado esquerdo da cabeça. Daquele dia para cá, transcorridos quase 100 anos, devo ter comido linguados duas ou três vezes, mas dei beijos linguados a montões e a mancheias, porque fui muito beijoqueiro.

Eis, senão, quando, bumba! – recebo e-mail de um amigo, membro titular da Academia Brasileira de Medicina Veterinária, alertando sobre o “linguado” que está sendo vendido nos supermercados portugueses e talvez esteja à venda nos brasileiros. Um cavalheiro expert em alimentos estranhou o peixe que botou em seu prato num restaurante self-service. 

Ao abrir a posta do peixe, notou que estava impregnada de filamentos. Retirou uma amostra e levou para análise, quando constatou que os filamentos, na verdade, eram vermes de até dois centímetros de comprimento. Procurou informar-se e descobriu que se tratava de peixe panga ou peixe-gato, um peixe asiático de água-doce proveniente de rios extremamente poluídos de excrementos, dejetos e toda sorte de poluição biológica, física e química devida, entre fatores diversos, à maciça ocupação dos barcos que servem de moradia a pessoas carentes de serviços sanitários. As pessoas que vivem por lá têm nojo dos peixes que vivem naquelas águas, enquanto os especuladores conseguem realizar farta pescaria para vender seus produtos pelo mundo.

Filés muito branquinhos, congelados, sem espinhas podem ser encontrados nos supermercados. O sabor não é dos melhores e a pesquisa feita pelo expert levou-o ao blog de Isa From Aveiro, de Aveiro, Portugal, onde viu que o panga é um peixe de cultura intensiva/industrial no Vietnã, mais exatamente no delta do Rio Mekong, que invade os mercados devido ao seu baixo preço.

Os pangas estão infestados de venenos e bactérias, arsênico dos efluentes industriais, metais pesados, bifenilos policlorados (PCB), DDT e seus DDTs, cloratos e compostos relacionados (CHLs), hexaclorocicloexano isômeros (HCHs) e hexaclobenzeno (HCB). O Rio Mekong é dos mais poluídos do planeta e nele os americanos, na Guerra do Vietnã, teriam despejado o “agente laranja”, desfolhante e cancerígeno.

Os pangas são alimentados com restos de peixes mortos, ossos e solos secos (?) transformados numa farinha com mandioca e resíduos de soja e grãos. Nessas condições, crescem quatro vezes mais depressa que na natureza e suas fêmeas, com injeções de hormônios femininos derivados da desidratação de urina de mulheres grávidas, passam a produzir aproximadamente 500 mil ovos de uma vez. Basicamente, são peixes produzidos com hormônios injetáveis fabricados por uma empresa farmacêutica chinesa para acelerar o processo de reprodução e crescimento.

Nota: depois de inteirar as 540 palavras acima fui ao Google e descobri que o alerta sobre o peixe panga deve ser falso. Claro que não vou perder um trabalho, que me custou duas horas, só porque o aviso é fake. Espero que o leitor tenha ficado assustado e dê preferência ao verdadeiro linguado, que é gostoso e muito caro.

O mundo é uma bola 

8 de janeiro de 1198: eleição do papa Inocêncio III, nascido Lottario dei Conti di Segni, de família nobre italiana. Inocêncio convocou o IV Concílio de Latrão, o mais importante da Idade Média, de grande relevância em diversos campos teológicos. Foi contemporâneo de São Francisco de Assis e é conhecido por ter aprovado sua recente ordem religiosa, como também é lembrado por sua defesa do primado papal. É possível, como também é provável que tenha inspirado o batismo de ilustre político nordestino, o médico Inocêncio de Oliveira (PR-PE).

Em 1297, independência de Mônaco, só recentemente consolidada quando passou a residir no principado o doutor Carlos Eduardo dos Santos Galvão Bueno, amigo do nosso Jaeci Carvalho. Em 1805, a Colônia do Cabo, na África do Sul, torna-se colônia britânica 208 anos antes do pranteado e interminável enterramento de Nelson Mandela. Em 1889, Herman Hollerith patenteou sua máquina de tabulação, que foi usada pela primeira vez para compilar os dados de um recenseamento. Os leitores menos jovens estão decerto lembrados que holerite, substantivo feminino, era sinônimo de contracheque no tempo de antigamente: documento que comprova o depósito dos vencimentos de um funcionário em sua conta bancária, ou que o habilitava a receber na tesouraria.

Em 1963, di-lo a Wikipédia, “é adoptada a bandeira do estado de Minas Gerais”, o que faz deste 8 de janeiro um dia importante como evento vexilológico. Hoje é o Dia do Fotógrafo e da Fotografia.

Ruminanças

“O Brasil corre o risco de ficar obsoleto antes de ficar pronto” (Claude Lévi-Strauss, 1908-2009).


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: