Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

 

13 a 19 de abril de 2015

Picture

Verdades – Datado de 1683 em nosso idioma, inconsútil, adjetivo de dois gêneros, raramente é usado pela mídia, já porque muitos profissionais não o conhecem, já porque acham que o leitor comum não vai entender. Tenho a certeza de que os leitores de Marcia Lobo entendem, por isso pergunto: vocês conhecem algo mais inconsútil do que o governo da incompetenta?

Na acepção “que não tem costura” é óbvio que Kátia Abreu e Aldo Rebelo, que Helder Barbalho e… não consigo recordar os nomes dos imbecis, portanto Helder Barbalho e os seus colegas não têm costura. No sentido de “inteiriço, que é feito de uma só peça”, temos numa só peça 38 partes ruins, ressalvado o ministro Patrus Ananias de Souza, não pelo que pensa e representa, mas pelo fato de ser meu amigo e confrade na Academia Mineira de Letras.

O Ministério da Fazenda está nas mãos do risonho Joaquim Levy, que levou sua equipe da Bradesco Seguros. Alguém acredita na seguradora do Bradesco? No Brasil seguro é vigarice organizada, já dizia um revisor meu colega no Globo.

Inconsútil por derivação, em sentido figurado, “que não tem falhas, não tem fendas, não sofre interrupção”, realmente, as resoluções do ministério da incompetenta não sofre interrupção nas besteiras que pratica ele há mais de quatro anos. E assim, com esse “ele há”, que é português da melhor supimpitude, me despeço com pena de quem vive neste país grande e bobo.


Picture

Análise – São decorridas seis ou sete semanas, mas as maldades não têm prazo de validade. Em um quarto de página, o maior jornal do Rio fez injusta crítica ao político Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, presidente da Guiné Equatorial, pelo “crime” de doar R$ 10 milhões à escola de samba Beija-Flor e comprar um camarote na Marquês de Sapucaí para assistir aos desfiles acompanhado de parentes, amigos e membros do governo de seu país.

Teodoro Obiang Nguema Mbasogo é um amigo do Brasil, tanto assim que teria um tríplex na cidade de São Paulo avaliado em US$ 15 milhões e incluiu o português nas línguas oficiais da Guiné Equatorial, que eram a espanhola e a francesa. Nação com presumíveis 700 mil guineenses, guinéu-equatrorianos ou equato-guineenses, tem como lema Unidade, Paz e Justiça, e seu hino nacional recomenda “Caminhemos sobre a Trilha de Nossa Imensa Felicidade” em português, espanhol e francês.

Teodoro Obiang Nguema Mbasogo foi apontado pela Revista Forbes como o 8º dirigente mais rico do planeta, mas é preciso lembrar que a mesma publicação, há três anos, dizia que o mineiro Eike Batista era o 8º homem mais rico do mundo e o rapaz, hoje, anda de ônibus e foi privado de seu barquinho em Angra, prova de que a Forbes é meio apressada em suas avaliações.

Único país da África que tem como idioma oficial o castelhano (junto com o francês e o português), o povão equato-guineense prefere falar o fang e o pidgin. Na pequena Ilha do Ano Bom, o equato-guineense fala fá d’ambô, ou seja, Falar de Ano Bom, língua crioula baseada no português e muito parecida com a são-tomense falada nas ilhas vizinhas de São Tomé e Príncipe.

Ainda no capítulo das maldades da mídia carioca foi dito que a delegação do pequeno país fechou o aluguel dos dois últimos andares do Copacabana Palace durante o carnaval e que o playboy Teodorín Nguema Obiang Mangue, 44 anos, segundo vice-presidente e filho do presidente Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, anda ou já andou de cacho com uma conhecida estrela da Beija-Flor.

Por aí dá para perceber o nível dos comentários sobre o segundo vice-presidente de uma nação amiga. Caminhar sobre a “Trilha de Nossa Imensa Felicidade” inclui, decerto, encontrar à beira do caminho trilhado uma estrela da Beija-Flor. Atire a primeira pedra aquele que nunca sonhou com as morenas daquela escola? Por derradeiro, acabo de descobrir que beija-flor tem a seguinte sinonímia: binga, chupa-flor, chupa-mel, colibri, cuitelinho, cuitelo, guainumbi, guanambi, guanumbi, guinumbi e pica-flor. 


Picture

Delícia – A PM de Goiás deu para exorcizar os goianos que estão aprontando. Cinco PMs foram filmados expulsando –  “em nome do senhor Jesus” – o demônio de um detido. O comando da corporação informou que já identificou os soldados e prometeu tomar providências.

Providências de que tipo? Ora, senhores comandantes da PM goiana: deixem os rapazes em paz. Adjurar, afastar, afugentar, conjurar, eliciar, ensalmar, esconjurar, excomungar, exorcizar ou exorcismar é usar de exorcismo(s) para expulsar demônios ou espíritos malignos do corpo de (alguém).

É crime? Se fosse, as PMs brasileiras já teriam exorcismado meus ídolos, o bispo R. R. Soares, cunhado do piedoso Edir Macedo, e aquele outro, dissidente da igreja do Edir, que transpira muito e joga as toalhinhas, usadas para secar o seu suor, para os crentes que lutam por elas. E lutam porque sabem que uma toalhinha suada cura qualquer enfermidade.

Os crentes sustentam que a toalhinha suada cura almorreimas numa única passagem e a almorreima, sabemos todos, vem do latim tardio haemorrheuma, que significa fluxo de sangue ou hemorroida.

É muito de desejar que a polícia goiana e todas as demais PMs deste país grande e bobo parem de implicar com os seus exorcistas. A mídia brasileira é impiedosa com os policiais. Não só a mídia como os cidadãos e as cidadoas, que são os primeiros a ligar para a polícia pedindo socorro e os primeiros a criticar qualquer coisa que os policiais, ganhando mal e correndo risco de vida, façam na defesa da sociedade. 


Picture

Paraíso – O paraíso existe e pode ser visto na matéria que dois repórteres da GloboNews fizeram em Cuba, logo depois do anúncio da reaproximação com os Estados Unidos. Todo cubano pode ter um cochevehículo automóvil de tamaño pequeño o mediano, destinado al transporte de personas y con capacidad no superior a nueve plazas.

Em Cuba, um Hyunday custa 41 mil dólares e um médico ganha 70 dólares por mês. Por aí, seriam necessários 585 meses de salários integrais para comprar o coche, mas na GloboNewsficamos sabendo que todas as famílias cubanas têm parentes refugiados em outros países, que mandam os dólares para comprar os carros.

Não há violência em Cuba. Eventuais fuzilamentos e campos de trabalhos forçados são mimos do socialismo. As famílias têm cadernetas que permitem comprar, a preços módicos, o básico da alimentação: um pão por dia, um quilo de frango e meio litro de óleo por semana. A reportagem omitiu os charutos, itens básicos na vida dos homens sérios.

Dirigindo seu coche transformado em táxi, o médico passa a ganhar dois mil dólares por mês. É a felicidade suprema, se considerarmos que ofereceram a um amigo meu, que fazia turismo na praia de Varadero, jovens prostitutas “ainda sem tetas” por 50 dólares. Fora do paraíso, namorar meninas ainda sem tetas configura caso de pedofilia e costuma ser crime capitulado nos códigos penais.

 

FONTE: Antes que eu me esqueça (Jornal da ImprenÇa).


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: