Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

Tiro e queda
Nem tudo na vida tem explicação. Exemplo: o brasileiro de 16 anos, que pode votar para escolher o presidente da República, é inimputável quando comete um crime hediondo

 

Eduardo Almeida Reis

Publicação: 21/09/2014 04:00

Ranking

Puristas ficam furiosos com o anglicismo ranking, formação ou listagem (de pessoas, órgãos etc.), classificação ordenada de acordo com determinados critérios. No ranking dos países, por exemplo, os especialistas recorrem a critérios tais como IDH, PIB, renda per capita, homicídios por 100 mil habitantes, escolaridade, universidades importantes, liberdade de expressão, eleições democráticas e outras complicações, quando seria muito mais fácil avaliar uma nação pelo nível de seu ministério.
Nesse terreno ninguém nos leva a palma, locução que significa alcançar vitória ou distinção. Que outro país teve, tem ou terá uma ministra como Ideli Salvatti, nascida em São Paulo no dia 18 de março de 1952, licenciada em física pela Universidade Federal do Paraná e radicada em Santa Catarina desde 1976. Foi casada com Euclides Luiz Mescolotto, hoje presidente da Eletrosul e pai de Felipe Salvatti Mescolotto e Mariana Salvatti Mescolotto, cavalheiro de bom gosto, que deve ter conhecido momentos de intensa felicidade em tão doce companhia.
Em tudo e por tudo, pelo conjunto de suas ideias, pela vastidão do seu gênio, pela confiança que inspira e por sua admirável aparência, a ministra paulistana, sozinha, vale mais que todos os PIBs e IDHs do planeta. 

News 
Na arte de bem informar, com a classe que lhe é peculiar, nosso Fontana deve ter sofrido para escrever o nome de H. E. Mr. Pitchayaphant Charnbhumidol, embaixador do Reino da Tailândia no Brasil. País de 66 milhões de habitantes, a Tailândia ainda recentemente teve uma primeira-ministra, Yingluck Shinawatra, muito bonitinha, deposta por implicância dos militares. Soldados e oficiais das forças armadas têm dessas coisas: de vez em quando tentam consertar as coisas, quase sempre sem sucesso. O que não invalida a boniteza da ex-primeira-ministra. Outra que é um pitéu é a presidente da Coreia do Sul. Deve ser uma bênção para o povo ver na tevê uma dirigente bonita. Cristina Elisabet Fernández de Kirchner, 30 anos atrás, deve ter sido palatável; bagulhou, tadinha. Bagulharam ela e a Argentina, que também não vai lá bem das pernas.
Tenho amigos trabalhando na Tailândia e sei que alguns dos meus livrinhos andaram circulando por lá entre moradores que falam português. Através deles, comentando o nome do embaixador H. E. Mr. Pitchayaphant Charnbhumidol, fiquei sabendo que os nomes tailandeses são complicados. Bangcoc, a capital e maior cidade do reino, oficialmente se chama Krungthepmahanakhon Amonrattanakosin Mahintharayutthaya Mahadilokphop Noppharatratchathaniburirom Udomratchaniwetmahasathan Amonphimanawatansathit Sakkathattiyawitsanukamprasit. 
Em inglês, algo assim como: City of angels, great city of immortals, magnificent city of the nine gems, seat of the king, city of royal palaces, home of gods incarnate, erected by Visvakarman at Indra’s behest. Mil vezes a gloriosa BH conhecida como a Capital Mundial dos Bares. Tenho dito. 

Carteira assinada 
Mulato forte, 30 e poucos anos, 1,80m, carteira de motorista profissional, ele ganha dois salários mínimos, tem casa, luz elétrica, leite, pomar de graça, cria galinhas e ceva um porquinho, mas sai do sério quando ouve falar em carteira assinada. Num país em que as pessoas nascem pensando em carteiras assinadas e os cálculos oficiais dos empregos só levam em conta as carteiras assinadas, o excelente brasileiro fica furioso quando tocam no assunto. Além de bom motorista, exerce diversas profissões com alguma eficiência: eletricista, pedreiro, tratorista, mungidor, vaqueiro, jardineiro e as mais que o leitor queira incluir.
Nem tudo na vida tem explicação. Exemplo: o brasileiro de 16 anos, que pode votar para escolher o presidente da República, é inimputável quando comete um crime hediondo. A explicação para o pavor que o cidadão de 1,80m tem da carteira assinada é a seguinte: anda próximo de inteirar o décimo casamento. Há quem diga que são dezenove, mas deve ser brincadeira. Na maioria das uniões estáveis, teve filhos. Se pagasse pensões, morreria de fome. Por isso, prefere continuar faturando seus dois salários limpinhos, casa, luz, terreiro, leite e pomar de graça, com a atual companheira, uma jovem bonita e o mais novo filhinho. 

O mundo é uma bola 
21 de setembro de 1621: Jaime I, rei da Inglaterra, e Jaime IV, da Escócia, cede o Canadá a Sir Alexander Stirling, que está em vermelho na Wikipédia, sinal de que não há informações sobre ele. Em 1776, houve o grande incêndio de Nova York, que pode ter destruído até 25% das estruturas da cidade. Em 1778, fundação da cidade de Corumbá (MS), de minha particular afeição porque faz um calor infernal. Lá estive uma porção de vezes.
Em 1863, a independência da Argentina é reconhecida pela Espanha. Pobre Argentina! Tinha tudo para dar certo, mas foi destruída pelo peronismo. Em 1893, circula pela primeira vez um automóvel movido a gasolina. Foi há 121 aninhos. Hoje, inúmeras prefeituras estudam a proibição da construção de edifícios de apartamentos com garagens. Em São Paulo, vi na tevê, certas ruas só podem ter uma vaga para dois apartamentos. Em BH, oito anos atrás, fui convidado para almoçar num edifício que tem seis vagas por apê e 16 para a cobertura comprada por ilustre cavalheiro, que logo se viu às voltas com a Polícia Federal. Hoje é o Dia da Árvore e do Radialista.

Ruminanças 
“Rádio é mesmo uma coisa misteriosa. Começou fazendo sucesso na sala de visitas, acabou na cozinha” (Fernando Sabino, 1923-2004).

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: