Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

TIRO E QUEDA
Vous tintez?
Sábado, domingo, segunda, terça e hoje. Não fique triste, porque vêm aí mais cinco dias: 28, 29, 30, 31 e 1º de janeiro de 2014

Eduardo Almeida Reis

Publicação: 25/12/2013 04:00

“Natal! Natal! bimbalham os sinos!” escreveu alguém que se candidatava a colaborador de um jornal e foi demitido antes de ser contratado. Não posso jurar, mas devo ter lido essa história num livro de Rubem Braga. Vejo no Houaiss que o verbo bimbalhar entrou em nosso idioma no ano de 1712, aliás a1712, que deve significar antes de 1712.

O francês-português eletrônico me diz que o verbo tinter significa dar badaladas, tocar o sino, motivo pelo qual “vous tintez?”, título deste belo suelto natalino, significa “você badala?”. Em sentido figurado, o verbo badalar tem uma porção de significados, como promover-se, exagerando ou inventando qualidades, fofocar, mexericar, passear, divertir-se, zanzar por aí.

O que tem de gente que se promove não está no gibi. Quanto ao feriadão que lá vai acabando, que coisa, hein? Sábado, domingo, segunda, terça e hoje. Não fique triste, porque vêm aí mais cinco dias: 28, 29, 30, 31 e 1º de janeiro de 2014. E logo depois você tem as férias, justas férias depois de tantos feriados. O país é grande, bobo e pensa que é rico.

Tirotecnia

As cientistas Christina Agapakis, americana, e Sissel Tolaas, norueguesa, uniram-se no Projeto SelfMade visando produzir queijos em que entrem as bactérias das axilas, do umbigo ou do pé de uma pessoa. A tirotecnia, técnica de fabricação de queijos, nos ensina que eles têm como principal ingrediente o leite, mas dependem da ação de bactérias. Bactéria de sovaquinho feminil não muito depilado, com aquele tiquinho que coça o nariz do namorado, deve resultar supimpa. Não custa provar.

Os 11 queijos produzidos por Sissel e Christina foram levados a uma exposição sobre biologia sintética em Dublin, Irlanda, como informou o jornal The Independent. O escritor Michael Pollan entrou com as bactérias de seu umbigo na produção de um dos queijos. Nascido em Long Island, NY, USA, no ano de 1955, Pollan é escritor, jornalista, ativista e professor de jornalismo da UC Berkeley Graduate School of Journalism. Em 2006, a New York Times Book Review descreveu o professor careca e risonho como “liberal foodie intellectual”.

No dicionário do doutor Bill Gates, foodie é alguém que gosta de comer bem, entusiasta de cozinha, da comida e das compras de ingredientes para boas refeições. Resumindo: um gourmet. Será que vai comer o queijo feito com as bactérias do seu umbigo?

As cientistas trabalharam com bactérias do nariz, dos pés e até de lágrimas. E dizem que cada queijo tem o cheirinho da parte do corpo de onde foi tirada a bactéria, mas informam que os queijos não foram produzidos para consumo e sim para “inspirar reflexões sobre as relações dos seres humanos com as bactérias”.

Christina e Sissel concluem o seu idiota filosofar afirmando que os seres humanos vivem em um mundo biológico cercado por comunidades ricas em micro-organismos – e por cientistas inteiramente malucas, aduz aqui o philosopho.

Noticiário

“Uma jovem de 28 anos foi presa por volta das 6h30 deste domingo (24/nov) suspeita de matar um homem de 61 anos em Abaeté, no interior de Minas Gerais. Segundo a Polícia Militar, ela disse que foi fazer um programa com o idoso, mas ele queria pagar apenas R$ 10 pela relação sexual.
Ao recusar o valor, o homem teria forçado a relação e a jovem acabou arremessando uma espécie de banco na cabeça dele. O idoso morreu no local. A polícia investiga o suposto envolvimento de outras pessoas na morte.

A jovem foi levada para a Delegacia de Polícia da cidade. Ela já tem passagens por furto e, segundo a PM, é usuária de drogas”
.
Examinemos a notícia tal como foi veiculada. Em primeiro lugar, seria melhor dizer mulher de 28 anos em vez de “jovem”. Depois, cabe a pergunta: por que “suspeita” de matar, se não disseram o seu nome? Mais adiante, por que “a polícia investiga o suposto envolvimento de outras pessoas na morte”? Seria mais lógico investigar o envolvimento de outras pessoas, do que incluir o sanduíche de “suposto” na frase.

Recuso-me a acreditar que a criminosa seja abaeteense, mas acredito piamente que o idoso de 61 anos só quisesse pagar R$ 10 pelo relacionamento amoroso, porque sei que os idosos da Terra Menina não gostam de jogar dinheiro fora e levam muito a sério o nome de sua cidade, “homem verdadeiro”, junção dos termos tupis abá (homem) e eté (verdadeiro).

 O mundo é uma bola 

25 de dezembro de 800: Carlos Magno é coroado imperador pelo papa Leão III, dando início ao Sacro Império Romano-Germânico, cuja linha contínua de imperadores começou em 962 com Oto, o Grande. No ano 1000, é fundado o Reino da Hungria por Estêvão I. Em 1066, Guilherme da Normandia é coroado rei da Inglaterra na Abadia de Westminster. Em 1104, Constança de França divorcia-se de Hugo I, de Champagne, Troys e Blois, ao descobrir que ele tinha uma Rose. Dois anos depois, Boemundo I de Antioquia casou-se com ela, que lhe deu Boemundo II de Antioquia. Que se pode esperar de uma senhora que se casa com um Boemundo?

Ruminanças 

“O brasileiro é um feriado” (Nelson Rodrigues, 1912-1980).


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: