Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

TIRO E QUEDA
Biscoito belga
No Hemisfério Sul, biscoito belga é o produto mais parecido com a mulher do próximo, desde que palatável

 

Eduardo Almeida Reis

Publicação: 27/02/2014 04:00

Bolacha em São Paulo, biscoito no Rio, sendo belga difere de tudo que se faz e se vende por aí. Biscoito belga é o primeiro beijo, é a mulher do próximo, é a terceira num final de tarde com gosto de quero mais.

België, Belgique, Belgien, Koninkrij België, Royaume de Belgique, Königreich Belgien é um país situado na Europa ocidental, membro fundador da União Europeia, 30.528 km2, cerca de 10,7 milhões de habitantes, línguas oficiais flamengo, francês e alemão.

IDH 0,898 (muito elevado), tem aptidão incomparável para fazer biscoitos, alguns à venda no Brasil nos raros supermercados decentes, além de meias e lenços de cambraia. Com o dólar a R$ 1,45 importei da Bélgica, através de um amigo que tem filha, genro e neto morando em Bruxelas, alguns pares de meias de cano longo para trabalhar na TV e uns tantos lenços de cambraia, tão finos que não tenho coragem de usar. Diz o fabricante que o seu estoque de cambraia de linho tem 130 anos. Acreditei, porque acredito em tudo que me dizem, com exceção da Copa das Copas.

Mas o biscoito belga – senhoras e senhores do Egrégio Conselho Leitoral – é diferente de tudo que o brasileiro entende por biscoito. Novidade para o respeitado e anoso philosopho foi a fabricação na capital de todos os mineiros de um biscoito belgo-belzontino excelentíssimo, mil vezes mais belga do que mineiro, produzido pelo casal Bertrand e Ernestina na Rua Orenoco, Bairro Cruzeiro.

Não conheço o casal, nem sei o nome de sua loja. Ganhei de Danielle e Lauro Diniz um pacote de biscoitos variados quando andei hospitalizado em BH. Posso garantir ao guloso e preclaro leitor que o produto é de primeiríssima qualidade e vale uma ida à Rua Orenoco, que também não conheço.

No Hemisfério Sul, biscoito belga é o produto mais parecido com a mulher do próximo, desde que palatável. Sim, porque tem cada bagulho por aí que mais parece bolacha paulista ou ministra catarinense, aliás nascida em São Paulo.

Implicâncias
Não gosto de certa imprensa que vive implicando com os nossos homens públicos. Esquecida dos inúmeros serviços prestados ao país pelo ministro Lobão, certa mídia vive dizendo que ele nada entende de Minas e Energia, quando é sabido que o ilustre maranhense é craque no premer os interruptores de sua residência brasiliense, dispositivos pelos quais se interrompe, de forma reversível, a passagem de um sinal em um circuito elétrico ou eletrônico. É aquele treco que fica na parede permitindo ligar ou desligar as luzes do quarto, da sala, do banheiro.

Apesar de ter construído com recursos próprios mini-hidrelétrica nas serras fluminenses, nada entendo de eletricidade. De gado manjo à beça e à bessa e sei que uma dose de sêmen do touro nelore Karvad chegou a ser vendida por R$ 14.140 – quatorze mil, cento e quarenta reais. Por quê? Ora, porque o finado Karvad tem sido considerado o fundador ou um dos fundadores do moderno nelore brasileiro.

Julga-se o valor da dose de sêmen de um touro pelos filhos que produziu e talvez seja capaz de produzir. Pais de porcarias machos e fêmeas não valem absolutamente nada, a não ser no açougue. Se há filhos bons e ótimos produzidos com o seu sêmen, o valor da dose aumenta proporcionalmente.

Fosse touro, o ministro teria valorizadíssimas as doses do seu sêmen, não por seus conhecimentos de minas e energia, que se limitam ao premer dos interruptores, mas pelo fato de ter produzido o senador Lobão Júnior, glória da política brasileira. O resto é implicância midiática.

O mundo é uma bola 
27 de fevereiro: faltam 307 dias para acabar o ano, que parece ter começado ontem e depois de amanhã, sábado, já estaremos no dia 1º de março. Vocês devem estar lembrados daquele cavalheiro que entrou numa igreja católica em Guarulhos (SP) no momento do batizado de seu filho de 6 anos, para matar a mãe do menino, sua ex-mulher, e o atual companheiro dela. Jornais e tevês estamparam fotos do autor dos disparos presenciados pelos fiéis que estavam na igreja. Foi o bastante para a repórter da GloboNews informar ao telespectador que a polícia estava procurando o “suspeito”. E ninguém diz nada, ninguém fala nada, ninguém puxa a orelha da repórter.

Em 1510, Afonso de Albuquerque conquista Goa. Oliveira Martins, historiador português, disse que o império de Portugal no Oriente foi um feio monumento de ignomínia. Cabe a pergunta: que império não foi um feio monumento de ignomínia? Todo império é ignominioso.

Em 1594, Henrique IV é coroado rei da França. Quando andei estudando aquele período, li que um dos reis franceses não tomava banhos e fedia a carne estragada, sob o forte argumento de que homem deve catingar. Em 1700, os europeus descobrem a Ilha de Nova Bretanha, que tem 35.144 km2 e fica na Papua-Nova Guiné.

Em 1844, a República Dominicana consegue livrar-se do Haiti, que continua sendo o Haiti.

Hoje é o Dia do Livro Didático e do Agente Fiscal da Receita Federal.

Ruminanças
Não é triste mudar de idéias; triste é não ter idéias para mudar” (Apparício Fernando de Brinkerhoff Torelly, o Barão de Itararé, 1895-1971).

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: