Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

TIRO E QUEDA
FRASES
Assusta-me o clima de ódio que vejo por aí e me pergunto se a televisão tem contribuído para isso

 

Eduardo Almeida Reis

Publicação: 28/06/2014 04:00




*Eu sempre escuto os prefeitos. Por que é que eu escuto os prefeitos? Porque é lá que está a população do país, ninguém mora na União, ninguém mora… ‘Onde você mora?’. ‘Ah, eu moro no Federal’. *A única área que eu acho que vai exigir muita atenção nossa, e aí eu já aventei a hipótese de até criar um ministério, é a área de… A área… Eu diria assim, como uma espécie de analogia com o que acontece na área agrícola. *A mulher abre o negócio, tem seus filhos, cria os filhos e se sustenta, tudo isso abrindo o negócio. *A Zona Franca de Manaus, ela está numa região. Ela é o centro dela porque ela é a capital da Amazônia. *Vamos dar prioridade a segregar a via de transporte. Segregar via de transportes significa o seguinte: ou você faz metrô, porque o metrô… porque o metrô, segregar é o seguinte, não pode ninguém cruzar rua, ninguém pode cruzar a rua, não pode ter sinal de trânsito, é essa a ideia do metrô. Ele vai por baixo, ou ele vai pela superfície, que é o VLT, que é um veículo leve sobre trilho. Ele vai por cima, ele para de estação em estação, não tem sinal de trânsito, essa é a ideia do sistema de trilho.

*Tudo que as pessoas que estão pleiteando a Presidência da República querem é ser presidente. *Eu vi. Você veja… Eu já vi, parei de ver. Voltei a ver e acho que o Neymar e o Ganso têm essa capacidade de fazer a gente olhar. *Eu também vou falar… eu vou falar pouco. Vou explicar por quê: todo mundo, antes de mim, disse que ia falar pouco, não é? E aí tinha uma senhora ali, na frente, que falou o que todos nós estamos sentindo. Ela disse assim: ‘Eu estou com fome’. E eu vou levar em consideração ela, que falou uma coisa que todo mundo está pensando, mas não está falando. *A autossuficiência do Brasil sempre foi insuficiente. *Em Portugal, o desemprego beira 20%. Ou seja, um em cada cinco portugueses estão desempregados. *Primeiro, eu queria te dizer que eu tenho muito respeito pelo ET de Varginha. E eu sei que aqui, quem não viu conhece alguém que viu, ou tem alguém na família que viu, mas de qualquer jeito eu começo dizendo que esse respeito pelo ET de Varginha está garantido.

*Em Vidas secas está retratado todo o problema da miséria, da pobreza, da saída das pessoas do Nordeste para o Brasil. *O meio ambiente é sem dúvida nenhuma uma ameaça ao desenvolvimento sustentável. *Eu quero, então, voltar aonde eu comecei. Eu vou falar agora que aqui tem 37 municípios. Eu vou ler os nomes dos municípios, porque eu acho importante que cada um de vocês possa se identificar aqui dentro e, por isso… Eu ia ler os nomes, não vou mais. Por que não vou mais? Eu não estou achando os nomes. Logo, não posso lê-los. *Se hoje é o dia das crianças, ontem eu disse que criança… o dia da criança é o dia da mãe, do pai e das professoras, mas também é o dia dos animais, sempre que você olha uma criança, há sempre uma figura oculta, que é um cachorro atrás.


Ódio


Nem só de frases de uma “gênia”, como essas que você acaba de ler, vivem os brasileiros. Assusta-me o clima de ódio que vejo por aí e me pergunto se a televisão tem contribuído para isso. Não vejo novelas. A última foi O sheik de Agadir, tevê P&B de 14 polegadas, fios ligados à bateria do automóvel e o fazendeiro dormindo diante da telinha. Mesmo sem assistir às novelas, não escapo das chamadas nos intervalos dos telejornais. E o que vi nas chamadas para muitos capítulos de Em Família foi de assustar: os personagens se odeiam. Claro que tiro o som, mas dá para perceber pelos olhares dos atores para as atrizes, e vice-versa, que o clima é de ódio e as falas devem fazer jus ao clima. 

O mundo é uma bola


28 de junho de 1360: Maomé VI torna-se o décimo rei nasrida de Granada após assassinar seu cunhado Ismail II. Reinará durante 32 anos depois do louvável homicídio, considerando que os cunhados, mesmo entre os nasridas, nunca foram de confiança.

Muhammad I ibn Nasr foi o primeiro rei da Dinastia Nasrida, entre 1232 e 1273. A última dinastia muçulmana da Península Ibérica só acabou em 1492, quando o sultão Boabdil se rendeu aos Reis Católicos. Tem Nasr de montão entre os nasridas, motivo pelo qual pergunto ao leitor: este menino Felipe Nasr, piloto reserva da equipe Williams de Fórmula 1, seria descendente daqueles muçulmanos?

Em 1762, um golpe de estado retira do poder o czar Pedro III e sobe ao trono sua mulher, a grã-duquesa Catarina, como Catarina II da Rússia. Ficaria conhecida como Catarina, a Grande.

Ruminanças


“Mais urgente e preocupante do que o aquecimento é o enlouquecimento global” (R. Manso Neto).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: