Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

TIRO E QUEDA
Internet
Em seu blog você pode escrever que não gosta de determinada artista, de determinado jornalista, que não gostou de um livro que comprou

 

Eduardo Almeida Reis

Publicação: 28/11/2014 04:00

Volto à internet, assunto inesgotável, para conversar com o leitor sobre algumas coisas que tenho visto. Você pode ter um blogue, milhões de pessoas têm. É uma página pessoal, atualizada periodicamente, emque os internautas podem trocar experiências, comentários etc., geralmente relacionados com determinada área de interesse. Vem do inglês blog, que por seu turno veio de web-log, diary on Web site. Blogue é frescura: todomundo escreve blog.

O Brasil é o terceiro maior país em número de internautas ativos. Terminamos o ano passado com 52,5 milhões, perdendo somente para os Estados Unidos, que têm 198 milhões, e para o Japão, com 60 milhões. Entre osinternautas, o número de blogueiros cresce assustadoramente, o que não quer dizer que todos tenham muitos leitores.

Há campeões de audiência, como o http://dropsdafal.com, através do qual conheci Fabia Vitiello e seu marido, Alexandre Azevedo Cardoso, que nos deixou em 2007. Ela, sexóloga, admirável escritora, líder de audiência nos blogs; ele, primeiro lugar no ITA, vestibular de 1972, executivo de multinacional. Portanto, pode existir vida inteligente, no caso muito inteligente, na blogosfera, como também há do resto, que nem sempre é bom.

Em seu blog você pode escrever que não gosta de determinada artista, de determinado jornalista, que não gostou de um livro que comprou. Direito seu. Pedi à jovem secretária que me comprasse A vida louca dos revolucionários, de Demétrio Magnoli, e o Guia politicamente incorreto da história do mundo, de Leandro Narloch, ambos da Editora LeYa.

Devem ser ótimos, mas são ilegíveis por obra e graça do diagramador, do capista, do produtor gráfico da LeYa que inventam fontes originais, papéis de tintas de várias cores e devem ganhar com sua invenção gráfica o Nobelda imbecilidade editorial.
Volto ao seu blog para dizer que, no meu modesto entendimento, você pode escrever que não gosta de uma artista, de um determinado jornalista, mas não pode dizer que ela é uma puta e ele é venal. Talvez sejam, mas você não pode escrever: é crime. Tenho visto muitíssimos crimes desse tipo em alguns blogs que andei lendo. Que fazer?

Glória

Rainha Vitória, Agatha Christie, Margaret Thatcher, Cleópatra, Catarina II, a Grande, Isabel I de Castela, Jacqueline Kennedy, Elizabeth Taylor, Marie Curie e milhares de outras mulheres que, de uma ou de outraforma, tiveram expressão política, literária, artística e científica, passaram desta para a pior sem conhecer a felicidade, a importância e a glória suprema de Bruna Reis Maia, nascida em 1995 na violenta cidade deDuque de Caxias (RJ), que usa o nome artístico de Bruna Marquezine, é evangélica e vem de ser considerada a mulher mais sexy do mundo: namorou Neymar.

Catarina II, a Grande, que gostava da coisa, teve no leito uma porção de rapazes, o último dos quais 40 anos mais novo que ela, mas não namorou Neymar. Qual a importância de ser a imperatriz de uma das maiores potências europeias, de ampliar e modernizar o Império da Rússia, sem ter tido a glória de transar com o Neymar?

No mais, só dizendo como Robinho, quando acusado de participar de um estupro coletivo na Itália: “Todos conhecem o meu caráter”.

Testemunhas

Romeiro Neto arrolou 12 prostitutas como testemunhas de defesa do seu cliente num crime cometido no Mangue, zona do mais baixo meretrício do Rio daquele tempo. Questionado pelo promotor, perguntou: “Deum crime no Mangue, às duas da manhã, o ilustrado representante do Ministério Público gostaria que a defesa arrolasse como testemunhas 12 alunas do Colégio de Sion?”.

É o que me ocorre quando vejo os depoimentos do engenheiro Paulo Roberto Costa, o Paulinho do Lula, e do operador de câmbio negro Alberto Youssef, sobre os governos petistas. Razão tem o presidente do PT, Rui Goethe Falcão da Costa Falcão, quando fala sobre jornalismo de esgoto. Alguém conhece mais o material que circula nos esgotos do que Rui Goethe, nascido em Pitangui (MG)?

O mundo é uma bola

28 de novembro de 1660: em Londres, fundação da Royal Society. Repito: em 1660. Li outro dia que o parlamento britânico custa ao povo a décima parte, isto é, 1/10 do custo do Congresso brasileiro. Em contrapartida, o parlamento britânico nunca teve a honra de ser presidido por um Renan, um Sarney.

Em 1860, emancipação do município de Franca, polo calçadista paulista. Durante anos, morando em BH e visitando regularmente Capitólio (MG), onde fica o condomínio Escarpas do Lago, ameacei dar um pulo à vizinha Franca para comprar botinas. Fiquei nas ameaças.

Em 1991, fato espantoso: declaração de independência da Ossétia do Sul. Por que espantoso? Ora, porque a Ossétia do Sul não foi reconhecida. A maioria dos países da ONU considera a Ossétia do Sul parte integrante da Georgia, mas em agosto de 2008 o parlamento e o presidente da Rússia anunciaram o reconhecimento formal da independência da região juntamente com a daAbcásia. Hoje é o Dia do Soldado Desconhecido.

Ruminanças

A burrice tem avançado muito; a burrice ganhou status de sabedoria, porque com o mundo muito complexo, os burros anseiam por um simplismo salvador” (Arnaldo Jabor).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: