Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

Tiro e queda
Religiosos e ateus têm compromisso com a compostura, modo de ser, de estar, de agir, especialmente o que revela sobriedade, educação, comedimento

Eduardo Almeida Reis

Publicação: 29/12/2013 04:00

ComposturaCamisa polo, bermudão, canelas de fora, chinelos de dedos. Visual tolerável no tempo quente, com a só condição de que o cavalheiro tenha canelas decentes e não exerça função incompatível com certa liberdade fashion. Parece-me – e o leitor dirá se tenho razão – que um padre católico, na cidade de Belo Horizonte, capital das Minas Gerais, exagerou na dose quando se deixou fotografar naqueles trajes, ao lado de outro padre e de uma restauradora, na igreja em que trabalha.

É sabido que o hábito não faz o monge, o que significa dizer que a aparência não mostra quem a pessoa realmente é. Mas é preciso que o monge esteja usando sua indumentária religiosa. A história está referta de cavalheiros trajando batinas, do português antigo abatina, latim eclesiástico abbatina (vestis) “veste própria de abade”, que desonraram o hábito e a profissão que exerciam.
Contudo, me parece que bermudão, canelas de fora e chinelos de dedos, numa igreja belo-horizontina, são exageros intoleráveis até para os crentes que a frequentam, quanto mais para o sacerdote que nela dá expediente. Realmente, batina é difícil de justificar, a exemplo daquela espécie de avental usado pelos conselheiros do Tribunal de Contas de Minas. Daí às canelas expostas vai uma grande distância.
Quando aliviou a barra da sotaina negra, o catolicismo adotou um traje discreto, calça e paletó escuros, colarinho branco (clerical collar), nome que não encontro aqui nos dicionários de inglês. Vejo clergyman é clérigo, indivíduo que pertence à classe eclesiástica. Não posso jurar, mas acho que naquele tempo clergyman foi usado como sinônimo de traje eclesiástico.
Religiosos e ateus têm compromisso com a compostura, modo de ser, de estar, de agir, especialmente o que revela sobriedade, educação, comedimento. Já o pastor Romildo Ribeiro Soares, R. R. Soares para os crentes, de terno e gravata cantando e dançando no palco do seu templo, é o tipo do espetáculo constrangedor. A propósito, Romildo já se estabeleceu na Cale Lavalle, em Buenos Aires, onde deve tangar para os portenhos. Padre de canelas de fora deveria ser excomungado, salvo melhor juízo.Fatos e versões

Que interesse pode existir, salvo para a perícia, no vídeo em que o Porsche do ator Paul Walker bate e pega fogo? É o que sempre me pergunto quando exibem tais vídeos na televisão ou no provedor de internet. Será que existe gente cruel ao ponto de gostar daquilo, ou “curtir” como diz o provedor Terra?
Muito mais útil é o e-mail da laranja na feijoada. Vou pedir à comadre que me faça uma feijoada só para ver se o negócio funciona.
A lição é a seguinte: ponha uma laranja inteira com casca (bem lavada) na feijoada junto com as carnes. A gordura passa quase toda para dentro da laranja. Basta cortá-la para confirmar. E a feijoada, deliciosa, fica light.
Você também pode experimentar com um pedaço de linguiça. Ferva a água, fure a linguiça com um garfo, ponha a laranja na panela e depois a linguiça. Em cinco minutos toda a gordura passa para dentro da laranja. Depois, frite a linguiça para ver como está uma delicia. E tem mais uma coisa: a panela fica sem gordura.
Jornalismo é serviço e feijoada magra faz menos mal que a gorda. Em verdade, nada faz bem porque “viver faz mal à saúde”. Acho que a frase é de João Guimarães Rosa, mineiro de Cordisburgo, filho de Florduardo Pinto Rosa. O sobrenome de seu Flor suscita no Brasil o assunto PIB, Produto Interno Bruto. A exemplo do Pinto Rosa, depois de curtos períodos de entusiasmo, o PIB brasileiro desanima.O mundo é uma bola

29 de dezembro de 534: publicado o Codex repetitae praelectionis, uma atualização do Digesto, que ninguém sabe o que é. Portanto, vamos lá: o Corpus Juris Civilis ou Corpus Iuris Civilis (em português Corpo de Direito Civil), é uma obra jurídica fundamental publicada entre os anos 529 e 534 por ordem de Justiniano I, imperador bizantino. Dentro de seu projeto de unificar a expandir o Império Bizantino, Justiniano I viu que era indispensável criar uma legislação congruente, que tivesse capacidade de atender às demandas e litígios da época.
Em 1482, a Ilha do Pico é integrada à capitania do Faial, data importantíssima porque foi na Ilha do Pico que nasceu, alguns séculos depois, o advogado Artur Tavares Bettencourt, açoriano de velha e boa cepa, que emigrou menino para o Brasil, foi juiz de direito e hoje advoga em Pouso Alegre, Minas Gerais.
Em 1821 a Gazeta do Rio de Janeiro passa a se chamar Gazeta do Rio. Em 1864 é fundado em Lisboa o Diário de Notícias, o mais antigo jornal diário português. Em 1891 Thomas Edison patenteia o rádio. Em 1898, o coronel John Patterson consegue caçar o segundo dos leões assassinos que comeram mais de 140 pessoas na região de Tsavo, Quênia. Em 1992, Fernando A. Collor de Mello renuncia à Presidência do Brasil.Ruminanças
“Nada é mais cretino e mais cretinizante do que a paixão política. É a única paixão sem grandeza, a única que é capaz de imbecilizar o homem” (Nelson Rodrigues, 1912-1980).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: