Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

TIRO E QUEDA
Futurologia fajuta
Em 1985, não mais existirão pessoas obesas%u201D (Institute for the Future, 1974)

 

Eduardo Almeida Reis

Publicação: 30/07/2014 04:00

Recebi de poderoso e afamado industrial mineiro esta lista de Equívocos Históricos, que compartilho com o leitor do Estado de Minas. “Viagens de trem em altas velocidades não são possíveis; os passageiros, impedidos de respirar, morreriam de asfixia” (Dionysius Lardner, 1823). “No ano 2000 não existirão mais C, X ou Q no alfabeto usado no cotidiano” (Ladies Home Journal, dezembro de 1990). “Em 1985, não mais existirão pessoas obesas” (Institute for the Future, 1974). “As casas voarão [em 2000]… Virá o tempo em que comunidades inteiras migrarão para o Sul no inverno, ou mudarão para novas terras, sempre que sentirem vontade de mudar de cenário” (Arthur C. Clarke, Vogue, 1966). “Por volta de 1960, o trabalho será limitado a três horas por dia” (John Langdon-Davies em A Short History of the Future, 1936). “Os raios-X são uma fraude” (Lord Kelvin, físico inglês, 1900). 

“A bomba nunca vai funcionar e falo isto como especialista em explosivos” (Almirante William Daniel Leahy, conselheiro do presidente Trumam para Assuntos Nucleares, 1945). “A clonagem de mamíferos é biologicamente impossível” (James McGrath e Davor Solter, biólogos, em artigo na Science, 1984). “Não teremos artrite em 2000” (Dr. William Clark, 1966). “A teoria dos germes de Louis Pasteur é uma ficção ridícula” (Pierre Pachet, professor de Fisiologia em Toulouse, 1872). 

“No futuro, os computadores não pesarão mais que 1,5 tonelada” (Popular Mechanics, 1949). “Penso que há talvez no mundo um mercado para cinco computadores” (Thomas Watson, presidente da IBM, 1943). “Viajei por todos os lados neste país e posso assegurar-lhes que o processamento de dados é uma ilusão que não perdura até o fim do ano” (Do editor encarregado de livros técnicos da Prentice Hall, 1957). “Não há qualquer razão para que alguém queira ter um computador em casa” (Ken Olson, presidente e fundador da Digital Equipment Corp., 1977). “Este tal telefone tem inconvenientes demais para ser seriamente considerado um meio de comunicação. Esta geringonça não tem nenhum valor para nós” (Memorando interno da Western Union, 1876). 

“A caixa de música sem fio não tem nenhum valor comercial imaginável. Quem pagaria para ouvir uma mensagem enviada a ninguém em particular?” (Sócios de David Sarnoff em resposta a sua consulta urgente sobre investimentos em rádio nos anos 20). “Quem se interessaria em ouvir atores falando?” (H. M. Warner, Warner Brothers, no auge do cinema mudo, 1927). “Máquinas mais pesadas do que o ar são impossíveis” (Lord Kelvin, presidente da Royal Society, 1895). “O professor Goddard não conhece a relação entre a ação e reação e a necessidade de ter algo melhor do que o vácuo contra o qual reagir. Ele parece não ter o conhecimento básico ensinado diariamente em nossas escolas secundárias” (Editorial do New York Times a respeito do estudo revolucionário de Robert Goddard sobre os foguetes, 1921).

“Broca para petróleo? Você quer dizer furar o chão para encontrar petróleo? Você está louco!” (Operários que Edwin L. Drake tentou contratar para o seu projeto de prospecção de petróleo em 1859). “Aviões são brinquedos interessantes, mas sem nenhum valor militar” (Marechal Ferdinand Foch, professor de estratégia na École Supérieure de Guerre, Paris). 

O mundo é uma bola 

30 de julho de 752: fundação de Bagdá, capital do Iraque e da província de Bagdá. Hoje com 7,5 milhões de habitantes, é a maior cidade iraquiana e a segunda maior cidade do Sudoeste asiático depois de Teerã. Situa-se às margens do Rio Tigre, que a divide em duas partes: a metade oriental conhecida como Rusafa e a metade ocidental, Karkh, terreno plano resultante de aluvião devido às longas e periódicas inundações do rio. 

Clima quente e árido (BWH de Köppen), uma das cidades mais quentes do mundo. No verão, de junho a agosto, a temperatura média é de 32ºC, sol abrasador e chuvas praticamente inexistentes. Durante o dia, as temperaturas podem alcançar 50 graus à sombra, umidade relativa muito baixa. No inverno as temperaturas são suaves, não sendo raro que desçam a menos de zero grau.

Chuvas médias anuais de 140mm, com registros máximos de 575mm e mínimos de 23mm. É de espantar que alguém more por lá e a população da Grande Bagdá chega a 9 milhões de pessoas, sem falar das guerras, das bombas e da ameaça do califado, prova provada de que a espécie humana, seja bagdali, brasileira ou norte-americana, sem esquecer a norueguesa e a congolesa, não tem solução. 

Em 1766, carta régia que proíbe no Brasil os ourives, fiadores de ouro e as indústrias de sedas e algodões tecidos. Em 1792, uma música escrita sob encomenda por Claude Joseph Rouget de Lisle se torna popular quando as tropas voluntárias cantam-na durante a marcha de Marselha para Paris. Chamada Marselhesa, a canção passa a ser o símbolo da revolução e é escolhida como hino nacional da França. Karim Mostafa Benzema, pronúncia benzemá, atacante do Real Madrid, se recusa a cantar o hino quando atua pela Seleção Francesa. Fosse treinador daquela seleção, um philosopho conhecido nosso mandaria dar uma coça no goleador.

Ruminanças

“Os jesuítas têm todos os tormentos da ambição, sem lhe ter os prazeres” (Voltaire, 1694-1778).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: