Blog dos alunos da Universidade Salgado de Oliveira, Campus Belo Horizonte, Curso de Direito.

Um dos pratos que sempre quis fazer (e comer). Também é uma iguaria versátil, que admite variações. Vai bem tanto na brasa quanto no forno, embora eu tenha restrições quanto a fazer uma carne tão nobre para a churrasqueira modificada dessa forma. Mas deve ficar bótima também. Fiz no forno elétrico hoje. O recheio também varia bastante, conforme o gosto do freguês…

2013-09-08 14.55.14

INGREDIENTES

01 picanha (a minha tinha 1,2 kg)

100 gr de azeitonas pretas

100 gr de bacon

100 gr de linguiça calabresa

2013-09-08 10.22.42

2013-09-08 10.22.52

2013-09-08 10.23.01

80 gr de queijo parmesão (ou provolone)

01 cebola média

01 cenoura média picada e cozida.

03 dentes de alho

Cheiro verde picado

Sal grosso

MODO DE FAZER

Limpe bem a carne e com uma faca bem afiada faça um corte longo e profundo, a partir da parte mais larga da peça, tendo o cuidado de não furar as laterais nem a ponta.

DICA 1 – se mesmo assim furar, não se desespere: costure com agulha e linha.

DICA 2 – se não tiver agulha e linha, use palitos para fechar.

DICA 3 – se não tiver agulha, nem linha, nem palitos… Peça à vizinha. Se não tiver vizinha tome vergonha e vá comprar (não uma vizinha, mas agulha e linha 😀 ).

2013-09-08 10.36.19

2013-09-08 12.10.46

2013-09-08 12.12.03

Com cuidado, enfie uma mão dentro do corte e com a outra empurre a ponta da picanha para dentro, fazendo com que ela vire pelo avesso. Não tenha pressa, não vá me rasgar a peça… Feito isto, deixe a coitadinha em repouso.

Agora, vamos ao recheio. Pique bem picadinho a cebola, a azeitona, o bacon e a calabresa. Repique. Pique de novo. Pique mais uma vez. JUNTOS. A ideia é que este picadinho se aproxime de uma pasta.

Depois, rale o queijo (não me venha com queijo ralado de pacotinho, isso não presta) e junte à “pasta”, junto com orégano, a cenoura e cebolinha. Misture bem.

2013-09-08 12.42.24

2013-09-08 12.46.45

2013-09-08 12.59.42

2013-09-08 13.15.15

Com esta pasta recheie a picanha. Feche costurando com linha. Ou barbante. Ou feche com palitos.

Pegue um refratário e forre com uma generosa camada de sal grosso, para decepção do seu cardiologista. Deite a picanha recheada e fechada nesta ‘cama’. Agora, para total desespero do cardiologista retro, cubra toda a peça com outra generosa camada de mais sal grosso. Pré aqueça o forno por 10 minutos, 200º.

2013-09-08 13.17.30

Coloque a vítima no forno e mantenha por aproximadamente 50 minutos (esse tempo pode variar, depende do forno, o meu levou 70 minutos).  A nota de corte é quando a camada de sal superior fica ‘morena’. Nesse ponto retire do forno com cuidado, não vá se queimar ou deixar tudo cair logo agora…

2013-09-08 13.19.17

Redima-se com o seu cardiologista, mostrando a ele que a camada de sal grosso sai praticamente inteira, e o restinho que ficou você vai tirando com um garfo. Transfira a peça para outro vasilhame e retire o excesso do fundo.

2013-09-08 14.42.06

2013-09-08 14.46.05

2013-09-08 14.47.50

Retire os palitos e transfira para o recipiente que irá à mesa. Fatie com uma faca BEM AFIADA, e PELAMORDEDEUS, nem pense em usar faquinha de serra.

2013-09-08 14.54.44

2013-09-08 14.55.14

Para fazer as pazes de vez com o cardiologista, escolha arroz branco e salada verde para acompanhar.

No meu caso (ainda não tenho cardiologista), acrescentei uma farofa de azeitonas pretas, banana, cebola, cheiro verde e ovos.

2013-09-08 14.17.50

2013-09-08 14.39.46

2013-09-08 14.50.20

2013-09-08 14.53.48 2013-09-08 14.56.02

SALUT!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: