Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo da tag: 2014

Clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro terá esquema especial de trânsito

BHTrans orienta torcedores a utilizar transporte público nesta quarta (12).

Várias vias no entorno do Estádio Independência serão interditadas.

 

A Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) vai implantar nesta quarta-feira (12) um esquema especial de trânsito para atender aos torcedores que forem ao Estádio Independência, no bairro Horto, Região Leste de Belo Horizonte.

Atlético-MG e Cruzeiro se enfrentam no primeiro jogo da final da Copa do Brasil.

Segundo a BHTrans, o transporte coletivo é a melhor opção. A linha 9033 (Arena Independência/ Centro) começa a operar a partir das 20h30. O intervalo de viagens será de 20 minutos ou de acordo com a demanda de passageiros.

Pontos de embarque da linha 9033:

– Rua dos Tamoios, 873 (entre Rua Rio Grande do Sul e Avenida Olegário Maciel);
– Rua Santa Catarina, 201 (entre Avenida Augusto de Lima e Avenida Amazonas);
– Avenida Amazonas, 709 (entre Rua Tupis e Rua São Paulo);
– Rua Tamoios, 33 (entre Avenida Afonso Pena e Rua da Bahia);
– Avenida Assis Chateaubriand, 499 (próximo ao Teatro Alterosa);
– Rua Pitangui, 2.756, entre ruas Santa Marta e Barão de Cocais.

Além do transporte especial, as linhas 4802A (Pindorama/ Boa Vista), 8001A (Santa Inês/ BH Shopping), 9105 (Nova Vista/ Sion), 9205 (Nova Vista/ Nova Cintra), 9402 (Santa Inês/ Santo André), 9405 (Instituto Agronômico/ Monsenhor Messias) e 9414 (Santa Inês/ João Pinheiro) também atendem à região do estádio.

Interdição
Torcedores também devem ficar atentos às alterações no trânsito. As vias abaixo serão interditadas, com exceção ao tráfego de moradores:

– Rua Pitangui, trecho entre a Rua Nancy de Vasconcellos Gomes e Rua Conselheiro Rocha;- – Rua Ismênia Tunes;
– Rua Marciolina Montijo;
– Rua Alexandre Tourinho;
– Rua Mario de Andrade Gomes;
– Rua Manoel Cailaux;
– Rua Córrego da Mata, trecho entre Rua Nancy de Vasconcelos Gomes e Rua Ismênia Tunes;
– Rua São Felipe, trecho entre a Rua Pitangui e Rua Genoveva de Souza;
– Rua Santa Clara, trecho entre a Rua Pitangui e Rua Genoveva de Souza;
– Rua João Carlos, trecho entre a Rua Pitangui e Rua Genoveva de Souza.

Trânsito será alterado no entorno do Estádio IndependênciaTrânsito será alterado no entorno do Estádio Independência

Estacionamento
Motoristas também não vão poder estacionar nas vias abaixo:
– Rua Alabastro, entre Rua Pitangui e Avenida Silviano Brandão;
– Rua Nancy de Vasconcelos, entre Rua Pitangui e Avenida Silviano Brandão;
– Rua Vicentina de Souza, entre Rua Jacques Luciano e Rua João Carlos
– Rua Genoveva de Souza, entre Rua Jacques Luciano e Rua João Carlos
– Rua João Carlos, entre Rua Jacques Luciano e Rua Santa Clara
– Rua Santa Clara, entre Rua João Carlos e Rua Vicentina de Souza
– Rua São Felipe, entre Rua João Carlos e Rua Santíssima Trindade
– Rua Santíssima Trindade, entre Rua Volta Grande e Rua Jacques Luciano

Agentes da BHTrans vão monitorar o tráfego no local.

 

FONTE: G1.


Gabarito oficial do Enem já está disponível na página do Inep

Candidatos já podem acessar o documento no site do Instituto.

Resultado final do exame será divulgado apenas em janeiro

enem

O gabarito do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já está disponível na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O resultado final do exame será divulgado apenas em janeiro.

Mesmo com o gabarito em mãos os candidatos não conseguirão saber a nota que tiraram, porque o sistema de correção do Enem usa a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), ou seja, o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, um item que teve grande número de acertos será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. O estudante que acertar uma questão com alto índice de erros ganhará mais pontos por aquele item.O Enem foi aplicado no último final de semana a mais de 6,2 milhões de estudantes em 1,7 mil cidades em todo o país. No primeiro dia (8), eles responderam a questões de ciências e de ciências da natureza. No segundo dia (9), foram questões de linguagens, códigos e matemática.

FONTE: Estado de Minas.


Copa do Brasil
DECISÃO HISTÓRICA
Unidos pela alegria (pelo menos por um dia)
Felicidade pela classificação às finais da competição leva atleticanos e cruzeirenses a deixar por enquanto a rivalidade de lado para saborear o momento mágico

 

 

A classificação às finais da Copa do Brasil uniu atleticanos e cruzeirenses numa só comemoração. Pelo menos por enquanto. Exultantes em ver os times de outros estados, principalmente paulistas e cariocas, de fora da festa, os grandes rivais mineiros festejaram em harmonia o grande momento do futebol de Minas, por meio das redes sociais e nas coloridas ruas de Belo Horizonte. No dia seguinte à confirmação de Galo e Raposa na decisão, a capital mineira se vestiu de azul, preto e branco.

O alvinegro assegurou a vaga de forma heroica. Depois de perder por 2 a 0 no Rio, conseguiu virada histórica sobre o Flamengo, no Mineirão, eliminando o time de Vanderlei Luxemburgo com o mesmo placar (4 a 1) imposto ao Corinthians nas quartas de final. A Raposa, que havia vencido o jogo de ida contra o Santos por 1 a 0, no Mineirão, viu a equipe de Enderson Moreira inaugurar o marcador na Vila Belmiro, no primeiro minuto, sofrer o empate em seguida, mas chegar a 3 a 1 e se aproximar da classificação. Nos minutos finais, porém, igualmente na raça, os celestes buscaram o empate e se garantiram na decisão. Os jogos serão na quarta-feira, no Independência, e duas semanas depois, no Mineirão.
Copa do Brasil 3
PELA PAZ Irmanados na alegria, torcedores dos dois times dividiram a alegria por ver o futebol do país se render aos mineiros. Companheiros de trabalho numa loja da Savassi, a atleticana Gleice Aparecida de Moura e o cruzeirense Lucas de Paula posaram juntos e sorridentes para fotos.

O atleticano Gílson Lopes Bastos, de 51 anos, define o momento como mágico e destaca o bom trabalho das divisões de base de ambos os clubes, mas confessou não saber até quando o clima de festa recíproco persistirá. “É muito preocupante, porque esse respeito vai durar pouco. É sempre assim em clássicos, infelizmente. Os torcedores precisam aprender que violência não faz parte do bom futebol. Um momento como este merece um comportamento digno do torcedor.”

O cruzeirense Bruno Diniz Andrade, de 18 anos, concorda e espera que a rivalidade histórica seja alimentada pelo respeito mútuo. “Essa alegria, essa cumplicidade, a gente sabe que vai até o dia do jogo. Depois, é só rivalidade. Mas os torcedores precisam entender que violência não combina com esporte. Tem de haver respeito.”

Melhores amigos, o atleticano Rodrigo Rachid, de 38, e a cruzeirense Raquel Delage, de 27, são exemplo de convivência saudável. Eles conversavam na Praça da Savassi sobre o bom momento da dupla mineira no cenário nacional. E torciam pelo retorno dos jogos sem torcedores de apenas um time. “A final teria de ser histórica em todos os sentidos, com as duas torcidas em campo”, salientou Raquel. “A maioria não pode pagar pelos erros de uma minoria. Os órgãos competentes têm a obrigação da segurança. Seria lindo com as duas torcidas, como a festa pede”, emendou Rodrigo.


“O futebol mineiro vive um momento especial, tem os melhores centros esportivos e a melhor administração. BH é a capital do futebol e vamos nos manter na paz até o fim”

Weslei Danilo dos Santos, 31 anos, atleticano

“Foram fundamentais para o futebol mineiro as duas conquistas. Agora, só tende a melhorar. Ganhamos o respeito. Foi muito bom”
Pablo Henrique, 20 anos, atleticano

“Mostramos que não precisamos da mídia do eixo Rio-São Paulo. Bastou acreditar. Agora, precisamos ter tranquilidade para não estragar a festa”
Geórgia Cortes, 18 anos, atleticana

“Foi uma classificação magnífica, mas o que me preocupa daqui para a frente é a rivalidade, como os torcedores vão administrá-la”

Aline Sandler, 23 anos, cruzeirense

“Minas é o melhor lugar para se viver, né? Está aí o segredo do sucesso. Vamos deixar que essa rivalidade só exista dentro de campo”
Rodrigo Alves, 31 anos, cruzeirense

“Acho que o fator casa também contribuiu muito para o sucesso do futebol mineiro. Agora, temos de comemorar. Brigar por causa de futebol é besteira”

Guilherme Maia Silva, 18 anos, cruzeirense

FONTE: Estado de Minas.


Copasa garante que moradores da Grande BH terão água até o fim da tarde de domingo

Corte atinge 115 bairros de Belo Horizonte e 11 cidades da região. Se houver casos em que a falta d’água permaneça até amanhã, o consumidor pode acionar a concessionária pelo telefone 115

CopasaAdutoras da estatal: meta é fornecer 400 litros por segundo a mais

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) promete que até o fim da tarde, o abastecimento na rede de água será retomado nos 115 bairros de Belo Horizonte e em 11 cidades da região metropolitana que tiveram o fornecimento suspenso ontem. Ao todo, cerca de 1,6 milhões de consumidores foram afetados. O corte ocorreu, segundo a empresa, para permitir a ampliação do sistema de produção de água Rio Manso. As obras foram adiantadas em seis meses, por causa da estiagem que atingiu toda o Sudeste brasileiro. A normalização será feita de forma gradual. Se houver casos em que a falta d’água permaneça até amanhã, o consumidor pode acionar a concessionária pelo telefone 115. 

Além de comunidades das regiões Noroeste, Norte, Oeste, Barreiro e Sul de BH, foram afetados 24 bairros de Betim, 24 de Contagem, 20 de Vespasiano e 16 de Ibirité. Os municípios de Igarapé, Mário Campos, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa e Sarzedo tiveram o fornecimento completamente cortado para a operação. Segundo a Copasa, a suspensão ocorreu apenas devido às obras e, apesar da estiagem, não há risco de desabastecimento ou de racionamento de água. Em caso de imprevistos, a estatal admite usar caminhões-pipa para abastecimento de emergência em serviços de educação e saúde.

Por meio da duplicação de 4,5 quilômetros da adutora do Sistema de Produção Rio Manso, a Copasa ampliará de imediato em cerca 400 litros por segundo a oferta de água tratada em BH e região metropolitana. Essa é a primeira etapa do projeto, que pretende aumentar a produção total do sistema de 4 metros cúbicos por segundo (m3/s) para 5,8m3/s e duplicar 16 quilômetros da adutora.

FONTE: Estado de Minas.


Ampliação de sistema da Copasa vai deixar 1,6 mi de consumidores sem água no sábado

A falta de abastecimento vai atingir moradores de Belo Horizonte e de 11 municípios da região metropolitana. Companhia informou que a Grande BH não corre risco de desabastecimento por causa da estiagem

água

Obras para a ampliação do sistema de produção de água Rio Manso vai deixar Bairros de Belo Horizonte e outros 11 municípios da região metropolitana sem água no próximo sábado. Ao todo, 1,6 milhão de pessoas serão atingidas. A medida, anunciada nesta terça-feira pela Copasa, foi adiantada em seis meses por causa da estiagem que atingiu a Região Sudeste do Brasil. A companhia afirmou que não há risco, até o momento, da Grande BH passar por racionamento. 

 VEJA TAMBÉM: O QUE FUNCIONA OU NÃO NO DIA DE FINADOS!

A falta de água vai começar no início da noite de sábado. A previsão é que o abastecimento seja normalizado ao longo do dia de domingo.
O serviço de ampliação foi estimado em R$ 500 milhões por meio de contrato de Parceria Público-Privada. As obras serão para a ampliação da estação de tratamento de água, das elevatórias de água bruta e tratada, adequação das subestações elétricas, duplicação da adutora de água tratada de aproximadamente 16 quilômetros, construção de uma central geradora de energia elétrica, além de reservatórios. 

Com a duplicação da adutora, a Copasa vai ampliar em aproximadamente 300 litros por segundo a oferta de água tratada para a capital mineira e municípios da região metropolitana. Essa será a primeira etapa do projeto, que vai aumentar de 4 para 5,4 metros cúbicos por segundo a produção total do sistema. 

A previsão que se construa um moderno centro de operação regional com tecnologia de ponta. Ele será conectado ao Centro de Operações de Sistemas (COS) da Copasa. Depois da implantação, ações operacionais poderão ser feitas com mais agilidade.

Veja os bairros e municípios atingidos

BELO HORIZONTE

REGIÃO NOROESTE – Caiçara, Caiçara Adelaide, Cabana, Califórnia, Conjunto Califórnia, Camargos, Coqueiros, Engenho Nogueira, Filadélfia, Glória, Jardim Montanhês, Monsenhor Messias, Padre Eustáquio, Pedro II, Patrocínio, Pindorama, São José e São Salvador;

REGIÃO NORTE – Bandeirantes, Braúnas, Castelo, Céu Azul, Enseada das Garças, Esplendor, Garças, Jardim Leblon, Jardim dos Comerciários, Mantiqueira, Nova York, Nova Pampulha, Ouro Preto, Paquetá, Santa Terezinha, Serrano, Trevo e Xangrilá; 

REGIÃO SUDOESTE – Araguaia, Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Bairro das Indústrias, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Brasil Industrial, Bonsucesso, Buritis, Cabana, Cardoso, Cinqüentenário, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Betânia, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto João Paulo II, Conjunto Túnel de Ibirité, Cristo Redentor, Diamante, Durval de Barros, Estoril, Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Flávio Marques Lisboa, Gameleira, Havaí, Ipiranga, Itaipu, Jatobá, Lindéia, Jardim América, Jardinópolis, Madre Gertrudes, Mansões, Marajó, Marilândia, Maringá, Milionários, Miramar, Morro das Pedras, Nosso Lar, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Olaria, Novo das Indústrias, Palmeiras, Parque São José, Pongelupe, Regina, Resplendor, Salgado Filho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, São Joaquim, Sical, Serra do José Vieira, Solar, Teixeira Dias, Tirol, Urucuia, Vila Conquista, Vila Cemig, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa e Vista Alegre;

REGIÃO SUL – São Bento e Santa Lucia

BETIM – Arquipélago Verde, Bandeirinhas, Campos Elíseos, Capelinha, Chácaras Reunidas Guaracyaba, Cruzeiro, Distrito Industrial Bandeirinhas, Duque de Caxias, Estâncias do Sereno, Guanabara, Icaivera, Industrial São Luiz, Jardim Piemonte, Petrovale, PTB, Santa Cruz, São Caetano, São Luiz, São Miguel, Vila Andorinha, Vila Cristina, Vila Kennedy, Vila Universal e Vila Verde.

CONTAGEM – Todo o município, exceto:

REGIÃO NOVA CONTAGEM – Colonial, Condomínio Nosso Rancho, Darci Ribeiro, Icaivera, Nova Contagem, Novo Retiro, Retiro, Tupã, Vila Estaleiro e Vila Renascer;

REGIÃO DO PETROLÂNDIA – Beija Flor, Canadá, Campo Alto, Olhos D’água, Petrolândia, Quintas do Jacuba, Recreio dos Caiçaras, Santa Helena, São Caetano, São Miguel, Solar da Madeira, Tropical, Vila Belém e Vila Cristina.

IBIRITÉ – Bela Vista, Cascata, Colorado, Jardim das Rosas, José do Prado, Montreal, Mantiqueira, Ouro Negro, Palmares, Parque Durval de Barros, Petrolina, Piratininga, Serra Dourada, Sol Nascente, Vila Ideal e Washington Pires.

IGARAPÉ – Todo município.

MÁRIO CAMPOS – Todo município.

PEDRO LEOPOLDO – Todo o município, exceto os Bairros Fidalgo e Sumidouro.

RIBEIRÃO DAS NEVES – Todo o município.

SÃO JOAQUIM DE BICAS – Todo município.

SÃO JOSÉ DA LAPA – Todo o município.

SARZEDO – Todo município.

VESPASIANO – Bela Vista, Bom Sucesso, Célvia, Condomínio Mangueira, Jardim Encantado, Jardim da Glória, Jequitibá, Morro Alto, Morro do Cruzeiro, Morro Quaresma, Nova Iorque 4ª Sessão, Nova Pampulha, Novo Horizonte, Parque Jardim Maria José, Parque São Pedro, Pouso Alegre, Santa Maria, Santa Cruz, Vida Nova e Vila Esportiva.

 

Dia sem água na Grande BH
Corte para obras no sistema Rio Manso vai atingir 115 bairros da capital e 11 cidades da região metropolitana.
Normalização no fornecimento amanhã será gradual

 

 

O sistema Rio Manso, em Brumadinho, terá capacidade ampliada (Jackson Romanelli/EM/D.A Press - 27/6/11)
O sistema Rio Manso, em Brumadinho, terá capacidade ampliada

Consumidores de 115 bairros de Belo Horizonte e de outras 11 cidades da região metropolitana vão ficar sem água até amanhã. De acordo com a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), cerca de 1,6 milhão de pessoas serão afetadas. A água voltará de forma desigual, ao longo de amanhã. O corte é para permitir obras de ampliação do sistema de produção de água Rio Manso, que foram adiantadas em seis meses por causa da estiagem que atingiu a Região Sudeste do Brasil.

Além dos bairros das regiões Noroeste, Norte, Oeste, Barreiro e Sul de BH, serão atingidos 24 bairros de Betim, 24 de Contagem, 20 de Vespasiano e 16 de Ibirité. Os municípios de Igarapé, Mário Campos, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa e Sarzedo terão o fornecimento completamente cortado para a operação. Segundo a Copasa, não há risco de desabastecimento ou de racionamento.

Por meio da duplicação de 4,5 quilômetros da adutora do Sistema de Produção Rio Manso, a Copasa ampliará em cerca 300 litros por segundo a oferta de água tratada em BH e região metropolitana. Essa é a primeira etapa do projeto, que pretende aumentar a produção total do sistema de 4m para 5,8m cúbicos por segundo e duplicar 16 quilômetros da adutora. O projeto de ampliação do sistema Rio Manso tem o custo de R$ 500 milhões e está sendo feito por meio do contrato de parceria público-privada firmado entre a Copasa e a Odebrecht Ambiental, braço do Grupo Odebrecht na área de saneamento.

FONTE: Estado de Minas.


O Dia do Servidor Público, que será comemorado na sexta-feira (31), e é considerado ponto facultativo, de acordo com a Lei Federal número 10.607 de 2012 e no domingo, 2 de novembro, Dia de Finados, os órgãos da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte irão funcionar em expediente reduzido.

Feriado

Confira o que abre e fecha em BH para estas datas:

Abastecimento

• Mercado do Cruzeiro (Rua Ouro Fino, 452, Cruzeiro) – Abre na sexta e no sábado, das 8h às 18h. No domingo, funciona das 8h às 13h.
• Central de Abastecimento Municipal (Rua Maria Pietra Machado, 125, Bairro São Paulo) – Abre na sexta e no sábado, das 8h às 18h. No domingo, funciona das 8h às 13h.
• Feira Coberta do Padre Eustáquio (Rua Pará de Minas, 821, Padre Eustáquio) – Abre na sexta e no sábado, das 8h às 18h. No domingo, funciona das 8h às 13h.
• Sacolões Abastecer – Abrem na sexta e no sábado, das 8h às 18h. No domingo, o funcionamento será facultativo.
• Feiras livres – Funcionam na sexta e no sábado, das 8h às 18h. No domingo, o funcionamento será facultativo.
• Feiras Modelo – Não funcionam às sextas-feiras e finais de semana.
• Feira de Orgânicos – Funciona na sexta e sábado, das 7h às 12h. Não funciona aos domingos.
• Banco de Alimentos (Rua Tuiutí, 888, Padre Eustáquio) – não funcionará de sexta a domingo.
• Armazéns da Roça (Rodoviária, 2º Piso, Centro, e Rua Maria Pietra Machado, 125, Bairro São Paulo) – Funcionam de sexta a sábado, das 8h às 13h.
• Direto da Roça – Funciona sexta e sábado, das 7h às 13h. No domingo, o funcionamento será facultativo.
• Mercado da Lagoinha (Avenida Antônio Carlos, 821, São Cristóvão) – Não funciona de sexta-feira a domingo.
• Restaurantes Populares I, III e IV – Abrem na sexta-feira, em horário normal. Nos finais de semana, não funcionam.
• Refeitório Popular da Câmara Municipal (Avenida dos Andradas, 3.100, Santa Efigênia) – Não funciona na sexta-feira. Não abre aos finais de semana.

Plantão de chuvas

• O plantão da Defesa Civil funciona 24 horas por dia, todos os dias, inclusive aos domingos e feriados. Os telefones são o 199 e o 3277-8864.

Limpeza Urbana

• Todo o serviço de limpeza urbana funciona normalmente.

Equipamentos culturais

• Museu Histórico Abílio Barreto (Avenida Prudente de Morais, 202, Cidade Jardim) – Abre de sexta a domingo, das 10h às 17h.
• Museu de Arte da Pampulha (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16.596, Pampulha) – Fica fechado para montagem de exposição.
• Casa do Baile (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 751, Pampulha) – Abre de sexta a domingo, das 9h às 18h.
• Centro de Referência da Moda (Rua da Bahia, 1.149, Centro) – Fica fechado de sexta a domingo.
• Arquivo Público da Cidade (Rua Itambé, 227, Floresta) – Fica fechado de sexta a domingo.

Transporte

• As linhas do sistema de transporte coletivo gerenciadas pela BHTrans circulam com os quadros de horários normais de sexta a domingo.

Parques e Zoológico

• O Parque Municipal Américo Renné Giannetti (Avenida Afonso Pena, 1.377, Centro) fica aberto das 6h às 18h, de sexta a domingo. Os demais parques funcionam das 8h às 17h.
• O Mirante do Mangabeiras (Rua Pedro José Pardo, 1.000, Mangabeiras) funciona normalmente entre sexta e domingo, das 10h às 22h.
• Os equipamentos da Fundação Zoo-Botânica funcionam normalmente entre sexta e domingo. O Jardim Zoológico e o Jardim Botânico, das 8h30 às 16h; o Aquário do Rio São Francisco (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 8.000, Pampulha), das 9h às 16h; e o Parque Ecológico da Pampulha (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 6.061, Pampulha), das 8h30 às 17h.

Postos de Informação Turística

• Centro de Referência Turística de Belo Horizonte Álvaro Hardy – Veveco (Avenida Otacílio Negrão de Lima, 855, São Luiz) – Abre na sexta, das 8h às 22h. No sábado e no domingo, funciona das 8h às 17h.
• Posto de Informação do Mercado das Flores (Avenida Afonso Pena, 1.055, Centro) – Abre na sexta, das 9h às 18h. No sábado e no domingo, funciona das 8h às 15h.
• Posto de Informação do Aeroporto Pampulha (Praça Bagatelli, 204, Aeroporto) – Abre na sexta, das 8h às 17h. No sábado, funciona das 8h às 16h e, no domingo, das 13h às 18h.
• Posto de Informação do Aeroporto de Confins (Rodovia MG-10, Confins) – Abre na sexta, das 8h às 22h. No sábado e no domingo, funciona das 8h às 17h.
• Posto de Informação da Rodoviária (Praça Rio Branco, Centro) – Abre na sexta, das 8h às 18h. No sábado e no domingo, funciona das 8h às 17h.
• Posto de Informação do Mercado Central (Avenida Augusto de Lima, 744, Centro) – Abre na sexta e no sábado, das 8h às 18h. No domingo, funciona das 8h às 13h.

BH Resolve

• Fica fechado de sexta a domingo.

Saúde

• Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Hospital Municipal Odilon Behrens, Central de Internação, Samu e os laboratórios das UPAs funcionam durante 24 horas por dia.
•Centros de saúde, Centro de Controle de Zoonoses, Laboratório de Zoonoses, Centros de Especialidades Médicas (CEMs), Centro de Treinamento e Referência (CTR), Unidades de Referência Secundária (URSs), Centro Municipal de Imagem (CMI), Centro Médico de Oftalmologia (CMO), Centros de Reabilitação (CREABs), Farmácia Distrital, Centros de Convivência, Laboratórios Distritais e Central – não funcionam de sexta a domingo.
• Cersams e Serviços de Urgência Psiquiátrica Noturno – Funcionam com escala mínima durante o dia e à noite o expediente é normal.

FONTE: Hoje Em Dia.



%d blogueiros gostam disto: