Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo da tag: 80%

 

Oitenta quilos mais magra, americana se recusa a sair de camisa em revista

Brooke Birmingham enviou a imagem à esquerda para a Shape. Na imagem da direita, a blogueira aparece antes de emagrecer 80 quilos

  • Brooke Birmingham enviou a imagem à esquerda para a Shape. Na imagem da direita, a blogueira aparece antes de emagrecer 80 quilos

Muitas mulheres que emagreceram bastante têm como sonho ter sua história contada em uma revista para servir de motivação para quem está acima do peso. No entanto, a blogueira Brooke Birmingham, que emagreceu ao todo 80 quilos em quatro anos, resolveu não permitir a publicação de sua história na revista Shape americana.

É que depois de contar seu relato para a repórter da publicação, Brooke mandou algumas imagens suas antes e depois de emagrecer, sendo que uma delas mostra o abdome flácido, resultado do emagrecimento.

Em seu blog, a americana relata que depois da repórter receber o material, ela recebeu um novo e-mail pedindo para que ela enviasse novas imagens, só que desta vez cobrindo o corpo.

Decepcionada com a publicação, Brooke mandou um e-mail criticando a postura editorial de não publicar sua imagem com a barriga de fora e pediu para que suspendessem a matéria com sua história de emagrecimento.

Para a blogueira, a revista não tem interesse em mostrar as imperfeições de “mulheres reais”, o que faz com que muitas leitoras tenham vergonha do próprio corpo.

No blog, Brooke revelou que fazia questão de não se esconder atrás de uma camiseta ou de programas de edição de imagem, como Photoshop. “A revista deveria mostrar meu corpo como ele é para dar aos leitores esperança. Esperança de que eles podem emagrecer de forma natural e saudável, e que se mesmo depois de tanto esforço não ficarem com o corpo perfeito, não devem ter vergonha das imperfeições”, escreveu.

“Passei muitos anos odiando e escondendo um corpo que eu tinha vergonha porque não correspondia ao ideal de beleza da sociedade. O pedido para enviar uma foto vestindo camisa fez com que eu sentisse que deveria, novamente, ter vergonha de mim.”, finalizou a blogueira.

De acordo com o site E!,  uma porta-voz da revista Shape afirmou que o ocorrido não passou de um mal entendido com a repórter. “Os comentários feitos sobre a política editorial da revista não são verdadeiros, pois a Shape se orgulhar de valorizar histórias de mulheres como a de Broke. Qualquer indicação de que não publicaríamos a foto é errado, pois nós teríamos ficado orgulhosos de divulgar essa história inspirada”, declarou.

FONTE: UOL.


Uma foto circula na internet, sugerindo uma possível série de impedimentos a partir da Presidente da República que redundaria na posse, como Chefe do Executivo, do Presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa.

A maravilhosa situação (para os fãs do Presidente do STF) é justificada a partir do artigo 80 da Constituição Federal, e claro que é hipotética, não se visualiza no cenário atual possibilidade alguma de um efeito cascata tão grande e traumático.

JB

Mas, a despeito da tristeza de muitos, a Constituição Federal não pode ser interpretada pela leitura e análise de somente um artigo, mas de todos. E o artigo seguinte joga uma pá de cal nos sonhos de quem compartilha esta imagem: a emenda ficaria muito, mas muito mesmo, pior que o soneto.

JB-1

Art. 80 – Em caso de impedimento do Presidente e do Vice-Presidente, ou vacância dos respectivos cargos, serão sucessivamente chamados ao exercício da Presidência o Presidente da Câmara dos Deputados, o do Senado Federal e o do Supremo Tribunal Federal.

Art. 81 – Vagando os cargos de Presidente e Vice-Presidente da República, far-se-á eleição noventa dias depois de aberta a última vaga.

§ 1º – Ocorrendo a vacância nos últimos dois anos do período presidencial, a eleição para ambos os cargos será feita trinta dias depois da última vaga, pelo Congresso Nacional, na forma da lei.

§ 2º – Em qualquer dos casos, os eleitos deverão completar o período de seus antecessores.

É esta a situação, pessoal: aberta a última vaga (vice presidência), assumiria o Presidente da Câmara e o Senado já começaria a preparar a nova eleição.

Caindo o Presidente da Câmara, assumiria o Presidente do Senado (e a preparação da nova eleição caminhando).

Caindo o Presidente do Senado, assumiria o Presidente do STF. Ou, talvez não, caso o Senado já tenha realizado a nova eleição. Mesmo que ainda não houvesse sido realizada a nova eleição na posse dele, ficaria por poucos dias.

E o nosso Senado… Elegeria um dos seus para completar o mandato da Dilma.

Em linguagem de funkeiro, ‘tamo no sal’.

Cautela, povo…


Tenho uma empregada doméstica que trabalha comigo há mais de 20 anos. Sua remuneração foi sempre fixada através de carteira de trabalho e foi recolhida a quantia equivalente ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Atualmente o seu salário mensal corresponde a doi salários mínimos. É possível que ela obtenha aposentadoria com esse valor? Para obter aposentadoria com esse valor, durante quantos anos tem que fazer a contribuição equivalente?

• Maria Eugênia Dias de Oliveira, por e-mail

Clara Lúcia Campos Siqueira – Advogada, pós-graduada em Direito Previdenciário:

A empregada fará jus a aposentadoria por tempo de contribuição, independentemente da idade, quando implementar 30 anos de contribuição, sendo certo que haverá incidência do fator previdenciário sobre a média de 80% maiores contribuições a partir da competência de julho de 1994. De forma que quanto maior a idade no momento da aposentadoria, maiores serão as chances de a renda mensal inicial ser semelhante à remuneração do trabalhador.

aposentadoria-7

Ela fará jus a aposentadoria também por idade, com a incidência opcional do fator previdenciário, quando completar 60 anos, uma vez que já atendeu o requisito de carência, que é de 180 contribuições.

Para aferição da renda mensal inicial da aposentadoria por idade, além da média de 80% maiores contribuições a partir da competência de julho de 1994, haverá incidência do coeficiente de 70%, mais 1% por cada ano de contribuição, de forma que se a empregada tiver 30 anos de contribuição, aos 60 anos de idade, a renda será equivalente a 100% da média.

O ideal é fazer uma simulação de valores antes de requerer a aposentadoria.

Maiores informações no site da Previdência: http://www.previdencia.gov.br.
INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES
Trabalhadores da iniciativa privada
Simulação da contagem de TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO. CLIQUE AQUI!
Simulação do VALOR DO BENEFÍCIO. CLIQUE AQUI!
Previdência no serviço público – RPPS
Os servidores públicos titulares de cargos efetivos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios possuem direito a Regime Próprio de Previdência Social conforme está previsto no art. 40 da Constituição Federal.Os regimes próprios são instituídos e organizados pelos respectivos entes federativos de acordo com as normas estabelecidas na Lei nº 9.717/98, que iniciou a regulamentação desses regimes. A partir da instituição do regime próprio, por lei, os servidores titulares de cargos efetivos são afastados do Regime Geral de Previdência Social – RGPS.Abaixo são apresentadas serviços e informações referentes a temas específicos da previdência no serviço público:

FONTE: Estado de Minas e Previdência.


%d blogueiros gostam disto: