Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo da tag: 9

Celulares passam a ter um 9 à frente do número neste domingo

Aplicativos fazem a troca automaticamente, mas, nos aparelhos mais antigos, a alteração tem que ser manual

As 26,5 milhões de linhas de telefone móvel em Minas Gerais terão nove dígitos a partir de amanhã.
.
A medida cumpre a resolução da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), de 14 de dezembro de 2010, que busca aumentar a disponibilidade de números na telefonia celular e dar continuidade ao processo de padronização da marcação das chamadas, além de garantir a disponibilidade de espaço para novas aplicações e serviços. Para evitar a árdua tarefa de colocar o algarismo 9 na frente de cada contato, operadoras disponibilizam aplicativos para a atualização da agenda, porém, a tecnologia só é aplicada para quem tiver smartphones. Os demais deverão fazer a troca manualmente..
A medida passa a valer agora, mas, até o dia 20 de outubro, as chamadas feitas com oito dígitos ainda serão completadas normalmente. Portanto, há um prazo de 10 dias para que os usuários se adaptem à alteração. Já a partir do dia 21, as chamadas não serão mais completadas e uma gravação fará o aviso sobre a mudança, que vale também para os estados da Bahia e Sergipe. A partir de 20 de novembro, as mensagens de SMS e MMS não serão enviadas caso o usuário persista em usar oito dígitos e, a partir de 19 de janeiro de 2016, as chamadas dos DDDs que tenham ganhado o nono dígito ouvirão a mensagem de número inexistente sem qualquer orientação caso o cliente digite apenas oito números. Os números que são usados como terminais de rádio não mudam..
O ganho de mais um dígito é gratuito e não altera o saldo de créditos dos assinantes de telefones pré-pagos, assim como a validade dos créditos que também não sofrerá alteração pela mudança. Para quem estiver em processo de portabilidade, a Anatel garante que não haverá problema e o procedimento ocorrerá normalmente. Quem ligar de qualquer telefone – seja fixo ou móvel – para um telefone celular que tenha o nono dígito acrescentado terá de acrescentar o 9 antes do número antigo para que a ligação seja completada. As ligações para outros estados continuarão sendo feitas da mesma forma: 0 + Código da Operadora + Código de Área + 9 e o número do celular.

.

A medida vale apenas para linhas móveis, o que inclui mini-modem e máquinas de cartão. O usuário que tem dois chips em um único aparelho deve atualizar ambos. A mudança afetará todos os celulares dos DDD 31, 32, 33, 34, 35, 37 e 38, em Minas Gerais. Desde de 2012, estados brasileiros estão ganhando o nono dígito de acordo com o cronograma estabelecido pela Anatel. São Paulo foi o primeiro, seguido por Rio de Janeiro e Espírito Santo, em 2013. Em novembro do ano passado, foi a vez do Pará, Amazonas, Roraima, Amapá e Maranhão ganharem o algarismo. Este ano, em maio, Pernambuco, Alagoas, Paraíba, Ceará, Rio Grande do Norte e Piauí tiveram a alteração. O objetivo da Anatel é de que, até 31 de dezembro de 2016, as linhas móveis de todo o país sejam alteradas.
.
Aplicativos
.De acordo com a Anatel, cabe ao próprio usuário providenciar essa mudança em sua agenda de contatos. As operadoras disponibilizam aplicativos para facilitar essa alteração da agenda e Embratel também lançou o seu, assim como a mineira Leucotron Telecom. Todos eles estão disponíveis para versões Android e iOS e, de acordo com as empresas de telefonia, os clientes estão sendo avisados sobre as alterações e sobre a existência dos aplicativos, via SMS. Além disso, as operadoras têm páginas na internet com mais informações. Todos os apps são gratuitos e podem ser baixados por qualquer pessoa, cliente ou não da empresa.
.

Segundo informou a Leucotron, seu aplicativo funciona para todas as operadoras e permite relacionar os números que serão modificados, adicionar DDD, e incluir Código de Seleção de Prestadora (CSP). A atualização é inteligente e pode ser feita de forma automática, pois o aplicativo identifica as operadoras que já estão trabalhando com o nono dígito e que, portanto, merecem o acréscimo do nove.

.

FONTE: Estado de Minas.


Avenida Silviano Brandão terá trecho de ‘mão inglesa’

Mudança será entre Rua Capuraque e Avenida Cristiano Machado
Linhas 62 e 66 vão ter pontos alterados.

O trânsito na Avenida Silviano Brandão, na Região Leste de Belo Horizonte, será alterado a partir desta quinta-feira (9). Segundo a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), o trecho entre a Rua Capuraque e a Avenida Cristiano Machado passa a ter circulação de mão inglesa.

Ainda de acordo com a empresa, a mudança visa melhorar a futura circulação do BRT. As linhas de ônibus 62 e 66 vão ter pontos alterados. Haverá informação no local.

Por causa da mudança, os motoristas devem ficar atentos com os trajetos. Veja no mapa como vão ficar as circulações pelas vias. Outras informações no site da BHTrans.

Mapa Avenida Silviano Brandão (Foto: Divulgação / BHTrans)

FONTE: G1.


CO 152/2013 – Paralisação do Sistema Produtor Rio das Velhas – DIA 1º/09

A Copasa programou para o próximo domingo, 1º de setembro, a paralisação do Sistema Rio das Velhas, localizado em Nova Lima – o maior complexo produtor de água tratada da empresa. A medida tem por objetivo a execução dos serviços complementares da obra de ampliação da unidade. A previsão é que o abastecimento seja normalizado, de forma gradativa, no decorrer da noite de domingo e na madrugada da segunda-feira, 2/9.

O Sistema Rio das Velhas é responsável pelo atendimento com água tratada para cerca de 60% de Belo Horizonte e 40% da Região Metropolitana. A paralisação do sistema no próximo domingo atingirá bairros de Belo Horizonte, Nova Lima, Raposos, Sabará e Santa Luzia, englobando uma população de 2,2 milhões de pessoas.

Modernização e ampliação do Sistema Rio das Velhas
Devido à importância estratégica, a Copasa está realizando um grande investimento para garantir a segurança operacional do Sistema Rio das Velhas e para ampliar sua capacidade produtiva, que hoje alcança em média 520 milhões de litros de água tratada por dia. Nessa etapa do empreendimento, estão sendo investidos cerca de R$ 72 milhões. Dentre as mudanças previstas estão ainda a automação do sistema e consequente aumento da eficiência.

Os investimentos são necessários para que a capacidade de abastecimento acompanhe o crescimento acelerado da Região Metropolitana, garantindo a qualidade dos serviços prestados.

Para melhor aproveitar a paralisação do abastecimento, os trabalhos de manutenção no domingo alcançarão outros setores operacionais da Copasa, que também executarão variados serviços preventivos e corretivos em outras redes produtoras e distribuidoras de água tratada.

Regiões onde haverá suspensão do fornecimento de água

BELO HORIZONTE: Aarão Reis, Aeroporto, Alípio de Melo, Alto Barroca, Alto Colégio Batista, Alto dos Pinheiros, Alto Vera Cruz, Álvaro Camargo, Alvorada, Anchieta, Aparecida, Aparecida 7ª Seção, Baleia, Bandeirantes, Barro Preto, Barroca, Belmonte, Betânia, Boa Vista, Bom Jesus, Bonfim, Borges, Cabana, Cachoerinha, Caetano Furquim, Cafezal, Caiçara, Calafate, Califórnia, Campus da PUC, Campus da UFMG, Caparaó, Capitão Eduardo, Carlos Prates, Carmo, Casa Branca, Castanheira, Celeste Império, Celso Machado, Centro, Chácaras Montevidéu, Cidade Jardim, Cidade Nova, Cidade Universitária, Cinquentenário, Colégio Batista, Concórdia, Conjunto Califórnia, Conjunto Felicidade, Conjunto Itacolomi, Conjunto Novo Aarão Reis, Conjunto Ribeiro de Abreu, Conjunto Santa Maria, Conjunto Santos Dumont, Coração de Jesus, Coração Eucarístico, Cruzeiro, Da Graça, Dom Bôsco, Dom Cabral, Dom Joaquim, Dom Silvério, Dona Clara, Ermelinda, Esplanada, Estoril, ETE/Arrudas, Eymard, Fazendinha (Aglomerado da Serra), Fernão Dias, Flamengo, Floresta, Frei Eustáquio, Funcionários, Gameleira, Glória, Goiânia, Gorduras, Gorduras de Cima, Grajaú, Granja Werneck, Guarani, Gutierrez, Havaí, Heliópolis, Horto, Humaitá, Inconfidência, Indaiá, Industrial Rodrigues da Cunha, Instituto Agronômico, Ipanema, Ipiranga, Jaraguá, Jardim América, Jardim das Rosas, Jardim Pirineus, Jardim Taquaril, Jardim Vitória, João Pinheiro, Jonas Veiga, Lagoinha, Liberdade, Lourdes, Luxemburgo, Maria Goretti, Maria Virgínia, Mariano de Abreu, Minas Brasil, Minaslândia, Modelo, Monsenhor Messias, Monte Azul, Morro das Pedras, Nazaré, Nossa Senhora da Saúde, Nossa Senhora de Fátima, Nova Cachoeirinha, Nova Cintra, Nova Esperança, Nova Floresta, Nova Gameleira, Nova Granada, Nova Suíça, Nova Vista, Novo Aarão Reis, Novo Alvorada, Novo São Lucas, Ouro Preto, Padre Eustáquio, Palmares, Pampulha/São José, Paraíso, Parque Riachuelo, Patrocínio, Paulo VI, Pedreira Prado Lopes, Pedro II, Pindorama, Pirajá, Pompéia, Pousada Santo Antônio, Prado Lopes, Prado, Primavera, Primeiro de Maio, Primeiro de Novembro, Progresso, Providência, Recreio, Renascença, Ribeiro de Abreu, Rodrigues Cunha, Sagrada Família, Salgado Filho, Santa  Efigênia, Santa Amélia, Santa Cruz, Santa Inês, Santa Rosa, Santa Tereza, Santa Terezinha, Santo Agostinho, Santo André, Santo Antônio, São Bento, São Bernardo, São Cristóvão, São Francisco, São Gabriel, São Geraldo, São Gonçalo, São João Batista, São José, São Lucas, São Luiz, São Marcos, São Paulo, São Pedro, São Salvador, Saudade, Savassi, Senhora dos Passos, Serra, Silveira, Sion; Sumaré, Suzana, Tabelião Ferraz, Taquaril, Tupi, União, Universitário, Vera Cruz, Vila Brasília, Vila Canadá, Vila Indaia, Vila Ipê, Vila Luiz de Abreu, Vila Maria Aparecida, Vila Maria Virgínia, Vila Mauá, Vila Maura, Vila Nossa Senhora da Penha, Vila Oeste, Vila Paris, Vila Santa Maria, Vila Santo Agostinho, Vila Silveira, Vista Alegre e Vista do Sol.

NOVA LIMA: Sede do município, exceto a região das Seis Pistas, Jardim Canadá e Macacos.

RAPOSOS – Todo o município.

SABARÁ:
  Sede do município, exceto Distrito de Ravena.

SANTA LUZIA: Todo o município, exceto a região do São Benedito.

FONTE: Copasa.


O Programa de Trainee Ambev, que oferece vagas em todo o país, já está com inscrições abertas. Até o dia 6 de setembro, universitários no último ano da graduação ou recém-formados podem se inscrever a partir do site do programa (www.traineeambev.com.br). Os selecionados receberão salário inicial de R$ 4,9 mil.

A Ambev não estabelece limite de vagas de trainees. Os aprovados iniciam seu treinamento em janeiro de 2014. Ao final de dez meses, eles estarão preparados para cargos de liderança na companhia.

ambev

Podem participar do processo estudantes ou graduados em administração de empresas (diversas habilitações), administração pública, agronomia, agronegócios, análise de sistemas, biologia, bioquímica, biotecnologia, ciências contábeis, ciências da computação, ciência dos alimentos, comércio exterior, comunicação social (habilitação em marketing, jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas, comunicação mercadológica, comunicação e multimeios, propaganda e marketing), controladoria e finanças, design, direito, direito internacional, economia, engenharia (todas), estatística, farmácia, física, psicologia, química, matemática, processamento de dados, relações internacionais ou sistemas da informação.

A seleção é composta por testes online de perfil, inglês e raciocínio lógico. Após essa etapa, vêm as entrevistas individuais, que ocorrem por todo o país; painel de negócios presencial %u2013 no qual desenvolvem um case em equipe; provas presenciais de raciocínio lógico e entrevistas finais com o presidente e diretores da companhia.

Programa
No período de dez meses, os trainees aprendem sobre todas as áreas da companhia. Na primeira fase (primeiros cinco meses), eles passam dois meses nas unidades fabris da Ambev para conhecer o processo de produção de bebidas; ficam mais dois meses nos Centros de Distribuição Direta para aprender sobre as atividades da área comercial e depois participam, por um mês, de treinamento estratégico no prédio da administração central da companhia, em São Paulo, para se aprofundar na cultura Ambev e no conhecimento das áreas.

Na segunda metade do programa (os cinco últimos meses), os jovens escolhem uma área de interesse na qual recebem orientação dirigida e aprofundam os conhecimentos sobre suas atividades futuras. Durante esta etapa, os trainees passam por um período de treinamento intensivo no exterior.

FONTE: Estado de Minas.


No Brasil, brinquedo custa o mesmo que um apartamento: R$ 577.200
Nem tudo é de série: som opcional custa R$ 25 mil. Suspensão da Bavária não nasceu para Vassouras

RIO – O fim de semana tinha tudo para ser perfeito. Uma viagem de 110km até Vassouras no BMW Série 6 em sua versão mais feroz — a 650i. Repare que escrevi “tinha”… Andar com um carrão desses por aí não é fácil. De aparência elegante e porte generoso, o modelo é um provocador de torcicolos: não tem quem não vire a cabeça para vê-lo mais um pouquinho.

Alçado ao cume das atenções, o motorista escuta comentários maldosos e ganha o estigma de esbanjador. Há outras “dificuldades”: no trânsito, ninguém dá passagem, muitos ficam provocando para um pega (deve ser curiosidade para ver do que o BMW é capaz) e todos os guardadores esperam caixinhas gordas.

Pois é: o produto em si beira a perfeição, mas estacionar um carro de R$ 577.200 — o preço de um bom apartamento — ao lado de moradores de rua é quase ofensivo.

V8 com dois turbos

Anoitece na Dutra e os olhares curiosos somem. Assim dá para esquecer os dilemas da consciência. É hora de o BMW justificar sua existência. Acaricio o acelerador e ouço um rugido rouco. O generoso V8 de 4,4 litros traz dois turbos e um resultado brutal: são 407cv de potência e 61,1kgfm de torque (todo disponível logo a 1.750rpm).

Provoco um pouco e o 650i se transforma na experiência mais próxima que já tive de pilotar um foguete. Aceleração constante, sem turbolag, meu corpo é brutalmente apertado contra o banco. O câmbio automático ZF, de oito marchas, faz trocas rápidas como o pensamento (pasme, é a mesma caixa da picape Amarok). As aletas atrás do volante ficam na ponta dos dedos, em posição perfeita.

1, 2, 3, 4, 5. O tempo que você leva para ler os números ao lado é mais do que este Série 6 precisa para alcançar os 100km/h, garante a BMW. Para ser exato, são 4,9 segundos, número digno de superesportivos. A direção, direta e obediente, é mais um convite para o milionário dono deste carro afrouxar o nó de Windsor e curtir uma relação mais informal com a máquina — se ele optar por uma camisa polo Versace, melhor ainda.

Na serrinha de curvas fechadas entre Paracambi e Mendes, o 650i é um parque de diversões. O carro parece preso a trilhos da montanha russa com o ingresso mais caro do mundo. Não ameaça ou sequer pede ajuda aos sistemas eletrônicos.

Chegando a Vassouras o asfalto piora e o carro trepida furiosamente. Para amenizar a situação, seleciono os modos Comfort Plus e Comfort, que tiram um pouco de carga dos amortecedores. De nada adianta: a bateção continua.

Essa terceira geração do Série 6 (F13) é pensada para as auto-estradas alemãs de tapetes de asfalto e não para os buracos da RJ-127. Largos e baixos, os pneus 245/45 R18 também são vilões.

O carro ainda tem os modos Sport e Sport Plus. O segundo é mais emocionante e permissivo (leia-se perigoso), já que desliga alguns controles — como o de estabilidade. Não é coisa para braço duro.

Luxo para dois

O interior coleciona adjetivos: luxuoso, confortável, poderoso… Painel e portas são cobertos de materiais emborrachados e os bancos, de couro de primeira, vestem com o conforto de um jeans antigo.

Há bastante tecnologia embarcada. O câmbio é uma espécie de joystick e no centro do painel vai uma generosa tela de 10 polegadas — dá para ver até TV quando o carro não está em movimento. Outra bossa é o sistema Night Vision, que detecta pedestres por meio do calor corporal. A imagem é projetada na telona ao centro do painel. Impressiona, mas não é muito prático, já que exige que se baixe os olhos para o centro do painel enquanto dirige.

O tapete felpudo na cor bege clara é um convite a tirar os sapatos Manhattan Richelieu e sentir o chão. Pensado para dois, o 650i ao menos tem bom porta-malas: são 460 litros para levar as malas Louis Vuitton e os tacos de golfe.

Quem vai na frente dispõe de espaço de primeira classe. Os dois passageiros de trás, porém, viajam mais apertados do que na econômica. Na minha regulagem não dava para passar um dedo entre o encosto dianteiro e o banco traseiro.

Como se o preço não fosse alto o suficiente, o cupê avaliado ainda traz um opcional: o som Bang & Olufsen com 16 alto-falantes. O som de grife tem preço de carro popular: R$ 25 mil, conforme estima a BMW. A execução é limpa, como numa sala de concertos.

BMW visto por outros olhos

Já em Vassouras, novamente a sensação de ser o centro das atenções, mas em clima diferente. Numa parada, um senhor faz positivo com os dedos e balança a cabeça em sinal de aprovação. Méritos para Anders Warming, o projetista que apagou a má impressão deixada pela geração do Série 6 anterior (desenhada pelo controverso Chris Bangle). Os populares gostam do que veem.

No posto de gasolina o 650i é cercado. O cupê está em seu ambiente: com 407cv sedentos sob o capô, o consumo foi de 4,8km/h na cidade e, dirigindo como uma freira, cheguei a 8,4km/l na estrada.

No fim das contas o BMW é fascinante. Lindo, com ergonomia incrível e mecânica impecável. Mas, antes de sacar a Montblanc para assinar o cheque, alto lá. O preço acima de meio milhão é um exagero até para quem tem dinheiro sobrando. E ainda há aquele sentimento de culpa…

FONTE: O Globo.



%d blogueiros gostam disto: