Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo da tag: belo horizonte

Você sabia que réplica de famosa escultura do Louvre encontra-se ‘perdida’ no Centro de BH?

Além dela, outros monumentos históricos passam despercebidos pelos visitantes no Parque Municipal Américo Renné Giannetti

Relíquias quase invisíveis

Conhecido como o “pulmão verde” na capital mineira, o Parque Municipal Américo Renné Giannetti foi, desde a sua inauguração, lá em 1897, um local de lazer dos belo-horizontinos. Berço da fauna e da flora no Centro de BH, o refúgio de tranquilidade na capital mineira abriga centenas de espécies de árvores, plantas, flores e pássaros. Anualmente, cerca de 500 mil visitantes passam pelo parque. Muitos, familiares que levam os filhos para se divertirem nos brinquedos antigos. Outros tantos, em busca de descanso entre os pés de fícus, jacarandás e flamboyants. Além dos praticantes de esportes que fazem regularmente caminhadas, jogam futebol ou tênis dentro do patrimônio ambiental mais antigo de Belo Horizonte. Mas, para muita gente, um rico acervo artístico-cultural passa despercebido. Monumentos reconhecidos internacional ficam perdidos, quase que invisíveis, em meio ao verde da paisagem. E olha que todos eles estão bem sinalizados, por placas explicativas bilíngues, instaladas pela Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica (FPMZB), gestora do espaço.

Como se chama esta famosa escultura da Atena Niké, a deusa grega da Vitória. A peça original se encontra no Museu do Louvre, em Paris.

Escultura famosa

Sentados em um banco de cimento bem diante da réplica da escultura alada Vitória de Samotrácia, o casal de namorados Luara Oliveira e Rafael Cassiano nem sabiam da importância da réplica da deusa grega Niké bem ao lado deles. Ficaram admirados em saber que a obra original se encontra no Museu do Louvre, em Paris é uma das mais famosas esculturas do museu francês. “Interessante frequentar este parque e conhecer a suas histórias e monumentos. Não sabia da importância da escultura e fico feliz em saber que temos aqui em BH um exemplar tão expressivo culturalmente”, comenta Luara. O namorado Rafael completa: “Frequentei muito aqui na minha infância. Gosto do verde, da tranquilidade e da paz bem no Centrão de Belo Horizonte. A réplica da escultura grega Vitória de Samotrácia, que tem 3,60m de altura, uma tonelada e autenticação do Réunion de Musées Nationaux, instituição francesa que coordena 33 museus franceses foi instalada em 2008, na data de comemoração dos 110 anos do Parque Municipal próximo a entrada da Alameda Ezequiel Dias com a Avenida dos Andradas.

Luara Oliveira
“Não sabia da importância da escultura e fico feliz em saber que temos aqui em BH um exemplar tão expressivo culturalmente”
Luara Oliveira, Estudante

Coreto Belga

Quase todos os dias, estudantes da Escola Estadual Olegário Maciel tem encontro marcado no Parque Municipal. Autodenominados de Tropa do Olegário, a galera costumam frequentar o parque para jogar bola em uma das quadras esportivas. Espalhados pela escadaria do Coreto, o jovens não faziam ideia do patrimônio que os abrigavam do calor desta semana. Lucas Dias, de 18 anos ficou surpreso em saber que a estrutura do local foi importada da Bélgica e instalada no Parque Municipal. “Sempre venho encontrar com os amigos para uma pelada, ouvir música e bater papo. É bacana ver o parque e o movimento das pessoas daqui de cima”. Para receber a estrutura do Coreto em 1922 foi implantada uma praça circular com canteiros geométricos no estilo paisagístico francês, seguindo a tendência paisagística europeia daquela época. No local são realizados shows e serestas.

Lucas Dias
“Sempre venho encontrar com os amigos para uma pelada, ouvir música e bater papo”
Lucas Dias, Estudante

Heroína brasileira

Acompanhado do filho David Luiz, de quase três anos, Nivaldo Vieira aproveitava a tarde de folga no Parque Muncipal. O garoto, que ama os brinquedos e sempre que pode visita o local estava maravilhado com o passeio no meio da tarde. Perguntado sobre o busto da Anita Garibaldi, na Ilha dos Amores, na extremidade do lago ele disse desconhecer completamente de quem se tratava. “Venho ao parque desde a minha infância. Frequentei muito na década de 1990. Aqui é um excelente opção para a família. Já vim as esculturas de bronze espalhadas pelo local, mas não sei de quem se trata.” Anita Garibaldi foi uma revolucionária, conhecida por seu envolvimento direto na Revolução Farroupilha ( Guerra dos Farrafos, no Rio Grande do Sul) e no processo de unificação da Itália, junto com o revolucionário e marido, o italiano Giuseppe Garibaldi. Por esse motivo, é conhecida como a “Heroína dos Dois Mundos”

Vênus de Milo de BH

Sobre uma toalha xadrez na grama do parque e bem em frente à Lagoa do Quiosque, os estudantes Marcos Vinícius Bispo e Marcos Barone contemplavam a natureza enquanto jogavam conversa fora na tarde quente em BH. Desconheciam completamente a história da escultura da Deusa das Águas a espiar de longe a conversa dos dois. Localizada sob uma cúpula, a obra em estilo clássico foi esculpida em mármore branco. Sem um dos braços, a obra remete a famosa escultura da Vênus de Milo, exposta atualmente no Museu do Louvre, em Paris. “Sou estudante de arquitetura e estou em BH há poucos meses. É um lugar bem tranquilo, tenho a sensação que estamos em um local afastado da cidade. Nem parece que estamos no Centro. Aqui é um museu natural a céu aberto. Muito bom conhecer estes monumentos”, afirma Marcos Barone

Marcos Barone
“É um lugar bem tranquilo, tenho a sensação que estamos em um local afastado da cidade. Nem parece que estamos no Centro”
Marcos Barone, Estudante de arquitetura

Os fundadores

Escondida entre muitas árvores, atrás do Palácio das Artes e próximo a sede administrativa do Parque Municipal, a Praça dos Fundadores deveria ser parada obrigatória de todos os visitantes. No local existem quatro rostos gigantes dos idealizadores da nova capital mineira. Da esquerda para direita estão as imagens de Augusto de Lima (idealizou), Afonso Pena (oficializou), Bias Fortes (instalou) e Aarão Reis (planejou). Inicialmente instalados em 1963 na Praça Sete, os bustos foram retirados sete anos depois de lá e transferidos para o Parque Municipal, onde foram instalados dentro de um anfiteatro ao ar livre. No dia 13 de dezembro de 1997, um dia após a comemoração dos 100 anos de Belo Horizonte, uma urna, contendo documentos, mensagens e objetos , foi lacrada e enterrada em frente aos bustos, e deverá ser aberta no 200º aniversário da cidade, no ano 2097.

Muita história para contar

Aberto em setembro de 1897, dois meses antes da inauguração de Belo Horizonte, o Parque Municipal foi criado para ser o maior e mais bonito parque urbano da América Latina, inspirado em espaços públicos franceses no período da belle époque. Inicialmente sua área era de 555 mil metros quadrados, hoje, restringe-se a 182 mil metros quadrados onde abrigam uma rica biodiversidade, com diferentes espécies de plantas, nascentes, fauna silvestre e vasta vegetação, que contribui para amenizar o clima da região central e faz do espaço o “pulmão da cidade”. Nivaldo Ferreira Fraga é quase um patrimônio do parque. Há 55 anos ele é o proprietário do Bar e dos barquinhos coloridos na Lagoa dos Barcos. Carismático e bom de prosa, conversa com todos os visitantes. “Já atendi gente de todo o Brasil e do exterior que vieram visitar o Parque Municipal. Sempre gostei de conhecer um pouco das pessoas. Passaram por aqui escritores e artistas como Carlos Drummond de Andrade, Pedro Nava e Fernando Sabino. O ator Tony Ramos foi outro que conheci na época da gravação da minissérie Hilda Furacão. Além de políticos como Juscelino Kubitschek, na época que era prefeito de BH, sempre passava pelo Parque Municipal a caminho da prefeitura”, relembra.

Conheça outros monumentos no Parque Municipal que merecem ser visitados:

Teatro Francisco Nunes

Inaugurado em 1950, o teatro carinhosamente apelidado de Chico Nunes é uma referência cultural em Belo Horizonte. O espaço, palco de variados espetáculos e eventos já consagrados na cidade, como o Festival Internacional de Teatro Palco & Rua (FIT-BH), Fórum Internacional de Dança (FID), Festival de Arte Negra (FAN), Verão de Arte Contemporânea, Campanha de Popularização do Teatro e da Dança, entre outros. Após passar por reformas em sua estrutura, foi reinaugurado em maio de 2014, totalmente restaurado e modernizado. Quase que despercebido, o mosaico de pedras portuguesas que apresenta a fauna e flora brasileira e se encontra na lateral do teatro. Vale a pena dar uma conferida.

Cascatinha

Entre tantos lugares bucólicos, lagos, brinquedos e pontes do Parque Municipal a cascatinha próxima a entrada da Alameda Ezequiel Dias é um lugar mágico. O barulho das águas limpas e transparentes é reconfortante. Em 2007, a Fundação de Parques Municipais realizou a transposição das águas da nascente localizada na área da Fundação Hemominas para o parque, e inaugurou, em 9 de julho, a construção da cascatinha que alimenta a Lagoa do Quiosque

História do Atlético Mineiro

Uma placa se destaca bem em frente ao Coreto do Parque Municipal. Para os amantes do Galo, o local é quase sagrado. Foi neste local que em 25 de março de 1908, 22 estudantes se reuniram para formar o Clube Atlético Mineiro. O totem instalado em 2008 fez parte das comemorações do centenário do time mineiro.

Misticismo

No meio do caminho existe uma pirâmide, existe uma pirâmide no meio do caminho. Parafraseando Carlos Drummond de Andrade, o monumento inusitado com os dizeres: AMOR, LUZ e PAZ é visto no Parque Municipal. Trata-se de um presente doado ao parque pela Antiga e Mística Ordem Rosacruz, conhecida pela sigla AMORC. A organização, uma das mais secretas do globo, de natureza mística e filosófica perpetua o conhecimento dos iniciados do antigo Egito. Os assuntos abordados em suas reuniões vão desde conhecimentos científicos de natureza física, às leis que regem o mundo metafísico. O objetivo é promover a evolução da humanidade através do desenvolvimento das potencialidades de cada indivíduo e propiciar uma vida mais harmoniosa para alcançar saúde, felicidade e paz.

Baixe o mapa para a sua próxima visita ao parque

Serviço
Parque Municipal Américo Renné Giannetti
Endereço: Avenida Afonso Pena, 1377 – Centro
Telefone: 31 3277-4161
Site: http://goo.gl/bK5egc
Horário de Funcionamento: 3ª a dom. e feriados das 6h às 18h (com entrada permitida até às 17h45)
Peço dos brinquedos: R$ 3,00

 

.

FONTE: Estado de Minas.


Após tragédia no Barreiro, eixo traseiro de ônibus se solta em BH

No início da noite desta segunda-feira (26), mais um coletivo voltou a apresentar problemas na capital e deixou passageiros apavorados

Quase duas semanas depois do acidente com cinco mortes envolvendo um ônibus que teria perdido o freio e caiu em um córrego na região do Barreiro, mais um coletivo voltou a apresentar problemas em Belo Horizonte e deixou os passageiros apavorados.

Na noite desta segunda-feira (26), o eixo traseiro de um veículo da linha 808 (Estação São Gabriel/Via Parque Real) se soltou quando passava por uma descida íngreme na rua Cleanto, no bairro Belmonte, na região Nordeste da capital.

O técnico de TI Adriano Luiz Barbosa, de 33 anos, conta que o ônibus estava cheio no momento do acidente. Ele e os demais passageiros ouviram um estrondo e o veículo balançou de um lado para o outro, como se fosse tombar.

“O ônibus estava lotado por causa do horário de pico, com muitos passageiros em pé. Depois do estrondo, o veículo balançou de um lado para outro e começou a inclinar para a esquerda dando a entender que iria virar. Houve muito pânico”, relembra.

Segundo Barbosa, assim que o motorista parou o coletivo, os passageiros correram para as portas, mas apenas uma delas se abriu, o que criou um tumulto. “Alguns até tentaram quebrar os vidros para pular as janelas. Outros se empurraram bastante tentando descer pela única porta aberta. Os primeiros que desceram tentaram escorar o ônibus com o corpo por causa do medo dele tombar com o restante dentro”, ressalta.

Apesar do acidente, ninguém ficou ferido.

Veículo já teria apresentado defeito

Assim como outros passageiros, indignados ao perceberem que o eixo traseiro se soltou, Adriano Luiz Barbosa fotografou e gravou vídeos mostrando a situação. Além disso, ele se aproximou do motorista e flagrou a conversa do homem com alguém da empresa responsável pelo veículo.

“O motorista reclamava dizendo que colocaram a vida dele em risco. Disse que já tinha avisado o pessoal da garagem sobre algum problema no veículo, mas mesmo assim mandaram ele seguir viagem”, disse o passageiro.

De acordo com a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), o coletivo é da empresa “S&M Transportes – Unidade Goiânia”, está registrado com o número 10302 e foi vistoriado na última quinta-feira (22).

  • Eixo traseiro solta ônibus

Ainda conforme a BHTrans, o condutor disse que o acidente aconteceu depois que ele parou em um ponto para desembarcar passageiros. Quando seguiu viagem ele sentiu um “tranco muito forte na carroceria” e o eixo traseiro travou e soltou. A Polícia Militar (PM) registrou um boletim de ocorrência e a perícia foi acionada para investigar o caso.

.

FONTE: O Tempo.


Ônibus cai em córrego na Região do Barreiro e deixa cinco mortos e quatro gravemente feridos

Acidente com veículo da linha 305 foi às 19h15 desta terça-feira no Bairro Mangueiras. Motorista está entre as vítimas fatais

Um acidente grave mobiliza um grande efetivo do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na noite desta terça-feira no Bairro Mangueiras, Região do Barreiro, em Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, um ônibus da linha 305 (Estação Diamante/Mangueiras) ficou sem controle e caiu dentro de um córrego na Rua José Luiz Raso, matando cinco pessoas, sendo quatro mulheres e o motorista Marcio João de Carvalho, de 60 anos.

Segundo o tenente-coronel Sílvio Mendes, a polícia chegou rapidamente ao local do acidente e fez o isolamento da área. O militar acredita que o veículo estava sem controle porque deveria ter feito a conversão em outra rua, mas passou direto. No fim de uma descida de 500 metros, em alta velocidade, o ônibus saltou sobre o canal e bateu num muro de contenção, repousando sobre um raso leito d’água.

De acordo com o médico Alecsander Senna Perez, do Samu, diante da gravidade do acidente, a Rede de Saúde foi acionada e colocou em ação o Plano de Catástrofe. Ao todo, 18 feridos deram entrada em hospitais. Desses, quatro estavam em estado grave, com risco de morrer, entre eles um adolescente que teve um dos braços dilacerados. Dos feridos, 11 foram atendidos por equipes do Samu ou dos Bombeiros. Os outros sete foram levados aos hospitais por pessoas que estavam no local. A notícia de que havia um bebê de colo entre as vítimas não foi comprovada.

Vários moradores da região ajudaram a socorrer as vítimas. A babá Eliane Rodrigues, que mora próximo ao local do acidente, conta que ouviu o estrondo e, quando saiu de casa, viu vários moradores correndo em direção ao córrego. “Foi uma coisa terrível, pessoas mutiladas, com vários cortes e fraturas. Pelo menos 10 feridos estavam deitados na rua, todos muito assustados e pedindo por socorro. Foi difícil ver as pessoas sofrendo e nada poder fazer. Eu apenas orei para que elas sofressem menos”, disse Eliane.

Da mesma forma, o engenheiro Clayton Goulart, de 39 anos, disse que ouviu o estrondo e na sequência uma gritaria. “Foi por volta das 19h15, eu estava em casa e ouvi um estrondo. Fui ver e não acreditei que o ônibus tinha caído no córrego. Corri para socorrer as pessoas, mas não deu para fazer muita coisa. Quando os Bombeiros e o Samu chegaram, as pessoas começaram a ser levadas para os hospitais. Acho que tinha pelo menos 20 passageiros no ônibus, mas não deu para ver muita coisa”, relatou Goulart.

Motoristas e cobradores do transporte coletivo da região foram até o local onde o colega se acidentou e morreu. Segundo esses profissionais, os condutores vivem em situação de estresse, principalmente nos fins de semana, quando são poucos ônibus e eles ainda são obrigado a cobrar a passagem.

Segundo o coronel Willian da Silva Rosa, comandante de operações dos Bombeiros, a causa do acidente será apontada pela perícia, já que são várias as hipóteses, que vão desde um problema mecânico até um possível mal-estar do motorista. O Bairro Mangueiras fica nos limites entre Belo Horizonte e Ibirité, ao lado do Vale do Jatobá.

Por meio de nota, a Prefeitura de Belo Horizonte informa que está prestando toda assistência às vítimas do acidente com o ônibus da linha 305 na região do Barreiro. “O plano de contingência do CopBH foi acionado imediatamente. A última vistoria do veículo foi em 27/10/2017 e a próxima, de acordo com as normas vigentes, seria em 18/5/2018.”

.

FONTE: Estado de Minas.


Guardas municipais de BH começam a viajar em ônibus esta noite para reduzir violência

Efetivo irá policiar, em princípio, coletivos que circulam na Antônio Carlos e Nossa Senhora do Carmo

Marcos Vieria/EM/D.A.Press

Guardas municipais de Belo Horizonte começam a viajar nos ônibus de Belo Horizonte, a partir das 19h de hoje, como estratégia para coibir a ação de bandidos especializados em roubar passageiros, motoristas e cobradores.

A Operação Viagem Segura começará, inicialmente, nos coletivos que circulam nas duas avenidas onde ocorreram a maioria dos furtos e roubos entre janeiro de 2015 e junho de 2016: Antônio Carlos (358 registros) e Nossa Senhora do Carmo (225). Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

“Marcará a mudança na forma de atuação do efetivo, que, a partir de agora, será gradativamente maior visto com frequência nas ruas da capital, como forma.de aumentar a sensação de segurança da população”, disse Rodrigo Prates, comandante da corporação.

.

FONTE: Estado de Minas.


BH oferece pontos de internet de graça; veja cuidados para acessar

Especialista dá dicas para evitar problemas com o Wi-Fi liberado.

Rua GonÁalves Dias, Lourdes, Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais, Brasil

Em Belo Horizonte é possível acessar a internet de graça em vários pontos da cidade, por redes disponibilizadas pela prefeitura ou por estabelecimentos comerciais. A Praça da Liberdade é um dos locais. Ao aproveitar a comodidade, o usuário deve ter cuidados na hora de usar o Wi-Fi liberado.

 

São mais de 50 lugares públicos com rede gratuita. A Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul, é um deles. As redes estão disponíveis em praças, parques, outros espaços públicos, vilas e aglomerados.

A melhor proteção para evitar clonagem e invasão de sistemas durante a navegação ainda é o uso de senhas diferentes para e-mails, redes sociais e cadastros. E quanto mais complicada for a senha, melhor.

O QUE SÃO HOTSPOTS?

São pontos de acesso livre à internet. Nos hotspots, o cidadão que possuir um notebook ou um computador de mão, com placa de rede sem fio, ou com celular WiFi, pode acessar a Internet gratuitamente e navegar por tempo indeterminado no site da Prefeitura e por tempo limitado a três horas diárias em outras páginas.

 

Os hotspots estão ativos em áreas de praças, parques, espaços públicos e vilas e favelas da capital.

Confira os locais:

Parques e Praças

-Praça da Liberdade (Praça da Liberdade, 317 – Funcionários)

-Parque Mangabeiras- Praça das Águas (avenida José do Patrocínio Pontes, 580, Mangabeiras)

  • Parque Ecológico da Pampulha (avenida Otacílio Negrão de Lima, 7.111, Pampulha)

  • Praça da Assembleia (avenida Olegário Maciel, 2.050, Santo Agostinho)

  • Complexo da Estação incluindo a Praça da Estação, Praça Rui Barbosa (Avenida dos Andradas, 201, Centro)

  • Praça Sete (Praça Sete de Setembro – Centro)

  • Praça do Papa (Avenida Agulhas Negras, s/nº, Mangabeiras)

  • Praça Floriano Peixoto (Avenida do Contorno, Santa Efigênia)

  • Praça Raul Soares (cruzamento das avenidas Bias Fortes, Amazonas e Olegário Maciel, Centro)

  • Parque Serra do Curral (avenida José do Patrocínio Pontes, 1.951, Mangabeiras)

-Parque Municipal (avenida Afonso Pena, s/nº, Centro)

  • Praça da Saúde (Avenida Silva Lobo,1580 ,Grajaú)
  • Parque Santa Sofia- Academia da Cidade Parque Santa Sofia (Rua Alice, 197, Vila Leonina)

-Praça da Savassi (Praça Diogo de Vasconcelos – Savassi :Cruzamento Avenida Cristóvão Colombo com Getúlio Vargas)

  • Praça da Bandeira (cruzamento das avenidas Afonso Pena e Bandeirantes – Mangabeiras)
  • Praça Duque de Caxias ( cruzamento das ruas Mármore, Estrela do Sul e Tenente Vitorino, Santa Tereza)

  • Praça JK (Avenida Bandeirantes, s/nº- Sion)

-Praça Dino Barbieri (Igrejinha da Pampulha)

Acesso Público

  • Rodoviária (Praça Rio Branco, 100, Centro)
  • Arquivo Público (rua Itambé, 227, Floresta)

  • Centro de Apoio Comunitário Alto Vera Cruz (rua Padre Júlio Maria, 1.550, Alto Vera Cruz)

– Centro de Referência da Moda  (rua da Bahia, 1.149, Centro)

  • Centro de Referência Audiovisual (rua Álvares Cabral, 560, Centro)
  • Expominas (avenida Amazonas, 6.030, Gameleira) Obs: Disponível apenas quando ocorrem eventos ligados à PBH

  • Fundação Municipal de Cultura (rua Sapucaí, 571, Floresta)

  • Palácio das Artes (avenida Afonso Pena, 1.537, Centro)

  • Guarda Municipal BH (avenida dos Andradas, 881, Santa Efigênia)

  • Zoológico e Aquário (avenida Otacílio Negrão de Lima, 8.000, Bandeirantes)

  • BHTrans (avenida Engenheiro Carlos Gourlart, 900, Buritis)

  • BH Resolve (avenida Santos Dumont, 363, Centro)

  • Museu de Arte da Pampulha (avenida Otacílio Negrão de Lima, 16.585, Pampulha)

  • Secretaria Municipal Adjunta de Traballho e Emprego (rua Gonçalves Dias, 1.274, Lourdes)- Em manutenção

  • Casa do Baile (avenida Otacílio Negrão de Lima, 751, Pampulha)

  • Defesa Civil Municipal (rua dos Goitacazes, 1.752, Centro)

  • Mirante dos Mangabeiras (Rua Pedro José Pardo, 1000 – Mangabeiras)

  • Museu Histórico Abílio Barreto (Av. Prudente de Morais, 202 – Cidade Jardim)

Vilas e aglomerados

  • Vila Fazendinha- Escola Municipal Vila Fazendinha (Rua Paulo de Souza, 51)
  • Vila Fátima- Centro de Saúde São Miguel Arcanjo ( Rua Nossa Senhora de Fátima, 2.240)

  • Vila Aparecida- Escola Municipal Theomar de Castro Espíndola- (Rua Mica, nº 144)

  • Vila Conceição- Centro de Saúde Vila Conceição (Rua Coronel Pereira, 400, Serra)

  • Vila Marçola- UMEI Padre Tarcísio (Rua Mangabeira da Serra, 380, Serra)

  • Vila Novo São Lucas UMEI Santa Isabel (Doutor Argemiro Rezende Costa, 380, Serra)

  • Morro do Papagaio- CRAS Santa Rita de Cássia (Rua São Tomas de Aquino, 440)

  • Vila Santana Cafezal- Praça do Centro de Saúde Cafezal (Rua Bela Vista, 30, Serra)

  • Vila Cemig- Associação Pró- Melhoramento Vila Cemig (Rua Coletivo, 55)

  • Vila Jaqueline- Centro Cultural Zilah Spósito (Rua Carnaúba, 286)

  • Vila Cabana- CREAR Cabana (Rua da Mina, 70)

  • Vila Ipiranga- Centro de Recondicionamento de Computadores- CRC (rua José Clemente Pereira, 440, Ipiranga)

  • Vila Havaí- CRAS Havaí (Av. Costa do Marfim nº 480 – Estrela Dalva)

  • Vila Mantiqueira- CRAS Mantiqueira (rua Luiza Salomão, 300)

  • Vila Taquaril- UMEI TAQUARIL- Rua Desembargador Braulio , s/n – Taquaril

  • Vila Vera Cruz- Centro Cultural Alto Vera Cruz (Rua Padre Júlio Maria, 1577)

  • Pedreira Prado Lopes- CRAS Vila Senhor dos Passos (Rua Evaristo da Veiga, 239 – Vila Senhor dos Passos)

  • Vila Ouro Preto- E.M Carmelita de Carvalho Garcia (Rua Aluízio Davis, 53)

  • Jardim Leblon- CRAS Apolônia (Rua Visconde de Itaboraí nº 304)

  • Vila Antena- CRAS Vila Antena (Rua Central, 78)

  • Jardim Guanabara- Centro Cultural Jardim Guanabara (Rua João Álvares Cabral, 277, Floramar)

  • Mariano de Abreu – CRAS Mariano de Abreu (Rua 5 de Janeiro s\nº, Mariano de Abreu)

  • Vila São Geraldo – Centro Cultural São Geraldo (Rua Silva Alvarenga, 548 – São Geraldo)

  • Centro de Saúde Alto Vera Cruz ( Rua General Ośorio, 959 – Alto Vera Cruz)

– Centro de Saúde Novo Horizonte (Rua Pedro Alexandrino Mendonça, 12 – Taquaril)

Para acessar a internet em um hotspot, o cidadão deve acessar a rede BH DIGITAL e preencher um cadastro, que pode ser feito por meio de um procedimento muito simples e rápido. Ao acessar o hotspot, o cadastro é exibido automaticamente na tela, bastando informar os dados conforme solicitado.

.

FONTE: PBH e G1.



PLANO DE ESTÁGIO NO TJMG NOS CURSOS DIREITO, PSICOLOGIA E SERVIÇO SOCIAL.

tjmg
O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais abriu edital n°01/2016 de processo seletivo para provimento de 635 vagas de estágio, existentes e que vierem a surgir, no prazo de validade da Seleção para estudantes do curso de graduação em Direito, Psicologia e Serviço Social na Secretaria do Tribunal de Justiça e na Comarca de Belo Horizonte, incluídos os Juizados Especiais.
O estagiário receberá bolsa de estágio que, atualmente, possui o valor de R$ 1.047,00, e, também, de auxílio-transporte, em pecúnia, em quantia equivalente a dez por cento do valor da bolsa de estágio.
A carga horária para a realização do estágio é de 30 horas semanais, de acordo com o horário estabelecido pelo órgão/setor de lotação.
A seleção pública será realizada pela Consulplan – Consultoria e Planejamento em Administração Pública. As inscrições serão realizadas exclusivamente no endereço eletrônico http://www.consulplan.net/home.aspx , até 11 de março de 2016.
Não haverá cobrança de valor para inscrição.
As provas objetiva e dissertativa ocorrerão no dia 02 de abril de 2016 e terão duração de 4 horas, no turno da tarde, das 13h às 17h, de acordo com o horário oficial de Brasília-DF.
O gabarito oficial das provas objetivas será publicado no Diário do Judiciário eletrônico – DJ e e disponibilizado nos endereços eletrônicos www.tjmg.jus.br e http://www.consulplan.net/home.aspx , em até dois dias após a realização da prova.
A seleção pública terá validade de um ano, a contar da homologação, podendo ser prorrogado a critério do TJMG.
FONTE: TJMG.

Acidente entre dois ônibus deixa dois mortos e 14 feridos no Centro de BH

Colisão ocorreu na saída do Viaduto da Floresta e duas vítimas sofreram ferimentos graves

Acidente entre dois ônibus deixou dois idosos mortos e ao menos 14 pessoas feridas; duas em estado grave, na manhã desta quinta-feira em Belo Horizonte. Segundo a BHTrans, um coletivo do Move metropolitano da linha 512H (Terminal Vilarinho/Hospitais/via Cristiano Machado) e um da rota 8107 (Concórdia/São Pedro) colidiram na Avenida dos Andradas, próximo à Avenida do Contorno, no Centro da capital.

.
Jorge Luiz Vetoraz, de 64 anos, passageiro do coletivo 8107, morreu no local. Izza Atalla Azizi, 65 anos, foi socorrido, mas morreu no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. Aristides Soares, Francisco de Assis Filho, Edivaldo Oliveira, Euler da Fonseca e Reginaldo Lopes também foram encaminhados ao HPS.

O motorista do 8107, Reginaldo Lopes Martins, de 37, fraturou três costelas e teve escoriações no braço. A mulher dele, Márcia Gabriela Mendes, soube do acidente pela TV. Segundo ela, ele não se lembra de como foi o acidente. “Ele disse que o Move veio do nada. Ele tentou reagir, tirar, mas não deu tempo”, afirma.

A colisão ocorreu na saída do Viaduto da Floresta, quando o ônibus convencional atingiu a lateral do Move, que colidiu em um poste de sinalização. Devido ao impacto, a estrutura ficou inclinada e corre o risco de cair.

O trânsito na Andradas, no sentido Complexo da Lagoinha, ficou interditado e teve que ser desviado para a ruas Guaicurus e Espírito Santo. Na direção contrária, o tráfego flui com lentidão.
.

FONTE: Estado de Minas.



%d blogueiros gostam disto: