Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo da tag: caiu

Avião cai perto de Moscou com 71 a bordo

Voo saiu da capital russa e ia para Orsk, na divisa com Cazaquistão. Acidente aconteceu pouco depois da decolagem e não há sobreviventes, segundo a imprensa local.


Um avião de modelo Antonov AN-148 operado pela companhia Saratov Airlines caiu na região de Moscou neste domingo (11). A aeronave decolou as 14h21 (9h21 em Brasília) do aeroporto Domodedovo, na capital russa.

De acordo com a agência Reuters, 71 pessoas estavam a bordo – 65 passageiros e seis tripulantes. Segundo fontes citadas pela imprensa russa, não há sobreviventes.

O serviço de tráfego aéreo em tempo real FlightRadar24 informa que o voo 6W703 havia acabado de decolar do aeroporto Domodedovo, em Moscou, com destino a Orsk, a cerca de 1.700 km de Moscou e perto da fronteira com o Cazaquistão, quando perdeu contato.

O Ministério dos Transportes da Rússia considera várias possibilidades como causa do acidente, incluindo condições climáticas por conta de um inverno rigoroso e erro do piloto, diz a agência russa Interfax. O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou a criação de uma comissão para investigar o acidente, segundo a agência Tass.

A agência russa RIA Novosti postou um vídeo em seu Twitter que mostra um dos fragmentos do avião sobre a neve.

Avião cai com 71 a bordo na Rússia (Foto: Juliane Monteiro/G1)Avião cai com 71 a bordo na Rússia (Foto: Juliane Monteiro/G1)

Avião cai com 71 a bordo na Rússia Aeronave

O Antonov An-148 é uma aeronave de origem ucraniana com capacidade para até 85 passageiros. O modelo é usado na aviação regional, em distâncias médias. Sua autonomia é de até 4,4 mil km.

O modelo é menor do que as aeronaves mais usadas na aviação brasileira. Boeing 737 e Airbus A320, por exemplo, populares na ponte aérea Rio-São Paulo, têm capacidade para cerca de 150 passageiros. Um equivalente ao An-148 é o jato regional brasileiro Embraer E175, que leva até 78 pessoas.

A Saratov Airlines tem sede em Saratov, a 840 km ao sudeste de Moscou. Em 2015, a companhia foi proibida de operar voos internacionais quando, durante uma inspeção surpresa, agentes de segurança encontraram uma pessoa que não era membro da tripulação na cabine de comando.

O avião Antonov AN-148, modelo da aeronave da Saratov que caiu na Rússia (Foto: Antonov/Divulgação)O avião Antonov AN-148, modelo da aeronave da Saratov que caiu na Rússia (Foto: Antonov/Divulgação)

O avião Antonov AN-148, modelo da aeronave da Saratov que caiu na Rússia (Foto: Antonov/Divulgação)

.

FONTE: G1.


Temporal, medo e prejuízo

Queda de árvore de grande porte, situação recorrente em BH, esmaga carro no cruzamento mais movimentado da capital. Cidade começa a semana sob a ameaça de mais tempestades

Tronco atingiu em cheio o veículo que passava pela Avenida Afonso Pena, na Praça Sete, por pouco não ferindo o motorista José Ricardo Soares (GLADYSTON RODRIGUES/EM/D.A PRESS)Tronco atingiu em cheio o veículo que passava pela Avenida Afonso Pena, na Praça Sete, por pouco não ferindo o motorista José Ricardo Soares

Belo Horizonte começa a semana com um alerta de tempestade da Defesa Civil municipal e sob o impacto de mais uma queda de árvore de grande porte no Centro, ameaça recorrente que desta vez ocorreu em um dos pontos mais movimentados da cidade e só não teve consequências mais graves por se tratar de um domingo. O incidente aconteceu na Praça Sete, quando um espécime tombou na Avenida Afonso Pena (sentido Bairro Mangabeiras), durante temporal na tarde de ontem. Mais do que surpresos, dois motoristas ficaram aterrorizados, já que o tronco, com cerca de 20 metros de altura, que ficava no canteiro central, tombou, por volta das 15h, sobre os carros que conduziam. “Estava começando a chover e achei que o barulho fosse de um trovão. Eu estava passando e, por pouco, não fui atingido”, disse, ainda assustado, o instalador de telefones José Ricardo Soares, morador de Ribeirão das Neves, na Grande BH. O outro veículo atingido foi um táxi, que também trafegava pelo local.
.
Equipe dos bombeiros trabalhou para serrar a árvore que despencou sobre o cruzamento. Além de um policial militar, um agente da BHTrans esteve no local, já que o trânsito ficou impedido. “Veja só, fui informado de que vou ter que providenciar o reboque do meu carro. A árvore cai e ainda sou obrigado e pagar pelo serviço de retirada. Com vou fazer, se ele está debaixo da árvore e destruído por cima?”, perguntava José Ricardo, enquanto o táxi era rebocado.
.
A cidade pode começar a semana enfrentando problemas semelhantes, já que a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil emitiu alerta de chuva forte válido pelo menos até a manhã de hoje. A previsão é de pancadas acompanhadas de raios e rajadas de vento em torno de 50 km/h em Belo Horizonte. O volume de precipitação está estimado entre 40 e 60 milímetros. Mas as condições favoráveis à formação de nuvens e pancadas a qualquer hora do dia persistem até amanhã, com um pequeno alívio na quarta-feira, quando há previsão de sol durante o dia e mais chuva à noite. Na quinta e na sexta-feira devem ocorrer mais pancadas de fim de tarde, típicas de verão. Não há previsão de granizo.
.
De acordo com a meteorologista Anete Fernandes, do 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia, a semana chuvosa é resultado da circulação de ventos que trazem umidade do Oceano Atlântico em direção ao continente. “Está havendo uma convergência de umidade sobre a parte Central e Sudeste do Brasil, e, com isso, as condições de instabilidade estão sendo mantidas e favorecendo a ocorrência de pancadas de chuva”, afirmou. Segundo ela, choveu em fevereiro, até ontem 27 milímetros. A média do mês é de 188,4.
.
ESTRAGOS No sábado, forte chuva que atingiu Barbacena, na Região do Campo das Vertentes, deixou imóveis destelhados, provocou queda de árvores e de muros, deslizamentos de terra e alagamentos. O Corpo de Bombeiros atendeu a um total de 18 ocorrências relacionadas ao temporal. No Estádio Walter Antunes, campo do Andaraí Esporte Clube, parte da estrutura de concreto de uma arquibancada chegou a ceder com a queda de um barranco, mas ninguém ficou ferido.
.

MEMÓRIA – Dos sustos ao acidente fatal

Acidentes com árvores de grande porte têm se tornado uma ameaça constante para cidadãos de Belo Horizonte, especialmente em áreas de intensa circulação de pedestres e veículos. Antes do incidente de ontem, um dos mais recentes e preocupantes aconteceu em 12 de outubro do ano passado, na Região Hospitalar da capital, quando uma paineira centenária tombou na Praça Hugo Werneck, quase atingindo um dos veículos que passavam.  Mas o caso mais grave ocorreu há seis anos, em 12 de janeiro de 2011, também na estação das águas, quando a secretária aposentada Maria de Fátima Ferreira, de 57 anos, morreu depois de ser atingida por uma árvore de grande porte, cuja raiz estava infestada de cupins. No momento ela caminhava no Parque Municipal Américo René Giannetti, no Centro de Belo Horizonte. Segundo testemunhas, um grupo percebeu que a árvore estava caindo e avisou a mulher, que tentou correr, mas foi atingida pelo tronco do jatobá de 20 metros de altura. Depois do episódio, a prefeitura começou um trabalho, ainda não concluído, de inventário das árvores da capital.

.

FONTE: Estado de Minas.


Em pronunciamento após a cassação, Dilma projeta ‘enérgica oposição’ a Temer, insiste na tese de que foi vítima de golpe e diz que acionará a Justiça para retornar ao cargo

No Palácio da Alvorada, cercada por correligionários, a presidente cassada afirmou que o impeachment é
Brasília – Não houve espaço para lágrimas no último discurso de Dilma Vana Rousseff ao se despedir do cargo de presidente da República, no Palácio da Alvorada. A petista subiu ainda mais o tom das críticas ao que chamou de “segundo golpe de estado que sofreu na vida”, no pronunciamento feito depois da aprovação de seu impeachment pelo Senado. Numa fala emocionada e firme, a primeira mulher presidente do Brasil disse que quem toma o poder é “um grupo de corruptos investigados”, destacou os avanços de seu governo e revelou que não desistirá da luta. “Nós voltaremos. Voltaremos para continuar nossa jornada rumo a um Brasil em que o povo é soberano”, profetizou, cercada de correligionários e militantes.
Dilma-3
.
“Com a aprovação do meu afastamento definitivo, políticos que buscam desesperadamente escapar do braço da Justiça tomarão o poder unidos aos derrotados nas últimas quatro eleições”, disse a presidente, vestida com blazer vermelho, cor do PT. Para Dilma, o impeachment é uma “inequívoca eleição indireta” e esse processo atingiria em cheio a democracia. Ela destacou ter sido eleita por 54,5 milhões de votos.
.
A petista afirmou que a decisão dos 61 senadores que votaram pela cassação ameaça políticas sociais e direitos trabalhistas. “O golpe é contra os movimentos sociais e sindicais e contra os que lutam por direitos em todas as suas acepções: direito ao trabalho e à proteção de leis trabalhistas; direito a uma aposentadoria justa; direito à moradia e à terra; direito à educação, à saúde e à cultura; direito aos jovens de protagonizarem sua história; direitos dos negros, dos indígenas, da população LGBT, das mulheres; direito de se manifestar sem ser reprimido”, atacou.
.
Dilma lembrou sua trajetória de luta contra a ditadura militar e fez um balanço dos avanços do PT no governo à frente de um processo que, segundo ela, “promoveu a maior inclusão social e redução de desigualdades da história de nosso país”. Um pouco afastado, quem assistia ao discurso era seu padrinho político, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que escolheu gravata das cores da bandeira para acompanhar o desfecho do impeachment. Os senadores Gleisi Hoffman, Lindbergh Farias e Fátima Bezerra estavam ao lado da ex-presidente, além de seu advogado de defesa, o ex-ministro José Eduardo Cardoso.
.
No pronunciamento, a petista sustentou mais uma vez sua inocência e reforçou que o partido ainda vai recorrer “em todas as instâncias possíveis”. Também chamou seus apoiadores à luta. “Haverá contra eles a mais firme, incansável e enérgica oposição que um governo golpista pode sofrer”, reforçou. E ainda completou, descartando um adeus: “Tenho certeza de que posso dizer daqui a pouco”. Às mulheres, Dilma afirmou que, com seu afastamento, o machismo e a misoginia mostraram suas “feias faces”.
.
PROTESTO
À medida que senadores chegavam ao palácio, em especial Lindbergh Farias (PT-RJ), eram recebidos por gritos de “Me representa”. No Palácio da Alvorada, parlamentares e militantes seguiram a mesma linha de que a luta continua. Logo depois do discurso da presidente, ela foi almoçar com apoiadores. Do lado de fora, um grupo continuou protestando contra o resultado do Senado. Deputados e ex-ministros discursaram para os militantes em frente ao Alvorada. O ex-ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, destacou a personalidade “guerreira” de Dilma, que animava muitos deles quando o desânimo batia. Militantes picharam o muro do Alvorada com os dizeres “governo golpista” e afixaram no quadro de avisos “Fora Temer”.

.

FONTE: Estado de Minas.


Vaca é resgatada de telhado por moradores de Conselheiro Pena

Segundo a Polícia Militar, animal caiu de rua que fica acima da residência.
Animal não ficou ferido e foi solto em um pasto próximo ao local.

Animal caiu no telhado de uma casa e ficou preso (Foto: Divulgação Polícia Militar)Animal caiu no telhado de uma casa e ficou preso

Uma vaca foi resgatada na manhã desta terça-feira (5) de cima do telhado de uma casa no Centro de Conselheiro Pena (MG). Segundo a Polícia Militar, o animal ficou preso no telhado após cair de um rua que fica acima da casa atingida. A vaca chegou a dar alguns passos, mas algumas telhas cederam e o animal ficou preso. Ninguém da família dona do imóvel se feriu.

O resgate do animal foi feito utilizando uma corda e durou cerca de uma hora, contando com a ajuda da população e de um vaqueiro, acionado pelos militares. Segundo a PM, o animal não apresentava ferimentos e, por ter dono desconhecido, foi solto em um pasto próximo.

FONTE: G1.


Galo perde a liderança, Cruzeiro despenca na tabela

Atlético decepciona torcida, perde para Grêmio e deixa liderança escapar dentro do Mineirão

Galo não conseguiu criar, levou gols em contra-ataques e perdeu por 2 a 0

Rodrigo Clemente/EM/D.A Press

.
Sem criatividade, força ofensiva e marcação firme. Assim foi o Atlético diante do Grêmio no Mineirão. O apoio da torcida não foi suficiente para o Galo recuperar a liderança do Campeonato Brasileiro. Apostando no contra-ataque, o time Gaúcho aproveitou os espaços vazios no lado direito da defesa alvinegra para vencer por 2 a 0 e entrar de vez na briga pelo título da Série A.
.
O Grêmio se aproveitou das falhas de marcação do Atlético em campo. Retrancado em boa parte do jogo, o time tricolor conseguiu enxergar espaços nas costas de Marcos Rocha (local onde os gols saíram). No ataque, o Galo até criou boas oportunidades, principalmente na reta final do segundo tempo, mas não conseguiu furar a meta defendida por Marcelo Grohe.
.
A derrota manteve o Atlético na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 36 pontos, um a menos que o Corinthians, novo líder da competição. O Grêmio está logo atrás, com 33.
.
Na próxima rodada, a última do primeiro turno, o Atlético visita a Chapecoense, na Arena Condá, domingo, às 18h30. No mesmo horário, na Arena do Grêmio, o Tricolor Gaúcho recebe o Joinville.

.

Cruzeiro joga mal, é goleado pelo Joinville e perde posições na tabela de classificação

Clube celeste deu vexame em Santa Catarina e foi dominado pelo time da casa

GERALDO BUBNIAK/AGB/ESTADAO CONTEUDO

.
Uma noite para ser esquecida pela torcida do Cruzeiro e muito analisada pela comissão técnica de Vanderlei Luxemburgo. Em uma de suas piores atuações na temporada, o clube celeste deu vexame em Santa Catarina e sofreu uma goleada por 3 a 0 para o modesto Joinville. O resultado poderia ter sido ainda mais elástico, se o árbitro Leandro Pedro Vuaden não tivesse anulado um gol do time da casa no fim do primeiro tempo, em um lance duvidoso.
.
Com a derrota acachapante no Sul, o Cruzeiro segue semconseguir uma boa escalada na tabela de classificação no Brasileiro. O clube celeste se manteve com 21 pontos e agora vê a zona da degola um pouco mais de perto – cinco pontos separam a equipe do pesadelo. No início da rodada, a Raposa ocupava a 11ª posição e, agora, está na 14ª. No próximo domingo, o Cruzeiro buscará a reabilitação contra o Inter, às 16h, no Mineirão.

.

FONTE: Estado de Minas.


Avião que sobrevoava acampamento sem-terra cai e deixa dois mortos em Tumiritinga

Local é conhecido por conflitos entre fazendeiro e integrantes do MST. Funcionários de prefeitura de Central de Minas confirmaram que o prefeito da cidade estava no avião

 

.
Duas pessoas morreram na queda de uma aeronave na tarde desta terça-feira em Tumiritinga, na Região do Vale do Rio Doce. De acordo com o 8º Comando Regional da Polícia Militar, o avião sobrevoava um acampamento conhecido por conflitos recentes entre integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) e fazendeiros. O prefeito da cidade de Central de Minas, Genil Mata da Cruz (PP), de 39 anos, estava no avião juntamente com um funcionário particular, identificado apenas como Douglas, de 28 anos.
.
Funcionários da prefeitura de Central de Minas estão concentrados próximo ao prédio da administração municipal, consternados com as informações do acidente. A secretária municipal de assistência social, Aline Soares de Menezes, os funcionários receberam a confirmação de que o prefeito estava a bordo da aeronave. “Ele e um funcionário dele saíram na tarde de hoje. A mãe do prefeito está aqui, transtornada com a notícia. Familiares já estão vindo buscá-la”, comentou. A secretária completou dizendo que Central de Minas está de luto com as mortes.
.
No início da noite, o secretário de obras e transportes, João Neto Garcia, revelou que os funcionários e moradores da cidade receberam um choque com a notícia. “Infelizmente nosso prefeito faleceu. Estamos chocados”, disse.
.
Segundo a PM, a corporação recebeu várias ligações de moradores dizendo que ataques estavam sendo realizados no local. De acordo com as denúncias, minutos antes da queda, dois ocupantes do monomotor estariam jogando algo que descrevem como uma espécie de coquetel molotov.

.
De acordo com a moradora da ocupação, Neurilane de Souza Alves, de 35 anos, duas aeronaves começaram a sobrevoar a fazenda no fim da tarde. “Elas sobrevoaram por aproximadamente uma hora o acampamento jogando bombas de coquetel molotov sobre as casas. Durante a ação, uma delas caiu e a outra foi embora”, comentou. A moradora afirma que as famílias não revidaram. As famílias ficaram assustadas com a ação e tentaram se esconder. “Foi muita correria. Não tivemos tempo de pensar em nada. Tinha muitas crianças, idosos e gestantes, o que fizemos foi protegê-los”, diz Neurilane.
.
Um militar que esteve no local diz que uma das asas da aeronave se quebrou antes da queda. A peça foi parar a cerca de 150 metros do restante da estrutura do avião. De acordo com o policial, há duas perfurações na asa que podem ter sido causadas por tiros. Ainda segundo o militar, essa informação só poderá ser confirmada pela perícia.
.
Três viaturas do Corpo de Bombeiros estiveram no local e combateram o incêndio na aeronave. Militares de Conselheiro Pena fazem o isolamento da área e aguardam a chegada da perícia.
.
Conforme informações da PM de Conselheiro Pena, integrantes do MST já tinham invadido outra propriedade na região. Nos últimos dias, após invasão a um terreno do prefeito da cidade de Central de Minas, Genil Mata da Cruz (PP), houve confronto. Segundo a PM, há informação de que o prefeito teria saído da cidade com um funcionário em uma aeronave nesta tarde.
.
A fazenda do prefeito de Central de Minas foi invadida em 5 de julho deste ano por membros do Movimento dos Sem-Terra (MST). O grupo, de aproximadamente 300 pessoas, justificou a entrada na propriedade por ser um local improdutivo. As terras ficam a aproximadamente sete quilômetros de Tumiritinga. 
.
Na última sexta-feira a situação ficou tensa na região. Moradores da ocupação informaram a PM que algumas pessoas invadiram a fazenda em dois tratores blindados. No trajeto, os suspeitos, segundo a denúncia, atiraram e arremessaram foguetes contra as famílias. 
.
Acidentes aéreos sobem em MG
.
Acidentes aéreos ocorrem com frequência em Minas Gerais este ano. Já foram registradas oito quedas de aeronaves, com 17 mortos, em 2015. Esta foi a sexta tragédia em menos de 40 dias. A primeira ocorrência – da sequência que começa no início de junho -, foi com um avião agrícola em Monte Carmelo, no Alto Paranaíba, que matou uma pessoa.

.

FONTE: Estado de Minas.


“Só ouvimos o barulho”, diz moradora sobre queda de helicóptero

Grupo de moradores chegou ao local do acidente guiando-se pelo cheiro de querosene e pela luz do celular de uma das vítimas, que recebeu inúmeras chamadas

.

Aeronáutica e polícia iniciam investigações sobre queda de helicóptero em Ouro Preto

A remoção dos corpos e destroços do Jet Ranger 206-B começa agora de manhã na Mata do Palmito, em Santa Rita de Ouro Preto

Peritos da Polícia Civil, legistas, investigadores, o delegado Regional de Ouro Preto, bombeiros e representantes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) seguem para o local da queda do helicóptero Jet Ranger 206-B na manhã desta quarta-feira para iniciar a remoção dos corpos e destroços.

.

A aeronave caiu na tarde de terça-feira, na Mata do Palmito, em Santa Rita de Ouro Preto, matando três pessoas: o piloto Felipe Piroli, filho do sócio da HeliBH, empresa de aluguel de helicópteros sediada em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o empresário Roberto Queiroz, dono da empresa Lotear Empreendimentos Imobiliários Ltda e o filho dele, Bruno Queiroz. Familiares e amigos das vítimas estão em Ouro Preto desde 23h de ontem acompanhando o trabalho dos bombeiros.

.

De acordo com a Polícia Civil, o local está isolado e a remoção de corpos começará depois do trabalho de coleta de dados do Cenipa, por meio dos militares do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes (Seripa III). A área onde o helicóptero caiu é de mata fechada. Para chegar ao local, é preciso seguir por nove quilômetros em uma estrada de terra e entrar por cerca de 500 metros dentro da vegetação.

.
Moradores da comunidade de Bandeirantes acionaram a corporação às 16h30, depois de ouvir um estrondo e, em seguida, fumaça saindo da mata. De acordo com o subcomandante da Guarda Civil de Ouro Preto, Geovanni Mapa, chovia no local no momento do acidente. O piloto teria tentado realizar o pouso em uma área aberta, mas bateu a cauda em uma árvore e a aeronave girou. 

Reprodução Facebook

Conforme o Corpo de Bombeiros, a aeronave seguia de Macaé, no Rio de Janeiro, com destino a Nova Lima e parou em Ubá, na Zona da Mata mineira, para abastecer. O helicóptero decolou por volta das 16h com tempo nublado. Em Ouro Preto, ele “guardou baixa” – expressão usada pelos pilotos quando a aeronave voa dentro de uma nuvem em baixa altitude -, e bateu contra uma montanha.
.
O modelo Jet Ranger 206-Bell tem capacidade para cinco pessoas, incluindo o piloto. No site da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave PT-YDY está matriculada em nome de Lotear Empreendimentos Imobiliários. O helicóptero teria de fazer nova Inspeção Anual de Manutenção (IAM) a partir de 14 de novembro deste ano, quando venceria a atual documentação. O Certificado de Aeronavegabilidade da aeronave tem validade até 17 de novembro de 2018.

.
MOS_QUEDAHELICOPTERO043.jpg

Helicóptero caiu na Mata dos Palmitos nesta terça


A queda do helicóptero que deixou três mortos no distrito de Santa Rita de Ouro Preto, na região Central do Estado, mobilizou moradores da região nessa terça-feira (16). A aeronave saiu de um condomínio em Macaé, no Rio de Janeiro, com destino a Nova Lima, na região metropolitana. Uma das vítimas é o piloto Felipe Piroli, e as outras duas seriam o empresário Roberto Queiroz e o filho dele, Bruno Queiroz.

“Pelo barulho que fez, eu achei que tivesse explodido (o helicóptero), ninguém viu, só ouviu o barulho”, disse Maria Aparecida Gomes, dona de casa e moradora da região da Mata dos Palmitos, onde a aeronave caiu. Em seguida, ela conta que foi possível ver uma fumaça preta saindo do local.Imediatamente, um grupo de aproximadamente 15 moradores se organizou para descobrir o que havia acontecido e, no caso da confirmação de um acidente, para prestar socorro às vítimas. O motorista José Eustáquio, de 43 anos, e o irmão dele foram os primeiros a chegar no ponto onde o helicóptero estava caído, uma região de mata fechada e difícil acesso. Ele conta que a dupla se guiou pelo cheiro de querosene e pelas luzes do celular de uma das vítimas, acesas devido às inúmeras chamadas de amigos e familiares que tentavam contato com ele.

Logo em seguida, os bombeiros chegaram. O local do acidente foi isolado e os bombeiros passaram a madrugada na região para garantir a preservação dos destroços para a perícia. Os corpos permanecem dentro da aeronave até a chegada da Polícia Civil, que fará a liberação.

A equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidente Aeronáuticos (Cenipa) que vai colher informações para investigar a causa do acidente saiu do Rio de Janeiro às 6h. Segundo os bombeiros, os técnicos iriam de helicóptero até a Mata dos Palmitos, mas devido às condições climáticas – há muito neblina na região – o transporte teve que ser alterado e eles seguem para o local de carro.

 

.

FONTE: Estado de Minas e O tempo.



%d blogueiros gostam disto: