Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo da tag: contagem

Abastecimento de água será interrompido em BH no domingo; veja a lista dos bairros

A interrupção vai acontecer, ainda, em Contagem, Nova Lima, Raposos, Sabará, e Santa Luzia. Copasa vai realizar manutenção no Sistema Rio das Velhas


Moradores de Belo Horizonte e de cinco cidades da região metropolitana devem ter atenção e economizar água. No próximo domingo, o abastecimento será interrompido para a manutenção no Sistema Rio das Velhas. Somente na capital mineira, mais de 130 bairros serão afetados em diferentes regiões.
De acordo com a Copasa, a paralisação do abastecimento será realizada a partir das 7h de domingo. A previsão é que seja normalizado, gradativamente, a partir de 15h do mesmo dia. Desta forma, é recomendado aos moradores que economizem água.

Além de Belo Horizonte, bairros de Contagem,  Nova Lima, Raposos, Sabará, e Santa Luzia, também serão afetados. Informações podem ser obtidas pelos consumidores por meio do telefone 155  ou no site da Copasa.

Veja a lista de bairros

Belo Horizonte: Aarão Reis, Acaiaca, Alípio De Melo, Alto Barroca, Alto Caiçaras, Anchieta, Aparecida, Aparecida Sétima Seção, Baleia, Bandeirantes, Barro Preto, Barroca, Beija Flor, Beira Linha, Belmonte, Boa Vista, Bom Jesus, Bonfim, Cachoeirinha, Caetano Furquim, Caiçaras, Campus Da UFMG, Capitão Eduardo, Carlos Prates, Carmo, Casa Branca, Castelo, Centro, Cidade Jardim, Cidade Nova, Colégio Batista, Concórdia, Conjunto Celso Machado, Conjunto Itacolomi, Conjunto Santa Maria, Conjunto Taquaril, Coqueiros, Coração De Jesus, Cruzeiro, Da Graça, Dom Joaquim, Dom Silvério, Dona Clara, Engenho Nogueira, Ermelinda, Esplanada, Estoril, Estrela Dalva, Eymard, Fernão Dias, Floresta, Frei Eustáquio, Funcionários, Goiânia, Gorduras, Gorduras De Cima, Grajaú, Granja De Freitas, Gutierrez, Havaí, Horto, Horto Florestal, Inconfidência, Ipanema, Ipê, Ipiranga, Itaipu, Jaraguá, Jardim Alvorada, Jardim América, Jardim São Jose, Jardim Vitoria, Lajedo, Liberdade, Lourdes, Luxemburgo, Marajó, Maria Goretti, Maria Teresa, Maria Virginia, Monsenhor Messias, Monte Azul, Montes Claros, Morro Das Pedras, Morro Do Papagaio, Nazaré, Nossa Senhora Da Gloria, Nova Barroca, Nova Cachoeirinha, Nova Esperança, Nova Floresta, Nova Granada, Nova Vista, Novo Aarão Reis, Novo Gloria, Novo São Lucas, Novo Tupi, Ouro Minas, Ouro Preto, Palmares, Paquetá, Paraíso, Paulo Vi, Pedreira Prado Lopes, Pedro II, Penha, Pindorama, Pirajá, Pompeia, Prado, Primavera, Primeiro De Maio, Providencia, Renascença, Ribeiro De Abreu, Sagrada Família, Santa Cruz, Santa Efigênia, Santa Inês, Santa Lucia, Santa Rosa, Santa Tereza, Santa Terezinha, Santo Agostinho, Santo André, Santo Antônio, São Bento, São Cristóvão, São Francisco, São Gabriel, São Geraldo, São Gonçalo, São José, São Lucas, São Luiz, São Marcos, São Paulo, São Pedro, São Salvador, Saudade, Savassi, Serra, Serrano, Sion, Sumaré, Suzana, União, Universitário, Vera Cruz, Vila Cafezal, Vila Paris, Vista Do Sol e Vitoria.

Contagem: Jardim Perola e Parque Novo Progresso.

Nova Lima: Acaba Mundo, Alto Do Gaia, Alvorada, Barra Do Céu, Bela Fama, Bela Vista, Boa Vista, Bonfim, Bosque Residencial Jambreiro, Campo Do Pires, Canto Da Mata I, Canto Da Mata II, Cariocas, Cascalho, Centro, Chácara Bom Retiro, Chácara Dos Cristais, Chácara Silveira Ramos, Cristais, Cruzeiro, Fazenda Do Benito, Galo Novo, Galo Velho, Honório Bicalho, Ipê, Ipê Da Serra, Jardim Das Américas, Jardim Serrano, José De Almeida, Le Cottage, Matadouro, Matozinhos, Mina D’ Água, Mingu, Mirante Da Mata, Nossa Senhora De Fátima, Oswaldo Barbosa Pena II, Ouro Velho Mansíes, Parque Aurilândia, Parque Santo Antônio, Pau Pombo, Quintas, Quintas Do Sol, Resende, Residencial Sul, Retiro, Rosário, Santa Rita, São Bento, Vale Da Esperança, Vila Do Ouro, Vila Industrial I, Vila Lacerda, Vila Madeira, Vila Maria Do Carmo, Vila Marize, Vila Monte Castelo, Vila Nova Betânia, Vila Nova Suíça, Vila Operaria, Vila Padre Valeriano, Vila Passos, Vila São Jose Terceira Seção, Vila São Luiz e Valle De Montagne.

Raposos: Barracão Amarelo, Bela Vista, Boa Vista, Matadouro, Morro Das Bicas, Quintas Da Mata, Recanto Feliz, São Domingos, São Judas Tadeu, Tocantins, Varella, Várzea Do Sitio e Vila Vitoria.

Sabará: Adelmolândia, Adelmolândia II, Águas Férreas, Alto Bela Vista, Alto Do Cabral, Alto Do Fidalgo, Alto Vila São José, Alvorada, Amélia Moreira, Ana Lucia, Arraial Velho, Borba Gato, Borges, Cabral, Caieira, Campinas, Centro, Condomínio Eugenie Scharle, Condomínio Jardim Dos Borges, Conjunto Habitacional Morada Da Serra, Córrego Da Ilha, Distrito Industrial Simão Da Cunha, Esplanada, Fogo Apagou, Gaia, Galego, Granjas De Freitas, Ipê Amarelo, Itacolomi, Jardim Castanheira, Mangabeiras, Marzagão, Morro Da Cruz, Morro São Francisco, Mundo Velho, Nações Unidas, Nossa Senhora Conceição, Nossa Senhora Da Conceição, Nossa Senhora De Fatima, Nossa Senhora Do O, Nova Vista, Novo Alvorada, Novo Alvorada Barraginha, Novo Horizonte, Novo Santa Inês, Paciência, Padre Chiquinho, Praia Dos Bandeirantes, Rio Negro, Rosário, Rosário II, Rosário III, Rosário/Vila Dos Coqueiros, Santana, Santo Antônio, Santo Antônio De Roças Grandes, Siderúrgica, Sobradinho, Terra Santa, Valparaiso I, Valparaiso II, Várzea Do Moinho, Vila Bom Retiro, Vila Do Triangulo, Vila Dos Coqueiros, Vila Esperança, Vila Eugênio Rossi, Vila Francisco De Moura, Vila Mangueiras, Vila Michel, Vila Real, Vila Rica, Vila Santa Cruz, Vila Santa Rita, Vila Santo Antônio De Pádua, Vila São José e Vila São Sebastião.

Santa Luzia: Adeodato, Barreiro Do Amaral, Bela Vista, Bicas, Bom Destino, Bom Jesus, Bonanza, Camelos, Capitão Eduardo, Centro, Colorado, Condomínio Estâncias Dos Lagos, Condomínio Recanto Da Mata, Condomínio Recanto Do Luar, Córrego Frio, Dona Rosarinha, Esplanada, Fecho, Gameleira, Gameleira II, Idulipe, Imperial, Industrial Americano, Kennedy, Maria Adélia, Mata Dos Ipês, Moreira, Padre Miguel, Parque Boa Esperança, Parque Nova Esperança, Petrópolis, Quarenta E Dois, Retiro Do Recreio I, Santa Matilde, Santa Monica, São Geraldo, Vale Das Acácias, Vale Dos Coqueiros, Vila Iris, Vila Olga, Vila Parnaso, Vila Santa Rita De Cássia e Vila São Mateus.

.

FONTE: Estado de Minas.


Mãe vende bebê no Face, se arrepende após parto e entrega compradores

Quatro pessoas de uma mesma família do Rio foram presas; segundo a polícia, elas fizeram vários depósitos em dinheiro para a mulher ao longo da gestação

O arrependimento de uma mãe, de 24 anos, que deu à luz a um menino na tarde dessa segunda-feira (5), em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, impediu a conclusão da venda do próprio filho.

Durante a gestação, a mulher prometeu, por meio de um grupo no Facebook, entregar o bebê a uma família do Rio de Janeiro. No entanto, nessa terça-feira (6), quando os compradores foram ao Complexo Hospitalar de Contagem (CHC), no bairro Eldorado, para buscar a criança, a mãe desistiu e revelou o esquema.

O tenente Thiago Rangel, da 26ª Companhia do 39º Batalhão da Polícia Militar (PM), explicou que quatro pessoas, sendo dois casais de uma mesma família, estavam na maternidade com o objetivo de levar a criança e acabaram presas. Apesar do arrependimento, a mãe também foi detida e permanece sob custódia policial na unidade de saúde ao lado do filho até receber alta médica.

“No momento da abordagem da PM, essa mãe disse que doaria a criança, mas seria por meio fraudulento, sem seguir os trâmites legais da lei de adoção. Mas tudo indica, principalmente pelas conversas nas redes sociais (entre os envolvidos), que trata-se na verdade de uma venda”, disse o tenente.

A PM descobriu que a mulher recebeu ao longo da gravidez dinheiro da família do Rio de Janeiro como forma de pagamento pelo bebê. A corporação, entretanto, não sabe qual foi o valor enviado para ela. “Eles não revelaram. A informação que foi passada para a gente é que foram realizados diversos depósitos, mas não foi especificada a quantia”, ressalta Rangel.

Todos os envolvidos foram enquadrados no artigo 238 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) que prevê prisão de um a quatro anos e multa para quem prometer ou efetivar a entrega de filho a terceiro, mediante pagamento, e também para quem oferecer a remuneração ou recompensa.

Funcionários do hospital ajudaram a descobrir o crime

O diretor-geral do Complexo Hospitalar de Contagem, João Pedro Machado, contou que desde a chegada da gestante à maternidade, os funcionários desconfiaram que algo estava errado. “Ela chegou já em trabalho de parto e foi atendida normalmente. Mas depois do nascimento do bebê algumas situações chamaram a atenção das enfermeiras. A mãe não levou para o hospital roupinhas, fraldas, nada para a criança. Isso não é comum”, salienta Machado.

O estopim veio nessa terça no momento em que um homem – da família do Rio – apareceu no hospital pedindo informações sobre a criança. Ele alegou ser o pai do recém-nascido. “Isso nos causou uma estranheza porque geralmente o pai acompanha o parto ou tem o nome registrado na recepção para fazer a visita depois”, destaca o diretor-geral. “Diante dessa situação, uma psicóloga e uma assistente social foram conversar com a mãe. Ela confessou tudo. Arrependida, ela disse que estava com medo, insegura e precisando de ajuda. Ligamos para a polícia que abordou essas quatro pessoas na recepção”, conclui.

Investigação

Na noite dessa terça, os casais foram ouvidos na delegacia de plantão de Contagem. A PM não divulgou as identidades dos criminosos, porém, informou que nenhum deles tem passagem anterior pela polícia. Contudo, não está descartada a possibilidade de que eles façam parte de uma quadrilha envolvida no esquema de compra de bebês.

“Nós não temos informações se eles integram alguma quadrilha. Isso vai ficar a cargo da Polícia Civil que vai fazer uma investigação mais detalhada sobre o fato para se fazer esse tipo de levantamento. São dois casais do Rio de Janeiro, duas irmãs da mesma família com os respectivos maridos”, comenta o tenente Rangel.

Maternidade de Contagem

Apesar do arrependimento, a mãe também foi detida e permanece sob custódia policial na maternidade

O hospital informou que o menino está bem. Segundo a PM, caberá à polícia judiciária o destino da criança. Durante o registro da ocorrência, uma mulher que se identificou como prima da mãe informou que a família dela não sabia da gravidez.

.

FONTE: O Tempo.


Cerca de 200 bairros de Belo Horizonte ficarão sem água neste domingo

Interrupção no abastecimento também afetará Nova Lima, Raposos, Sabará e Santa Luzia.

Cerca de 200 bairros de Belo Horizonte vão ficar sem água neste domingo (25). A interrupção no abastecimento também afetará Nova Lima, Raposos, Sabará e Santa Luzia, na Região Metropolitana.

De acordo com a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), o corte ocorrerá a partir das 6h para manutenção preventiva no Sistema Produtor de Água Rio das Velhas, em Nova Lima. No domingo, também será realizada manutenção no sistema elétrico da elevatória de água tratada São Lucas, na capital.

A previsão da Copasa é que os serviços sejam concluídos até as 16h e que o abastecimento de água será normalizado, gradativamente, até a madrugada de segunda-feira (26). Veja a lista de locais afetados.

Belo Horizonte

Aarão Reis, Aeroporto, Alto Barroca, Alto Colégio Batista, Alto Vera Cruz, Álvaro Camargo, Alvorada, Alípio de Melo, Anchieta, Aparecida, Aparecida 7ª Seção, Baleia, Bandeirantes, Barro Preto, Barroca, Belmonte, Betânia, Boa Vista, Bom Jesus, Bonfim, Borges, Cachoeirinha, Caetano Furquim, Cafezal, Caiçara, Calafate, Campus da UFMG, Caparaó, Capitão Eduardo, Carlos Prates, Carmo, Casa Branca, Castanheira, Celeste Império, Celso Machado, Centro, Chácaras Montevidéu, Cidade Jardim, Cidade Nova, Cidade Universitária, Cinquentenário, Colégio Batista, Concórdia, Conjunto Betânia, Conjunto Califórnia, Conjunto Felicidade, Conjunto Itacolomi, Conjunto Novo Aarão Reis, Conjunto Ribeiro de Abreu, Conjunto Santa Maria, Conjunto Santos Dumont, Coração de Jesus, Cruzeiro, Da Graça, Das Mansões, Dom Bosco, Dom Joaquim, Dom Silvério, Dona Clara, ETE/Arrudas, Ermelinda, Esplanada, Estoril, Estrela Dalva, Eymard, Fazendinha (Aglomerado da Serra), Fernão Dias, Flamengo, Floresta, Frei Eustáquio, Funcionários, Gameleira, Glória, Goiânia, Gorduras, Gorduras de Cima, Grajaú, Granja, Werneck, Guarani, Gutierrez, Havaí, Heliópolis, Horto, Humaitá, Inconfidência, Indaiá, Industrial Rodrigues da Cunha, Instituto Agronômico, Ipanema, Ipiranga, Jaraguá, Jardim América, Jardim Pirineus, Jardim Taquaril, Jardim Vitória, Jardim das Rosas, Jardinópolis, Jonas Veiga, Lagoinha, Liberdade, Lourdes, Luxemburgo, Maria Goretti, Maria Virgínia, Mariano de Abreu, Minas Brasil, Minaslândia, Modelo, Monsenhor Messias, Monte Azul, Morro das Pedras, Morro do Papagaio, Nazaré, Nossa Senhora da Saúde, Nossa Senhora de Fátima, Nova Barroca, Nova Cachoeirinha, Nova Esperança, Nova Floresta, Nova Granada, Nova Suíssa, Nova Vista, Novo Aarão Reis, Novo Alvorada, Novo São Lucas, Ouro Preto ,Padre Eustáquio, Palmares, Pampulha, São José, Paraíso, Parque Riachuelo, Patrocínio, Paulo VI, Pedreira Prado Lopes, Pedro II, Pindorama, Pirajá, Pompéia, Pousada Santo Antônio, Prado, Prado Lopes, Primavera, Primeiro de Maio, Primeiro de Novembro, Progresso, Providência, Recreio, Renascença, Ribeiro de Abreu, Rodrigues Cunha, Sagrada Família, Salgado Filho, Santa Efigênia, Santa Cruz, Santa Inês, Santa Lúcia, Santa Maria, Santa Rosa, Santa Tereza, Santa Terezinha, Santo Agostinho, Santo André, Santo Antônio, Saudade, Savassi, Senhora dos Passos, Serra, Silveira, Sion, Sumaré, Suzana, São Bento, São Bernardo, São Cristóvão, São Francisco, São Gabriel, São Geraldo, São Gonçalo, São José, São João Batista, São Lucas, São Luiz, São Marcos, São Paulo, São Pedro, São Salvador, Tabelião Ferraz, Taquaril, Tupi, Universitário, União, Vera Cruz, Vila Brasília, Vila Canadá, Vila Indaia, Vila Ipê, Vila Luiz Abreu, Vila Luiz de Abreu, Vila Maria Aparecida, Vila Maria Virgínia, Vila Maura, Vila Mauá, Vila Nossa Senhora da Penha, Vila Santa Maria, Vila Santo Agostinho, Vista do Sol e Vila Silveira

Nova Lima

Sede do município, exceto a região do Seis Pistas, Jardim Canadá e Macacos

Raposos

Todo o município

Sabará

Todo município, exceto distrito de Ravena

Santa Luzia

Todo município, exceto a região do São Benedito

.

FONTE: G1.


Página na internet divulga informações falsas sobre IPTU de Contagem

A administração municipal afirmou, em nota, que todas as informações sobre o imposto serão divulgadas em breve por meio do site contagem.mg.gov.br

A Prefeitura de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, divulgou um alerta nesta sexta-feira (26) sobre uma página na internet que divulga informações falsas sobre o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2018 referente ao município.

Segundo a prefeitura, o endereço eletrônico http://www.iptu2018.com/iptu-contagem-2018-prefeitura-2-via/ não é oficial e as informações disponíveis no site não foram fornecidas pela Secretaria Municipal de Fazenda.

A página diz, por exemplo, que os contribuintes que decidirem quitar o tributo à vista para receber um desconto deverão realizar o pagamento em fevereiro. No entanto, de acordo com a prefeitura, a cobrança do IPTU 2018 de Contagem só começará em abril.

Em nota, a administração municipal afirmou que todas as informações sobre o imposto serão divulgadas em breve por meio do site oficial contagem.mg.gov.br e demais canais de comunicação da prefeitura, como a página no Facebook.

Site fake

Página na internet divulga informações falsas sobre o pagamento do IPTU 2018 de Contagem

.

FONTE: O Tempo.


Obras vão interromper fornecimento de água para cerca de 250 mil pessoas na Grande BH

A interrupção vai acontecer no próximo domingo por causa de obras para a melhoria viária do Bairro Petrolândia, em Contagem. Normalização será na segunda-feira

 
Moradores de quatro cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte ficaram sem o abastecimento de água no próximo domingo. A interrupção aconteceu por causa de obras para a melhoria viária do Bairro Petrolândia, em Contagem. A pausa no sistema reprodutor Várzea das Flores, em Betim, vai atingir 250 mil pessoas.
A paralisação vai começar 4h e deve durar até 23h. Mesmo assim, a previsão da Copasa é que o abastecimento seja normalizado, de forma gradativa, na madrugada de segunda-feira. Serão atingidos moradores de Betim, Contagem, Esmeraldas e Ribeirão das Neves.

Para evitar o desabastecimento e desperdício, a Copasa pede a colaboração dos moradores para evitarem gastos desnecessários. Informações ou dúvidas podem serem esclarecidas no telefone 115 ou no site da Companhia

Veja os bairros atingidos

BETIM: Alto das Flores, Capelinha, Chácaras São José, Conjunto Jalila Conceição Pedrosa, Conjunto Habitacional Celso Pedrosa, Cruzeiro Do Sul, Dom Bosco, Duque De Caxias, Espírito Santo, Granja Verde, Imbiruçu, Industrial São Pedro, Itacolomi, Jardim das Alterosas I Seção, Jardim Das Alterosas II Seção, Niteroi, Parque das Acácias, Recreio dos Caiçaras, São Caetano, São Cristovão, São Luiz, São Miguel, Senhora de Fátima, Sítio Amoras, Vila Cristina, Vila das Flores,Vila Inconfidência e Vila Universal.

CONTAGEM: Beija Flor, Bernardo Monteiro, Canadá, Capão Das Cobras, Centro, Chácaras Campo Alegre, Chácaras Contagem, Chácaras Solar do Madeira, Colonial, Condomínio Nosso Rancho, Condomínio Vila do Lago, Conjunto Habitacional Campo Alto, Conjunto Habitacional Fonte Grande, Conjunto Habitacional São Caetano, Darci Ribeiro, Estâncias Imperiais, Estância do Hibisco, Fonte Grande, Industrial São Luiz, Lúcio de Abreu, Nascentes Imperiais, Nossa Senhora do Carmo, Nova Contagem, Petrolândia, Quintas do Jacuba, Retiro, Santa Helena, Santa Terezinha, Sapucaias, Sapucaias Ii, Sapucaias III, Sítios Rurais Jardim Recreio, Tropical, Vila Itália, Vila Ipê Amarelo, Vila Nova Esperança, Vila Renascer e Vila Panamá.

ESMERALDAS: Novo Retiro, Recanto Verde, Recreio do Retiro, Santa Cecília, São Francisco, São Pedro e Serra Verde.

RIBEIRÃO DAS NEVES: Alterosa, Cruzeirinho, Jardim Verona, Vale Verde e Veneza.

.

FONTE: Estado de Minas.


Trincheira do Itáu Power Shopping será inaugurada na próxima sexta

A obra tem como objetivo melhorar a mobilidade no entorno do shopping que fez com que aumentasse bastante o fluxo de veículos na região

Itaú
A trincheira do Itáu Power Shopping, no entroncamento entre as avenidas David Sarnoff e Babita Camargos, no bairro Cidade Industrial será inaugurada na próxima sexta-feira (19) às 9h. A obra tem como objetivo melhorar a mobilidade no entorno do shopping que fez com que aumentasse bastante o fluxo de veículos na região.

.

O intuito da trincheira é eliminar o cruzamento entre as avenidas David Sarnoff e Babita Camargos, fazendo com que os motoristas que vierem pela David Sarnoff passem por baixo da estrutura, sem semáforos. Já quem vier pela Babita Camargos passará por cima, reduzindo em 33% o tempo semafórico na via.

.

Diariamente transitam pelo cruzamento cerca de 70 mil veículos, sendo 7 mil deles no horário de pico, entre 18h e 19h. Esse local tem o maior fluxo de veículos no perimetro urbano da cidade, segundo a Prefeitura de Contagem.

.

O investimento total para a construção da trincheira foi de R$ 28 milhões, essa obra é a principal execução do Plano de Mobilidade Urbana de Contagem que deve contar ainda com a construção de terminais de ônibus, viadutos corredores de trânsito e recapeamento asfáltico. Todas essas obras devem custar no final cerca de R$ 400 milhões.

.

O trânsito para a trincheira será totalmente liberado na sexta-feira a partir de 12h. Os ônibus que tiveram seus itinerários alterados por causa das obras vão ter sua rota normalizada a partir de 0h de sábado. Os novos locais dos pontos de embarque e desembarque dos ônibus serão sinalizados com placas. Agentes de trânsito estarão no local a partir de sexta-feira para orientar motoristas e pedestres.

.

Confira as outras obras que compõem o Plano de Mobilidade Urbana da cidade:

.

Viaduto do Petrolândia – em execução

Sobre a Via Expressa, facilitando o acesso à região

Investimento: R$ 2,5 milhões

Previsão de entrega: primeiro semestre de 2017

PAC Mobilidade Médias Cidades

Viaduto das Américas I – em execução

Entroncamento das avenidas das Américas e Severino Ballesteros, na Ressaca

Investimento: R$ 18,5 milhões

Previsão de entrega: primeiro semestre de 2017

PAC Mobilidade Médias Cidades

Viaduto Teleférico – Início entre março e abril/16

Sobre a BR 040, ligando os bairros Água Branca (Eldorado) e Morada Nova (Ressaca)

Investimentos: 15 milhões

Previsão de entrega: primeiro semestre de 2017

PAC Mobilidade Médias Cidades

Viaduto das Américas II – projeto concluído

Na avenida das Américas, sobre a BR 040, na Ressaca

Investimentos: 15,6 milhões

Previsão de entrega: entre final de 2017 e início de 2018

Parceria com a Via 040, que administra a BR 040, e a ANTT.

Responsabilidade de execução da Via 040

Trincheira da BR 381 – projeto concluído

No entroncamento entre a avenida David Sarnoff e a BR 381, no acesso à região Industrial

Investimentos: R$ 15 milhões

Previsão de entrega: entre final de 2017 e início de 2018

Parceria com ANTT e Autopista Fernão Dias, que administra a BR 381

Execução: Autopista Fernão Dias

.

Via Expressa

No Plano de Mobilidade de Contagem, inclui-se o recapeamento completo de diversas vias importante da cidade. Em destaque, o trecho da Via Expressa que corta o município. Parte dos recursos para a completa troca do asfalto da via foi contemplada dentro do projeto do corredor Leste-Oeste.

.

Para o restante do trecho, entre o Parque São João e Estação Eldorado, o prefeito Carlin Moura articulou convênio com o governo estadual para a execução das intervenções. “Recebemos a informação do DER/MG que nossa proposta de parceria para as obras de total recapeamento da Via Expressa foi aprovada pelo governo estadual. Já temos parte dos recursos garantidos pelo município por meio do PAC Mobilidade. Agora, recebemos o aval do governador para mais R$ 15 milhões. Assim, já estamos em fase adiantada de projetos para iniciarmos o processo licitatório”.

.

FONTE: O Tempo.


Copasa interrompe abastecimento de água para obras neste domingo
Faltará água em bairros de Belo Horizonte, Contagem, Betim, Esmeraldas, Igarapé, Mário Campos, Matozinhos, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, São Joaquim de Bicas e Sarzedo
falta de água
A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) irá interromper o abastecimento de água de alguns bairros de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Esmeraldas, Ibirité, Igarapé, Mário Campos, Matozinhos, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, São Joaquim de Bicas e Sarzedo, na região metropolitana de Belo Horizonte, a partir das 6h deste domingo (19), para execução de obras de melhoria e manutenção preventiva e segurança operacional da subestação elétrica da Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio Manso, em Brumadinho.

A previsão para concluir os serviços é às 20h do mesmo dia e o abastecimento de água será normalizado, gradativamente, até a madrugada de segunda-feira (20). Durante este período, a Companhia pede a colaboração da população para o uso consciente da água, evitando desperdícios.

Bairros que terão o abastecimento interrompido:

BELO HORIZONTE: Alípio de Melo, Alto Caiçaras, Alto dos Pinheiros, Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Átila de Paiva, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Bonfim, Bonsucesso, Brasil Industrial, Braúnas, Buritis, Cabana, Caiçara Adelaide, Caiçara, Califórnia, Camargos, Cardoso, Castelo, Céu Azul, Cinquentenário, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Betânia, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Califórnia, Conjunto Flávio de Oliveira, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto Habitacional Confisco, Conjunto Itacolomi, Conjunto João Paulo II, Conjunto Pongelupe, Conjunto Santa Maria, Conjunto Túnel de Ibirité, Coqueiros, Cristo Redentor, Das Indústrias, Das mansões, Diamante, Distrito Industrial do Jatobá, Dom Bosco, Durval de Barros, Engenho Nogueira, Enseada das Garças, Esplendor, Estoril, Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Europa, Filadélfia, Flávio Marques Lisboa, Gameleira, Garças, Glalija, Glória, Havaí, Inconfidente, Ipiranga, Itaipu, Jardim Alvorada, Jardim América, Jardim dos Comerciários, Jardim Filadélfia, Jardim Leblon, Jardim Montanhês, Jardim São José, Jardinópolis, Jatobá, João Pinheiro, Lagoa, Lagoinha, Letícia, Lindéia, Luar da Pampulha, Madre Gertrudes, Mansões, Mantiqueira, Marajó, Marilândia, Maringá, Milionários, Miramar, Monsenhor Messias, Morro das Pedras, Nossa Senhora da Glória, Nosso Lar, Nova América, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Nova Pampulha, Nova York, Novo das Indústrias, Olaria, Palmeiras, Padre Eustáquio, Parque São José, Patrocínio, Pedro II, Pindorama, Pongelupe, Primavera, Regina, Resplendor, Rio Branco, Salgado Filho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, Santa Lucia, Santa Margarida, Santa Mônica, Santa Terezinha, São Bento, São Joaquim, São José, São Salvador, Serra do José Vieira, Serrano, Sical, Solar, Sumaré, Suzana, Teixeira Dias, Tirol, Trevo, Urucuia, Vila Cemig, Vila Conquista, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa, Vista Alegre, Washington Pires e Xangrilá.

BETIM: Alvorada, Amazonas, Arquipélago Verde, Bandeirinhas, Casa Amarela, Capelinha, Chácaras Reunidas, Chácaras Reunidas Guaracyaba, Charneca, Citrolândia, Colonial Santa Isabel, Conjunto Residencial Dicalino C. da Fonseca, Distrito Industrial Bandeirinhas, Distrito Industrial Paulo Camilo, Dom Bosco, Estâncias do Sereno, Granja Verde, Icaivera, Imbiriçu, Jardim Cedro, Jardim Paulista, Jardim Piemonte, Jardim Teresópolis, Jardim das Alterosas Seção I, Laranjeiras, Nova Baden, Paquetá, Parque Ipiranga, Parque das Acácias, Parque do Cedro, Paulo Camilo III, Quintas da Bandeirinha, Renascer, Santa Cruz, Santo Antônio, São Caetano, São Jorge, São Marcos, São Miguel, São Salvador e Vila Boa Esperança.

CONTAGEM: Água Branca, Alto da Penitenciária, Alvorada, Amazonas, Arcada, Arpoador, Arvoredo, Balneário da Ressaca, Bandeirantes, Beatriz, Belém, Bela Vista, Bernardo Monteiro, Betânia, Buganville, Bom Jesus, Cândida Ferreira, Cabral, Caiapós, Camilo Alves, Ceasa, Centro, Central Parque, Chácara Califórnia, Chácara Contagem, Chácara Campestre, Chácaras Campo Alegre, Chácara Boa Vista, Chácaras Del Rey, Chácara Novo Horizonte, Chácaras Campo do Meio, Chácaras Cotia, Chácaras Planalto, Chácaras Reunidas Terezinha, Cidade Industrial, Cincão, Cinco, Colonial, Colorado, Condomínio Estância San Remo, Condomínio Nosso Rancho, Conjunto Habitacional Água Branca, Conjunto Habitacional Carajás, Conjunto Habitacional Confisco, Conjunto Habitacional Fonte Grande, Conjunto Habitacional Costa e Silva, Conjunto Habitacional Jardim Califórnia, Conjunto Habitacional Monte Castelo, Conjunto Habitacional Riacho III, Conjunto Habitacional Oitis, Darci Vargas, Darci Ribeiro, Distrito Industrial Doutor Hélio P. Guimaraes, Distrito Industrial Riacho das Pedras, Do Comércio, Dos Funcionários, Durval de Barros , Eldoradinho , Eldorado, Estrela Dalva, Estância do Hibisco, Estância Silveira, Estâncias Imperiais, Europa, Fazenda Tapera, Fonte Grande, Flamengo, Granja Ouro Branco, Granja Vista Alegre, Glória, Guanabara, Icaivera, Inconfidentes, Industrial, Industrial Itaú, JK, Jardim Alvorada, Jardim Balneário, Jardim das Oliveiras, Jardim dos Bandeirantes, Jardim Industrial, Jardim Laguna, Jardim Marrocos, Jardim Pérola, Jardim Riacho das Pedras, Jardim Vera Cruz, Linda Vista, Los Angeles, Lúcio de Abreu, Lua Nova da Pampulha, Maria da Conceição, Milanês, Morada Nova, Nacional, Nazaré, Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora de Fátima, Nova Contagem, Novo Eldorado, Novo Progresso, Novo Recanto, Novo Riacho, Oitis, Parque Airton Sena, Parque Centro, Parque Maracanã, Parque dos Turistas, Parque Recreio, Parque São João, Pedra Azul, Perobas, Pôr do Sol, Portal do Sol, Praia, Quintas Coloniais, Recanto da Mata, Recanto da Pampulha, Retiro, Riacho das Pedras, Santa Cruz Industrial, Santa Filomena, Santa Luzia, Santa Maria, Santa Terezinha, São Sebastião, São Gonçalo, São Gotardo, São Joaquim, Senhora da Conceição, Três Barras, Tropical, Tijuca, Tupâ, Vale das Amendoeiras, Vale das Perobas, Vera Cruz, Vila Boa Vista, Vila Barraquinha, Vila Dom Bosco, Vila esperança, Vila Estaleiro, Vila Francisco Mariano, Vila Itaú, Vila Ipê Amarelo, Vila Itália, Vila Panamá, Vila Paris, Vila Pernambucana, Vila Renascer, Vila Riachinho, Vila Santa Luzia, Vila Santo Antônio, Vila São Mateus, Vila São Paulo, Vila Tijolinho, Vila Itália, Xangrilá.

ESMERALDAS: Condomínio Nossa Fazenda, Monte Sinais, Novo Retiro, Retiro, Recanto da Mata, Recanto Verde, Recreio do Retiro, Recreio do Riachinho, Residencial São Pedro, São Francisco, São Pedro, Santa Cecília e Serra Verde.

IGARAPÉ: Todo município.

MÁRIO CAMPOS: Todo município.

MATOZINHOS: Somente a localidade de Mocambeiro.

PEDRO LEOPOLDO: Todo município, exceto os bairros Fidalgo e Sumidouro.

RIBEIRÃO DAS NEVES: Alicante, Areias de Baixo, Barcelona, Bela Vista, Bom Sossego, Campos Silveira, Centro, Centro de Areias, Céu Anil, Chácaras do Baú, Chácaras Bom Retiro, Conjunto Habitacional Henrique Sapori, Condomínio Vale do Ouro, Distrito Industrial João de Almeida, Dos Pereiras, Dona Clarice, Eliane, Fazenda Severina, Fazendas Lages, Fazenda Castro, Florença, Franciscadriângela , Fortaleza, Granjas Primavera , Havaí, Iolanda , Jardim Alvorada, Jardim Colonial, Jardim Florença, Jardim Verona, José Maria da Costa, Kátia, Landi I e II, Liberdade, Luana, Luar da Pampulha, Mangueiras, Maria Helena II, Monte Verde, Napoli, Neviana, Nossa Senhora das Neves, Nova União, Pedreira, Pedra Branca, Porto Seguro, Quintas do Lago, Quintas Vera Cruz, Rosana, Rosaneves, Rosimeire, San Marino, San Remo, Santa Isabel, Santa Marta, Santa Martinha, Santa Matilde, Santa Paula, Santinho, Santa Margarida, Santana I, Santana II, Santo Antônio, São Francisco de Assis, São Geraldo, São Judas Tadeu, São Luiz, São Pedro, Savassi, San Genaro, Sevilha, Soares, Status, Tânia, Tancredo Neves, Tocantins, Vale da Prata, Vale das Acácias, Vale Verde, Várzea Alegre, Veneza, Vereda, Vila Henrique Sapori , Vila Aparecida, Vila Bispo de Maura ,Vila Cacique, Vila Eduarda, Vila Esplanada, Vila Real, Vila Hortinha e Vila Mariana.

SÃO JOAQUIM DE BICAS: Todo município.

SARZEDO: Todo município.

.

FONTE: O Tempo.


Copasa interrompe abastecimento de água na Região Metropolitana de BH neste domingo

A paralisação dos serviços será causada por obras de melhoria e manutenção preventiva estação elevatória de água tratada em Betim.

A paralisação dos serviços será causada por obras de melhoria e manutenção preventiva estação elevatória de água tratada em Betim.

Bairros de Belo Horizonte, Contagem, Betim e outros seis municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte terão o abastecimento de água interrompido a partir das 6h deste domingo (16). Segundo a Copasa, a paralisação dos serviços será causada por obras de melhoria e manutenção preventiva estação elevatória de água tratada instalada no bairro Novo Amazonas, em Betim.

A conclusão das obras está prevista para às 20h e o abastecimento deve ser retomado gradativamente durante a madrugada de segunda (18).

Confira abaixo a lista com os bairros e municípios afetados:

Belo Horizonte:  Alípio de Melo, Alto Caiçaras, Alto dos Pinheiros, Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Átila de Paiva, Bairro das Indústrias, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Bonfim, Bonsucesso, Brasil Industrial, Braúnas, Buritis, Cabana, Caiçara Adelaide, Caiçara, Califórnia, Camargos, Cardoso,  Castelo, Céu Azul, Cinquentenário, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Betânia, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Califórnia, Conjunto Flávio de Oliveira, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto Habitacional Confisco, Conjunto Itacolomi, Conjunto João Paulo II, Conjunto Pongelupe, Conjunto Santa Maria, Conjunto Túnel de Ibirité,  Coqueiros, Cristo Redentor, Das Indústrias, Das mansões, Diamante, Distrito Industrial do Jatobá,Dom Bosco, Durval de Barros, Engenho Nogueira, Enseada das Garças, Esplendor, Estoril,Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Europa,  Filadélfia, Flávio Marques Lisboa, Gameleira, Garças, Glalija, Glória,Havaí, Inconfidente, Ipiranga, Itaipu, Jardim Alvorada, Jardim América, Jardim dos Comerciários, Jardim Filadélfia, Jardim Leblon, Jardim Montanhês, Jardim São José, Jardinópolis,Jatobá, João Pinheiro,  Lagoa, Lagoinha, Letícia, Lindéia, Madre Gertrudes, Mansões, Mantiqueira, Marajó, Marilândia, Maringá, Milionários, Miramar, Monsenhor Messias, Morro das Pedras, Nossa Senhora da Glória, Nosso Lar, Nova América, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Nova Pampulha, Nova York, Novo das Indústrias, Olaria, Palmeiras, Padre Eustáquio, Parque São José, Patrocínio, Pedro II, Pindorama, Pongelupe, Primavera, Regina,Resplendor,  Rio Branco,  Salgado Filho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, Santa Lucia, Santa Margarida, Santa Mônica, Santa Terezinha, São Bento, São Joaquim, São José, São Salvador,Serra do José Vieira, Serrano, Sical, Solar, Sumaré, Suzana, Teixeira Dias, Tirol, Trevo,Urucuia,Vila Cemig, Vila Conquista, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa, Vista Alegre, Washington Pires e  Xangrilá.

Betim: Alvorada, Amazonas, Amarante, Angola, Arquipélago Verde, Bandeirinhas, Betim industrial, Campos Elíseos, Casa Amarela, Chácaras Reunidas Guaracyaba, Centro, Charneca, Citrolândia, Colonial Santa Isabel, Conjunto Habitacional José Gomes de Castro, Conjunto Residencial Dicalino C. da Fonseca, Cruzeiro, Distrito Industrial Bandeirinhas, Dona Izabel, Dom Bosco,  Estâncias do Sereno, Guanabara,  Granja Verde, Guarujá,  Imbiriçu, Jardim Paulista, Jardim Piemonte, Jardim Teresópolis, Jardim das Alterosas seção I, Jardim da Cidade,  Jardim Nazareno, Laranjeiras, Nova Baden, Paquetá, Parque Ipiranga,  Parque das Acácias, Parque das Indústrias,  Parque do Cedro, Paulo Camilo, Paulo Camilo III, Petrovale, Presidente kennedy, Quintas da Bandeirinha, Recreio dos Caiçaras, Riacho de Areia, Santa Cruz, Santo Antônio, São Caetano, São Cristovão, São João,  São Jorge,  São Marcos, São Miguel,  São Salvador, Sítios Guarani, Vila Bandeirante, Vila Cristina, Vila Inconfidência, Vila recreio e Vila Verde.

Contagem: Água Branca, Amazonas, Arpoador, Arvoredo, Bairro dos Funcionários, Balneário da Ressaca, Bandeirantes, Beatriz, Bela Vista, Bernardo Monteiro, Bom Jesus, Canadá, Cândida Ferreira, Cabral, Caiapós, Campina Verde, Ceasa, Centro, Chácaras Campestre, Chácara Boa Vista, Chácara Novo Horizonte, Chácaras Campo do Meio, Chácaras Cotia, Chácaras Planalto,  Cidade Industrial, Cincão, Cinco, Colorado, Condomínio Nosso Rancho, Conjunto Habitacional Água Branca, Conjunto Habitacional Carajás, Conjunto Habitacional Confisco, Conjunto Habitacional Fonte Grande, Conjunto Habitacional Costa e Silva, Conjunto Habitacional Jardim Califórnia, Conjunto Habitacional Monte Castelo, Conjunto Habitacional Riacho III, Conjunto Habitacional Oitis, Darci Vargas, Distrito Industrial Doutor Hélio P. Guimarães, Distrito Industrial Riacho das Pedras, Do Comércio, Durval de Barros , Eldoradinho , Eldorado, Estrela Dalva, Feijão Miúdo, Flamengo, Fonte Grande, Glória, Guanabara, Inconfidentes, Industrial, Industrial Itaú, JK, Jardim Alvorada, Jardim Balneário, Jardim das Oliveiras, Jardim do Lago, Jardim dos Bandeirantes, Jardim Industrial, Jardim Laguna, Jardim Marrocos, Jardim Pérola, Jardim Riacho das Pedras, Kennedy, Lúcio de Abreu, Lua Nova da Pampulha, Milanês, Morada Nova, Nacional, Nossa Senhora do Carmo,  Novo Eldorado, Novo Boa Vista, Novo Progresso, Novo Recanto, Novo Riacho, Oitis, Parque Airton Sena, Parque Centro, Parque Maracanã,  Parque dos Turistas, Parque Recreio, Parque São João, Pedra Azul, Pôr do Sol, Portal do Sol, Recanto da Pampulha, Riacho das Pedras, Santa Cruz Industrial, Santa Maria, São Sebastião, São Gotardo, São Joaquim, Senhora da Conceição, Tijuca, Vale das Amendoeiras, Vale das Perobas, Vera Cruz, Vila Boa Vista, Vila Dom Bosco, Vila Francisco Mariano, Vila Itaú, Vila Paris, Vila Pernambucana, Vila Santa Luzia, Vila Santo Antônio, Vila São Mateus, Vila São Paulo, Vila Tijolinho, Vila Itália e Xangrilá.

Igarapé: Todo município.

Mário Campos: Todo município.

Pedro Leopoldo: Todo município, exceto os bairros Fidalgo e Sumidouro.

Ribeirão das Neves: Todo município, exceto a região de Justinópolis.

São Joaquim de Bicas: Todo município.

Sarzedo: Todo município.

FONTE: Hoje Em Dia.


Copasa vai interromper abastecimento em 80 bairros de BH e mais oito cidades no domingo

água

No domingo será realizada a primeira manutenção na subestação elétrica da elevatória de água na captação do Rio Paraopeba

O fornecimento de água em Belo Horizonte e outras oito cidades da região metropolitana será interrompido por 12 horas no próximo domingo, 21 de fevereiro. Somente em BH 80 bairros serão afetados. Segundo a Copasa, o motivo da interrupção é a primeira manutenção na subestação elétrica da elevatória de água na captação do Rio Paraopeba.
.
De acordo com a companhia, para evitar o desabastecimento nas cidades, durante a parada do Rio Manso a empresa colocou em operação um novo reservatório, em Contagem, com capacidade de armazenar até 32 mil metros cúbicos de água, intensificou a produção dos sistemas Serra Azul e Vargem das Flores e aumentou em mais 400 litros de água por segundo a transferência do Sistema Rio das Velhas para o Sistema Paraopeba.
.
A previsão é de que os trabalhos sejam concluído às 18h de domingo, e que o abastecimento seja retomado, gradativamente, até a madrugada de segunda-feira. Veja a lista dos bairros afetados:
.
Belo Horizonte: Araguaia, Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Brasil Industrial, Bonsucesso, Castelo, Cardoso, Camargos, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto João Paulo II, Conjunto Túnel de Ibirité, Cristo Redentor,  Diamante, Durval de Barros, Flávio Marques Lisboa, Glalija, Ipiranga, Itaipu, Jatobá, Lindéia, Marilândia, Milionários, Miramar, Nosso Lar, Olaria, Paquetá, Pongelupe, Regina, Resplendor, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, Santa Lucia, São Bento, São Joaquim, Sical, Solar, Teixeira Dias, Tirol, Urucuia, Vila Conquista, Vila Cemig, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa, Bairro das Indústrias, Betânia, Buritis, Cabana, Cinqüentenário, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Betânia, Estoril, Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Gameleira, Havaí, Jardim América, Jardinópolis, Mansões, Madre Gertrudes, Marajó, Maringá, Morro das Pedras, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Novo das Indústrias, Palmeiras, Parque São José, Salgado Filho, Serra do José Vieira, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio e Vista Alegre. 80 bairros

Betim: Jardim Piemonte, Bandeirinhas, Casa Amarela, Charneca, Citrolândia, Conjunto Residencial Dicalino C. da Fonseca, Paquetá, Parque Ipiranga, São Jorge, São Marcos e São Salvador.

Contagem: Água Branca, Amazonas, Bandeirantes, Bernardo Monteiro, Cidade Industrial, Cinco, Colorado, Conjunto Habitacional Água Branca, Conjunto Habitacional Jardim Califórnia, Conjunto Habitacional Costa e Silva, Distrito Industrial Riacho das Pedras, Durval de Barros, Flamengo, Conjunto Habitacional Monte Castelo, Darci Vargas, Eldoradinho, Eldorado, Glória, Inconfidentes, Industrial, Industrial Itaú, Oitis, JK, Jardim das Oliveiras, Jardim dos Bandeirantes, Jardim Industrial, Jardim Riacho das Pedras, Milanez, Morada Nova, Novo Eldorado, Novo Riacho, Santa Cruz Industrial, Santa Maria, Vila Dom Bosco, Vila Itaú, Vila Paris, Vila Pernambucana, Vila Santo Antônio e Vila São Paulo.

Ibirité: Bela Vista, Boa Vista, Durval de Barros, Palmares, Palmeiras, Piratininga, Regina, Sol Nascente, São Judas Tadeu, Serra Dourada, Vila Ideal e Washington Pires.

Igarapé: Todo município.

Mário Campos: Todo município.

Ribeirão das Neves: Jardim Alvorada, Rosemeire e Soares.

São Joaquim de Bicas: Todo município.

Sarzedo: Todo município.

.

FONTE: Estado de Minas.


Mais de cem bairros ficarão sem água no próximo domingo em BH

água

O abastecimento de água em 109 bairros de Belo Horizonte e em outras 11 cidades da região metropolitana será interrompido entre 4 às 22 horas do próximo domingo (13) para obras de interligação de unidades do Sistema Paraopeba.

.

De acordo com a Copasa serão realizados trabalhos para a conclusão de mais uma etapa da captação de água no Rio Paraopeba, com a interligação da adutora de captação à Estação de Tratamento de Água (ETA) do Rio Manso. A empresa informou que a inauguração da captação de água do Rio Paraopeba está prevista para dezembro de 2015.

.

Ainda segundo nota da Copasa, serão executados serviços de interligação da adutora do Paraopeba à Estação de Tratamento de Água – ETA Rio Manso; montagens dos novos sistemas de pré-cloração e de dosagem de cal hidratada da estação de tratamento; substituição dos sistemas de proteção contra descargas atmosféricas das subestações elétricas da Elevatória de Água Bruta (EAB) da represa do Rio Manso e das Elevatórias de Água Tratada (EAT) situadas ao longo das adutoras do sistema Manso; instalação de medição de pressão na sucção da EAT da ETA Rio Manso; interligação da nova Adutora de Água Tratada(AAT) de 1.500 milímetros de diâmetro construída pela PPP com a adutora existente; e, substituição de todos os registros de descarga situados ao longo da adutora existente.

.

Confira os bairros e cidades que terão o abastecimento afetado:

.

BELO HORIZONTE: Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Bonsucesso, Brasil Industrial, Braúnas, Buritis, Cabana, Caiçara, Caiçara Adelaide, Califórnia, Camargos, Cardoso, Castelo, Céu Azul, Cinqüentenário, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Betânia, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Califórnia, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto João Paulo II, Conjunto Túnel de Ibirité, Coqueiros, Cristo Redentor, Das Indústrias, Diamante, Durval de Barros, Engenho Nogueira, Enseada das Garças, Esplendor, Estoril, Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Filadélfia, Flávio Marques Lisboa, Gameleira, Garças, Glória, Havaí, Ipiranga, Itaipu, Jardim América, Jardim dos Comerciários, Jardim Leblon, Jardim Montanhês, Jardinópolis, Jatobá, Lindéia, Madre Gertrudes, Mansões, Mantiqueira, Marajó, Marilândia, Maringá, Milionários, Miramar, Monsenhor Messias, Morro das Pedras, Nosso Lar, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Nova Pampulha, Nova York, Novo das Indústrias, Olaria, Padre Eustáquio, Palmeiras, Parque São José, Patrocínio, Pedro II, Pindorama, Pongelupe, Regina, Resplendor, Salgado Filho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, Santa Lucia, Santa Terezinha, São Bento, São Joaquim, São José, São Salvador, Serra do José Vieira, Serrano, Sical, Solar, Teixeira Dias, Tirol, Trevo, Urucuia, Vila Cemig, Vila Conquista, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa, Vista Alegre e Xangrilá.

.

BETIM: Alvorada, Amarante, Amazonas, Angola, Arquipélago Verde, Bandeirinhas, Betim Industrial, Campos Elíseos, Capelinha, Casa Amarela, Centro, Chácaras Cinco Ilhas, Chácaras Reunidas Guaracyaba, Citrolândia, Colônia Santa Isabel, Conjunto Habitacional José Gomes de Castro, Conjunto Olímpia Bueno Franco, Conjunto Residencial Dicalino C. da Fonseca, Cruzeiro, Distrito Industrial Bandeirinhas, Distrito Industrial Paulo Camilo, Dom Bosco, Dona Izabel, Espírito Santo, Estâncias do Sereno, Filadélfia, Granja Verde, Granjas das Candeias, Granjas Pouso Alto, Guanabara, Guarujá, Imbiruçú, Jardim Brasília, Jardim da Cidade, Jardim Das Alterosas I Seção, Jardim Iara, Jardim Nazareno, Jardim Perla, Laranjeiras, Niterói, Nova Baden, Paquetá, Parque das Acácias, Parque das Indústrias, Parque Ipiranga, Parque Jardim Teresópolis, Paulo Camilo III, Petrovale, Presidente Kennedy, Quintas da Bandeirinha, Recreio dos Caiçaras, Renascer, Riacho de Areia, Santa Cruz, Santo Antônio, São Caetano, São Cristóvão, São João, São Jorge, São Marcos, São Miguel São Salvador, Sítios Guarani, Vila Bandeirante, Vila Boa Esperança, Vila Filadélfia, Vila Recreio, Vila Cristina, Vila Inconfidência.

.

CONTAGEM: Água Branca, Amazonas, Arpoador, Arvoredo, Balneário da Ressaca, Bandeirantes, Beatriz, Bela Vista, Bernardo Monteiro, Bom Jesus, Cabral, Caiapós, Campina Verde, Cândida Ferreira, Ceasa, Chácara Boa Vista, Chácara Novo Horizonte, Chácaras Campestre, Chácaras Campo do Meio, Chácaras Cotia, Chácaras Planalto, Chácaras Reunidas Santa Terezinha, Cidade Industrial, Cincão, Cinco, Colorado, Condomínio Nosso Rancho, Conjunto Habitacional Água Branca, Conjunto Habitacional Carajás, Conjunto Habitacional Confisco, Conjunto Habitacional Costa e Silva, Conjunto Habitacional Jardim Califórnia, Conjunto Habitacional Monte Castelo, Conjunto Habitacional Riacho III, Conjunto Habitacional Oitis, Darci Vargas, Distrito Industrial Doutor Hélio P. Guimaraes, Distrito Industrial Riacho das Pedras, Do Comércio, Durval de Barros , Eldoradinho, Eldorado, Estancia Silveira, Estrela Dalva, Feijão Miúdo, Flamengo, Funcionários, Gloria, Guanabara, Inconfidentes, Industrial, Industrial Itaú, JK, Jardim Alvorada, Jardim Balneário, Jardim das Oliveiras, Jardim do Lago, Jardim dos Bandeirantes, Jardim Industrial, Jardim Laguna, Jardim Marrocos, Jardim Pérola, Jardim Riacho das Pedras, Kennedy, Lua Nova da Pampulha, Lúcio de Abreu, Milanês, Morada Nova, Nacional, Novo Boa Vista, Novo Eldorado, Novo Progresso, Novo Recanto, Novo Riacho, Oitis, Parque Airton Sena, Parque dos Turistas, Parque Recreio, Parque São João, Pedra Azul, Pôr do Sol, Portal do Sol, Recanto da Pampulha, Riacho das Pedras, Santa Cruz Industrial, Santa Maria, São Gotardo, São Joaquim, São Sebastião, Senhora da Conceição, Tijuca, Vale das Amendoeiras, Vale das Perobas, Vera Cruz, Vila Boa Vista, Vila Dom Bosco, Vila Francisco Mariano, Vila Itaú, Vila Paris, Vila Pernambucana, Vila Santa Luzia, Vila Santo Antônio, Vila São Mateus, Vila São Paulo, Vila Tijolinho, Xangrilá.

.

IBIRITÉ: Bela Vista, Boa Vista, Cascata, Colorado, Condomínio das Palmeiras, Distrito Industrial de Ibirité, Eldorado, Ideal, Jardim das Rosas, Jardim Industrial, José do Prado, Mantiqueira, Montreal, Novo Horizonte, Ouro Negro, Palmares, Parque Durval de Barros, Petrolina, Petrovale, Piratininga, Recanto da Lagoa, Regina, Serra Dourada, São Judas Tadeu, Serra Dourada, Sol Nascente, Vila Ideal e Washington Pires.

.

IGARAPÉ: Todo município.

.

MATOZINHOS: Distrito de Mocambeiro.

.

MÁRIO CAMPOS: Todo município.

.

PEDRO LEOPOLDO: Todo o município, exceto os bairros Fidalgo e Sumidouro.

.

RIBEIRÃO DAS NEVES: Todo o município, exceto região de Justinópolis.

.

SÃO JOAQUIM DE BICAS: Todo município.

.

SARZEDO: Todo município.

.

VESPASIANO: Nova Yorque, Suely e Vida Nova.

.

FONTE: Hoje Em Dia.


Interligação no Paraobepa vai deixar cidades da Grande BH sem abastecimento de água

Expectativa é de que o abastecimento dos bairros afetados seja restabelecido no decorrer da noite de domingo e madrugada de segunda-feira

Alexandre Guzanshe/EM/D.A press

Bairros de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Ibirité, Igarapé e São Joaquim de Bicas vão ficar sem o abastecimento de água no próximo domingo por conta de mais uma etapa das obras de captação no Rio Paraopeba. De acordo com a Copasa, será feita uma interligação de subestação elétrica de bombeamento das 5h às 14h. Por conta disto, será necessário interromper serviço do Rio Manso por cerca de nove horas.

A expectativa é de que o abastecimento dos bairros afetados seja restabelecido, gradativamente, no decorrer da noite de domingo e madrugada de segunda-feira. Conforme a companhia, a captação de água do Rio Paraopeba, com capacidade de cinco mil litros por segundo, garantirá a distribuição de água para a população da Região Metropolitana de Belo Horizonte e ao mesmo tempo, irá permitir a recuperação dos volumes de água armazenados nos reservatórios do Sistema Paraopeba.

VEJA OS BAIRROS AFETADOS:

BELO HORIZONTE: Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Araguaia, Bairro das Indústrias, Bandeirantes, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Bonsucesso, Brasil Industrial, Buritis, Cabana, Cabana, Caiçara Adelaide, Caiçara, Califórnia, Camargos, Cardoso, Castelo, Cinqüentenário, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Betânia, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Califórnia, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto João Paulo II, Conjunto Túnel de Ibirité, Coqueiros, Cristo Redentor, Diamante, Durval de Barros, Engenho Nogueira, Estoril,
Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Filadélfia, Flávio Marques Lisboa, Gameleira, Glória, Havaí, Ipiranga, Itaipu, Jardim América, Jardim Montanhês, Jardinópolis, Jatobá, Lindéia, Madre Gertrudes, Mansões, Marajó, Marilândia, Maringá, Milionários, Miramar, Monsenhor Messias, Morro das Pedras, Nosso Lar, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Novo das Indústrias, Olaria, Ouro Preto, Padre Eustáquio, Palmeiras, Paquetá,Parque São José, Patrocínio, Pedro II, Pindorama, Pongelupe, Regina, Resplendor, Salgado Filho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, Santa Lucia, Santa Terezinha, São Bento, São Joaquim, São José, São Salvador, Serra do José Vieira, Serrano, Sical, Solar, Teixeira Dias, Tirol, Urucuia, Vila Cemig, Vila Conquista, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa e Vista Alegre.

BETIM: Bandeirinhas, Campos Elisios, Casa Amarela, Charneca, Citrolândia, Conjunto Habitacional José Gomes de Castro, Conjunto Residencial Dicalino C. da Fonseca, Cruzeiro, Dona Isabel, Estâncias do Sereno, Granjas Candeias, Guanabara, Jardim das Alterosas, Jardim Paulista,Jardim Piemonte, Paquetá, Parque Ipiranga, Paulo Camilo, Petrovale, Presidente Kenedy, Santa Cruz, São Jorge, São Marcos, São Salvador e Sítio Guarani.

CONTAGEM: Água Branca, Amazonas, Bandeirantes, Bernardo Monteiro, Cidade Industrial, Cinco, Colorado, Conjunto Habitacional Água Branca, Conjunto Habitacional Costa e Silva, Conjunto Habitacional Monte Castelo, Darci Vargas, Distrito Industrial Riacho das Pedras, Durval de Barros, Eldoradinho, Eldorado, Flamengo, Glória, Industrial Itaú, Industrial, Jardim das Oliveiras, Jardim dos Bandeirantes, Jardim Industrial, Jardim Riacho das Pedras, JK, Milanez, Morada Nova, Oitis, Santa Cruz Industrial, Santa Maria, Vila Dom Bosco, Vila Paris, Vila Pernambucana, Vila Santo Antônio e Vila São Paulo.

IBIRITÉ: Bela Vista, Boa Vista, Durval de Barros, Montreal, Ouro Negro, Palmares, Palmeiras, Piratininga, Recanto da Lagoa, Regina, São Judas Tadeu, Serra Dourada, Sol Nascente, Vila Ideal e Washington Pires.

IGARAPÉ:
Todo município.

SÃO JOAQUIM DE BICAS: Todo município.

.

Presidente da Copasa falta a reunião e deputado fala em rodízio velado
Deputados da Assembleia Legislativa de Minas Gerais consideraram que a ausência da presidente foi uma desrespeito com a Casa; nova audiência será marcada

Bairros de BH e de onze cidades da região ficarão sem água no domingo

A ausência da presidente da Copasa, Sinara Meireles, em uma audiência pública para discutir o abastecimento de água em Minas Gerais, causou polêmica entre os deputados da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

A reunião foi marcada para esta quinta-feira (26), às 14h30, após vários pedidos de adiamento. Na avaliação do deputado Iran Barbosa (PMDB), presidente da Comissão Extraordinária das Águas da ALMG e um dos responsáveis por convocar a audiência, a ausência da presidente “aumenta a suspeita de que esteja acontecendo um rodízio velado na região metropolitana de Belo Horizonte”.

Os deputados presentes na reunião classificaram o não comparecimento de Sinara Meireles como um desrespeito para a Casa. Eles optaram por marcar uma nova reunião, para a qual a presidente será novamente convidada.
Deputados acusam Copasa de fazer racionamento veladoComissão questiona rodízio “velado” de fornecimento de água Estiagem está pior neste anoRodízio de água penaliza 16 municípios mineiros Racionamento de água se espalha pelas cidades Rio Paraopeba vira a salvação de Pará de Minas, BH e região

Se não comparecer ao próximo encontro, a presidente será convocada pela Mesa Diretora da Assembleia. O diretor de operação metropolitana da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Rômulo Thomaz Perilli, compareceu à ALMG, no entanto, a audiência não aconteceu.

.

FONTE: Estado de Minas.


Belo Horizonte e seis cidades mineiras ficarão sem água neste domingo
Segundo Copasa, o abastecimento ficará interrompido para execução dos serviços de interligação elétrica, dentro das obras de ampliação do Sistema Rio Manso
Água 2
Vivendo dias de muito calor, os belo-horizontinos e os moradores de outras seis cidades de minas vão sofrer com a falta de água neste domingo(4). De acordo com a Companhia de Abastecimento de Minas Gerais (Copasa), o abastecimento ficará interrompido para execução dos serviços de interligação elétrica, dentro das obras de ampliação do Sistema Rio Manso.

.

Na capital serão 57 bairros sem água, além das cidades de Betim, Contagem, Ibirité, Igarapé, Mário Campos, São Joaquim de Bicas e Sarzedo. O abastecimento deve ficar totalmente interrompido de 7h às 12h e a água deve voltar gradativamente no decorrer da tarde e início da noite.

.

Veja os bairros que ficarão sem água:
.

Belo Horizonte: Araguaia, Atila de Paiva, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Bonsucesso, Brasil Industrial, Buritis, Cardoso, Cinquentenário, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Ernesto do Nascimento, Conjunto Flavio de Oliveira, Conjunto Joao Paulo II, Conjunto Pongelupe, Das Industrias, Das Mansões, Diamante, Distrito Industrial do Jatobá, Durval de Barros, Estoril, Estrela Dalva, Flavio Marques Lisboa, Havaí, Itaipu, Jardim América, Jatobá IV, Jatobá, Lindéia, Mangueiras, Marajó, Marilândia, Milionários, Novo das Industrias, Olaria, Palmeiras, Parque São José, Petrópolis, Regina, Salgado Filho, Santa Cecilia, Santa Helena, Santa Lúcia, Santa Margarida, São Bento, Serra do Jose Vieira. Solar do Barreiro, Teixeira Dias, Tirol, Urucuia, Vale do Jatobá, Vila Castanheira, Vila Cemig, Vila Pinho, Vila Santa Rita e Washington Pires;

.

Betim: Arquipélago Verde, Casa Amarela, Charneca, Citrolândia, Colônia Santa Isabel, Conjunto Residencial Dicalino C. da Fonseca, Paquetá, Parque Ipiranga, São Jorge, São Marcos, São Salvador e Jardim Piemonte;

.

Contagem: Distrito Industrial Riacho das Pedras, Durval de Barros, Jardim Riacho das Pedras, Santa Maria, Industrial e Jardim Industrial;

.

Ibirité: Aparecida, Bela Vista, Durval de Barros, Eldorado, Guanabara, Vila Ideal, Itaipu, Lajinha, Marilândia, Palmares, Palmares 4 Seção, Palmeiras, Piratininga, Regina, São Judas Tadeu, Sol Nascente e Washington Pires;

.

Igarapé: Todo o município;

.

Mário Campos: Todo o município;

.

São Joaquim de Bicas: Todo o município;

.

Sarzedo: Todo o município.

.

FONTE: O Tempo.


Obras interrompem fornecimento de água em BH e mais nove cidades no domingo

Copasa vai realizar obras para ampliação do Sistema Rio Manso. Esta é a segunda grande interrupção realizada na Grande BH neste mês

água

No próximo domingo, 20 de setembro, Belo Horizonte e outras nove cidades da região metropolitana terão o abastecimento de água interrompido para obras da Copasa. A previsão é de que o serviço seja normalizado na madrugada de segunda-feira.

.
O motivo, segundo a companhia, é a parada dos sistemas produtores de água da Bacia Paraopeba para a execução de obras de ampliação do Sistema Rio Manso. O procedimento será realizado das 4h às 20h de domingo.
.
Esta é a segunda grande interrupção realizada na Grande BH neste mês. A última aconteceu em 2 de setembro, atingindo 117 bairros da capital e 11 municípios da região. Na ocasião, a Copasa informou que a paralisação serviria para executar substituições de registros e derivações das adutoras e elevatórias de água tratada e água bruta.
.
Veja a lista dos bairros que terão o abastecimento interrompido no domingo:
.
Belo Horizonte: Araguaia,  Bairro das Indústrias,  Barreiro de Baixo,  Barreiro de Cima,  Betânia,  Bonsucesso,  Brasil Industrial,  Braúnas,  Buritis, Cabana, Caiçara, Caiçara Adelaide, Califórnia,  Camargos,  Cardoso,  Castelo,  Céu Azul,  Cinqüentenário,  Conjunto Ademar Maldonado,  Conjunto Betânia,  Conjunto Bonsucesso,  Conjunto Califórnia,  Conjunto Getúlio Vargas,  Conjunto Habitacional Átila de Paiva,  Conjunto João Paulo II,  Conjunto Túnel de Ibirité,  Coqueiros,  Cristo Redentor,  Diamante,  Durval de Barros,  Engenho Nogueira,  Enseada das Garças,  Esplendor,  Estoril,  Estrela Dalva,  Estrela do Oriente,  Filadélfia,  Flávio Marques Lisboa,  Gameleira,  Garças,  Glória,  Havaí,  Ipiranga,  Itaipu,  Jardim América,  Jardim dos Comerciários,  Jardim Leblon,  Jardim Montanhês,  Jardinópolis,  Jatobá,  Lindéia,  Madre Gertrudes,  Mansões,  Mantiqueira,  Marajó,  Marilândia,  Maringá,  Milionários,  Miramar, Monsenhor Messias,  Morro das Pedras,  Nosso Lar,  Nova Barroca,  Nova Cintra,  Nova Gameleira,  Nova Pampulha,  Nova York,  Novo das Indústrias,  Olaria,  Padre Eustáquio,  Palmeiras, Parque São José, Patrocínio,  Pedro II,  Pindorama,  Pongelupe, Regina,  Resplendor, Salgado Filho,  Santa Cecília,  Santa Cruz, Santa Helena,  Santa Lúcia,  Santa Terezinha,  São Bento,  São Joaquim,  São José, São Salvador,  Serra do José Vieira,  Serrano,  Sical,  Solar, Teixeira Dias,  Tirol,  Trevo,  Urucuia,  Vila Cemig,  Vila Conquista,  Vila Leonina,  Vila Magnesita, Vila Patrocínio,  Vila Pinho, Vila Presidente Vargas,  Vila Vânia,  Vila Ventosa,  Vista Alegre e  Xangrilá.
.
Betim: Alvorada, Amarante, Amazonas, Angola,  Betim Industrial, Campos Elíseos,Capelinha, Centro, Conjunto Habitacional José Gomes de Castro, Conjunto Olímpia Bueno Franco, Cruzeiro, Distrito Industrial Paulo Camilo, Dom Bosco, Dona Izabel, Espirito Santo, Estâncias do Sereno, Filadélfia, Granja Verde, Granjas das Candeias, Granjas Pouso Alto, Guanabara, Guarujá, Imbiruçú, Jardim Brasília, Jardim da Cidade, Jardim Das Alterosas I Seção,  Jardim Nazareno, Jardim Perla, Laranjeiras, Niterói, Nova Baden,  Parque das Acácias, Parque das Indústrias, Parque Jardim Teresópolis, Paulo Camilo, Paulo Camilo III, Petrovale, Presidente Kennedy, Recreio dos Caiçaras, Renascer, Riacho de Areia, Santa Cruz, Santo Antônio, São Caetano, São Cristóvão, São João, São Miguel,  Sítios Guarani, Vila Bandeirante, Vila Boa Esperança, Vila Cristina, Vila Filadélfia, Vila Inconfidência e Vila Recreio.
.
Contagem:
Água Branca, Amazonas, Arpoador, Arvoredo, Bairro dos Funcionários, Balneário da Ressaca, Bandeirantes, Beatriz, Bela Vista, Bernardo Monteiro, Bom Jesus, Cabral, Caiapós, Campina Verde, Cândida Ferreira, Ceasa, Chácara Boa Vista, Chácara Novo Horizonte, Chácaras Campestre, Chácaras Campo do Meio, Chácaras Cotia, Chácaras Planalto, Chácaras Reunidas Santa Terezinha, Cidade Industrial, Cincão, Cinco, Colorado, Condomínio Nosso Rancho, Conjunto Habitacional Água Branca, Conjunto Habitacional Carajás, Conjunto Habitacional Confisco, Conjunto Habitacional Costa e Silva, Conjunto Habitacional Jardim Califórnia, Conjunto Habitacional Monte Castelo, Conjunto Habitacional Riacho III, Darci Vargas, Distrito Industrial Doutor Hélio P. Guimaraes, Distrito Industrial Riacho das Pedras, Do Comércio, Durval de Barros, Eldoradinho, Eldorado, Estancia Silveira, Estrela Dalva, Feijão Miúdo, Flamengo, Gloria, Guanabara, Inconfidentes, Industrial Itaú, Industrial, Jardim Alvorada, Jardim Balneário, Jardim das Oliveiras, Jardim do Lago, Jardim dos Bandeirantes, Jardim Industrial, Jardim Laguna, Jardim Marrocos, Jardim Pérola, Jardim Riacho das Pedras, JK, Kennedy, Lua Nova da Pampulha, Lúcio de Abreu, Milanês, Morada Nova, Nacional, Novo Boa Vista, Novo Eldorado, Novo Progresso, Novo Recanto, Novo Riacho, Oitis, Parque Airton Sena, Parque dos Turistas, Parque Recreio, Parque São João, Pedra Azul, Pôr do Sol, Portal do Sol, Recanto da Pampulha, Riacho das Pedras, Santa Cruz Industrial, Santa Maria, São Gotardo, São Joaquim, São Sebastiao, Senhora da Conceição, Tijuca, Vale das Amendoeiras, Vale das Perobas, Vera Cruz, Vila Boa Vista, Vila Dom Bosco, Vila Francisco Mariano, Vila Itaú, Vila Paris, Vila Pernambucana, Vila Santa Luzia, Vila Santo Antônio, Vila São Mateus, Vila São Paulo, Vila Tijolinho e Xangrilá.
.
Ibirité: 
Bela Vista, Boa Vista, Cascata, Colorado, Distrito Industrial de Ibirité, Jardim das Rosas, José do Prado, Montreal, Ouro Negro, Palmares, Parque Durval de Barros, Petralina, Petrolina, Piratininga, Recanto da Lagoa, Serra Dourada, Sol Nascente, Vila Ideal e Washington Pires.
.
Igarapé:
Todo o município.
 .
Matozinhos:
Distrito de Mocambeiro.
.
Pedro Leopoldo: Todo o município, exceto os Bairros Fidalgo e Sumidouro.
.
Ribeirão das Neves: Alicante,  Areias de Baixo, Barcelona, Bela Vista, Bom Sossego, Campos Silveira, Centro de Areias, Centro, Céu Anil,  Chácaras Bom Retiro, Chácaras do Baú, Condomínio Vale do Ouro, Conjunto Habitacional Henrique Sapori, Distrito Industrial João de Almeida, Dona Clarice, Dos Pereiras, Eliane, Fazenda Castro, Fazenda Severina, Fazendas Lages, Florença, Fortaleza, Franciscadriângela, Granjas Primavera, Havaí, Iolanda, Jardim Alvorada, Jardim Colonial, Jardim Florença, Jardim Verona, José Maria da Costa, Kátia, Landi I, Landi II, Liberdade, Luana, Luar da Pampulha, Mangueiras, Maria Helena II, Monte Verde, Napoli, Neviana, Nossa Senhora das Neves, Nova União, Pedra Branca, Pedreira, Porto Seguro, Quintas do Lago, Quintas Vera Cruz, Rosana, Rosaneves, Rosimeire, San Genaro, San Marino, San Remo, Santa Isabel, Santa Margarida, Santa Marta, Santa Martinha, Santa Matilde, Santa Paula, Santana I, Santana II, Santinho, Santo Antônio, São Francisco de Assis, São Geraldo, São Judas Tadeu, São Luiz, São Pedro, Savassi, Sevilha, Soares, Status, Tancredo Neves, Tânia, Tocantins, Vale da Prata, Vale das Acácias, Vale Verde, Várzea Alegre, Veneza, Vereda. Verônica, Vila Aparecida, Vila Bispo de Maura, Vila Cacique, Vila Eduarda, Vila Esplanada, Vila Henrique Sapori, Vila Hortinha, Vila Mariana e Vila Real.
.
São Joaquim de Bicas: Todo o município.
.
Vespasiano: Vida Nova, Nova Yorque, Suely.

.

FONTE: Estado de Minas.


Mãe e filho são presos por falsificação de uísque e vodca em Contagem
Produção das bebidas era feita em um apartamento no bairro Santa Cruz Industrial; produto era vendido para comércios e casas noturnas

Bebida

Mãe e filho foram presos por falsificação de uísque e vodca, produção e venda, na madrugada desta quinta-feira (20), em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

A Polícia Militar (PM) chegou ao local após receber denúncia de tráfico de drogas no Conjunto Columbia, na rua Portugal, no bairro Santa Cruz Industrial, e deparou com um Palio prata nas proximidades, em uma praça, que ao perceber a presença policial tentou fugir para dentro do condomínio.

Os militares conseguiram evitar a fuga e, durante vistoria dentro do veículo, foi encontrado uma caixa com 12 garrafas que seriam de uísque Red Label. Contudo, ao ser questionado, o motorista, de 30 anos, contou que o produto era falsificado e que ele mesmo o produzia em seu apartamento e vendia para vários comércios e casas noturnas.

Os policiais vistoriaram também o apartamento e apreenderam funis, garrafas vazias, álcool, essências, estratos e pigmentadores, além de deterem uma mulher de 59 anos, que estava no local, que servia também de depósito.

O suspeito falsificava ainda uísque da marca Johnnie Walker e vodca Ciroc. O carro também foi apreendido. Ambos foram Mãe e filho foram levados para o delegado de plantão de Contagem.

Conforme a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o homem foi autuado em flagrante e enquadrado no artigo 272 do Código Penal, que proíbe manter em depósito material para falsificação de bebida ou gênero alimentício.

O suspeito optou por falar somente em juízo. Ele foi encaminhado para o Presídio de São Joaquim de Bicas, localizado na Grande BH.

Já a mãe dele, foi ouvida e liberada porque não foram encontrados elementos para fazer a prisão dela. Além disso, na delegacia, mulher disse que não sabia que as bebidas eram falsificadas pelo filho.

FONTE: O Tempo.


Abastecimento de água será cortado por 19 horas em BH e outros 14 municípios no domingo

No último domingo, 16/08/2015, 300 bairros de BH e cidades da RMBH ficaram sem água

O corte acontece por causa de uma parada dos sistemas produtores da Bacia do Paraopeba para serem feitos serviços de manutenção pela Copasa

 falta de água

Moradores de Belo Horizonte e de 14 municípios da região metropolitana vão ficar sem o abastecimento de água no próximo domingo. O corte acontece por causa de uma parada dos sistemas produtores da Bacia do Paraopeba. Durante a interrupção, serão realizadas serviços de manutenção no local. De acordo com a Copasa, a paralisação está prevista para acontecer durante 19 horas.
.

O corte do abastecimento vai ser feito às 5h de domingo. A previsão é que a normalização aconteça na madrugada de segunda-feira. Durante a paralisação, técnicos da Copasa vão fazer interligações de pontos de conexões das novas adutoras do sistema Rio Manso, em Brumadinho. Em Sarzedo, doze registros de descarga na linha da elevatória de água tratada serão substituídos. Além disso, será feita a manutenção elétrica das subestações das elevatórias de água bruta e água tratada.
.
A paralisação vai atingir 107 bairros de Belo Horizonte. Eles estão localizados nas Regiões Nordeste, Barreiro, Noroeste, Centro-Sul, Oeste, Pampulha. Também vai atingir todos os bairros de Betim, Igarapé, Juatuba, São Joaquim de Bicas, Sarzedo, Mário Campos, e Mateus Leme. Em Esmeraldas, nove bairros serão atingidos, em Ibirité, 16, em Matozinhos, somente o distrito de Mocambeiro, Pedro Leopoldo somente os bairros Fidalgo e Sumidouro não serão prejudicados, assim como Justinópolis, em Ribeirão das Neves.
.
Veja abaixo a lista de bairros que serão atingidos:
.
BELO HORIZONTE:
Araguaia, Bairro das Indústrias, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Bonsucesso, Brasil Industrial, Braúnas, Buritis, Cabana, Caiçara, Caiçara Adelaide, Califórnia, Camargos, Cardoso, Castelo, Céu Azul, Cinqüentenário, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Betânia, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Califórnia, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto João Paulo II, Conjunto Túnel de Ibirité, Coqueiros, Cristo Redentor, Diamante, Durval de Barros, Engenho Nogueira, Enseada das Garças, Esplendor, Estoril, Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Filadélfia, Flávio Marques Lisboa, Gameleira, Garças, Glória, Havaí, Ipiranga, Itaipu, Jardim América, Jardim dos Comerciários, Jardim Leblon, Jardim Montanhês, Jardinópolis, Jatobá, Lindéia, Madre Gertrudes, Mansões, Mantiqueira, Marajó, Marilândia, Maringá, Milionários, Miramar, Monsenhor Messias, Morro das Pedras, Nosso Lar, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Nova Pampulha, Nova York, Novo das Indústrias, Olaria, Padre Eustáquio, Palmeiras, Parque São José, Patrocínio, Pedro II, Pindorama, Pongelupe, Regina, Resplendor, Salgado Filho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, Santa Lucia, Santa Terezinha, São Bento, São Joaquim, São José, São Salvador, Serra do José Vieira, Serrano, Sical, Solar, Teixeira Dias, Tirol, Trevo, Urucuia, Vila Cemig, Vila Conquista, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa, Vista Alegre e Xangrilá.
.
Betim: Todo o município
.
Contagem: Todo o município
.
Esmeraldas: Monte Sinai, Novo Retiro, Recanto Verde, Recreio do Retiro, Recreio do Riachinho, Retiro, São Pedro, Santa Cecília, São Francisco.
.
Ibirité: Bela Vista, Cascata, Colorado, Serra Dourada, Vila Ideal, José do Prado, Washington Pires, Palmares, Sol Nascente, Petrolina, Piratininga, Parque Durval de Barros, Jardim das Rosas, Ouro Negro, Montreal, Mantiqueira.
.
Igarapé: Todo município
.
Juatuba: Todo município
.
Matozinhos: Distrito de Mocambeiro
.
São Joaquim de Bicas: Todo município
.
Sarzedo: Todo o município
.
Mário Campos: Todo o município
.
Mateus Leme: Todo o município
.
Pedro Leopoldo: Todo o município, exceto os Bairros Fidalgo e Sumidouro
.
Ribeirão das Neves: Todo o município, exceto região de Justinópolis
.
Vespasiano: Nova Yorque, Suely e Vida Nova

.

FONTE: Estado de Minas.


Com apreensões em alta, crimes cometidos por jovens chamam a atenção pela banalidade.

Comerciante morreu por R$ 60.

Em delegacia, rapaz matou outro alegando sofrer ameaças

Jovens apreendidos em BH: detenções na capital passam da casa dos 9 mil ao ano. Tráfico é o principal motivo (Jackson Romanelli/EM/D.A Press %u2013 17/11/08)

Com os debates sobre a redução da maioridade penal ocupando a pauta do Congresso Nacional e a média mensal de adolescentes apreendidos pelas autoridades mineiras crescendo 1,4% nos seis primeiros meses de 2015,  em comparação com a média dos 12 meses do ano passado, dois crimes praticados por menores provocaram perplexidade em Minas.

.

Na noite de terça-feira, um adolescente de 14 anos, com pelo menos 14 passagens na polícia por roubo, furto, tráfico de drogas e porte de arma de fogo, matou um comerciante em Cláudio, no Centro-Oeste de Minas, para assaltar sua mercearia, de onde levou R$ 60. Na mesma noite, um adolescente de 16 anos matou outro jovem de 17 em uma cela dentro da Divisão de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad) de Contagem, na Grande BH.
.
O menor autor da morte de Lindolfo de Resende, 49 anos, dono de uma mercearia em Cláudio, é apontado pelo capitão Eisenhower Guerck, comandante da Polícia Militar da cidade, como um jovem “totalmente desequilibrado”. “Ele sempre assalta com o dedo no gatilho e chega a encostar a arma nas pessoas. Se houver qualquer susto, ele dispara mesmo”, afirma o militar.

.

Pelas primeiras apurações tanto da PM quanto da Polícia Civil, o fato de o comerciante ter se assustado pode ter sido o suficiente para que o jovem de 14 anos tenha tirado sua vida. Imagens das câmeras de segurança do estabelecimento mostram, segundo a PM, ele e uma jovem de 17 anos, já conhecidos dos policiais, entrando na mercearia. “Parece que quando o dono mexeu a cadeira para trás, tomou um tiro no peito”, afirma o capitão. Outros dois tiros teriam sido disparados, antes de a dupla pegar R$ 60 em dinheiro no caixa e fugir para a zona rural do município.
.
“A Polícia Militar está sempre prendendo esse rapaz, mas ele continua solto. Vejo que o Lindolfo é uma vítima da impunidade. Normalmente não há estrutura para internação e ele volta a cometer os crimes”, afirma. Segundo a Polícia Civil, A. tem 14 passagens, por tráfico de drogas, roubo, furto e porte de armas. O delegado Carlos Henrique Gomes Bueno comandava ontem diligências para localização da dupla e aguardava a expedição de um mandado de apreensão dos dois.

.

Há oito anos na cidade, o policial conta que repete o mesmo trabalho várias vezes. “A gente sempre requere as medidas socioeducativas cabíveis e aí é com a Justiça. Temos problemas com a falta de vagas para internação e a legislação não pune de forma efetiva”, diz.
.
MORTE EM DELEGACIA Um adolescente de 17 anos foi assassinado na noite de anteontem numa das celas da Divisão de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad) de Contagem, na Grande BH. O suspeito pela morte de S.S.P. é um outro menor, de 16 anos. O garoto teria usado uma faca improvisada feita com uma colher de plástico e atacou a vítima enquanto ela dormia. S. sofreu perfurações no peito e pescoço.

.

Um dos agentes de plantão ouviu os gritos, mas não conseguiu socorrer o jovem a tempo. Ao ser questionado sobre o motivo do assassinato, o adolescente de 16 anos alegou ter agido para se defender, já que a vítima o havia ameaçado. O autor estava acautelado na delegacia desde 10 de junho, enquanto a vítima deu entrada no domingo.
.
Levantamento do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, com dados limitados a jovens infratores de Belo Horizonte, mostra que, em 2014, o ato infracional mais cometido pelos 9,1 mil adolescentes apreendidos na capital foi o tráfico de drogas, com mais de 2,2 mil ocorrências. Em segundo lugar aparece o roubo, seguido do uso de drogas, furto e lesão corporal, fechando os cinco principais crimes.
.
Em nota, a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) informou que o atual governo estadual recebeu o sistema socioeducativo com déficit de vagas e está retomando quatro obras de centros de internação, com capacidade de acolher 160 adolescentes, nas cidades de Passos (Sul de Minas), Vespasiano (Grande BH) e Tupaciguara (Triângulo Mineiro). Em 11 de agosto, a lotação do sistema era de 1.899 internos, sendo que a capacidade é de 1.422 vagas.
.
Sobre a morte em Contagem, a pasta lamentou o fato e informou que tem tentado com a prefeitura, o Ministério Público e a Justiça um terreno para construir um centro socioeducativo na cidade. A Seds acrescenta que a Dopcad de Contagem possui apenas alojamento para que os menores aguardem decisão da Justiça por no máximo cinco dias. A Justiça solicitou internação para o autor do assassinato em 28 de julho, mas não havia vaga disponível e o jovem foi incluído na lista de prioridades.

.

FONTE: Estado de Minas.


Ciclomotores de 53 cidades mineiras serão fiscalizados a partir de agosto

Ciclomotores de 53 cidades mineiras serão fiscalizados a partir de agosto

.

A partir da primeira quinzena de agosto, 53 municípios mineiros terão ciclomotores licenciados pelo Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran). A categoria inclui veículos de até 50 cilindradas, como bicicletas elétricas e Shinerays. Segundo o órgão, sem uma atuação adequada das prefeituras, os ciclomotores são vendidos como “brinquedos”.

.

A medida será possibilitada por meio de convênio firmado entre o Detran e os municípios. Nesta sexta-feira, o documento será analisado no Fórum Mineiro de Gerenciados de Transporte e Trânsito. Em seguida, uma portaria será publicada com a medida.

.

Assim que entrar em vigor, os condutores devem ter seis meses para adequação, prazo estimado pelo órgão. Somente no início de fevereiro de 2016 é que os condutores poderão ser multados e os veículos apreendidos, em caso de irregularidades.

.

Atualmente, o Código de Trânsito Brasileiro determina que as prefeituras façam o registro e licenciamento dos ciclomotores. Como muitas não conseguem assumir essa responsabilidade, os veículos acabam rodando sem placas de identificação, e os condutores, quando flagrados em irregularidades, não podem ser notificados e ninguém é punido.

.

Quando começar a valer, ciclomotores que circulam nas cidades de abrangência do convênio, entre elas Belo Horizonte, Betim, Contagem, terão que ter toda documentação, assim como é exigido para as motocicletas. Também será necessário pagamento de taxas, como IPVA, licenciamento e seguro obrigatório. Os condutores também deverão apresentar Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC) ou carteira de habilitação na categoria A.

.

“Nós temos ciclomotores no Estado de Minas Gerais que não estão registrados e nem licenciados e isso implica na segurança viária e na segurança pública. A gente passa a não ter o controle desses veículos que estão sendo utilizados tanto para rolezinhos quanto para organizações criminosas”, destaca a diretora do Detran, delegada Andréa Claudia Vancchiano.

.

Confira as cidades em que a determinação entrará em vigor: Alfenas, Araguari, Araxá, Belo Horizonte, Betim, Bom Despacho, Confins, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Coronel Fabriciano, Diamantina, Divinópolis, Frutal, Governador Valadares, Ipatinga, Itabira, Itabirito, Itajubá, Ituiutaba, João Monlevade, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Lavras, Mariana, Martinho Campos, Matozinhos, Montes Claros, Nova Lima, Novo Cruzeiro, Ouro Preto, Passos, Patos de Minas, Patrocínio, Pedro Leopoldo, Poços de Caldas, Ponte Nova, Pouso Alegre, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia, São José da Lapa, São Lourenço, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Timóteo, Três Corações, Três Pontas, Uberaba, Uberlândia, Varginha, Vespasiano, Viçosa.

.

FONTE: Hoje Em Dia.


Abastecimento de água será interrompido para obras em BH e região
De acordo com a Copasa, quinze municípios da região metropolitana terão o fornecimento de água interrompido por 16 horas no próximo domingo, dia 26 de julho

água

Moradores de vários bairros de Belo Horizonte e de outros 14 municípios da região metropolitana ficarão sem água no próximo domingo (26), por causa da obras de ampliação no sistema produtor de água do Rio Manso, que integra o Sistema Paraopeba.
De acordo com a Copasa, a previsão da interrupção do fornecimento de água é de 16 horas, para permitir a substituição de registros de descargas e interligações de elevatórias de água tratada e de novos pontos de abastecimento em Sarzedo e em Brumadinho.

A normalização do abastecimento está prevista para ocorrer, gradativamente, entre a noite de domingo e a segunda-feira (27).

Veja a lista das cidades e bairros afetados:

Belo Horizonte – Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Bonsucesso, Brasil Industrial, Braúnas, Buritis, Cabana, Caiçara Adelaide, Caiçara, Califórnia, Camargos, Cardoso, Castelo, Céu Azul, Cinquentenário, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Betânia, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Califórnia, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto João Paulo II, Conjunto Túnel de Ibirité, Coqueiros, Cristo Redentor, Das Indústrias, Diamante, Durval de Barros, Engenho Nogueira, Enseada das Garças, Esplendor, Estoril, Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Filadélfia, Flávio Marques Lisboa, Gameleira, Garças, Glória, Havaí, Ipiranga, Itaipu, Jardim América, Jardim dos Comerciários, Jardim Leblon, Jardim Montanhês, Jardinópolis, Jatobá, Lindéia, Madre Gertrudes, Mansões, Mantiqueira, Marajó, Marilândia, Maringá, Milionários, Miramar, Monsenhor Messias, Morro das Pedras, Nosso Lar, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Nova Pampulha, Nova York, Novo das Indústrias, Olaria, Padre Eustáquio, Palmeiras, Parque São José, Pongelupe, Patrocínio, Pedro II, Pindorama, Regina, Resplendor, Salgado Filho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, Santa Lucia; Santa Terezinha, São Bento, São Joaquim, São José, São Salvador, Serra do José Vieira, Serrano, Sical, Solar, Teixeira Dias, Tirol, Trevo, Urucuia, Vila Cemig, Vila Conquista, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa, Vista Alegre e Xangrilá.

Esmeraldas – Monte Sinai, Novo Retiro, Recanto Verde, Recreio do Retiro, Recreio do Riachinho, Retiro, São Pedro, Santa Cecília, São Francisco.

Ibirité – Bela Vista, Cascata, Colorado, Jardim das Rosas, José do Prado, Mantiqueira, Montreal, Ouro Negro, Palmares, Parque Durval de Barros, Petrolina, Piratininga,Serra Dourada, Sol Nascente, Washington Pires e Vila Ideal.

Matozinhos – Distrito de Mocambeiro.

Vespasiano – Vida Nova, Nova Yorque, Suely.

Pedro Leopoldo – todo o município, exceto os Bairros Fidalgo e Sumidouro.

Ribeirão das Neves – todo o município, exceto região de Justinópolis.

Betim – todo o município.
Contagem – todo o município.
Igarapé – todo município.
Juatuba – todo município.
Mário Campos – todo município.
Mateus Leme – todo município.
Sarzedo – todo município.
São Joaquim de Bicas – todo município.

 

FONTE: O Tempo.


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 29/05/2015, 06:15.

CONFIRMADO PELA REPORTAGEM AGORA, AO VIVO – o metrô não está funcionando, as estações estão fechadas. Preparem-se para a bagunça, com trabalhadores perdendo horário e dia de serviço.

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 28/05/2015, 18:15.

TRT determina escala mínima durante paralisação do metrô de BH, nesta sexta-feira

Decisão ainda obriga trabalhadores a cumprir o total da capacidade operacional durante os horários de pico. A multa em caso de descumprimento da liminar é de R$ 100 mil

 

Emerson Campos/Portal Uai/D A Press

O metrô de Belo Horizonte deverá funcionar normalmente nos horários de pico e com pelo menos 50% das operações nos demais horários, durante a greve desta sexta-feira. A determinação de escala mínima do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 3ª Região veio de uma decisão, em caráter liminar, acerca da ação cautelar ajuizada pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) contra o Sindicato dos Empregados em Empresas de Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindimetro).

O Sindimetro confirmou adesão a paralisação nacional convocada pelas centrais sindicais. O movimento é contra o Projeto de Lei da Terceirização (PL 4330/PLC 30) e o plano de ajustes fiscais que visa alterar a metodologia de benefícios como o seguro desemprego e a pensão por morte.Na decisão, o desembargador José Murilo de Morais, afirmou que, apesar de assegurada pela constituição, a greve também tem seus limites estabelecidos pelo texto. “Embora se trate de paralisação de 24 horas, não resta dúvida quanto às prováveis perturbações que acarretará nos serviços metroviários”, diz.

De acordo com o Sindimetro, o sindicato ainda não recebeu nenhuma notificação e não poderá se posicionar a respeito da decisão do tribunal.

Além da capacidade operacional estabelecida para os diferentes horários, o desembargador lembrou que o Sindicato não cumpriu decisões em outros casos e também estabeleceu multa diária de R$ 100 mil reais em caso de descumprimento da liminar. Quanto ao valor, Morais afirma “que se mostra adequado diante do caráter essencial da atividade a ser atingida pela paralisação e dos reiterados descumprimentos de ordens judiciais anteriores pelo Sindicato”.

 

Sindicato anuncia paralisação do metrô de Belo Horizonte para a próxima sexta-feira, 29/05/2015

Metroviários vão se juntar a paralisação nacional convocada pelas centrais sindicais que criticam a PEC da terceirização e ajustes fiscais

 
Sidney Lopes/EM/D.A Press

.

O funcionamento do metrô de Belo Horizonte será paralisado na próxima sexta-feira. A informação foi confirmada nesta tarde pelo Sindicato dos Metroviários de Minas Gerais (Sindmetro/MG) que confirmou adesão a paralisação nacional convocada pelas centrais sindicais. O movimento é contra o Projeto de Lei da Terceirização (PL 4330/PLC 30) e o plano de ajustes fiscais que visa alterar a metodologia de benefícios como o seguro desemprego e a pensão por morte. O metrô deverá voltar ao seu funcionamento normal no sábado.
.
Em nota, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), disse que já ajuizou ação cautelar perante o Tribunal Regional do Trabalho requerendo que seja determinada a suspensão da paralisação programada ou o cumprimento do disposto legal que estabelece a manutenção de escala mínima para as atividades consideradas essenciais, como é o caso do sistema metroviário.
.
Ainda conforme a CBTU, se confirmada a paralisação geral, o movimento prejudicará cerca de 220 mil usuários que utilizam o sistema de metrô diariamente, comprometendo o deslocamento das pessoas e gerando prejuízos à população.

.

GREVE GERAL

Além do metrô, escolas, Correios e outros órgãos devem parar na sexta

Escolas estaduais e municipais de BH, Contagem e Betim, e órgãos até mesmo do governo federal deverão aderir ao movimento; Informação foi divulgada nesta quarta-feira (27) pelos sindicatos das categorias

greve geral

Veja a convocação para a greve geral

.Contra o Projeto de Lei 4.330 — que pretende alterar as regras para a terceirização — e as Medidas Provisórias 664 e 665, aprovadas no início do mês no Congresso Federal e que alteram alguns benefícios trabalhistas, diversos servidores públicos de Belo Horizonte no âmbito municipal, estadual e federal deverão aderir ao movimento da Greve Geral, que acontece nesta sexta-feira (29) em todo o país. Entre os serviços que deverão paralisar estão o metrô, escolas estaduais e municipais, os Correios, entre outros.

.

De acordo com o Sindicato dos Empregados em Empresas de Processamento de Dados, Serviços de Informática e Similares do Estado de Minas Gerais (Sindados-MG), funcionários serviços de informática da Prefeitura de Belo Horizonte, do Estado e de órgãos federais paralisarão.

.

Entre as entidades que participarão do ato estão a Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte (Prodabel), Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Prodenge), Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e da empresa Datamec. Ainda segundo o Sindados, funcionários de call center’s também deverá participar do protesto.

.

Ainda conforme o sindicato, a previsão é de que os funcionários da saúde da PBH, que já estão em greve desde o início da semana, e da área de turismo também deverão aderir à greve geral. Professores estaduais e municipais da capital mineira e das cidades de Contagem e Betim, ambas na região metropolitana, também estão sendo convocados pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE). Porém, ainda não há informações se, no dia, realmente não haverá aulas.

.

Os servidores dos Correios também estão sendo convocados para a grande manifestação pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios, Telégrafos e Similares do Estado de Minas Gerais (Sintect-MG). Procurada pela reportagem, a assessoria da empresa federal confirmou que sabe da grande mobilização, mas ainda não tiveram a informação se os trabalhadores irão aderir. Apesar disso, por se tratar de um movimento de um único dia, a expectativa é de que os serviços à população não sejam prejudicados.

.

Além disso, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) também estará presente em Belo Horizonte e integrará a manifestação. A previsão é de que o trânsito seja fechado nas avenidas Amazonas e Cristiano Machado no dia. A concentração do ato público terá início às 10h na praça Sete, no Centro da capital.

.

UMEIs

.

Além de engrossarem os protestos contra a terceirização e as medidas que alteram direitos trabalhistas da próxima sexta-feira, as professoras e professores das Unidades Unidades Municipais de Educação Infantil (UMEIs) também estarão em greve na tarde desta quinta-feira (28).

.

A categoria participará de uma audiência pública às 13h30 na Câmara Municipal (CMBH) sobre a “Precarização do trabalho nas UMEIs com a criação do cargo de Auxiliar de Educação Infantil”. Após a audiência, os trabalhadores farão um ato na avenida dos Andradas.

.

FONTE: Estado de Minas e O Tempo.


Contagem é a primeira cidade em Minas a autorizar uso de arma pela Guarda Municipal

A Guarda Municipal de Contagem é a primeira de Minas Gerais a ter armamento autorizado. O decreto que regulamenta o porte de arma por esses profissionais foi assinado na sexta-feira (22), pelo prefeito Carlin Moura. A capacitação técnica para manuseio da arma de fogo faz parte das ações do governo no reforço da segurança pública.

.

De acordo com o prefeito, a decisão é um reconhecimento da responsabilidade pública na prestação do serviço de proteger a sociedade. “Este ato representa a convicção que a Guarda Municipal de Contagem está apta, qualificada, para exercer a proteção da sociedade. Por isso, não tenho dúvida em atribuir essa função a esses profissionais da segurança do município”.

.

Em Belo Horizonte, os agentes negociam com a prefeitura a criação de um calendário para conclusão de treinamento e divisão de turmas. A ideia da proposta apresentada pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (PBH) é a de que todo o efetivo esteja formado em 2016.

.

A contratação da empresa especializada em treinamento já teve início e a previsão de contratação, caso haja sucesso no processo licitatório, deve ocorrer a partir da primeira quinzena de setembro de 2015. A previsão é a de que as primeiras turmas iniciem o treinamento ainda em outubro.

.

Lei Federal

.

Lei Federal sancionada em agosto de 2014, com prazo de adaptação em dois anos, a Lei 13.022 permite porte de arma de fogo por guardas municipais. O texto oficial estabelece, porém, que o direito pode ser suspenso “em razão de restrição médica, decisão judicial ou justificativa da adoção da medida pelo respectivo dirigente”.
.
De acordo com a regra, além da segurança patrimonial, estabelecida pelo Artigo 144 da Constituição Federal, as guardas terão poder de polícia. Elas poderão atuar na proteção da população, no patrulhamento preventivo, no desenvolvimento de ações de prevenção primária à violência, em grandes eventos e na proteção de autoridades, bem como em ações conjuntas com os demais órgãos de defesa civil.

.

FONTE: Hoje Em Dia.


Empresa contrata para início imediato
ESTÁGIO
Estagiário de Direito Atividades:
* Atuará no contencioso cível, trabalhista e societário
* Elaboração de petições;
* Auxiliar nos serviços de fórum;
* Organizações e arquivamento de documentos;
* Pesquisas doutrinárias e jurisprudenciais
Pré-requisitos
Cursando Direito do 7º ao 9º Período com carteira de estagiário da OAB
Conhecimento de pacote Office
Desejável que possua veículo próprio
Horário: 13:00 às 18:00 horas – Segunda à Sexta
Bolsa: 800,00 + VT+ reembolso de deslocamento
Local de Trabalho: Contagem recrutacontagem@yahoo.com.br

Manutenção deixa mais de 80 bairros da Grande BH sem água

água

Fornecimento precisou ser interrompido para manutenção emergencial e deve ser normalizado ao longo da tarde e da noite desta quarta-feira. Confira a lista dos bairros afetados

 Mais de 80 bairros das cidades de Betim, Contagem, Esmeraldas e Ribeirão das Neves tiveram o abastecimento de água interrompido na terça-feira para uma manutenção emergencial da Copasa.
.
Segundo a companhia, técnicos trabalham no sistema Vargem das Flores, em Contagem, para a troca de um dos equipamentos de bombeamento da água desde a represa até a estação de tratamento. A previsão é de que o fornecimento seja normalizado, de forma gradativa, durante a tarde e a noite desta quarta-feira. 
.
Veja a lista dos bairros afetados: 
.
Betim: Alterosas, Alto das Atenas, Capelinha, Chácaras São José, Conjunto Jalita Conceição Pedrosa, Cruzeiro de Sul, Duque de Caxias, Espírito Santo, Icaivera, Independência, Industrial São Luiz, Industrial São Pedro, Itacolomi, Jardim das Alterosas 2ª Seção, Niterói, Nossa Senhora de Fátima, São Caetano, São Luiz, São Miguel, Sitio Amoras, Sítios da Baviera, Sítios Poções, Várzea das Flores, Vila Amapá, Vila Andorinha, Vila Cristina e Vila Universal.
.
Contagem: Camilo Alves, Chácaras Solar do Madeira, Chácaras Campo Alegre, Chácara Contagem, Colonial, Canadá, Beija Flor, Condomínio Vila do Lago, Condomínio Nosso Rancho, Conjunto Habitacional Campo Alto, Darci Ribeiro, Estância do Hibisco, Estâncias Imperiais, Fonte Grande, Granja Ouro Branco, Icaivera, Industrial São Luiz, Lúcio de Abreu, Nascentes Imperiais, Nova Contagem, Novo Retiro, Petrolândia, Quintas do Jacuba, Olhos D’água, Recreio dos Caiçaras, Retiro, Santa Helena, Sítios Rurais Jardim Recreio, Sapucaias, Sapucaias II, Sapucaias III, São Caetano, São Miguel, Solar da Madeira, Tropical, Vila Belém, Vila Cristina, Vila Estaleiro, Vila Panamá, Vila Renascer e Tupã.
.
Esmeraldas: Novo Retiro, Recanto Verde, Recreio do Retiro, Santa Cecília, São Francisco, São Pedro e Serra Verde.
.
Ribeirão das Neves: Cruzeiro, Fazenda Castro, Florença, Metropolitano, São Francisco, San Genaro, Santa Cecília e Veneza.
.

FONTE: Estado de Minas.


Interligação de adutoras vai deixar 85 bairros da Grande BH sem água na quarta-feira

Na Capital, Região Centro-Sul será a única afetada pela manutenção. Previsão é de que abastecimento seja restabelecido gradativamente durante a noite do mesmo dia

 água
A Copasa informou nesta segunda-feira que 85 bairros de Belo Horizonte e Região Metropolitana vão ficar sem água na próxima quarta-feira por causa de obras de adutoras.

Das 8 às 13h, nos Bairros Belvedere, Santa Lúcia, São Bento e Vila Paris, na Região Centr-Sul da Capital, o fornecimento de água ficará interrompido para interligação de adutoras na Praça das Constelações, no cruzamento com a Rua Medusa, no Bairro Santa Lúcia. 

Das 7 às 15h, em bairros de Betim, Contagem, Esmeraldas e Ribeirão das Neves o abastecimento ficará interrompido para interligação de adutora situada na entrada do Reservatório Corte de Pedras, localizado na Estrada Antiga, no Bairro Itacolomi, em Betim.

A previsão é que o fornecimento de água nessas regiões seja normalizado, gradativamente, durante a noite do mesmo dia. 

Confira a lista dos bairros afetados:

Belo Horizonte: Belvedere, Santa Lúcia, São Bento e Vila Paris.

Betim: Alterosas, Alto das Atenas, Capelinha, Chácaras São José, Conjunto Jalita Conceição Pedrosa, Cruzeiro de Sul, Duque de Caxias, Espírito Santo, Icaivera, Independência, Industrial São Luiz, Itacolomi, Jardim das Alterosas 2ª Seção, Niterói, Nossa Senhora de Fátima, São Caetano, São Luiz, São Miguel, Sitio Amoras, Sítios da Baviera, Sítios Poções, Várzea das Flores e Vila Amapá, Vila Cristina, Vila Andorinha e Vila Universal.

Contagem: Condomínio Nosso Rancho, Darci Ribeiro, Icaivera, Nova Contagem, Novo Retiro, Retiro, Vila Estaleiro, Vila Panamá, Vila Renascer, Tupã, Camilo Alves, Chácaras Solar do Madeira, Chácaras Campo Alegre, Chácara Contagem, Colonial, Canadá, Beija Flor, Condomínio Vila do Lago, Conjunto Habitacional Campo Alto, Estância do Hibisco, Estâncias Imperiais, Fonte Grande, Granja Ouro Branco, Industrial São Luiz, Lúcio de Abreu, Nascentes Imperiais, Petrolândia, Quintas do Jacuba, Olhos D’água, Recreio dos Caiçaras, Santa Helena, Sítios Rurais Jardim Recreio, Sapucaias, Sapucaias II, Sapucaias III, São Caetano, São Miguel, Solar da Madeira, Tropical, Vila Belém e Vila Cristina.

Esmeraldas: Novo Retiro, Recanto Verde, Recreio do Retiro, Santa Cecília, São Francisco, São Pedro e Serra Verde.

Ribeirão das Neves: Cruzeiro, Fazenda Castro, Florença, Metropolitano, São Francisco, San Genaro, Santa Cecília e Veneza.

 

FONTE: Estado de Minas.


 

Polícia prende quadrilha suspeita de adulterar cerveja na Grande BH

Segundo delegado, cerca de 400 caixas de bebida foram apreendidas.
Grupo colocava rótulos de Skol e Brahma em cervejas mais baratas.

Falsificação

Cinco pessoas foram detidas, nesta quarta-feira (19), suspeitas de integrar uma quadrilha especializada em adulterar cerveja, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o delegado Saulo de Tarso Gonçalves da Silva Castro, as investigações que levaram à prisão do grupo começaram há cerca de um ano.

Ainda segundo ele, a polícia suspeita que este seja um negócio milionário e que os cinco detidos integrem apenas um braço da quadrilha. Os indícios apontam que o grupo também atua no Espírito Santo, em Goiás, em Tocantins e em São Paulo.

O delegado explica que, para fazer a adulteração, os suspeitos compravam cervejas mais baratas e adulteravam as garrafas com rótulos e tampinhas de marcas da Ambev, como Skol e Brahma. As bebidas eram vendidas, sem nota fiscal e por valor abaixo do praticado no mercado, para comércios de pequeno porte em toda a Grande BH.

De acordo com Castro, uma pessoa foi presa na Ceasa. Os outros quatro suspeitos foram detidos em flagrante em um galpão no bairro Darci Ribeiro, onde a adulteração era realizada. Conforme o delegado, cerca de 400 caixas de cerveja foram apreendidas, além de inúmeros rótulos, tampinhas e máquinas usadas na fraude.

Esta é a segunda grande apreensão de cerveja adulterada ocorrida em Contagem. A primeira delas foi feita no ano passado, em outubro, quando cerca de 600 caixas de bebida fraudada foram encontradas e nove pessoas foram detidas.

 

FONTE: G1.


Copasa garante que moradores da Grande BH terão água até o fim da tarde de domingo

Corte atinge 115 bairros de Belo Horizonte e 11 cidades da região. Se houver casos em que a falta d’água permaneça até amanhã, o consumidor pode acionar a concessionária pelo telefone 115

CopasaAdutoras da estatal: meta é fornecer 400 litros por segundo a mais

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) promete que até o fim da tarde, o abastecimento na rede de água será retomado nos 115 bairros de Belo Horizonte e em 11 cidades da região metropolitana que tiveram o fornecimento suspenso ontem. Ao todo, cerca de 1,6 milhões de consumidores foram afetados. O corte ocorreu, segundo a empresa, para permitir a ampliação do sistema de produção de água Rio Manso. As obras foram adiantadas em seis meses, por causa da estiagem que atingiu toda o Sudeste brasileiro. A normalização será feita de forma gradual. Se houver casos em que a falta d’água permaneça até amanhã, o consumidor pode acionar a concessionária pelo telefone 115. 

Além de comunidades das regiões Noroeste, Norte, Oeste, Barreiro e Sul de BH, foram afetados 24 bairros de Betim, 24 de Contagem, 20 de Vespasiano e 16 de Ibirité. Os municípios de Igarapé, Mário Campos, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa e Sarzedo tiveram o fornecimento completamente cortado para a operação. Segundo a Copasa, a suspensão ocorreu apenas devido às obras e, apesar da estiagem, não há risco de desabastecimento ou de racionamento de água. Em caso de imprevistos, a estatal admite usar caminhões-pipa para abastecimento de emergência em serviços de educação e saúde.

Por meio da duplicação de 4,5 quilômetros da adutora do Sistema de Produção Rio Manso, a Copasa ampliará de imediato em cerca 400 litros por segundo a oferta de água tratada em BH e região metropolitana. Essa é a primeira etapa do projeto, que pretende aumentar a produção total do sistema de 4 metros cúbicos por segundo (m3/s) para 5,8m3/s e duplicar 16 quilômetros da adutora.

FONTE: Estado de Minas.


Ampliação de sistema da Copasa vai deixar 1,6 mi de consumidores sem água no sábado

A falta de abastecimento vai atingir moradores de Belo Horizonte e de 11 municípios da região metropolitana. Companhia informou que a Grande BH não corre risco de desabastecimento por causa da estiagem

água

Obras para a ampliação do sistema de produção de água Rio Manso vai deixar Bairros de Belo Horizonte e outros 11 municípios da região metropolitana sem água no próximo sábado. Ao todo, 1,6 milhão de pessoas serão atingidas. A medida, anunciada nesta terça-feira pela Copasa, foi adiantada em seis meses por causa da estiagem que atingiu a Região Sudeste do Brasil. A companhia afirmou que não há risco, até o momento, da Grande BH passar por racionamento. 

 VEJA TAMBÉM: O QUE FUNCIONA OU NÃO NO DIA DE FINADOS!

A falta de água vai começar no início da noite de sábado. A previsão é que o abastecimento seja normalizado ao longo do dia de domingo.
O serviço de ampliação foi estimado em R$ 500 milhões por meio de contrato de Parceria Público-Privada. As obras serão para a ampliação da estação de tratamento de água, das elevatórias de água bruta e tratada, adequação das subestações elétricas, duplicação da adutora de água tratada de aproximadamente 16 quilômetros, construção de uma central geradora de energia elétrica, além de reservatórios. 

Com a duplicação da adutora, a Copasa vai ampliar em aproximadamente 300 litros por segundo a oferta de água tratada para a capital mineira e municípios da região metropolitana. Essa será a primeira etapa do projeto, que vai aumentar de 4 para 5,4 metros cúbicos por segundo a produção total do sistema. 

A previsão que se construa um moderno centro de operação regional com tecnologia de ponta. Ele será conectado ao Centro de Operações de Sistemas (COS) da Copasa. Depois da implantação, ações operacionais poderão ser feitas com mais agilidade.

Veja os bairros e municípios atingidos

BELO HORIZONTE

REGIÃO NOROESTE – Caiçara, Caiçara Adelaide, Cabana, Califórnia, Conjunto Califórnia, Camargos, Coqueiros, Engenho Nogueira, Filadélfia, Glória, Jardim Montanhês, Monsenhor Messias, Padre Eustáquio, Pedro II, Patrocínio, Pindorama, São José e São Salvador;

REGIÃO NORTE – Bandeirantes, Braúnas, Castelo, Céu Azul, Enseada das Garças, Esplendor, Garças, Jardim Leblon, Jardim dos Comerciários, Mantiqueira, Nova York, Nova Pampulha, Ouro Preto, Paquetá, Santa Terezinha, Serrano, Trevo e Xangrilá; 

REGIÃO SUDOESTE – Araguaia, Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Bairro das Indústrias, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Brasil Industrial, Bonsucesso, Buritis, Cabana, Cardoso, Cinqüentenário, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Betânia, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto João Paulo II, Conjunto Túnel de Ibirité, Cristo Redentor, Diamante, Durval de Barros, Estoril, Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Flávio Marques Lisboa, Gameleira, Havaí, Ipiranga, Itaipu, Jatobá, Lindéia, Jardim América, Jardinópolis, Madre Gertrudes, Mansões, Marajó, Marilândia, Maringá, Milionários, Miramar, Morro das Pedras, Nosso Lar, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Olaria, Novo das Indústrias, Palmeiras, Parque São José, Pongelupe, Regina, Resplendor, Salgado Filho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, São Joaquim, Sical, Serra do José Vieira, Solar, Teixeira Dias, Tirol, Urucuia, Vila Conquista, Vila Cemig, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa e Vista Alegre;

REGIÃO SUL – São Bento e Santa Lucia

BETIM – Arquipélago Verde, Bandeirinhas, Campos Elíseos, Capelinha, Chácaras Reunidas Guaracyaba, Cruzeiro, Distrito Industrial Bandeirinhas, Duque de Caxias, Estâncias do Sereno, Guanabara, Icaivera, Industrial São Luiz, Jardim Piemonte, Petrovale, PTB, Santa Cruz, São Caetano, São Luiz, São Miguel, Vila Andorinha, Vila Cristina, Vila Kennedy, Vila Universal e Vila Verde.

CONTAGEM – Todo o município, exceto:

REGIÃO NOVA CONTAGEM – Colonial, Condomínio Nosso Rancho, Darci Ribeiro, Icaivera, Nova Contagem, Novo Retiro, Retiro, Tupã, Vila Estaleiro e Vila Renascer;

REGIÃO DO PETROLÂNDIA – Beija Flor, Canadá, Campo Alto, Olhos D’água, Petrolândia, Quintas do Jacuba, Recreio dos Caiçaras, Santa Helena, São Caetano, São Miguel, Solar da Madeira, Tropical, Vila Belém e Vila Cristina.

IBIRITÉ – Bela Vista, Cascata, Colorado, Jardim das Rosas, José do Prado, Montreal, Mantiqueira, Ouro Negro, Palmares, Parque Durval de Barros, Petrolina, Piratininga, Serra Dourada, Sol Nascente, Vila Ideal e Washington Pires.

IGARAPÉ – Todo município.

MÁRIO CAMPOS – Todo município.

PEDRO LEOPOLDO – Todo o município, exceto os Bairros Fidalgo e Sumidouro.

RIBEIRÃO DAS NEVES – Todo o município.

SÃO JOAQUIM DE BICAS – Todo município.

SÃO JOSÉ DA LAPA – Todo o município.

SARZEDO – Todo município.

VESPASIANO – Bela Vista, Bom Sucesso, Célvia, Condomínio Mangueira, Jardim Encantado, Jardim da Glória, Jequitibá, Morro Alto, Morro do Cruzeiro, Morro Quaresma, Nova Iorque 4ª Sessão, Nova Pampulha, Novo Horizonte, Parque Jardim Maria José, Parque São Pedro, Pouso Alegre, Santa Maria, Santa Cruz, Vida Nova e Vila Esportiva.

 

Dia sem água na Grande BH
Corte para obras no sistema Rio Manso vai atingir 115 bairros da capital e 11 cidades da região metropolitana.
Normalização no fornecimento amanhã será gradual

 

 

O sistema Rio Manso, em Brumadinho, terá capacidade ampliada (Jackson Romanelli/EM/D.A Press - 27/6/11)
O sistema Rio Manso, em Brumadinho, terá capacidade ampliada

Consumidores de 115 bairros de Belo Horizonte e de outras 11 cidades da região metropolitana vão ficar sem água até amanhã. De acordo com a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), cerca de 1,6 milhão de pessoas serão afetadas. A água voltará de forma desigual, ao longo de amanhã. O corte é para permitir obras de ampliação do sistema de produção de água Rio Manso, que foram adiantadas em seis meses por causa da estiagem que atingiu a Região Sudeste do Brasil.

Além dos bairros das regiões Noroeste, Norte, Oeste, Barreiro e Sul de BH, serão atingidos 24 bairros de Betim, 24 de Contagem, 20 de Vespasiano e 16 de Ibirité. Os municípios de Igarapé, Mário Campos, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa e Sarzedo terão o fornecimento completamente cortado para a operação. Segundo a Copasa, não há risco de desabastecimento ou de racionamento.

Por meio da duplicação de 4,5 quilômetros da adutora do Sistema de Produção Rio Manso, a Copasa ampliará em cerca 300 litros por segundo a oferta de água tratada em BH e região metropolitana. Essa é a primeira etapa do projeto, que pretende aumentar a produção total do sistema de 4m para 5,8m cúbicos por segundo e duplicar 16 quilômetros da adutora. O projeto de ampliação do sistema Rio Manso tem o custo de R$ 500 milhões e está sendo feito por meio do contrato de parceria público-privada firmado entre a Copasa e a Odebrecht Ambiental, braço do Grupo Odebrecht na área de saneamento.

FONTE: Estado de Minas.


Indenização de R$ 1 bi em MG se arrasta há 70 anos

Fazendas foram desapropiradas para implantar área industrial na divisa de BH e Contagem

(REPORTAGEM DE 2010)

Numa área de aproximadamente 437 mil metros quadrados, na divisa de Belo Horizonte com Contagem, onde hoje despontam indústrias metalúrgicas, alimentícias, mecânicas, químicas e eletroeletrônicas, há 70 anos as famílias Abreu e Hilário tiravam seu sustento da terra. Em 1941, um decreto assinado pelo então governador, Benedito Valadares, determinou a desapropriação das fazendas Peroba e Ferrugem para a implantação da Cidade Industrial.

Esse foi o primeiro núcleo fabril do Estado, que hoje concentra empresas como a Vallourec & Mannesmann Tubes do Brasil, General Eletric, Aymoré, Massas Vilma, entre outras. O decreto interrompeu bruscamente a rotina das cerca de 30 pessoas que sobreviviam da produção agropecuária das fazendas, dando início ao que é considerado um dos imbróglios jurídicos mais antigos do Brasil.

Os Abreus e os Hilários foram obrigados a deixar as terras por meio de força policial e assistiram à derrubada das plantações por tratores e máquinas. Quase sete décadas depois, centenas de descendentes dos antigos moradores ainda lutam, sem sucesso, por uma indenização.

Com cerca de 14 mil páginas, os dois processos gerados pela desapropriação se encontram na 5ª Vara de Fazenda Pública Estadual, na chamada fase de liquidação de sentença. Embora já tenha transitado em julgado em janeiro de 1957, as indenizações nunca foram pagas às famílias. Atualmente, entre 1,3 mil e 1,5 mil pessoas afirmam serem herdeiras e reclamam o direito às indenizações. Em apenas um dos processos, a bolada é calculada em R$ 1 bilhão, levando em conta a valorização da área.

Para qualquer decisão, contudo, ainda cabe recurso e uma solução paralela foi proposta recentemente pelo juiz Evandro Lopes da Costa Teixeira, que preside o processo. A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas – que no último dia 08 realizou uma audiência pública para discutir o caso – aprovou na semana passada um requerimento ao governador Antonio Anastasia (PSDB) para que o Executivo encaminhe um projeto de lei à Casa determinando a indenização dos herdeiros.

“É um processo que, ao meu ver, ainda não tem uma solução jurídica rápida”, disse Teixeira, ressaltando que mesmo uma decisão favorável aos herdeiros acabaria na fila dos precatórios, sem perspectiva de pagamento. “Compete ao Executivo mandar uma proposta de lei, pois haverá gasto e há que ter correspondência de orçamento. O Legislativo não pode propor essa lei porque ele não pode ordenar ao Executivo despesas.”

Má fé. O magistrado lembra que centenas de pessoas já foram excluídas do processo por não terem conseguido provar seu parentesco com os antigos proprietários das fazendas. “Muitas pessoas de má fé entraram no processo dizendo que tinham direito, mas não tinham.” O advogado Evandro Brandão, que há 25 anos representa cerca de 600 herdeiros, lembra que outros proprietários na região foram indenizados na época. “As pessoas privilegiadas de Belo Horizonte que tinham sítios no local receberam. Só não pagaram os coitados que não tinham prestígio nenhum.”

Os descendentes diretos se emocionam ao recordar a luta de vários familiares que já morreram sem ver seu direito reconhecido pelo Estado. Muitos ainda moram nas imediações da Cidade Industrial e enfrentam dificuldades financeiras. Durante a audiência pública na Assembleia, dezenas de herdeiros se vestiram de preto em protesto.

Procurado, o governo de Minas disse apenas que o processo continua sendo discutido na Justiça e que irá acatar qualquer decisão quando não for possível mais nenhum recurso.

PARA ENTENDER

Após 15 anos de tramitação, a Justiça determinou o pagamento das indenizações aos ex-proprietários das duas fazendas, mas a sentença não avançou na sua fase de execução, pois o Estado apresentou diversos recursos questionando a legitimidade dos herdeiros e provas relativas à posse das terras. Ainda cabe recurso ao Tribunal de Justiça, ao próprio STJ e ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Desapropriados, que há 70 anos deram lugar à cidade industrial, buscam solução na Justiça
Mais de 1,3mil desapropriados querem indenização de R$ 1,5 bilhão
(REPORTAGEM DE 2011)

O Sistema Interamericano de Direitos Humanos que tem resolvido pendências mundo afora, inclusive no Brasil, se tornou uma espécie de tábua de salvação para os herdeiros do distrito industrial de Contagem, polo fabril na Região Metropolitana de Belo Horizonte.
.
Este ano (2011), o processo completa 70 anos, mas a Justiça brasileira ainda não conseguiu executar a sentença da década de 1950, que manda o governo do estado indenizar os ex-proprietários dos terrenos. A ação que tem valor estimado em R$ 1,5 bilhão, praticamente 40% do PIB industrial (Produto Interno Bruto) de Contagem, pode ser decidida em âmbito internacional.
.
O processo de desapropriação das famílias Abreu e Hilário, donas das fazendas Peroba e Ferrugem, local onde foram instaladas empresas como Mannesmann, Belgo Arcelor, Itaú Power Shopping, Massas Vilma, General Eletric, Pohlig- Heckel, disputa o título de ser o mais antigo do mundo, um paquiderme que coloca em xeque a Justiça brasileira.
.
Apesar de já ter decisão favorável aos herdeiros – a sentença foi dada pelo Superior Tribunal Federal (STF), ainda em 1957 – o processo empacou na fase de execução e nunca conseguiu sair do papel, condenado milionários a viver bem próximos ou literalmente na miséria.Agora, o processo está pronto para ser levado ao Sistema Interamericano de Direitos Humanos, para ser apreciado pela Corte internacional..“O tempo de tramitação deste processo no Brasil nos faz crer que judicialmente nunca será resolvido”, aponta o advogado especializado em direito internacional Luiz Afonso Costa de Medeiros, que também é presidente do Fórum Brasileiro de Direitos Humanos, que está encaminhando a petição internacional.

Os valores que o processo envolve se tornaram também um desafio. Para se ter ideia, a cada mês, a correção acrescenta cerca de R$ 20 milhões à fatura pública. Levar a questão para julgamento internacional é a saída para processos que não encontram solução interna nos países. “Neste caso, o colapso do sistema judiciário brasileiro é nítido”, esclarece Luiz Medeiros. Desde que o processo foi transitado em julgado (ação que não cabe mais recurso) em 1957, 16 governadores já passaram pelo caso.

A cadeia sucessória das famílias Hilário e Abreu cresceu e hoje atinge cerca de 1,3 mil pessoas. Levantamento feito pelo espólio, a pedido do Estado de Minas, mostra que as primeiras gerações não conseguiram aguardar pela Justiça. Cerca de 130 herdeiros diretos morreram sem que os tribunais executassem a sentença. Entre eles, o próspero agricultor Geraldo de Abreu, que depois de ter sido forçado a sair de sua propriedade, terminou seus dias, aos 84 anos, como catador de papel nas imediações do Bairro Nova Suíssa.

Há 15 anos Geovânia Abreu vem mobilizando os herdeiros, na busca de uma solução. Ela já foi à Brasília, já conversou com ministros do Supremo, com desembargadores e juízes, mas os avanços são pequenos. Seu pai morreu aos 74 anos sem alcançar resultados. “Desconfiamos que esse é o processo mais antigo do mundo. Pessoas estão morrendo na miséria.”

Na marra

O Brasil é signatário do sistema internacional e por isso deve cumprir decisões da corte interamericana (IDH). Segundo Medeiros, o processo é um caso “extraordinário e escandaloso” contra os direitos humanos e relativamente simples de ser resolvido porque o sistema internacional não terá de discutir o direito, apenas determinar o pagamento. Ele lembra que apesar de o Brasil ser apontado com um dos grandes violadores dos direitos humanos, no caso Damião Ximenes Lopes, morto no sistema de saúde ligado ao setor público (primeira condenação do país na Corte IDH), o Brasil foi exemplar. “Foi por meio de decreto presidencial que a família foi indenizada.”

Advogado do caso desde 1985, Evandro Brandão acredita que a decisão de uma corte internacional pode causar constrangimento à Justiça brasileira e também pressão política. Para ele, a Justiça poderia resolver a questão se o modelo fosse outro. “Os recursos visivelmente protelatórios teriam de ser imediatamente indeferidos.” O Advocacia Geraldo do Estado informou, por meio de sua assessoria, que a questão está sub judice e por isso o órgão só se pronunciará no processo.

Apesar de ser dono de uma fortuna, a vida não foi amena para o carroceiro Chico, (Francisco de Abreu). Aos 87 anos, a saúde é frágil, as mãos perderam a força, mas a esperança ainda se sustenta. Sua irmã Geni, de 81, também criou filhos sem confortos. Leontino Luiz Hilário, completa 86 em outubro. Depois que seu a terra de seu pai foi desapropriada, ele trabalhou na indústria de dia e no táxi à noite. A aposentadoria não é suficiente para ajudar a filha que mora de favor em um barraco de dois cômodos. O Estado de Minas conversou também com Maria Luiza, de 92, Diolinda, de 85, Terezinha, de 80, Ismael Bernardes, e Milton Luiz, ambos de 72 anos. As frases que repetem são um espelho de seus sentimentos: “Não quero nada para mim, não tenho mais tempo”, “queria ajudar meus filhos”, “ainda levo a mágoa da forma que nos fizeram sair.” O depoimento dos velhos herdeiros não move a Justiça nem o estado.

Saída pode estar em acordo

Um acordo extra judicial, envolvendo o legislativo, o judiciário, o executivo e herdeiros foi apontado como solução para finalizar o bilionário processo de 70 anos, sem precedentes na história. A ação atual não discute o direito à indenização, que já é dado como certo, mas sim a quem pagar. Hoje são cerca de 1,3 mil herdeiros habilitados. A batalha judicial é feita de recursos entre as partes e pode se arrastar por mais outros 70 anos sem uma solução.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, deputado estadual Durval Ângelo (PT), diz acreditar em um acordo feito por meio de projeto de lei. “Quanto mais protelar o pagamento, maior se tornará o custo do estado.”

A juíza da 5ª Vara da Fazenda Estadual, Riza Aparecida Nery, está acompanhando o processo há cerca de um ano e diz que é o mais complexo que já acompanhou. Ela tem dado prioridade ao caso, trabalhando para agilizar os julgamentos, mas aponta que a estrutura do judiciário é pesada. Atualmente, a juíza é responsável por 22 mil processos, bem acima da média de um magistrado europeu que acumula em média 600 processos. “O lado social da Justiça é muito importante, me preocupo com esse processo.” A saída apontada por Riza Nery é o acordo. “Cedo meu gabinete para as partes e posso mandar homologar imediatamente. Para os acordos não cabem recursos”, explica, dizendo que o acordo entre executivo, legislativo e as partes envolvidas é legalmente possível.

O advogado Evandro Brandão não vê a opção como via real. “Essa é uma utopia jurídica. Não existe disposição para isso (um acordo). A solução deve ser no judiciário e a pressão internacional pode ajudar.” No caso da desapropriação das fazendas Ferrugem e Peroba nenhum depósito prévio foi feito, na década de 40, para prevenir o pagamento das famílias.

Autor: Ark Souza
Um país jamais será de primeiro mundo se não tratar com respeito e dignidade a tua nação… Uma vergonha para o mundo inteiro ver como funciona a justiça brasileira e mais vergonhoso ainda é que o mal exemplo vem do próprio governo… boa Anderson.. porque não mostraram os cartazes..?| Denuncie |Autor: Edilson Guimaraes
Que vergonha! Que mau exemplo! Se deve, tem que pagar. Ainda mais se tratando do Poder Público!| Denuncie |Autor: Anderson Abreu
Boa reportagem… mas porque desfocaram os cartazes??

 

Famílias vão ao CNJ após esperar 73 anos por indenização

(REPORTAGEM DE 2014)
Danilo de Abreu - herdeiro de terras desapropriadas para implantação da Cidade Industrial
Um dos centenas de herdeiros, Danilo de Abreu pretende cortar a barba só quando receber o dinheiro

Cansados de esperar por um indenização bilionária que nunca chega, 1.300 herdeiros das fazendas Ferrugem e Perobas, desapropriadas pelo Estado em 1941 para a criação da Cidade Industrial, em Contagem, na região metropolitana, vão apelar ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em até 60 dias, advogados dos ex-proprietários vão apresentar a reclamação ao órgão, numa tentativa de finalizar o processo.

As famílias estimam que o valor a ser pago pelo Estado chegará a R$ 4 bilhões. As duas fazendas, que totalizavam 353 mil metros quadrados, pertenciam aos clãs Abreu e Hilário, removidos dos terrenos para dar lugar à instalação de várias empresas. Na época, 30 parentes das duas famílias moravam nas terras.

Após 73 anos e várias vitórias na Justiça, a primeira delas em 1959, os sucessores nunca receberam um centavo de indenização. De lá pra cá, eles colecionam lembranças da vida na fazenda e pesadelos ao relembrarem a retirada.

“Cercaram nossas casas e colocaram muitos policiais e cães para nos assustar. Minha mãe foi tocada de casa como um animal”, conta Maria Luiza de Souza, que completou 95 anos na última segunda-feira. Mesmo com idade avançada, a única herdeira direta ainda viva da família Hilário não perde a esperança de ter resposta no processo.

“Sei que eu não vou aproveitar minha herança, mas é a oportunidade que meus filhos e netos têm de melhorar a condição de vida”, diz.

O pai dela, José André Luiz, ficou desgostoso após a remoção. “Até morrer, ele só falava da casa que deixou para trás. Não viu justiça sendo feita”, completa a idosa.

O soldador Danilo José de Abreu, de 64 anos, também não esquece o drama familiar. “Imagine você deixar a sua casa de 16 cômodos e passar a morar em um imóvel que tem quatro. Foi terrível. Meu pai lamentava, era uma tristeza só”.

Confiante de que conseguirá a indenização, o soldador fez uma promessa. Há sete anos, deixou a barba crescer e só pretende cortá-la quando a indenização for paga.

Sobrinha de Maria Luiza, a aposentada Modestina Luiza Cirilo Faria, de 61 anos, também afirma que os herdeiros não desistirão da empreitada. “Parentes estão morrendo sabendo que são ricos, mas, ao mesmo tempo, sem ter um centavo no bolso, na mais completa miséria”.

Perito foi nomeado para atualizar os valores

Em 1959, o Estado foi condenado a pagar a desapropriação das fazendas Ferrugem e Perobas, mas a quantia, calculada na época em Cr$ 16 o metro quadrado, não foi paga. Hoje, dois processos tramitam na Justiça. Eles se referem a duas partes da área, mas abrangem os mesmos proprietários. O primeiro está embargado por causa de um recurso das famílias. “Ganhamos a ação, mas um juiz, que não tinha competência para julgá-la, disse que os herdeiros não tinham direito a nada. Ele deverá ser apreciado pelo Superior Tribunal de Justiça”, enfatiza o advogado Evandro Brandão. O outro processo está na fase de execução. Um perito foi nomeado pela Justiça para atualizar o valor da indenização.

Já a Advocacia-Geral do Estado informou que, considerando que a questão encontra-se subjudice, não se pronunciará sobre o caso.

Principais empresas instaladas no local

– Belgo Arcelor
– General Eletric
– Itaú Power Shopping
– Mannesmann
– Massas Vilma
– Pohlig- Heckel

 

FONTE: Hoje Em Dia, Estadão e Estado de Minas.


Nova pista do Rodoanel muda paisagens da Grande BH
Rodoanel passará por áreas de fazendas e bairros afastados da Grande BH. Moradores se dividem entre o receio e a esperança por melhorias no transporte e na situação econômica

Rodo Anel

O produtor Argenor Siqueira, de Ravena. 'Alguns parentes e vizinhos que são amigos vão ter de ir embora'  ( Euler Junior/EM/D.A Press)
O produtor Argenor Siqueira, de Ravena. “Alguns parentes e vizinhos que são amigos vão ter de ir embora”

Os 12 mil pés de bananas que dobram o morro da fazenda do produtor rural Argenor Siqueira, de 63 anos, são herança das primeiras formas de produção da região de Casa de Pedra, em Ravena, distrito de Caeté, na Grande BH. Foi o tataravô dele, João Pinduca, um português que chegou ali trazendo mão de obra escrava, quem começou as atividades. Daquela época em diante, a família foi crescendo e dividindo as terras até formar o povoado que leva nome da casa grande que não existe mais. A vida vida simples, típica da roça, vai mudar com a chegada do Rodoanel Metropolitano Norte, que se encontrará com a BR-381 poucos quilômetros depois das terras do senhor Argenor. “A gente já sente um aperto no coração de saber que alguns parentes e vizinhos que são nossos amigos vão ter de ir embora, porque a casa deles está no caminho da rodovia”, conta o fazendeiro. A abertura da via que promete desviar o tráfego do Anel Rodoviário de BH, poupando muitas vítimas de acidentes e trazendo desenvolvimento, divide opiniões de quem mora ao longo do futuro trajeto.

As estacas fincadas na comunidade de Casa de Pedra já vão tirar um sobrinho e um dentista de BH que são vizinhos imediatos do fazendeiro. “As estacas estão lá, bem perto da estradinha de terra, no rumo da casa do meu vizinho, que é dentista”, diz Argenor. Apesar do susto inicial, há a expectativa de uma melhoria nas condições financeiras. “A gente não sabe em qual parte do terreno vai ser aberta a estrada, mas ficamos preocupados com barulho, movimento demais e com crimes”, afirma o produtor. “Mas tem muita gente por aqui pensando em abrir um bar, um restaurante ou uma venda perto do Rodoanel para melhorar um pouco as condições”, acrescenta.
O uso cada vez mais intenso da Lagoa Várzea das Flores como balneário tem mudado as características de “roça pacata” entre Betim e Contagem, onde cresceu o lavrador Geraldo Elias da Costa, de 50. “Vem gente demais para cá. Carros e cavalos ficam estacionados na beira do lago, a gente escuta som alto demais que atravessa até os morros e entra dentro da casa das pessoas que vivem aqui”, conta. Ao saber que parte da mata ciliar que envolve a Várzea das Flores será retirada e que o Rodoanel trará um fluxo estimado em 70 mil veículos, o lavrador se lamenta. “A gente vai desconhecendo o lugar. Vai deixando de ser o que a gente conhecia”, opina. Naquelas terras, onde hoje o trabalhador rural “bate pastos” (capina) e faz pequenas manutenções numa fazenda, Geraldo aprendeu a pescar com os amigos, montava cavalos para ir a vendas e visitar vizinhos. “A gente tem muitas lembranças que vão indo embora, mas que não têm mais volta”, diz.

Transformações Para a auxiliar administrativa Lucinda Maria de Souza, de 48 anos, que vive em Contagem e costuma visitar a irmã no Bairro Colonial, no outro lado da cidade, a construção do Rodoanel pode facilitar seu transporte. “A gente ganha uma forma mais direta de chegar onde precisa, sem ter de passar dentro das ruas dos bairros, principalmente se tiver ônibus”, afirma. Mas, ao olhar adiante, na Avenida das Palmeiras, que segundo o projeto se tornará parte da rodovia, a mulher avistou a sobrinha, Ana Tomás, de 11, empinando uma pipa enquanto corria pelas ruas sem se preocupar com o tráfego quase insignificante. “O que pode acontecer é mudar muito para as crianças. Não vai dar mais para deixar criança pequena solta em beira de rodovia”, prevê.
Para o consultor Paulo Eduardo Borges, doutorando em análise ambiental pela UFMG, o Rodoanel trará benefícios imediatos para a produção econômica, industrial e se tornará uma forma de escoamento produtivo e acesso para cidades como Betim – onde estão instaladas grandes empresas, como Fiat e Petrobras. Mas ele alerta para a necessidade de ações no transporte público.

 

FONTE: Estado de Minas.


Quase 200 bairros vão ficar sem abastecimento de água no sábado
Copasa fará manutenção na parte elétrica do sistema produtor de água Rio das Velhas
falta de água

 

 

No próximo sábado, quase 200 bairros vão ficar sem abastecimento de água em Belo Horizonte, Ribeirão das Neves, Santa Luzia e Vespasiano. A Copasa fará manutenção na parte elétrica do sistema produtor de água Rio das Velhas. A normalização do fornecimento ocorrerá, gradativamente, no decorrer da noite do mesmo dia. A companhia pede que os consumidores façam uso consciente da água para não faltar. As dicas são reduzir o tempo no banho, trocar a mangueira por vassoura na hora de limpar as calçadas e usar baldes d’água para limpeza geral da casa. 

 (Arte Soraia Piva)

 

FONTE: Estado de Minas.


Goleiro Bruno será transferido para penitenciária no Norte de Minas
A mudança está publicada no Diário Oficial de Minas Gerais.
A defesa do goleiro estava tentando, desde janeiro deste ano, mudar o ex-atleta de unidade

 

 (Reprodução )

O goleiro Bruno Fernandes de Souza, condenado a 22 anos e três meses de prisão pela morte da ex-amante Eliza Samúdio, será transferido da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, para a Penitenciária Francisco Sá, no Norte de Minas Gerais. A mudança está publicada na edição desta terça-feira do Diário Oficial de Minas Gerais. Eliza foi morta quatro anos atrás, no dia 10 de juno de 2010. 

De acordo com Tiago Lenoir, um dos advogados de Bruno, o pedido de transferência foi feito diretamente à Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). Lenoir explicou que o órgão tem 20 dias para mudar o detento de unidade prisional a partir da publicação da decisão no Minas Gerais. 

Conforme divulgou a Seds, a transferência foi autorizada pela subsecretaria visando atender ao pedido da defesa do ex-goleiro, que queria ficar perto da esposa, que mora em Montes Claros. Entretanto, a unidade prisional de Montes Claros é um presídio e, por isso, não deve receber presos condenados. entretanto, Bruno será encaminhado para a Penitenciária de Francisco Sá, que fica na mesma região, a 55 km de Montes Claros.

O ex-goleiro ficará em uma cela individual de seis metros quadrados. No local há uma cama de alvenaria, um colchão, um vaso sanitário, uma pia com torneira e um chuveiro. Tiodas as celas da penitenciária são desse mesmom padrão. Bruno, assim como os demais presos, receberá alimentação balanceada definida por nutricionistas. Atualmente, há 323 detentos no loca, que temc apacidade para 300 presos.

O advogado Tiago Lenoir contou ainda que vai solicitar ao juiz da Comarca de Francisco Sá autorização para que o cliente dele trabalhe fora da prisão, mas ainda não sabe quando.

A defesa de Bruno estava tentando mudar o goleiro de unidade desde o início do ano. Em janeiro, os advogados quiseram levá-lo para a Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) de Nova Lima, na Grande BH, e, depois, para a penitenciária de Montes Claros, o que foi negado pelo juiz da Vara de Execuções Penais da cidade.

Na decisão, o magistrado alegou que o presídio regional não teria como receber o detento por conta da superlotação. Os defensores pediram uma permuta, com um preso do município sendo transferido para a Nelson Hungria para que o ex-atleta fosse levado para lá.

A possibilidade da transferência do ex-atleta para uma instituição penal no Norte do estado surgiu depois que ele assinou um contrato com o Montes Claros Futebol Clube, em 28 de fevereiro. Após a assinatura do vínculo com o time, um movimento feminista de Montes Claros iniciou um protesto contra a possível transferência do ex-atleta para a cidade. Alguns cartazes do jogador foram colados nas paredes e postes com a frase “As mulheres dizem não a Bruno no Mocão!”.


Corrida de táxi fica mais cara em BH a partir desta quinta

.
Táxi
Atenção, belo-horizontinos que têm o hábito de usar táxi para se locomoverem pela cidade. A partir de meia-noite desta quinta-feira (8), as corridas irão ficar mais caras.
.
De acordo com a BHTrans, empresa que administra o trânsito na capital mineira, os aumentos serão publicados no Diário Oficial do Município (DOM) desta quarta-feira (7).
.
Segundo o órgão, a bandeirada passa de R$ 4,10 para R$ 4,20, o quilômetro rodado na bandeira 1 de R$ 2,40 para R$ 2,58 e na bandeira 2 de R$ 2,88 para R$ 3,10. A combinação da corrida média de 5 km muda de R$ 16,10 para 17,10, um reajuste de 6,21%. Já a hora parada aumenta de R$ 23,40 para R$ 24,85, o volume transportado com dimensões acima de 60 cm de R$ 1,20 para R$ 1,30 e o transporte de carrinho de supermercado de R$1,70 para R$ 1,80.
.
Os preços do serviço de Táxi Lotação para o Mineirão e o Mineirinho também terão seus valores modificados. A viagem com origem no Centro com valor de R$ 7,50 vai para R$ 8. Já a viagem de Contagem, na Grande BH, para o Mineirão/Mineirinho, de R$ 10,50, vai custar R$ 11,10. A de Contagem (Cidade Industrial) também para os estádios será alterada de R$ 8,50 para R$ 9,00. Já para o Aeroporto de Confins permanece a cobrança pelo taxímetro, sem taxa de retorno. Isso vale para os municípios que formam a “Praça Integrada”, como Belo Horizonte, Contagem, Ibirité, Ribeirão das Neves e Sabará.
.
Ainda conforme a BHTrans, para cobrar os novos valores, os taxistas devem procurar as tabelas de correção da tarifa, que serão distribuídas pelo Sindicato dos Taxistas (SINCAVIR). Sendo válido lembrar que, até que o taxímetro do profissional seja aferido pelo Inmetro, ele é obrigado a andar com a tabela. Assim como, o mesmo documento, mas em forma de adesivo, tem que ser afixado no vidro traseiro esquerdo dos veículos, com os valores das tarifas no lado de dentro, mesmo após a aferição dos taxímetros.
.
A última vez as tarifas dos serviços de táxis de Belo Horizonte foram reajustadas foi em 23 de março do ano passado.
.
FONTE: Hoje Em Dia.

 

Obras da Copasa vão deixar 2,1 mi de pessoas sem abastecimento de água no domingo
Os serviços vão paralisar o abastecimento em Belo Horizonte e em outros 12 municípios da região metropolitana. O serviço deve ser normalizado até a madrugada de segunda-feira

 

falta de água

Moradores de Belo Horizonte e outros 12 municípios da região metropolitana devem se preparar para a falta de água no próximo domingo. A Copasa vai realizar obras de melhorias e manutenção preventiva em unidades de abastecimento do Sistema Paraopeba, que é composto sistema Rio Manso e Serra Azul. A paralisação vai atingir aproximadamente 2,1 milhões de pessoas. 

As duas unidades, Rio Manso e Serra Azul são responsáveis pelo atendimento com água tratada de 47% da Grande BH. Bairros da capital mineira, , Betim, Contagem, Ibirité, Igarapé, Juatuba, Mário Campos, Mateus Leme, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, São Joaquim de Bicas, Sarzedo e Vespasiano, ficarão sem o abastecimento. A previsão é que o serviço de normalize durante a noite de domingo e até a madrugada de segunda-feira. 

Além das obras de melhorias, a Copasa vai realizar serviços preventivos e corretivos em redes produtoras e distribuidoras de água tratada na região de abrangência desses sistemas. A companhia pede a colaboração e o apoio no sentido de se evitarem gastos desnecessários de água. 

Veja a lista de bairros que serão atingidos

BELO HORIZONTE – Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Bairro das Indústrias, Bandeirantes, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Bonsucesso, Brasil Industrial, Braúnas, Buritis, Cabana, Caiçara Adelaide, Caiçara, Califórnia, Camargos, Cardoso, Castelo, Céu Azul, Cinqüentenário, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Betânia, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Califórnia, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto João Paulo II, Conjunto Túnel de Ibirité, Coqueiros, Cristo Redentor, Diamante, Durval de Barros, Engenho Nogueira, Enseada das Garças, Esplendor, Estoril, Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Filadélfia, Flávio Marques Lisboa, Gameleira, Garças, Glória, Havaí, Ipiranga, Itaipu, Jardim América, Jardim dos Comerciários, Jardim Leblon, Jardim Montanhês, Jardinópolis, Jatobá, Lindéia, Madre Gertrudes, Mansões, Mantiqueira, Marajó, Marilândia, Maringá, Milionários, Miramar, Monsenhor Messias, Morro das Pedras, Nosso Lar, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Nova Pampulha, Nova York, Novo das Indústrias, Olaria, Ouro Preto, Padre Eustáquio, Palmeiras, Paquetá, Parque São José, Patrocínio, Pedro II, Pindorama, Pongelupe, Regina, Resplendor, Salgado Filho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, Santa Lucia, Santa Terezinha, São Bento, São Joaquim, São José São Salvador, Serra do José Vieira, Serrano, Sical, Solar, Teixeira Dias, Tirol, Trevo, Urucuia, Vila Cemig, Vila Conquista, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa, Vista Alegre e Xangrilá;

BETIM –  Todo o município, EXCETO: Icaivera, Região do Jardim das Alterosas e Região do São Caetano.

CONTAGEM – Todo o município, EXCETO: Icaivera, Região do Nova Contagem, Região do Petrolândia e Região do Retiro.

IBIRITÉ
 –  Bela Vista, Cascata, Colorado, José do Prado, Palmares, Parque Durval de Barros, Piratininga, Serra Dourada, Sol Nascente, Vila Ideal e Washington Pires;

IGARAPÉ –  Todo município, EXCETO: Novo Igarapé, Região do Condomínio Solar e Região do Pousada Del Rey;

JUATUBA –  Todo município;

MÁRIO CAMPOS –  Todo município;

MATEUS LEME –  Todo município;

PEDRO LEOPOLDO –  Todo município, EXCETO os bairros Fidalgo e Sumidouro;

RIBEIRÃO DAS NEVES –  Todo município;

SÃO JOAQUIM DE BICAS – 
 Todo município;

SARZEDO –  Todo município;

VESPASIANO –  Bela Vista, Bom Sucesso, Condomínio Mangueira, Jardim Encantado, Jardim Glória, Jequitibá, Landi, Morro Alto, Morro do Cruzeiro, Morro Quaresma, Nova Iorque 4ª Sessão, Nova Pampulha, Novo Horizonte, Parque Jardim Maria José, Parque São Pedro, Pedra Branca, Pouso Alegre, Santa Maria, Santa Cruz, Vida Nova e Vila Esportiva.

 

 

FONTE: Estado de Minas.


 

Obras da Copasa vão deixar 2,1 mi de pessoas sem abastecimento de água no domingo
Os serviços vão paralisar o abastecimento em Belo Horizonte e em outros 12 municípios da região metropolitana. O serviço deve ser normalizado até a madrugada de segunda-feira

 

falta de água

Moradores de Belo Horizonte e outros 12 municípios da região metropolitana devem se preparar para a falta de água no próximo domingo. A Copasa vai realizar obras de melhorias e manutenção preventiva em unidades de abastecimento do Sistema Paraopeba, que é composto sistema Rio Manso e Serra Azul. A paralisação vai atingir aproximadamente 2,1 milhões de pessoas. 

As duas unidades, Rio Manso e Serra Azul são responsáveis pelo atendimento com água tratada de 47% da Grande BH. Bairros da capital mineira, , Betim, Contagem, Ibirité, Igarapé, Juatuba, Mário Campos, Mateus Leme, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, São Joaquim de Bicas, Sarzedo e Vespasiano, ficarão sem o abastecimento. A previsão é que o serviço de normalize durante a noite de domingo e até a madrugada de segunda-feira. 

Além das obras de melhorias, a Copasa vai realizar serviços preventivos e corretivos em redes produtoras e distribuidoras de água tratada na região de abrangência desses sistemas. A companhia pede a colaboração e o apoio no sentido de se evitarem gastos desnecessários de água. 

Veja a lista de bairros que serão atingidos

BELO HORIZONTE – Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Bairro das Indústrias, Bandeirantes, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Bonsucesso, Brasil Industrial, Braúnas, Buritis, Cabana, Caiçara Adelaide, Caiçara, Califórnia, Camargos, Cardoso, Castelo, Céu Azul, Cinqüentenário, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Betânia, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Califórnia, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto João Paulo II, Conjunto Túnel de Ibirité, Coqueiros, Cristo Redentor, Diamante, Durval de Barros, Engenho Nogueira, Enseada das Garças, Esplendor, Estoril, Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Filadélfia, Flávio Marques Lisboa, Gameleira, Garças, Glória, Havaí, Ipiranga, Itaipu, Jardim América, Jardim dos Comerciários, Jardim Leblon, Jardim Montanhês, Jardinópolis, Jatobá, Lindéia, Madre Gertrudes, Mansões, Mantiqueira, Marajó, Marilândia, Maringá, Milionários, Miramar, Monsenhor Messias, Morro das Pedras, Nosso Lar, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Nova Pampulha, Nova York, Novo das Indústrias, Olaria, Ouro Preto, Padre Eustáquio, Palmeiras, Paquetá, Parque São José, Patrocínio, Pedro II, Pindorama, Pongelupe, Regina, Resplendor, Salgado Filho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, Santa Lucia, Santa Terezinha, São Bento, São Joaquim, São José São Salvador, Serra do José Vieira, Serrano, Sical, Solar, Teixeira Dias, Tirol, Trevo, Urucuia, Vila Cemig, Vila Conquista, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa, Vista Alegre e Xangrilá;

BETIM –  Todo o município, EXCETO: Icaivera, Região do Jardim das Alterosas e Região do São Caetano.

CONTAGEM – Todo o município, EXCETO: Icaivera, Região do Nova Contagem, Região do Petrolândia e Região do Retiro.

IBIRITÉ
 –  Bela Vista, Cascata, Colorado, José do Prado, Palmares, Parque Durval de Barros, Piratininga, Serra Dourada, Sol Nascente, Vila Ideal e Washington Pires;

IGARAPÉ –  Todo município, EXCETO: Novo Igarapé, Região do Condomínio Solar e Região do Pousada Del Rey;

JUATUBA –  Todo município;

MÁRIO CAMPOS –  Todo município;

MATEUS LEME –  Todo município;

PEDRO LEOPOLDO –  Todo município, EXCETO os bairros Fidalgo e Sumidouro;

RIBEIRÃO DAS NEVES –  Todo município;

SÃO JOAQUIM DE BICAS – 
 Todo município;

SARZEDO –  Todo município;

VESPASIANO –  Bela Vista, Bom Sucesso, Condomínio Mangueira, Jardim Encantado, Jardim Glória, Jequitibá, Landi, Morro Alto, Morro do Cruzeiro, Morro Quaresma, Nova Iorque 4ª Sessão, Nova Pampulha, Novo Horizonte, Parque Jardim Maria José, Parque São Pedro, Pedra Branca, Pouso Alegre, Santa Maria, Santa Cruz, Vida Nova e Vila Esportiva.

 

 

FONTE: Estado de Minas.


2,5 milhões de passageiros ficam sem ônibus a partir de segunda-feira

Paralisação de rodoviários - Cristiano Couto/Arquivo Hoje em Dia
Rodoviários serão orientados, nas garagens das empresas, a voltarem para suas casas

Cerca de 2,5 milhões de usuários do transporte coletivo na Capital e região Metropolitana ficarão sem o serviço a partir da meia noite da próxima segunda-feira (24). Motoristas e cobradores decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. Pelo menos mil trabalhadores participaram de duas assembleias realizadas nesta quinta-feira pelo Sindicato dos Rodoviários de BH e Região Metropolitana.

O presidente do sindicato, Ronaldo Batista, ressaltou que a decisão foi tomada após as cinco rodadas de negociação com os empresários, iniciadas em dezembro do ano passado. “Eles não apresentaram nenhuma proposta”, afirma.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH) afirma que as negociações sociais, como reivindicação de banheiros, estavam bem adiantadas. Nos próximos dias os patrões devem apresentar um índice de reajuste salarial.

Os trabalhadores reivindicam aumento de 21,5%, jornada de trabalho de seis horas e ticket alimentação com 30 folhas no valor de R$ 15 cada. Além disso, a categoria pede que os motoristas que atuarão no BRT/Move sejam remunerados com valores 30% a mais que o pago pelo transporte convencional. Hoje, o piso dos motoristas é de R$ 1.585 e de cobradores, R$ 790.

Ronaldo Batista garante que os trabalhadores não farão piquete. No entanto, sindicalistas estarão nas garagens das empresas de ônibus nas primeiras horas de segunda-feira, orientando os funcionários a voltarem para casa.

O SetraBH e a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas disseram que só vão se manifestar sobre a greve após serem comunicados oficialmente. Segundo Ronaldo Batista, isso deve acontecer ainda nesta sexta-feira.

 FONTE: Hoje Em Dia.


Consumidores de 61 bairros de BH, Contagem, Neves e Vespasiano ficam sem água neste domingo

Copasa alerta moradores para interrupção do abastecimento de água devido às obras de manutenção
Copasa alerta moradores para interrupção do abastecimento de água para manutenção

Milhares de consumidores de Belo Horizonte, Contagem, Ribeirão das Neves e Vespasiano terão o fornecimento de água interrompido na manhã deste domingo (16). No total, moradores de 61 bairros serão afetados. Confira a lista abaixo.

Conforme a Copasa, o abastecimento será suspenso para manutenção de registro em uma adutora de 900 milímetros de diâmetro, que fica no cruzamento das avenidas Tancredo Neves com Nacional, no bairro Nacional, além da correção de vazamento em uma adutora no bairro Céu Azul.
A previsão é que o fornecimento seja normalizado, de forma gradual, a partir das 17 horas de domingo.
BELO HORIZONTE – Céu Azul, Esplendor, Jardim dos Comerciários, Jardim Europa, Jardim Leblon, Lagoa, Lagoinha, Letícia, Mantiqueira, Nova América, Nova Pampulha, Nova York, Rio Branco, Santa Mônica e Venda Nova.
CONTAGEM – Arvoredo, Arvoredo II, Bom Jesus, Cabral, Caiapós, Chácaras Campo do Meio, Chácaras Campestre, Chácara Cotia, Chácaras Novo Horizonte, Chácaras Reunidas, Jardim Alvorada, Lua Nova Pampulha, Morro do Confisco, Nacional, Pedra Azul, Santa Terezinha, Senhora da Conceição, Vale das Amendoeiras, Vila Boa Vista, Vila São Mateus e Xangrilá.
RIBEIRÃO DAS NEVES – Areias de Baixo, Centro de Areias, Céu Anil, Fazenda Misongue, Fazenda Severina, Havaí, José Maria da Costa, Kátia, Landi I, Landi II, Luar da Pampulha, Mangueiras, Maria Helena, Maria Helena II, Pedra Branca, Pedreira Sônia, Santa Margarida, Santana, Santana II, Tancredo Neves, Tocantins e Vila Bispo de Maura.
VESPASIANO – Nova York, Sueli e Vida Nova.

 FONTE: Hoje Em Dia.


Mais de 70 bairros na Capital e três cidades da Grande BH ficarão sem água no domingo

água

O trabalho de interligação de adutora e a substituição de registros localizados na esquina entre as ruas Benjamim Constant e Felipe dos Santos e avenida Nacional, na divisa de BH e Contagem, deixará sem água mais de 70 bairros no próximo domingo (26).

Serão afetadas as duas cidades, além de Ribeirão das Neves e Vespasiano, na região Metropolitana. O corte irá ocorrer a partir das quatro horas da manhã.

Confira os bairros que serão afetados em cada município:
Belo Horizonte – Céu Azul, Esplendor, Jardim dos Comerciários, Jardim Leblon, Lagoa, Mantiqueira, Nova América, Nova Pampulha, Nova York, Santa Mônica, Sarandi e Xangrilá.
Contagem – Arvoredo, Arvoredo II, Bom Jesus, Cabral, Caiapós, cândida Ferreira, Carajás, Chácaras Campestre, Chácaras Campo do Meio, Chácaras Cotias, Chácaras Novo Horizonte, Chácaras Planalto, Chácaras Reunidas Santa Terezinha, Distrito Industrial Dr. Hélio Pereira Guimarães, Estrela Dalva, Jardim Alvorada, Lua Nova da Pampulha, Morro do Confisco, Nacional, Nossa Senhora da Conceição, Novo Boa Vista, Pedra Azul, Pôr Do Sol, Recanto da Lagoa, Vale das Amendoeiras, Vila Boa Vista, Vila Francisco Mariano, Vila São Matheus e Xangrilá.
Ribeirão das Neves – Areias de Baixo, Centro de Areias, Céu Anil, Fazenda Misongue, Fazenda Severina, Havaí, Jardim Alvorada, José Maria Da Costa, Kátia, Landi I, Landi II, Luar da Pampulha, Mangueiras, Maria Helena II, Pedra Branca, Pedreira, Rosemeire, Santa Margarida, Santana, Santana II, Soares, Sônia, Tancredo Neves, Tocantins, Verônica, e Vila Bispo de Maura.
Vespasiano – Nova York, Sueli e Vida Nova. A normalização do abastecimento ocorrerá, de forma gradativa, no decorrer da noite do mesmo dia.

 FONTE: Hoje Em Dia.


2013-12-17 10.43.02Certamente toda a população de Belo Horizonte e Contagem conhece ou já ouviu falar deste centro de compras situado na confluência das avenidas General David Sarnof e Babita Camargos. Conheça agora a história daquelas enormes torres que ficam no estacionamento do empreendimento.

Cimento Portland Itaú – Marco na história da indústria
No dia 10 de março de 1937, quando o Brasil vivia sob a égide do então presidente Getúlio Vargas, nascia, em São Paulo, a Companhia Cimento Portland Itaú, sendo acionistas, Joaquim Mário de Souza Meirelles, Jorge Dias de Oliva e José Balbino da Siqueira.

Hoje, a sede da empresa está situada em Passos (MG), mas a segunda unidade do grupo foi instalada no dia 9 de julho de 1941, na Cidade Industrial, em Contagem, através de convênio assinado no Palácio da Liberdade entre o estado e a Companhia, que anos depois teria que deixar a cidade, já que suas atividades se tornaram incompatíveis com o crescimento populacional de seu entorno.

História

Originalmente, de acordo com o projeto inicial, a fábrica de Cimento Portland deveria ter sido construída no então povoado de São José da Lapa, na época um distrito de Lagoa Santa (MG), em uma área debaixo da jazida de calcário, razão pela qual a fábrica de Contagem é a única no mundo construída longe de uma jazida, tendo produzido seu primeiro saco de cimento no dia 31 de agosto de 1945.

De acordo com os arquivos da empresa, o engenheiro responsável pelos cálculos estruturais da construção da fábrica foi o baiano Manoel Batista de Andrade Silva, que foi aos Estados Unidos para supervisionar a construção dos equipamentos para a fábrica. O material foi fabricado por técnicos belgas e dinamarqueses, refugiados da 2ª Guerra e empregados da F. L. Smidth.

Embora sem comprovação, consta na história da construção da fábrica, que a mão de obra braçal era feita pelos detentos da então Penitenciária Agrícola de Neves, em razão da falta de mão de obra ‘desqualificada’.

Na década de 60, a fábrica tornou-se uma das principais fornecedoras de cimento para a construção de Brasília. Sua produção era transportada através de um cabo aéreo, que servia para o transporte de calcário da pedreira de Carrancas, situada na Fazenda Nova Granja. Esse cabo percorria 28 quilômetros e era considerado um dos maiores, senão o maior da América do Sul. O transporte era feito através das caçambas, sob fios que, no percurso, se transpunham em vários estágios.

Vila Itaú

Devido à carência de mão-de-obra especializada na região, os dirigentes da Itaú acabaram optando por construir uma vila operária, dentro do terreno da fábrica para garantir a presença dos operários indispensáveis ao trabalho durante as 24 horas do dia.
Com isto, Vila Operária chegou a possuir duzentas e quarenta casas. Sua infra-estrutura era completa e possuía clube, cinema, farmácia, armazém, capela, posto médico/dentário e cooperativa, além do Conjunto Musical Itaú, que animava os bailes, um time de futebol e a banda de música Sociedade Musical Itaú.

A partir daí, e com o surgimento de novas empresas na região, outras aglomerações habitacionais foram surgindo e, com elas, os problemas, tanto para a população, que não tinha boa qualidade de vida, como para a empresa, que passou a ser acusada de causar uma série de doenças, sobretudo as respiratórias.

Fechamento

O processo de desativação da Fábrica tem explicações econômicas e ambientais. Alguns depoimentos reforçam que um dos motivos foi a obsolescência técnica do fabrico de cimento por via úmida, outros diziam que foi pela distância das jazidas, mas, oficialmente, o fechamento se deu por causa da poluição ambiental.

De 1988 até 1998, a Fábrica esteve fechada, sendo que na Vila, outrora borbulhante, permaneceram apenas onze famílias.

Em 1998, a Atrium Consultoria apresentou o projeto do “Itaú Power Center” que levou à demolição das edificações, em 15 de dezembro do mesmo ano, tendo-se, no entanto, preservado a memória da antiga Fábrica, com a manutenção das quatro chaminés e do prédio administrativo.

2013-12-17 11.23.21

2013-12-17 10.42.39

FONTE: Folha de Contagem e internet.


Contagem terá “frescão” a partir desta terça-feira

Começa a entrar em operação a linha 2581 (Eldorado x Belo Horizonte). A tarifa será de R$ 4,10

Frescão

Usuários do transporte coletivo de Contagem, na região metropolitana, ganharão uma inédita opção de ônibus executivo para o Centro e região hospitalar de Belo Horizonte a partir da próxima terça-feira. Começa a entrar em operação a linha 2581 (Eldorado x Belo Horizonte), que mantendo o mesmo itinerário do ônibus convencional, oferecerá ar-condicionado, internet, TV e poltronas estofadas. A tarifa será de R$ 4,10 – diferença de R$ 0,80 a mais em relação à linha 2580 (R$ 3,30).

A nova frota de cinco ônibus que atenderá a linha foi apresentada nesta sexta-feira pela empresa São Gonçalo na prefeitura de Contagem. Identificados pela cor verde do serviço executivo metropolitano, os veículos farão 32 horários/dia, a partir da avenida Dr. João Augusto da Fonseca e Silva.

O itinerário passará ainda pelas ruas Tapijara, Possua, praça Nossa Senhora da Conceição, av. Dr. Cincinato Cajado Braga, praça Paulo Pinheiro Chagas, avm João César de Oliveira, avm Gal. David Sarnof, av. Babita Camargos, complexo viário do bairro Água Branca, av. Tereza Cristina, av. do Contorno, rua Tupinambás, av. Paraná, praça Rio Branco, av. Santos Dumont, Rua da Bahia, Ruas do Caetés, av. dos Andradas, av. Francisco Sales, av. Bernardo Monteiro, av. Alfredo Balena, av. Carandaí, rua dos Guajajaras, rua Goiás, av. Augusto de Lima, rua Santa Catarina, rua Goitacazes, rua Rio Grande do Sul, avenida Augusto de Lima e rua Uberaba, retornando para Contagem pela Via Expressa.

No fim de outubro, a linha executiva 3510 (Ibirité x Belo Horizonte via av. Amazonas) deixou de ser operada por causa da fraca demanda de passageiros. Os veículos foram remanejados para outras linhas metropolitanas, sem o uso do ar-condicionado.

FONTE: Estado de Minas.


Justiça condena deputado Newton Cardoso por improbidade administrativa

O deputado Newton Cardoso (PMDB-MG) foi condenado pela 2ª Vara da Fazenda Pública Municipal de Contagem (MG) por improbidade administrativa. Ele e a ex-esposa, a ex-deputada Maria Lúcia Cardoso, foram condenados a devolver R$ 120 mil aos cofres públicos e podem ter os direitos políticos suspensos por seis anos caso não consigam reverter a decisão em instância superior. Cabe recurso.

newton-cardoso-pode-ser-expulso-do-pmdb

O juiz responsável pelo caso considerou que Newton firmou contratos irregulares, em 1997 e 1998, com uma entidade assistencial Programa Félix, presidida por Maria Lúcia, quando ele era prefeito de Contagem.  O magistrado também considerou que o ex-prefeito utilizou indevidamente servidores públicos municipais nos convênios. Pela decisão, os dois ainda ficam proibidos de contratar com o poder público ou receber incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo período de quatro anos.

A 2ª Vara da Fazenda Pública também condenou Walter Cardoso, irmão do deputado, a devolver R$ 15 milhões aos cofres públicos por desapropriação irregular de um imóvel em Contagem. A Justiça entendeu que houve um processo jurídico simulado para a desapropriação de 514 mil metros no bairro Piraquara, em Contagem.

Na avaliação do juiz, o parentesco entre os dois irmãos foi ocultado quando o terreno foi comprado da Caixa Econômica Federal, quando Newton Cardoso era governador. O processo foi homologado em 1997, quando o peemedebista já estava à frente da prefeitura. O deputado ainda não se manifestou sobre a decisão.

No Supremo

Os problemas judiciais de Newton não se resumem a Minas Gerais. No Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-governador de Minas Gerais e dono do quarto maior patrimônio declarado no Congresso (R$ 78 milhões) responde à Ação Penal 630 por falsidade ideológica e crimes contra a flora. O deputado era presidente da Companhia Siderúrgica Pitangui, enquanto Newton Cardoso Júnior, seu filho, era o diretor-geral.

Segundo denúncia do Ministério Público, em 15 de agosto de 2008, a empresa “adquiriu e recebeu, para fins industriais, carvão vegetal sem exigir a exibição de licença válida, outorgada pela autoridade competente”. Além disso, houve “transporte ilícito” do material feito por um outro réu. O deputado responde ainda ao Inquérito 3069 por lavagem de dinheiro.

FONTE: Itatiaia.


Esquema de falsificação de cerveja é desmontado em Contagem

Oito foram presos durante operação da Polícia Civil. Responsáveis pelo esquema poderão responder até por crime análogo à escravidão

Brahma
Garrafas de cerveja da marca Lokal recebiam rótulos das de marca Brahma e Skol

Um esquema fraudulento de falsificação de cerveja foi descoberto nesta quarta-feira em Contagem, na Grande BH. Oito pessoas foram presas e um adolescente apreendido em um galpão localizado na Rua Dália, no Bairro Campina Verde. De acordo com a Polícia Civil, os responsáveis pelo esquema poderão responder por crimes diversos, incluindo por crime análogo à escravidão.

De acordo com o delegado da 1ª Delegacia de Contagem, Otávio Luiz de Carvalho, o grupo atuava em Contagem há aproximadamente 15 dias. “Desde que alugaram o galpão começamos a monitorar a atividade. Chamou a atenção o fato de entrar e sair caminhão durante todo dia e noite, e assim que o veículo entrava o portão era fechado”, esclarece o investigador.
Também em Sete Lagoas falsificadores foram presos, VEJA!Os policiais constataram que garrafas de cerveja da marca Lokal tinham os rótulos e tampas trocados pelas marcas Skol e Brahma, que têm valor de mercado superior. Há suspeita de que ocorresse sonegação fiscal na aquisição da bebida. Ainda não se sabe se havia, também, adulteração do produto.No galpão, dois caminhões, com cerca de 300 caixas de cervejas cada, foram apreendidos. Segundo a polícia, metade das garrafas já havia recebido os novos rótulos e tampas.

Um inquérito será instaurado para investigador a atuação da quadrilha. A polícia ainda não sabe, por exemplo, se o grupo já atuava antes de alugar o referido galpão em Contagem.

Trabalho escravo

Embora vítimas de crime análogo à escravidão, aliciados também poderão ser responsabilizados pela falsificação

Ao entrarem no galpão, os policiais identificaram que trabalhadores eram explorados ali, mantidos numa jornada de trabalho ininterrupta e abrigados sob condições desumanas. “Eles foram aliciados em outros estados, a maioria no Tocantins, e mantidos em situação análoga à escravidão”, afirma o delegado Otávio Luiz.

Embora vítimas, estes trabalhadores também poderão responder criminalmente pela atividade ilegal. “Entendemos que eles são partícipes, já que sabiam tratar-se de um esquema criminoso”, aponta o delegado. Entre os oito presos, os policiais identificaram que três deles podem ser os mentores do esquema. Todos foram levados para a delegacia para devida identificação.

O adolescente de 17 é filho de um dos homens presos. O pai contou que saiu do Tocantins com a promessa de um bom salário, mas até hoje não recebeu nenhum valor. Ele relatou que o trabalho é exaustivo, pois não tem hora para começar ou terminar. O menor atua na função de cozinheiro do grupo, que dorme sobre colchões finos no interior do galpão.

Ainda segundo o delegado, os presos poderão responder por crime contra a saúde pública, formação de quadrilha, corrupção de menor e escravidão.

FONTE: Estado de Minas.

Vazamento deixa 76 bairros de BH e nove de Contagem sem água nesta quarta-feira

O problema foi detectado no registro localizado na Rua Joaquim Figueiredo, no Bairro Barreiro de Baixo. A Copasa vai realizar obras a partir de 4h para corrigir o vazamento

falta de água

Moradores de de 76 bairros de Belo Horizonte e nove de Contagem, na região metropolitana, vão ficar sem o abastecimento de água a partir das 4h desta quarta-feira. De acordo com a Copasa, serão feitas obras para correção de vazamento em registro localizado na Rua Joaquim de Fiqueiredo, no Bairro Barreiro de Baixo.Segundo a companhia, a previsão é que os serviço termine ainda na quarta-feira. O abastecimento deve ser normalizado, de forma gradativa, até o fim do dia.Veja os bairros que ficarão sem águaBELO HORIZONTE – Araguaia, Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Brasil Industrial, Bonsucesso, Cardoso, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto Ademar Maldonado, Conj. Getúlio Vargas, Conj. João Paulo II, Conjunto Túnel de Ibirité, Cristo Redentor, Diamante, Durval de Barros, Flávio Marques Lisboa, Ipiranga, Itaipu, Jatobá, Lindéia, Marilândia, Milionários, Miramar, Nosso Lar, Olaria, Pongelupe, Regina, Resplendor, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, São Joaquim, Sical, Solar, Teixeira Dias, Tirol, Urucuia, Vila Conquista, Vila Cemig, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa, Bairro das Indústrias, Betânia, Buritis, Cabana, Cinquentenário, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Betânia, Estoril, Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Gameleira, Havaí, Jardim América, Jardinópolis, Mansões, Madre Gertrudes, Marajó, Maringá, Morro das Pedras, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Novo das Indústrias, Palmeiras, Parque São José, Salgado Filho, São Bento, Santa Lucia, Serra do José Vieira, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio e Vista Alegre.

CONTAGEM – Industrial, Jardim Industrial, Amazonas, Conjunto Sandoval Azevedo, Jardim Emaús, Bairro das Indústrias, Parque das Mangueiras e Vila São Paulo.

FONTE: Estado de Minas.

Enfermeira recebe R$ 15 mil de indenização por ser presa no trabalho em Contagem

Direito Civil2

Uma enfermeira será indenizada em R$ 15 mil por ter sido presa dentro do Hospital da Unimed em Contagem, na Grande BH. A decisão, que cabe recurso, é da 4ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias, Mauro Pena Rocha, que determinou que o Estado de Minas Gerais pagasse o valor por danos morais.
Na ação, a profissional da área da saúde contou que recebeu ordem de prisão de um policial militar durante o trabalho e alegou que ele agiu com abuso de autoridade.
A detenção ocorreu no dia 29 de julho de 2010, por volta das 22h. Na data, a enfermeira atuava na área de triagem do hospital e o serviço de pediatria estava suspenso, só sendo atendidas as crianças em casos de extrema urgência por um clínico. Devido a esse problema, a enfermeira orientou a mãe de uma criança a procurar outro hospital, pois a situação de sua filha não era de urgência. No entanto, com a instrução, a mulher chamou a Polícia Militar.
Segundo profissional da área da saúde, o policial discutiu com uma recepcionista do hospital, razão pela qual solicitou aos policiais que se dirigissem para uma sala reservada. A enfermeira disse que, ao observar que a recepcionista estava muito nervosa, pediu para que ela se retirasse da sala, mas o policial não o permitiu e ainda deu ordem de prisão à recepcionista. A enfermeira narrou que contestou o policial. Entretanto, ele também lhe deu ordem de prisão. Ainda de acordo com a enfermeira, toda a situação lhe causou transtornos emocionais e psicológicos e discriminação em seu trabalho.
Ao tomar conhecimento do processo, o Estado de Minas Gerais se defendeu alegando que a enfermeira se recusou a se identificar aos policiais, ofendeu-os e causou o tumulto. Alegou, ainda, que ela foi a responsável por sua prisão e que os policiais agiram “no estrito cumprimento do dever legal”.
Ao analisar os documentos juntados ao processo, o juiz observou que o delegado deixou de indiciar a enfermeira, pois entendeu que não houve desobediência à ordem legal do policial militar. Também citou as testemunhas ouvidas na delegacia de polícia e em juízo, que confirmaram a alegação da enfermeira. “Restou demonstrado, portanto que a conduta do policial, agente público que conduziu a ocorrência, se deu com abuso de autoridade, havendo excesso que causaram danos morais à autora.”
Segundo o juiz, as provas e os documentos demonstram que a enfermeira sofreu deboche em seu local de trabalho, e o sofrimento moral refletiu em sua saúde psíquica.
FONTES: TJMG/Hoje Em Dia.

estágio

Vaga de Estágio Em Direito em Contagem - MGDados da

vaga Estágio Em Direito em Contagem – MG

Foco Recursos Humanos Ltda

Sobre Foco Recursos Humanos Ltda

Fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiros
Empresa do setor Recursos humanos, localizada em Contagem – MG de porte Micro empresa (até 19 funcionários),

Sobre a vaga

Salário

  1. R$ 800,00 (Bruto mensal)

Descrição

  1. Área e especialização profissional: Jurídica – Advocacia Geral
  2. Nível hierárquico: Estagiário
  3. Local de trabalho: Contagem, MG
  4. Regime de contratação de tipo Estágio
  5. Jornada Parcial tardes
  6. Necessário: carteira de estagiário (OAB), estar cursando o 7º ou 8º período, ter atuado em escritório de advocacia.

Exigências

  1. Escolaridade Mínima: Ensino Superior
  2. Habilitação para dirigir (Categoria B, Categoria B)
  3. Veículo próprio

Benefícios adicionais

  1. Auxílio combustível, Vale-alimentação

CANDIDATAR-SE


Casal deve receber indenização por atraso na entrega de imóvel

TJMG

Dano moral

O juiz da 4ª Vara Cível de Belo Horizonte, Átila Andrade de Castro, condenou a MRV Engenharia e Participações ao pagamento de R$ 10 mil de indenização por atraso na entrega de imóvel a um casal que acabou tendo de morar temporariamente na casa de familiares. A decisão foi publicada nessa segunda-feira, 29 de julho, no Diário do Judiciário Eletrônico.

O casal ajuizou a ação em julho de 2011 requerendo a entrega do imóvel, além de indenização por danos morais devido aos transtornos proporcionados pelo atraso na obra. Segundo a decisão, os autores planejaram o casamento e compraram móveis confiando na MRV. Porém, como o imóvel não foi entregue até a data do casamento, foram morar com a mãe do noivo, dividindo a residência com demais familiares.

A empresa contestou alegando que o atraso na obra ocorreu por culpa da fiscalização pública, não podendo se responsabilizar por isso. Segundo a MRV, a Prefeitura de Contagem atrasou muito a realização da vistoria necessária à expedição do habite-se. Quanto ao pedido de indenização por danos morais, a construtora discordou da pretensão dos autores, já que tais danos não foram comprovados no processo, conforme alegou.

O juiz entendeu que não há o que se questionar quanto ao atraso nas obras. De acordo com documentos do processo, a entrega das chaves estava prevista inicialmente para setembro de 2009 ou 12 meses após a assinatura do contrato de financiamento do imóvel. Uma vez que o contrato foi assinado em novembro de 2009, esperava-se que a entrega do apartamento ocorresse em novembro de 2010. Porém, o casal só recebeu o imóvel em dezembro de 2011, sem o habite-se, embora o imóvel fosse habitável, e o casamento estava marcado para o meio do mesmo ano.

“Assim, se a máxima é ‘quem casa, quer casa’, esta não se aplicou aos autores, que tiveram que se socorrer na casa de familiares, pagando e aguardando, a bel-prazer da ré, pela entrega da sonhada moradia e início da vida conjugal”, argumentou o magistrado, que considerou também ser inerente à atividade empresarial da MRV a ineficiência ou a demora dos serviços públicos quanto à fiscalização e vistoria dos imóveis.

O julgador ainda entendeu que houve danos morais, estipulando a indenização em R$ 5 mil para cada um dos autores.

Essa decisão, por ser de Primeira Instância, está sujeita a recurso.

Processo nº: 0024.11.219.497-2

Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom
Fórum Lafayette
(31) 3330-2123


Julgamento de skinhead é marcado

skinhead2

O Juizado Especial Criminal marcou para as 9h30 de 5 de julho a audiência de instrução e julgamento de Antônio Donato Baudson Peret, de 25 anos, que se identifica como skinhead e está preso por formação de quadrilha e de promover o racismo. No mês passado, ele foi capturado pela polícia em Americana (SP), onde foi se esconder na casa da namorada depois de postar uma foto numa rede social em que ele aparece tentando enforcar um morador de rua na Savassi, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Há várias acusações contra Donato de crimes de intolerância contra homossexuais, negros, moradores de rua e outras minorias da capital mineira.
SAIBA MAIS…
Este é apenas um dos vários crimes imputados a Donato di Mauro, como ele gosta de ser chamado. Veja aqui as matérias sobre sua prisão em Americana/SP, após a repercussão do repúdio à acusação de intolerância racial.
A audiência de julho é referente ao processo que tem como vítima o estudante A.A.M.C., de 18. Além de Donato, também são acusados Paulo Roberto Freitas, Kevin Shumaker Soares Martins e Iuri Silva de Gusmão, os três têm 18 anos e respondem ao processo em liberdade. São acusados de atacar a vítima em 15 de abril de 2011, na Avenida Getúlio Vargas com Rua Tomé de Souza, na Savassi.O estudante conta que conta que Iuri Gusmão o atingiu primeiro com um soco na barriga e Antônio Donato e Kevin Soares continuaram as agressões. Eles usaram socos inglês e deram vários chutes da vítima, que tinha 17 anos na época e teve um corte na boca que precisou de oito pontos. Antônio Donato está preso há um mês no Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, Grande BH.
FONTE: aQui.

Estação foi inaugurada na lagoa para acelerar processo de despoluição.
Até a Copa do Mundo, água da lagoa vai poder receber esportes náuticos.

 

Estação de esgoto inaugurada na Pampulha (Foto: Pedro Triginelli / G1)Estação de esgoto inaugurada na Pampulha

A previsão da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) é que até dezembro deste ano 95% do esgoto que cai na Lagoa da Pampulha esteja sendo tratado. Uma estação com capacidade de bombear 24 milhões de litros de dejetos por dia foi inaugurada na Pampulha.

De acordo com o Walter Vilela, gestor do Meta 2014, oito grandes córregos deságuam na Lagoa da Pampulha. “As obras que estão sendo feitas em Belo Horizonte e Contagem vão ficar prontas até dezembro. Houve um atraso de cerca de seis meses por causa da remoção de famílias. Hoje, apenas 10% dessas famílias ainda apresentam problemas”, afirmou.

pampulha (1)

pampulha

 

Lagoa da Pampulha

Ainda segundo Vilela, o grande problema são os esgotos clandestinos, que correspondem aos 5% que a Copasa  não vai conseguir tratar. “A partir de dezembro vamos monitorar e caçar esses esgotos clandestinos”.

A Copasa, para acelerar o processo de despoluição da Lagoa da Pampulha, assumiu obras em Contagem e Belo Horizonte. Elas visam levar tratamento de esgoto para todas as casas na região da lagoa, além de algumas desapropriações.

O superintendente de tratamento de esgoto da Copasa, Eugênio Alves Lima, lembra que as prefeituras de Belo Horizonte e Contagem devem conscientizar a população para não jogar o esgoto de forma clandestina. “Você jogar o esgoto de forma clandestina é crime ambiental”, disse.

Após atingir a meta de 95% de tratamento do esgoto da lagoa, a responsabilidade de limpá-la fica com a Prefeitura de Belo Horizonte. Segundo Vilela, até a Copa do Mundo, a água vai estar em nível três, ou seja, em condições de receber esportes náuticos, mas não de nadar. Weber Coutinho, gerente de Planejamento e Monitoramento Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, disse que o processo de  licitação para o assoreamento da lagoa no valor de R$ 100 milhões deve estar finalizado em agosto.

O secretário-adjunto de obras de Contagem, Luiz Arnaldo Prata, disse que é necessária a conscientização da população. “Essa conscientização deve começar nas escolas”, explicou.

Todo o esgoto tratado na Lagoa da Pampulha vai ser enviado para o Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Onça.

FONTE: G1.


Servidora recebeu R$ 123 mil no mês; Executivo afirma que extras são legais

 

Maioria. Dos 11 supersalários de Contagem, quatro são de servidores da educação, e sete, da saúde
No mês de março, 11 servidores da Prefeitura de Contagem receberam vencimentos acima dos tetos constitucionais do município, do Estado e até do Supremo Tribunal Federal. Uma única servidora recebeu pouco mais de R$ 123 mil. Todos os funcionários da prefeitura que extrapolaram o limite imposto por lei são das áreas da saúde e da educação.

A servidora de primeiro escalão recebeu, no mês passado, o salário de R$ 7.000 e ainda ganhou a título de benefício mais R$ 109 mil. Assim, mesmo com os descontos, a servidora ganhou R$ 117 mil de rendimento líquido, o que a transformou em detentora do maior salário do funcionalismo municipal em março.

A secretária ganhou, aproximadamente, cinco vezes mais do que o prefeito, Carlin Moura (PCdoB), que tem vencimento bruto de R$ 22 mil. Considerando o subsídio líquido do chefe do Executivo, que foi de R$ 11 mil, a servidora ganhou dez vezes mais do que o que deveria ser o maior salário do município. Em janeiro, a secretária teve rendimento líquido de R$ 9.000, ou seja, 12 vezes menos do que em março. Não existem dados sobre a remuneração da servidora em fevereiro.

A segunda colocada no ranking dos maiores salários da prefeitura em março é uma técnica superior de saúde. Ela recebeu R$ 54 mil líquidos no mês passado. O montante é 16 vezes maior do que o salário recebido pela servidora nos dois primeiros meses de 2013, que foi de R$ 3.294,53.

Um inspetor de saúde de Contagem também ganhou proventos acima do teto constitucional da cidade. Mesmo com ordenado pouco superior a R$ 3.000 em janeiro e fevereiro deste ano, o servidor recebeu, em março, R$ 43 mil brutos. Com os descontos, ele ainda ficou com R$ 40 mil.

Justificativa. A Prefeitura de Contagem informou, por meio da Secretaria de Administração, que os 11 servidores estão recebendo “indenização conforme direitos previstos no Estatuto do Servidor, em virtude de aposentadoria e férias-prêmio”.

A prefeitura ainda explicou como são concedidos os benefícios. “Após cada quinquênio ininterrupto de exercício, o servidor fará jus a três meses de licença, a título de prêmio por assiduidade, com a remuneração do cargo efetivo. Será deferida a cada servidor a conversão em espécie de, no máximo, dois meses de férias-prêmio por ano, salvo no caso de aposentadoria, em que o pagamento será imediato e integral”.

Sobre a aposentadoria, a prefeitura esclarece que os servidores efetivos possuem seu Regime Próprio de Previdência (RPPS), direito garantido pela Constituição da República de 1988. “O regime visa dar cobertura aos riscos a que estão sujeitos os segurados e seus dependentes e compreende um conjunto de benefícios”.

Se os valores que excederam o teto constitucional nos salários dos 11 servidores forem somados, vão totalizar cerca de R$ 250 mil. Constam na folha de pagamento de Contagem mais de 16 mil nomes de servidores.

REGRA
Limite estabelecido pela Constituição inclui extras
A Emenda Constitucional de 2003 impede que servidores públicos recebam acima do teto constitucional federal. No texto da emenda, fica claro que os integrantes da administração pública não podem estourar o teto, mesmo que recebam outros benefícios além dos salários.

“Ocupantes de cargos, funções e empregos públicos da administração direta, autárquica e fundacional, dos membros de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, que recebem os proventos, pensões ou outra espécie remuneratória, percebidos cumulativamente ou não, incluídas as vantagens pessoais ou de qualquer outra natureza, não poderão exceder o subsídio mensal”, diz a lei.

O teto constitucional do país é fixado pelo salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Atualmente, os magistrados recebem por mês R$ 28.059,29.

Nos Estados e nos municípios, o teto constitucional para os servidores públicos do Executivo tem como referência o salário dos chefes do Poder – o governador e o prefeito, respectivamente. Em Minas Gerais, o teto é de R$ 24.117,62. Em Contagem, de R$ 22 mil. (GR)

FONTE: O Tempo.

Cúpula do TRE-MG que recebeu R$ 56,36 mil por horas adicionais em 15 dias de trabalho rejeitou pedidos de funcionários do interior para cumprir jornada superior à normal

tre2
Servidores atendem eleitores no TRE: horas extras foram a R$ 2,3 mi

Servidores de cartórios eleitorais do interior do estado que solicitaram o pagamento de horas extras em razão da sobrecarga de trabalho no fim de ano não tiveram a mesma sorte que outros 1,3 mil funcionários do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, beneficiados com a remuneração extraordinária, que consumiu R$ 2,3 milhões referentes a apenas 15 dias trabalhados. Pedidos da Justiça Eleitoral de Uberaba, Além Paraíba, Cruzília, Manga e Contagem, apresentados entre janeiro e março, foram negados pela diretora-geral do tribunal, Elizabeth Rezende Barra, por sua substituta e secretária de Orçamentos e Finanças, Maria Leonor Almeida, e ainda receberam parecer contrário da secretária de Gestão Administrativa, Gessy Rodrigues Rosa, sob a alegação de falta de previsão orçamentária e vedação da remuneração em dinheiro por portaria da Corte do TRE. Nada disso causaria estranheza não fosse o fato de as três servidoras da cúpula do tribunal terem se beneficiado do extra e recebido, juntas, R$ 56,364 mil por trabalho fora de hora nos períodos de 20 a 31 de dezembro e de 2 a 6 de janeiro de 2012.

VEJA AS OUTRAS REPORTAGENS: A FARRA DAS HORAS EXTRAS e CNJ VAI INVESTIGAR A FARRA.

O pagamento de horas extras a parte de servidores do TRE mineiro teve como respaldo um despacho do presidente da Casa, Antônio Cruvinel. Datado de 18 de dezembro, o documento autorizava a remuneração em dinheiro do trabalho extraordinário, em razão da existência de previsão orçamentária no último exercício e ainda de suplementação orçamentária liberada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que tinha como carimbo o pagamento de pessoal. Para autorizar, Cruvinel afirmou: “Considerada a existência de disponibilidade orçamentaria para cobrir a despesa relativa ao serviço extraordinário a ser realizado na secretaria e nos cartórios eleitorais, no período de 20 a 31/12/2012, estimada em R$ 3,5 milhões (…) autorizo o pagamento do serviço extraordinário a ser prestado pelos servidores da secretaria e dos cartórios eleitorais no período de 20 a 31/12/2012 e de 6/01/2012”. Apenas 15 dias antes, a Corte do TRE aprovou a Resolução nº 908, de 3 de dezembro, estabelecendo que o período de trabalho no plantão de fim de ano seria de apenas três horas e meia e vedando o pagamento em dinheiro do tempo extra trabalhado, que deveria ser computado no banco de horas.

Contramão Apesar do despacho do presidente Cruvinel, a resposta das suas auxiliares aos cartórios eleitorais vão em sentido oposto (veja fac-símiles acima). Ao responder pedido de Jorge Luiz Samuel, chefe do Cartório da 346ª Zona Eleitoral, em Cruzília, Sul de Minas, Maria Leonor, substituta de Elizabeth Barra na diretoria-geral, afirma que não há dotação orçamentária para horas extras e se refere a  vedação contida do art. 25 da Portaria 262/2012, da presidência. A resposta foi enviada ao chefe do cartório em 31 de janeiro. A portaria a que Maria Leonor se refere trata do horário de trabalho no TRE e determina que somente as horas extras no período eleitoral podem ser retribuídas em forma de remuneração extraordinária. Os argumentos, no entanto, não foram empecilho para que seu contracheque de janeiro fosse inflacionado com R$ 20,029 mil.

A diretora-geral, Elizabeth Barra, também usou o mesmo argumento para negar pedido de remuneração extraordinária de Carla Oliveira Farage, chefe do Cartório da 7ª Zona Eleitoral, em Além Paraíba. Em 19 de fevereiro, Barra afirmou: “Em resposta à solicitação formulada no ofício, informa que, não obstante as justificativas apresentadas por V. Sa., não será possível autorizar a prestação de serviço extraordinário no mês corrente, vez que, consonante preconizado na Portaria nº 262/2012, da Presidência, a realização de horas extrajornada deverá ser previamente autorizada e já estamos no meio do mês”. A diretora-geral – responsável pela autorização administrativa para o pagamento de horas extras – engordou seu próprio salário com R$ 19.214,37 pagos por trabalho fora do horário.

Ao analisar pedido de remuneração para servidores de cartório de Contagem, outra secretária, Gessy Rodrigues Rosa, pôs em dúvida a lisura do bpedido. “Os peticionários sustentam, sem dados quantitativos, que os cartórios eleitorais de Contagem tiveram intenso movimento de público no período de recesso. Tal fato se apresenta intrigante e gera sérias dúvidas sobre a real necessidade de se manter todos os servidores laborando em sobrejornada não autorizada”, afirmou. Gessy recebeu R$ R$ 17,121 mil de horas extras somente pelos 15 dias de trabalho no recesso.

Proibido

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas, por meio de sua Assessoria de Comunicação, explicou que os pedidos dos cartórios de Uberaba, Além Paraíba, Cruzília, Manga e Contagem foram negados por falta de previsão orçamentária e legal. Segundo a Justiça Eleitoral, a suplementação orçamentária para pagamento de pessoal somente poderia ser usada até o recesso, quando finda o ano eleitoral, e os pedidos das unidades do interior eram referentes a trabalho extraordinário nos meses de janeiro e fevereiro passados. Destacou ainda que a remuneração das horas extras em dinheiro só é permitida em ano eleitoral. De acordo com o TRE, apenas o pedido de Contagem se refere ao período correto e, apesar do parecer contrário, ainda está em fase de análise pela Diretoria-Geral da Casa.

FONTE: Estado de Minas.


%d blogueiros gostam disto: