Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo da tag: fotos

TJMG aumenta indenização para jovem que teve fotos íntimas divulgadas na Internet em Minas

A 18ª Câmara Cível dobrou o valor de R$ 10 mil que terá que ser pago por um diretor de um canal de TV

Divulgação-de-fotos-íntimas

Uma estudante de São João del Rey, na Região do Campo das Vertentes, conseguiu aumentar no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) o valor da indenização por danos morais que receberá por ter tido fotos íntimas divulgadas na Internet sem sua autorização. A 18ª Câmara Cível dobrou o valor de R$ 10 mil que terá que ser pago por um diretor de um canal de TV.
.
A garota ajuizou a ação depois que as fotos foram divulgadas sem autorização dela. Nas imagens, ela aparece seminua em poses sensuais e acabaram se tornando públicas em um site com conteúdos pornográficos e relacionado à pratica de prostituição na cidade. A vítima alegou no processo que as fotos também estavam armazenadas em cds que foram distribuídos pelo município.
.
No processo, o diretor se defendeu alegando que as fotos foram tiradas com a concordância da estudante. Disse, ainda, que a estudante perdeu o celular e por isso outras pessoas divulgou as imagens na Internet. Em julgamento de primeira instância, o juiz Armando Barreto Marra negou o argumento e afirmou que não ficou demonstrada a perda do telefone, responsabilizando o diretor pela divulgação das imagens. Ele foi condenado em R$ 10 mil.
.
A estudante entrou com recurso pedindo aumento da indenização para R$ 70 mil, com o argumento de que o valor fixado em primeira instância era baixo e não compensava os danos sofridos. Ela alegou que passou por constrangimentos com pessoas desconhecidas, enfrentou problemas familiares e perdeu o emprego por causa da divulgação das imagens.
.
O réu não apresentou defesa no prazo previsto para o recurso. O desembargador Roberto Vasconcellos, relator do processo, lembrou, em sua decisão, que a garota passou por constrangimentos por causa da divulgação das imagens. “Para aferir a extensão dos prejuízos sofridos pela mulher, não se podem desconhecer os efeitos deletérios para a vida de uma jovem – residente em uma cidade do interior de Minas Gerais, cujo padrão médio de moralidade é sabidamente conservador –, ao se ver submetida a toda sorte de constrangimentos e humilhações, decorrentes da grotesca exposição de sua intimidade e do ataque à sua honra”, argumentou. Ele aumentou a pena de primeira instância para R$ 20 mil. Os desembargadores Sérgio André da Fonseca Xavier e Vasconcelos Lins votaram de acordo com o relator

.

FONTE: Estado de Minas.


Bombeiros combatem incêndio de grande proporção na Santa Casa de BH

O fogo é próximo à entrada pela Rua Piauí. Várias viaturas do Corpo de Bombeiros estão no local

 

Bombeiros combatem na noite desta quarta-feira um incêndio de grande proporção em um dos 13 anexos da Santa Casa, onde funciona a engenharia clínica, manutenção de aparelhos e o Centro de Estudos do hospital, no Bairro Santa Efigênia, Região Hospitalar de Belo Horizonte. A capela fica ao lado e não foi atingida. O fogo chega ao segundo andar do prédio e uma funcionária que estava no local foi retirada logo no início pela brigada de incêndio do hospital, sem ferimentos.
.
A informação dos bombeiros é que pacientes da Santa Casa  estão assustados pelo incêndio que ocorre distante 50 metros do prédio principal e houve gritos de socorro. Não há feridos. O fogo é próximo à entrada pela Rua Piauí, onde funciona o estacionamento do hospital. Várias viaturas do Corpo de Bombeiros estão no local. Os militares usam uma plataforma elevatória para tentar combater o fogo de cima para baixo. Há muita tensão e a área está isolada.

.
A estudante de enfermagem Vera Lúcia da Silva, de 25 anos, conta que estava no Centro de Tratamento Intensivo (CTI), no décimo andar do prédio principal da Santa Casa, e que sentiu o cheiro de fumaça. Médico há 40 anos da Santa Casa, Antônio Machado não escondeu a angústia ao ver as labaredas consumindo o anexo. “Minha voz está engasgada. Eu estava passando pela Rua Ceará quando vi as chamas. Deu um aperto no coração, mas ainda bem que não houve vítimas”, disse o médico.
.
A preocupação dos bombeiros é que o fogo chegue ao almoxarifado, no subsolo do prédio antigido, onde há vários cilindros de oxigênio, e também à rouparia. A fumaça, neste momento, não está indo mais em direção ao prédio principal, onde ficam os pacientes, que estão sendo tranquilizados pelos funcionários. O atendimento não foi interrompido.
.
Segundo informou a assessoria de imprensa da Santa Casa, vários aparelhos que estavam na manutenção foram destruídos pelo fogo. O hospital não descarta a necessidade de ter que demolir o prédio. O prejuízo será avaliado posteriormente.  Pesquisas podem ter sido prejudicadas, mas o hospital não informa quais, devido a acordos de confidencialidade. A causa do incêndio será apurada.

.
MEMÓRIA Na tarde de 5 de dezembro de 2012, funcionários e pacientes também ficaram assustados com um princípio de incêndio no fosso do elevador de roupa suja do prédio principal, mobilizando funcionários e provocando temor em quem passava pela Avenida Francisco Sales. A fumaça saía pela janela do subsolo e várias pessoas telefonaram para o Corpo de Bombeiros, que mandou uma grande equipe ao local. A brigada do próprio hospital conseguiu debelar as chamas, mas os militares perceberam falhas na segurança da unidade e anunciaram uma vistoria para avaliar a estrutura

.

FONTE: Estado de Minas.


1
Os belo-horizontinos dividem a orla da Lagoa da Pampulha com jacarés e capivaras.
Os belo-horizontinos dividem a orla da Lagoa da Pampulha com jacarés e capivaras.
E todos “convivem bem”…
2
Em alguns bairros, o jeitinho de interior ainda é preservado e as pessoas se cumprimentam pelo nome.

Em alguns bairros, o jeitinho de interior ainda é preservado e as pessoas se cumprimentam pelo nome.

3
A Av. Afonso Pena, importante corredor da capital, é interditada aos domingos para receber uma das maiores feiras de artesanato a céu aberto do país.
 A Av. Afonso Pena, importante corredor da capital, é interditada aos domingos para receber uma das maiores feiras de artesanato a céu aberto do país.
E os motoristas já se adaptaram a isso…
4
O carnaval de rua, que surgiu de manifestação cultural popular, arrasta milhares de pessoas todos os anos, inclusive de outros estados e países.

O carnaval de rua, que surgiu de manifestação cultural popular, arrasta milhares de pessoas todos os anos, inclusive de outros estados e países.

5
Não importa o dia da semana ou o que você vai fazer no Mercado Central. Sempre vai rolar um convite dos balconistas para uma cerveja gelada.
 Não importa o dia da semana ou o que você vai fazer no Mercado Central. Sempre vai rolar um convite dos balconistas para uma cerveja gelada.
Quem vem acompanhada de uma porçãozinha de fígado com jiló.
6
BH recebe, todos os anos, pessoas de várias cidades do interior mineiro, o que garante um mineirês cheio de sotaques em todo canto e boas prosas!
 BH recebe, todos os anos, pessoas de várias cidades do interior mineiro, o que garante um mineirês cheio de sotaques em todo canto e boas prosas!
7
Dependendo do bairro onde você mora, é possível comprar em mercearias, anotar na caderneta e pagar só no fim do mês.
 Dependendo do bairro onde você mora, é possível comprar em mercearias, anotar na caderneta e pagar só no fim do mês.
8
Estádio de futebol todo mundo tem. Mas comer feijão tropeiro no intervalo do jogo só é possível em BH.
Estádio de futebol todo mundo tem. Mas comer feijão tropeiro no intervalo do jogo só é possível em BH.
9
Em BH, os bares colocam mesas e cadeiras na calçada, e é possível ver as pessoas passando enquanto o garçom traz mais uma cerveja.
Em BH, os bares colocam mesas e cadeiras na calçada, e é possível ver as pessoas passando enquanto o garçom traz mais uma cerveja.
10
Temos, no coração da cidade, um dos edifícios mais versáteis do país: o Maletta.
Temos, no coração da cidade, um dos edifícios mais versáteis do país: o Maletta.
Residências, escritórios, restaurantes, sebos, lojas e muitos bares dão ainda mais vida ao prédio.
11
Enquanto a maioria dos cinemas do país estão dentro de shoppings, BH ainda preserva um cinema de rua: o Belas Artes, que fica ao lado da charmosa Praça da Liberdade.
 Enquanto a maioria dos cinemas do país estão dentro de shoppings, BH ainda preserva um cinema de rua: o Belas Artes, que fica ao lado da charmosa Praça da Liberdade.
12
BH é um ovo! OK, por um lado, isso não é legal… Por outro lado, você pode, por exemplo, encontrar os amigos na balada sem precisar marcar com antecedência.
BH é um ovo! OK, por um lado, isso não é legal... Por outro lado, você pode, por exemplo, encontrar os amigos na balada sem precisar marcar com antecedência.
13
O Parque Municipal. Reduto verde no coração da cidade onde é possível tirar foto das crianças com fotógrafos lambe-lambe e andar de pedalinho.
O Parque Municipal. Reduto verde no coração da cidade onde é possível tirar foto das crianças com fotógrafos lambe-lambe e andar de pedalinho.
14
Em 2016, os três times de BH, América, Atlético e Cruzeiro, estarão juntos na Série A do Brasileirão
Em 2016, os três times de BH, América, Atlético e Cruzeiro, estarão juntos na Série A do Brasileirão
15
BH também tem sua própria roda gigante (assim como Londres). A mineira é considerada a segunda maior da América Latina e tem o preço amigo de R$ 7 por pessoa.
BH também tem sua própria roda gigante (assim como Londres). A mineira é considerada a segunda maior da América Latina e tem o preço amigo de R$ 7 por pessoa.
16
A transformação da capital em metrópole não apagou as lendas urbanas como a da Loira do Bonfim.
A transformação da capital em metrópole não apagou as lendas urbanas como a da Loira do Bonfim.
A história contada é que uma loira de branco conquistava homens na zona boemia da cidade e, depois, os levava para o cemitério!
17
A existência de redutos boêmios como o Bairro de Santa Tereza.
A existência de redutos boêmios como o Bairro de Santa Tereza.
O Santê, como é carinhosamente chamado pelos belo-horizontinos, abriga bares e movimentos culturais como o Clube da Esquina, além de blocos de carnaval e ainda é o berço do Sepultura.
18
Só em BH você verá alguém responder, sem titubear, à pergunta “Sas sies sions pas nasavas?”, imortalizada na música de Affonsinho.
E aí, você sabe se esse ônibus passa na Savassi? 😉
19
Temos a melhor comida de buteco do país, inclusive com dois eventos anuais dedicados ao tema que, hoje, já são copiados em várias outras cidades.
Temos a melhor comida de buteco do país, inclusive com dois eventos anuais dedicados ao tema que, hoje, já são copiados em várias outras cidades.
20
BH é uma das capitais brasileiras com a melhor cena rock’n’roll do país, com mais de uma dezena de bares onde a balada tem shows ao vivo nos fins de semana.
BH é uma das capitais brasileiras com a melhor cena rock'n'roll do país, com mais de uma dezena de bares onde a balada tem shows ao vivo nos fins de semana.
21
Todo baile de formatura ou festa de casamento que se preze termina com um bando de engravatados e mulheres de longo trocando quilos de glamour por diversão nos balcões dos botecos do Mercado Central.
Todo baile de formatura ou festa de casamento que se preze termina com um bando de engravatados e mulheres de longo trocando quilos de glamour por diversão nos balcões dos botecos do Mercado Central.
22
BH é uma cidade pomar! Goiabeiras, mangueiras, coqueiros e pés de acerola fazem muita gente parar, matar a fome e até encher sacolas para levar para casa.
BH é uma cidade pomar! Goiabeiras, mangueiras, coqueiros e pés de acerola fazem muita gente parar, matar a fome e até encher sacolas para levar para casa.

FONTE: Estado de Minas.


 

 

 

 

Em fevereiro de 2011 vocês ingressaram no curso de Direito da Universo, campus de Belo Horizonte, com tantos sonhos e desejos!!

Participaram da Aula Inaugural com a Gestora, do Tribunal do Júri Interdisciplinar, do Julgamento de Nuremberg, da Visita técnica ao Sistema Carcerário, das Semanas Jurídicas, dos Seminários Temáticos, dos Julgamentos Itinerantes do Conselho de Contribuintes, do Dia do Advogado, da Universo de Amigos, das Visitas Técnicas às Aldeias Indígenas, criaram o blog do curso de Direito, das Capacitações Discentes, participaram do estágio extracurricular do Juizado Especial Federal, apresentaram o Trabalho de Conclusão do Curso, participaram do ENADE 2015, muitos já aprovados no Exame de Ordem e encerraram o curso com a apresentação da metodologia ativa Role Play na aula do prof. Igor!!!

Primeira Foto Auditório

IMG_20151204_083238772[1]

IMG_20151127_100707908[1]

Últimas fotos 2

Últimas fotos

Confiaram no nosso trabalho!! Lembrando de cada ingressante, de como vocês iniciaram o percurso ansiosos pelo conhecimento, pelo aprendizado, acreditamos no potencial de cada um de vocês!! Obrigada pela oportunidade de dividir estes cinco anos da vida de vocês!!

Últimas fotos 3

Últimas fotos 6

Últimas fotos 3

IMG_20151204_100030135_HDR[1]

IMG_20151204_100508988_HDR[1]

Agora, no final de 2015, o tapete vermelho desfez a última dobra para que vocês possam por ele passar e brilhar na profissão!! Fazer a diferença no mercado de trabalho, com competência, ética, respeito e honestidade!! Parabéns!!! Sucesso!! Deus os abençoe e proteja sempre!!!!

Professora Inês Campolina, gestora.

Últimas fotos 7

Últimas fotos 4

Últimas fotos 5


Veja as imagens de satélite do ‘antes’ e ‘depois’ de Bento Rodrigues

DigitalGlobe divulga a primeira imagem de satélite de altíssima resolução coletada na região do desastre

A DigitalGlobe divulgou nesta quarta-feira (11), pela primeira vez, imagens de satélite de altíssima resolução da região do desastre em Mariana.

.

No último dia 5, as barragens de Fundão e Santarém, da Samarco Mineração, localizadas entres os municípios de Mariana e Ouro Preto, se romperam liberando uma onda de lama que devastou o distrito de Bento Rodrigues.

.

A primeira imagem foi registrada no dia 21 de julho de 2015. Já a segunda, é do dia 10 de novembro de 2015.

.

Veja o “antes e depois” do local da tragédia.

Bento Rodrigues 1

 

Bento Rodrigues 2

.

FONTE: O Tempo.


Guaxinim é flagrado “pegando carona” em um jacaré, na Flórida

Em março deste ano, outra imagem ganhou a internet: um furão em cima de um pica-pau em pleno voo

Imgur, Richard Jones

Uma nova cena inusitada do reino animal voltou a “quebrar” a internet. A imagem de um guaxinim flagrado por uma família “pegando carona” em um jacaré na Floresta Nacional de Ocala, na Flórida, nesse domingo, viralizou nas redes sociais.
.
Segundo a WFTV, um canal de notícias local, a família de Richard Jones foi visitar a floresta e, durante um passeio ao longo do rio Oaklawaha, o filho de Richard parou para tirar uma foto e assustou o guaxinim, que pulou sobre o jacaré.Caronas “animais” não são exatamente uma novidade na internet. Em março deste ano, outra imagem deu o que falar: um furão em cima de um pica-pau em pleno voo. A cena foi flagrada pelo fotógrafo amador Martin Le-May. No entanto, ele acredita que o mamífero atacou o pássaro, que decolou no susto, levando consigo o furão.

Reprodução/Martin Le-May

“O pica-pau estava saltitando estranhamente como se estivesse pisando numa superfície quente… O pássaro voou sobre nós e um pouco em nossa direção; de repente, ficou óbvio que ele tinha um pequeno mamífero nas costas e que essa era uma luta pela vida”, disse Le-May em entrevista à BBC Brasil.

.

FONTE: Estado de Minas.


Carnaval-2

Blocos de rua marcam carnaval de 2015 em BH e arrastam multidões

Alguns grupos ainda participam da programação de pós-carnaval.
Bairros Centro, Santa Tereza e Santa Efigênia receberam muitos foliões.

17.02 - Alegria não falta. Vista seu melhor sorriso e corre para curtir o último dia de folia em BH (Foto: Tábata Poline / G1)
Foliã curte o Juventude Bronzeada, em BH

Caiçara, Centro, Cidade Nova, Santa Efigênia, Santa Tereza. De jazz a samba, de marchinhas a música baiana, o carnaval 2015 em Belo Horizonte foi marcado pelo surpreendente crescimento de público e de blocos de rua. Na despedida da folia, nesta terça-feira (17), pelo menos dez grupos batucaram pelas avenidas da cidade e arrastaram multidões que pareciam querer adiar o fim do feriado.
O movimento que fez renascer a folia na capital não é novo. Começou em 2005, quando amigos se reuniram em alguns pontos da cidade para fazer um carnaval diferente, à moda mineira. Em 2009 os grupos se multiplicaram e começaram a atrair um público de fora da cidade.

Os mineiros mostraram o “jeitinho” acolhedor até para festejar e arrebanharam muitos foliões. Um pouco receosos com crescimento expressivo deste ano, muitos blocos de rua preferiram não se cadastrar na prefeitura. Ou se cadastraram, mas preferiram não ser divulgados. Mesmo assim, muitos turistas vieram e saíram atrás dos blocos. Dos mais conhecidos aos não divulgados.

17.02 - O "mestre dos magos mexicano" passou pelo carnaval de BH (Foto: Michele Marie / G1)
O “mestre dos magos mexicano”, em BH 

Até mexicano vestido de “mestre dos magos” se rendeu ao modo mineiro de “carnavalizar”. O personagem do desenho “caverna do dragão” foi visto no Bloco do Peixoto, no bairro Santa Efigênia, na Região Centro-Sul, no início da tarde. A “Alice”, aquela do “País das Maravilhas”, também passou por lá com uma turma grande. Assim como as “mulheres-maravilha”, um grupo de chefs de cozinha que fez muita gente querer investir em culinária, e até um grupo que se cansou de sentir calor, e saiu de casa só de tolha. Afinal, é carnaval!

Mas se engana quem acha que a turma esperou a tarde para sair de casa. A animação começou cedo, com o pessoal do Juventude Bronzeada, no bairro Floresta, na Região Leste da capital. O sorriso no rosto e as pinturas no corpo eram presença certa.

Quem gosta de jazz curtiu o Bloco Magnólia, no Caiçara, na Região Noroeste. O grupo se inspirou nos cortejos de jazz de Nova Orleans e, com instrumentos de sopro, conquistou muitos foliões. Já as crianças se divertiram no Bloquim Dubem, no bairro Cidade Nova, na Região Nordeste. Com marchinhas de carnaval, muitos brinquedos e fantasiados à caráter, os pequenos lotaram o Parque Marcos Mazzoni.

Em Santa Tereza a festa foi intensa. Em todo canto havia um bloco de rua que puxava uma nova canção. O público, fiel, seguia e cantava em coro. Os blocos Balai Lama, Inocentes de Santa Tereza e Maria Baderna foram alguns dos que passaram por lá.

 

17.02 - Público começa a se reunir para show na Praça da Estação, em BH (Foto: Tábata Poline / G1)
Público começa a se reunir para show na Praça da Estação, em BH

A Praça da Estação também recebeu público durante todo o dia. Contudo, o show mais esperado estava marcado para a noite de terça. Dona Jandira, Delega Samba Clube, Alcova Libertina e Aline Calixto se reuniram para a despedida da programação oficial do carnaval na cidade. Outros blocos devem desfilar nos dias 21 e 22 de fevereiro. Eles encerram a folia no pós-carnaval em Belo Horizonte. Um festa intensa, visivelmente maior e que deixa gosto de quero mais em muita gente.

 

Eduardo Costa

De novo, o Carnaval mostrou que a solução para alguns dos males recorrentes de Belo Horizonte é a ocupação das ruas pela população. O que se viu nos últimos cinco dias foi algo realmente arrebatador e definitivo: se a gente quiser, vira o jogo e vive mais feliz nesta cidade. Não foi preciso ordem por ofício, reuniões intermináveis de gabinetes ou pronunciamentos pomposos. As pessoas simplesmente foram para a rua, se encontraram, felizes, não houve violência, nem trânsito engarrafado e nem queixas contra nosso jeito de ser.

Há décadas que defendo um modelo diferente para o nosso Carnaval. Essa história de fazer desfiles das escolas e dos caricatos na Afonso Pena está superada há 30 anos. Não que os sambistas ainda resistentes não mereçam nosso respeito; ao contrário, é em homenagem a eles e à inteligência que precisamos acabar com a conversa de quando todos já estão na avenida, esperando algo pelo menos razoável, e vem a justificativa esfarrapada de sempre: “Não foi possível fazer melhor, a verba só foi liberada pela Prefeitura há três dias…”

É simples. Quem quiser sair com um bloco só precisa avisar, por escrito, à prefeitura. Importante frisar que alguns grupos se recusaram a fazê-lo este ano, o que não é cidadão, não contribui para a ordem pública e não devia ser permitido. Avisada, a prefeitura se limitaria apenas a fornecer a estrutura básica, com fechamento de vias e instalação de banheiros. Por sua vez, a Polícia Militar garante a segurança. Não precisa gastar dinheiro público nem criar burocracias irritantes. Ninguém discorda de que se as ruas são ocupadas elas naturalmente se tornam mais seguras e a ausência de brigas ou vandalismos nos três primeiros dias me autorizaram a escrever essas linhas antes mesmo do término da folia.

O apelo é no sentido de que não tentem capitanear em cima das “Baianas Ozadas” ou de qualquer um dos blocos. Ano que vem tem eleição e, claro, vai aparecer um monte de espertalhão querendo assumir o filho bonito.

Que a cidade não permita retrocessos! Que a turma da tristeza não vença de novo! Que não seja necessário impor término da festa às 7h da noite! Que os mais cansados fiquem em casa (como eu), descansando, sem atrapalhar! E que os chatos viajem nos próximos carnavais, de preferência onde serão bem recebidos… Como em Guarapari, por exemplo!

.

.

FONTE: G1, Hoje Em Dia e O Tempo.



%d blogueiros gostam disto: