Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo da tag: funções

 

Novo aparelho para furtar carros

Conhecido como ‘chapolin’, dispositivo que bloqueia o alarme pode ter sido usado em veículo de aposentado

Desrrespeito ao codigo de postura de Belo Horizonte, fotos na av

 

Uma nova modalidade de furto de veículos, que tem gerado prejuízos a motoristas de outros Estados, como Rio Grande do Sul e São Paulo, pode ter chegado à capital mineira. Trata-se do uso de um dispositivo conhecido como “chapolin”, que, acionado pelos criminosos a certa distância do veículo, bloqueia o alarme e suas funções, como o travamento de portas. O dono acredita que o carro foi trancado, mas o ladrão conseguirá acessá-lo facilmente.

Um aposentado de 67 anos, que preferiu não ter o nome revelado, acredita ter sido vítima do golpe e só não teve os pertences de seu veículo furtados pois desconfiou da armação. Ele disse que no último domingo foi almoçar com sua mulher em um restaurante do bairro Alípio de Melo, na região da Pampulha. Ao estacionar na avenida Abílio Machado, uma das mais movimentadas da cidade, mesmo acionando o controle do alarme, seu carro não trancou.

“Notei que ele não fez aquele barulho das travas sendo acionadas. Como já estava atento a esse tipo de roubo, voltei para verificar se as portas tinham sido de fato trancadas. Para minha surpresa, o carro estava aberto”, contou. Após detectar o problema, ele percebeu que uma mulher sentada no meio-fio, perto do veículo, olhava muito para eles. Por isso, de maneira preventiva, o aposentado preferiu levar o carro a um estacionamento fechado na rua lateral. “Quis garantir a segurança do meu carro”, afirmou.

Após estacionar, quando se dirigia ao restaurante, o aposentado percebeu que a mesma mulher caminhava, possivelmente à procura do carro. “Quando ela nos viu, parou na esquina, ficou olhando e despistou pegando o celular”. Segundo ele, como o carro estava em local fechado, nada foi roubado. Por isso não houve o registro de ocorrência. “Não posso afirmar que ela roubaria o carro, mas a suspeita é forte”.

Sem ocorrências. De acordo com Adriano Assunção, chefe da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos da Polícia Civil, não há registros desse golpe em Belo Horizonte. “Mas estamos atentos à situação, e nossas equipes estão monitorando as ocorrências para verificar novas modalidades”, disse.

A chefe do Comando de Policiamento da Capital (CPC), coronel Cláudia Romualdo, também afirmou que não há ocorrências desse novo crime na cidade. “Que eu tenha tido conhecimento, não houve nenhum registro nesse sentido”.

Saiba mais

Porto Alegre. Os primeiros casos de furtos de veículos utilizando o dispositivo “chapolin” para bloquear a ação do alarme foram registrados em Porto Alegre (RS). De acordo com Juliano Ferreira, titular da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, quatro pessoas já foram presas em flagrante portando o aparelho naquela cidade. Segundo ele, outras centenas de casos da mesma natureza estão sendo investigadas.

Controle remoto.  Segundo Gláucio Siqueira, professor de telecomunicações da PUC-Rio, o “chapolin” é um controle remoto para eletroeletrônicos, vendido legalmente em alguns países estrangeiros. Os criminosos descobriram um “efeito colateral” desse aparelho: quando acionado, ele inibe e invalida o comando de outros controles, como os dos alarmes de veículos.

Recomendação . A chefe do CPC da capital mineira, coronel Cláudia Romualdo, recomenda que, em caso de furto, as vítimas liguem para o telefone 190. Segundo ela, pode ser possível identificar os criminosos por meio das câmeras de monitoramento instaladas em Belo Horizonte.


Ainda não há equipamento para barrar a ação do ‘chapolin’

A reportagem procurou mais de dez concessionárias de veículos e revendedoras de acessórios da capital e, em todas, foi possível constatar que não existe, até o momento, nenhum tipo de configuração ou ajuste que possa ser feito no alarme do carro para impedir a ação do dispositivo conhecido como “chapolin”.

“No entanto, em função das últimas notícias de furto no país, já estamos recomendando que os clientes tenham atenção redobrada ao utilizar o alarme, para verificar se o carro foi devidamente fechado”, afirmou Leonardo Oliveira, vendedor de uma loja de acessórios localizada na região Noroeste da capital.

A chefe do Comando de Policiamento da Capital (CPC), coronel Cláudia Romualdo, também recomenda os mesmos cuidados aos motoristas. “Além de apertar o controle do alarme, confira a maçaneta para verificar se o carro travou. Não podemos confiar apenas na tecnologia”. Outro alerta dado pela coronel é para que o condutor não deixe objetos dentro do veículo, sobretudo à mostra. “A orientação é válida para todos, independentemente de haver ou não o golpe”, completou Cláudia.

FONTE: O Tempo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Procurando trabalho? Confira mais de 500 vagas de emprego em BH

Procurando trabalho? Confira mais de 500 vagas de emprego em BH
Dentre os setores que mais oferecem emprego, está o da construção civil

Churrasqueiro, pedreiro, eletricista… há vagas em diversas áreas para quem busca emprego em Belo Horizonte. Se você está desempregado, fique ligado nesta dica: o Sistema Nacional de Emprego (Sine) tem mais de 500 oportunidades para trabalho com ou sem experiência.

Um dos setores que mais oferecem chances para colocação no mercado é o da construção civil, que procura trabalhadores para atuarem como pedreiros, serventes de obras, dentre outros.

Interessados em se candidatar a uma das vagas devem ter mais de 14 anos e comparecer ao Sine (lista de postos abaixo) com Carteira de Trabalho, PIS/PASEP/NIT/NIS, Carteira de Identidade, CPF e comprovante de endereço. Outros detalhes neste link.

• Sine Barreiro: Rua Barão de Coromandel, 982 – Barreiro (Horário de atendimento: 8 horas às 17 horas)
• Sine BH Resolve: Rua dos Caetés, 342 – Centro (Horário de atendimento: 8 horas às 18 horas)
• Sine Centro / NIAT: Rua Espírito Santo, 505, 1º andar – Centro (Horário de atendimento: 8 horas às 17 horas)
• Sine Venda Nova: Rua Padre Pedro Pinto,  1055 – Venda Nova (Horário de atendimento: 8 horas às 17 horas)

Confira a lista com todas as oportunidades:

Vagas de emprego – Sine PBH

Data: 20/08/2013

Com experiência

Ocupação

Nº de vagas

Experiência

Escolaridade

Remuneração

Ajudante de cozinha *

3

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 765,00

Ajudante de eletricista

2

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 746,00

Ajudante de padeiro *

7

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 825,00

Ajudante de serralheiro

4

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 798,00

Almoxarife*

1

3 meses

Ensino médio completo

R$ 1.200,00

Apontador de mão-de-obra

4

6 meses

Ensino médio completo

R$ 954,88

Apontador de produção

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.000,00

Assistente administrativo

1

1 mês

Ensino médio completo

R$ 750,00

Assistente administrativo **

1

6 meses

Ensino médio completo

R$ 954,00

Assistente de serviço de contabilidade

1

6 meses

Ensino médio completo

R$ 1.200,00

Atendente de balcão

3

6 meses

Ensino médio completo

R$ 800,00

Atendente de mesa*

2

3 meses

Ensino fundamental completo

R$700,00 + comissão

Auxiliar contábil

1

6 meses

Técnico em contabilidade

R$ 800,00

Auxiliar de almoxarifado

1

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 906,00

Auxiliar de cabeleireiro*

1

6 meses

Ensino médio completo

R$ 734,00

Auxiliar de cozinha

3

6 meses

Não exigida

R$ 750,00 + ad. noturno

Auxiliar de depósito *

16

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 900,00

Auxiliar de escritório**

2

6 meses

Ensino médio incompleto

R$ 943,00

Auxiliar de limpeza

4

3 meses

Não exigida

R$ 800,00

Auxiliar de limpeza

30

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 737,00

Auxiliar de limpeza

5

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 737,88

Auxiliar de limpeza

10

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 749,00

Auxiliar de limpeza (contratação temporária)

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 875,00

Auxiliar de limpeza *

5

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 700,00

Auxiliar de linha de produção

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$825,60 + insalubridade

Auxiliar de manutenção predial

1

6 meses

Não exigida

R$ 750,00

Auxiliar de manutenção predial

1

6 meses

Ensino médio incompleto

R$ 900,00

Auxiliar de manutenção predial

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 856,00

Auxiliar de sushiman

1

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 825,00

Babá

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.000,00

Balconista de açougue

2

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 790,00

Bombeiro hidráulico

1

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 1.650,00

Bombeiro hidráulico

4

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 1.285,00

Carpinteiro

20

6 meses

Não exigida

R$ 1.300,00

Churrasqueiro

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.100,00

Confeiteiro

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.100,00

Confeiteiro

1

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 1.300,00

Copiador gravador

1

6 meses

Ensino médio completo

A combinar

Corretor de imóveis

2

3 meses

Ensino fundamental completo

R$ 678,00 + comissão

Cortador de artefatos de couro (exceto roupas e calçados) *

1

6 meses

Não exigida

R$ 1.000,00

Cozinheiro geral

10

6 meses

Não exigida

R$ 1.000,00

Cozinheiro geral *

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.000,00

Eletricista

9

6 meses

Não exigida

R$ 1.300,00

Embalador, a mão

10

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 755,00

Empregado doméstico nos serviços gerais

1

6 meses

Não exigida

R$ 678,00

Empregado doméstico nos serviços gerais

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.100,00

Empregado doméstico nos serviços gerais

1

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 750,00

Empregado doméstico nos serviços gerais

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 678,00

Encarregado de usinagem de metais

1

6 meses

Ensino fundamental completo

A combinar

Encarregado eletricista de instalações

1

6 meses

Não exigida

R$ 2.500,00

Faxineiro

1

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 713,00 + ad. insalubridade

Faxineiro

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 698,00

Faxineiro

1

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 737,88

Fiscal de loja

8

6 meses

Ensino médio incompleto

R$ 1.000,00

Frentista *

3

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 851,00

Garçom

1

6 meses

Ensino médio completo

R$ 1.100,00

Lavador de automóveis*

2

6 meses

Não exigida

R$714,00 + insalubridade

Mecânico de ar-condicionado e refrigeração

1

6 meses

Ensino médio completo

R$ 2.000,00

Mensageiro externo

3

6 meses

Ensino médio completo

R$ 900,00

Mestre de manutenção industrial de máquinas

1

6 meses

Ensino médio completo

R$ 2.442,94

Montador de veículos (reparação)

1

6 meses

Não exigida

R$ 1.000,00

Motorista de caminhão

2

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.134,00

Motorista de caminhão

4

6 meses

Não exigida

R$ 1.000,00

Motorista de caminhão-basculante

1

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 1.400,00

Operador de caixa

2

3 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 700,00

Operador de caixa

4

6 meses

Ensino médio completo

R$ 770,00

Operador de caixa

1

6 meses

Ensino médio completo

R$ 759,00

Operador de caixa

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 856,00 + quebra de caixa

Operador de telemarketing ativo

10

6 meses

Ensino médio completo

R$ 678,00 + R$ 300,00

Padeiro

2

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.100,00

Padeiro confeiteiro

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.000,00

Pasteleiro

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.100,00

Patisseiro

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.000,00

Pedreiro (contratação temporária)

1

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 1.137,40

Pedreiro de acabamento

8

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 1.165,00

Pedreiro de alvenaria

4

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 1.165,00

Peixeiro (comércio varejista)

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.250,00

Pintor de alvenaria

3

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 1.137,40

Pintor de obras

2

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 1.137,40

Polidor de veículos

1

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 800,00

Porteiro**

4

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 678,00

Preparador de máquinas-ferramenta

1

6 meses

Não exigida

R$ 1.300,00

Promotor de vendas

6

6 meses

Ensino médio incompleto

R$ 910,00

Recepcionista de hotel

2

6 meses

Ensino médio completo

R$ 1.100,00

Repositor de mercadorias

1

6 meses

Ensino médio completo

R$ 759,00

Repositor de mercadorias *

20

6 meses

Ensino fundamental completo

R$ 900,00

Servente de limpeza

1

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 684,00

Servente de obras

43

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 796,00

Servente de obras

8

6 meses

Ensino fundamental incompleto

R$ 755,00

Supervisor de atendimento ao cliente

1

6 meses

Ensino médio completo

R$ 965,00

Técnico instrumentista (manutenção de instrumentos de medição e precisão)

4

6 meses

Não exigida

R$ 1.500,00

Vistoriador de risco de auto

3

6 meses

Ensino médio completo

R$ 719,00

Vitrinista

1

6 meses

Ensino médio completo

R$ 812,00

TOTAL: 353 vagas

*Vagas que ACEITAM pessoas com deficiência

**Vagas EXCLUSIVAS para pessoas com deficiência

Sem experiência

Ocupação

Nº de vagas

Escolaridade

Remuneração

Atendente de balcão

1

Ensino fundamental completo

R$ 700,00

Atendente de balcão

6

Ensino médio incompleto

R$ 856,00

Atendente de lanchonete *

5

Ensino médio completo

R$ 755,00

Auxiliar de cozinha

6

Ensino fundamental completo

R$ 906,00

Auxiliar de cozinha

10

Não exigida

R$ 707,00

Auxiliar de cozinha *

1

Ensino fundamental completo

R$ 825,00

Auxiliar de escritório**

1

Ensino médio completo

R$ 857,47

Auxiliar de linha de produção

2

Ensino fundamental completo

R$ 705,00

Auxiliar nos serviços de alimentação *

6

Ensino fundamental completo

R$ 755,00

Avaliador de imóveis

2

Ensino médio completo

R$ 800,00+ R$ 200,00

Impressor gráfico manual

1

Ensino fundamental incompleto

R$ 792,00

Oficial de manutenção

3

Ensino fundamental completo

R$ 700,00

Operador de telemarketing receptivo

5

Ensino médio completo

R$ 850,00

Operador de vendas (loja) *

2

Ensino fundamental incompleto

R$714,39 + periculosidade

Pedreiro de acabamento

50

Não exigida

A combinar

Servente de limpeza

1

Ensino fundamental incompleto

R$ 737,88

Servente de obras

50

Não exigida

R$ 800,00

Servente de obras *

10

Ensino fundamental incompleto

R$ 745,40

TOTAL: 162 vagas

*Vagas que ACEITAM pessoas com deficiência

**Vagas EXCLUSIVAS para pessoas com deficiência

FONTE: Hoje Em Dia.


Utilização incorreta da prática da hipnose em programas de televisão distorce verdadeiras funções da técnica que, segundo especialistas, só deve ser praticada por profissionais da saúde

Referência nos estudos e no ensino de técnicas de hipnose, o Instituto Milton H. Erickson (IMHE) promoveu no último final de semana o Congresso Nacional de Hipnose. O evento contou com a participação de profissionais de todo o país e, de acordo com a idealizadora das atividades, Angela Cota, é importante tentar acabar com os mitos trazidos pela hipnose de palco e programas de televisão que usam o recurso.
instituto
Para isso o instituto trouxe pesquisadores de várias regiões brasileiras, tentando aumentar a credibilidade da prática e levá-la para o cenário acadêmico. O evento aconteceu no campus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e teve participação de vários profissionais da saúde.Ela também chama a atenção para a falta de estudos dentro da psicologia que tratam do tema da hipnose.
hipnotismo_03Hipnose em programa de TV
Além das discussões e de demonstrações do uso da hipnose em várias áreas como a odontologia e a psicoterapia, durante o congresso, o professor da Universidade Federal de Brasília (UNB), Maurício S. Neubern lançou o seu segundo livro: Psicoterapia e espiritualidade. Nele, o autor propõe a discussão entre o sujeito e o acolhimento de sua experiência religiosa e da relação com o divino como parte indissociável de sua vivência. Além disso, o psicólogo também coordena pesquisas sobre hipnose no tratamento da dor.
CREDIBILIDADE
“É preciso elevar a credibilidade da hipnose. A técnica deveria ser usada apenas por profissionais da saúde pois é um campo que ainda carece muito de estudo e acessa muita coisa que precisa ser trabalhada. A prática é muito simples mas o que vai ser encontrado e o que vai acontecer é a grande questão” explica Angela Cota. Para ela é importante se atentar para quem realiza essas práticas e cada um dos profissionais da saúde pode usá-la dentro de sua área de atuação. Essa questão também foi discutida durante o congresso.Mistérios da menteTécnica da hipnose trata pacientes de doenças como o pânico, ansiedade e depressão por meio do acesso ao inconsciente. Prática também pode ser utilizada por enfermeiros, médicos e dentistas
Angela-CotaÂngela Cota

“Senti um estado de relaxamento, um ritmo de respiração diferente e uma sensação muito marcante onde os olhos tremiam muito. Quando estava de olhos fechados vinham várias cenas na minha mente, mas em nenhum momento perdi a consciência”. É assim que o geógrafo, Alexandre Soares define as experiências que teve com a hipnose. A prática é muito usada como ferramenta da terapia e dá acesso a partes da mente humana que permanecem guardadas no inconsciente, não sendo reveladas normalmente.

De acordo com a psicóloga e presidente do Instituto Milton H. Erickson (IMHE), Angela Cota, além de ser utilizada no tratamento de doenças como o pânico, a ansiedade e a depressão, outros profissionais da saúde, como os enfermeiros, médicos e dentistas, também podem recorrer à prática no seu dia a dia.

.
Destacando a importância de ter uma formação na área da saúde para trabalhar com a técnica de hipnose, Cota faz uma metáfora e compara o tratamento com uma injeção. De acordo com a psicóloga assim como é fácil injetar uma agulha em um paciente, colocar alguém em transe também não é difícil, mas o importante é o que está por traz disso. “Conforme o que estiver dentro de uma injeção, você pode matar uma pessoa e com a hipnose é a mesma coisa. O que vai acontecer depois do transe e o que será acessado é a grande questão. É importante estar preparado e saber o que fazer com essas informações”, explica.

.
A técnica envolve uma sensação de relaxamento e pode ser usada no manejo e condução dos pacientes. Dentistas e anestesistas, por exemplo, recorrem a hipnose dentro da sua área de atuação. “Um anestesista ou um dentista, quando aprendem a hipnose, não deixam de usar a anestesia, mas reduzem a dosagem do medicamento. Só o fato de relaxar e tranquilizar, colocar a pessoa em transe, já faz com que a dor seja reduzida”, revela a especialista.

Exemplos como este mostram que a prática pode ser levada para outras áreas, mas a médica ressalta a importância da formação e alerta os pacientes da necessidade de perguntar sobre o currículo do profissional antes de passar por uma sessão de hipnose.

.
A técnica também pode ser usada no tratamento da dor, que na maioria das vezes provoca contração e, na medida em que o paciente começa a relaxar e é distraído pelo processo hipnótico, a dor fica em segundo plano. O único problema de retirar a dor de alguém, segundo Cota, é que ela normalmente é um sinal de que algo precisa ser tratado. “Se você retira a dor de um paciente com uma crise de apendicite ela pode supurar e causar mais problemas. Em função disso, a técnica é muito usada apenas no controle dessa dor ou em dores que podem ser extintas de fato”, afirma.

.
ABORDAGEM
Seguidora da hipnose Ericksoniana,  Angela Cota explica que a técnica foi desenvolvida, ao longo do século XX, pelo psiquiatra Milton H. Erickson, que dá nome ao instituto que a psicóloga  preside. Segunda ela, Erickson sentia dores fortes causadas pela poliomielite e começou a usar a auto-hipnose para controlar as crises.

FONTE: aQui.


%d blogueiros gostam disto: