Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo da tag: godoy

Vereador é detido por não pagar pensão alimentícia ao comunicar roubo de carro no bairro Caiçara
Arnaldo Godoy
Vereador fez questão de explicar o que ocorreu
O vereador Arnaldo Godoy (PT) foi detido por não pagar pensão alimentícia ao comunicar roubo de carro à Polícia Militar na manhã desta segunda-feira (8). A detenção ocorreu depois que o Gol preto do político, de 62 anos, foi tomado de assalto no bairro Caiçara, na região Noroeste de Belo Horizonte.
O roubo ocorreu após um homem passar pelo motorista do vereador na porta da casa dele e, em poucos minutos, retornar, colocar a mão dentro de uma sacola como se estivesse armado, anunciar o assalto e levar o veículo, placa HLX 5427.
Ao saber da perda do carro, Arnaldo Godoy acionou os militares do 34º Batalhão da Polícia Militar, que o encaminharam à 2ª Delegacia Regional Noroeste. Porém, durante registro do roubo, os policiais do distrito policial encontraram um mandado de prisão em aberto contra o político por não pagar pensão alimentícia. O documento foi expedido no ano de 2001.
Ao ser procurado pela reportagem  Arnaldo Godoy confirmou a versão passada pela polícia, mas esclareceu que o aconteceu foi um erro. “Na verdade, o que ocorreu foi que, em 1999, eu era Secretário de Cultura e a pensão da minha filha era automaticamente paga pela Prefeitura de Belo Horizonte. Porém, em 2000, eu virei vereador e achei que o pagamento seria transferido da mesma forma para a Câmara. Mas, isso não ocorreu. Assim, fui comunicado pela mãe da minha filha e fiz o pagamento em seguida. No entanto, a queixa de não pagamento feita por ela não foi retirada”, explica o vereador.
Assim que deu a mesma versão para o delegado da 4ª Delegacia Regional Noroeste, para onde o vereador foi levado depois da descoberta do mandado de prisão, Arnaldo Godoy foi liberado. Entretanto, o político não entendeu como conseguiu assumir o cargo político que ocupa por três mandatos, uma vez que a posição exige bons antecedentes criminais. “Até agora estou sem entender como consegui tomar posse em 2004, 2008 e 2012. Enfim, o que ocorreu deve ter sido um erro de sistema”, disse o vereador.
FONTE: Hoje Em Dia.


%d blogueiros gostam disto: