Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo da tag: ipoema

MEMÓRIA
Tradição tropeira valorizada
Cidade de Itabira comemora aniversário do Museu do Tropeiro

Cavaleiros da região de Itabira participam das comemorações

Para recuperar a memória e as antigas tradições dos tropeiros, viajantes que desbravaram Minas Gerais nos séculos XVII e XVIII e por aqui enraizaram parte de sua cultura, o distrito de Ipoema, em Itabira, comemora a Semana da Cultura Tropeira, em homenagem ao 11º aniversário do Museu do Tropeiro.

Com uma intensa agenda de atividades, a programação sofreu uma intercorrência: marcada para esta sexta-feira, a inauguração do monumento ao Tropeirismo, na entrada do distrito, foi adiada. Na finalização da peça, o artista plástico acabou danificando a obra, que não ficará pronta a tempo para as festividades.

Apesar disso, a programação segue. Um dos destaques da agenda é o show gratuito do violeiro Almir Sater, amanhã, no Campo do Aliança. “A apresentação é um dos eventos mais esperados. Em homenagem aos tropeiros, a viola não poderia faltar”, diz a gestora do museu, Aparecida Leite Madureira.

Além da música de raiz, as comemorações destacam outros aspectos importantes da cultura sertaneja, como as cavalgadas, a religiosidade e a gastronomia.

Hoje, como já acontece há 11 anos, uma comitiva de cavaleiros representa as viagens feitas pelos tropeiros, atravessando um trecho da Estrada Real. O grupo vai se reunir no município de Santa Bárbara e percorre 58 km até Bom Jesus do Amparo. Durante o descanso, os cavaleiros vão experimentar o feijão tropeiro feito na fazenda Morro Vermelho.

Amanhã, depois do pouso, eles seguem viagem e se encontram com outras comitivas de comunidades rurais a caminho de Itabira. Na frente do Museu do Tropeiro, no distrito de Ipoema, a chegada dos cerca de 2.000 mil cavaleiros será celebrada à moda antiga, como manda a tradição: estalares de chicote e toque de berrante.

A festa continua com a apresentações de grupos culturais, como as Lavadeiras de Ipoema, que representam as cantadeiras que se reuniam nas beiras de riachos para lavar roupas, enquanto entoavam cantigas.

Depois dessa recepção, um ato religioso finaliza os festejos. “Os cavaleiros vão receber a bênção de um padre, evocando a grande religiosidade dos tropeiros originais, que eram muito devotos de Nossa Senhora Aparecida”, conta Madureira.

Exposição. Até amanhã, o Museu do Tropeiro exibe uma mostra com trabalhos de alunos de comunidades rurais que desenvolveram uma linha do tempo, desde a época dos tropeiros até os tempos atuais.
Agenda

O quê. 11ª edição da Semana da Cultura Tropeira

Quando. Até amanhã

Onde. Museu do Tropeiro (travessa Professor Manoel Soares, 217, Ipoema, distrito de Itabira) e outro endereços

Quanto. Entrada gratuita

FONTE: O Tempo.


Semana cultural é comemorada até este sábado.

Uma programação foi montada para comemorar o aniversário de dez anos do Museu do Tropeiro, em Ipoema, distrito de Itabira, na Região Central de Minas Gerais. Grupos culturais e musicais da região se apresentam, nesta sexta-feira (19), a partir das 20h, em frente ao museu. Também terá festa no sábado. Veja as atrações.

museu do tropeiro

museu tropeiro

10° Aniversário do Museu do Tropeiro
Semana da Cultura Tropeira de 16 a 19 de abril de 2013
Exposição de Trabalhos Escolares no Salão Comunitário de Ipoema
Tema: Museu (Memória + Criatividade = Mudança Social)
Abertura ao público para visitação das exposições:
Dias: 19 e 20 de abril
Horário: 8h30 às 11h30 ou 13h às 17h

Oficina: A música no Tropeirismo
Oficineiro: Luciano Ferreira (Millor)
Dia: 19/4/2013
Local: E. E. Prof. Manoel Soares
Horário: 7h às 11h30
Vagas: alunos tempo integral
Palestras:
Tema: Turismo: O que eu tenho com isto?

Exposição e Lançamento do livro “Suor Sagrado Retrato das Ações de Fé em Prol da Cultura do Morro Redondo”
Palestrante: Roneijober Andrade
Dia: 19/4/2013
Horário: 19h
Local: Centro Comunitário de Ipoema

Barracas de artesanatos, quitandas e doces
Local: Praça Augusto Guerra, Centro, Ipoema
Dia: 19/4/13 – a partir das 16h
Dia: 20/4/13 – a partir das 8h
Dia: 21/4/13 – das 8h às 16h

Abertura em Ipoema
Data: 19/4/2013
Local: em frente ao Museu do Tropeiro
Horário: 20h

Roteiro das apresentações     :
1) Apresentação do museu e das manifestações culturais;
2) Grupos culturais;
1º Lavadeiras adultas e mirins;  juntamente com o grupo ‘’Viola na Roça‘’
2º  Meninos Trovadores;
3º Trança – Fitas;
4º  Show da Escola Livre de Música.

Abertura em Santa Bárbara
Data: 19/4/2013
Local: Praça Matriz Santo Antônio, Centro
Horário: 9h

Roteiro das apresentações     :
Das 9h às 9h30 – Concentração de Cavaleiros. Pronunciamento das autoridades (dos municípios de Santa Bárbara, Bom Jesus do Amparo e Itabira).
Café da manhã.
Bênçãos dos Cavaleiros
Saída às 10h de Santa Bárbara com sentido a Barão de Cocais
Por volta de 11h passarão por Barão de Cocais ¬– Recepção no Rancho do Coiote . Às 12 h , saída sentido ao Campolar em Bom Jesus do Amparo
16h – Recepção oficial pelo prefeito de Bom Jesus e demais autoridades no Campolar (sítio do Sr. Elias). À noite, Jantar e Show (pernoitar).
Programação
Data: 20/4/2013
8h – Saída do Campolar com
destino a Bom Jesus do Amparo.
11h – Bênçãos dos cavaleiros pelo Pe. Rogério na praça de Bom Jesus em frente à igreja matriz.
11h30 – Saída dos Cavaleiros de Bom Jesus do Amparo com sentido a Ipoema
12h – Encontro das comitivas vindas de Bom Jesus do Amparo e do Bamba na Fazenda Estiva sentido a fazenda Morro Vermelho em Ipoema
Horário da concentração e saída das demais comitivas sentido fazenda Morro Vermelho em Ipoema: 10h Concentração de Cavaleiros no Bamba
10h Concentração de Cavaleiros em Sra. Do Carmo
10h30 Saída de Cavaleiros de Sra. Do Carmo com destino a fazenda Morro Vermelho-Ipoema
10h30 – Saída de Cavaleiros do Bamba com destino a fazenda Morro Vermelho-Ipoema
13h – Recepção das comitivas na Fazenda Morro Vermelho do Sr. Ênio Lage – Ipoema (almoço).
16h15 – Encerramento da recepção. Concentração e saída dos cavaleiros com destino ao Museu do Tropeiro. Comitivas organizadas por município. Abertura do cortejo por 4 cavaleiros levando as bandeiras do Brasil, de Minas, de Itabira e do Museu do Tropeiro.
16h50 – No trevo em Ipoema, os grupos das manifestações culturais irão se unir aos cavaleiros para dar início ao cortejo rumo ao Museu do Tropeiro

Cortejo
17h – Início do cortejo na Rua Francisco Afonso (Trevo) em Ipoema, apresentando as manifestações culturais e em seguida os cavaleiros:
1° Porta Bandeira (Museu do Tropeiro)
2° Estaladores de Chicote
3° Berranteiros
4° Sons da Tropa
5° Nega do Tabuleiro
6° Pastorinhas
7° Meninos Trovadores
8° Lavadeiras de Ipoema
9° Lavadeiras Mirins
10° Trança-Fitas
11° Bordadeiras da Quarta
12° Projeto Varal Literário – Parceria Museu, Escola e Internato Rural.
13° Projeto Saci-Pererê – Parceria Museu e Escola
14º Cortejo dos cavaleiros
Levando em consideração a religiosidade e o papel significativo da igreja na formação da cultura do país, os tropeiros não viajavam em dias santificados, o que seria um desrespeito a Deus. Caso houvesse missa em alguma cidade ou povoado, marcavam presença.
A missa é cuidadosamente preparada para que a água benta deixe boa sorte aos cavaleiros.
As Plantas do ramalhete são escolhidas para transmitir fé, coragem, alegria e união, tão comuns entre os tropeiros. São elas: o hortelã, o manjericão, o alecrim e a erva cidreira. A fita do ramalhete é amarela, representando a alegria, o ouro e a sabedoria.
15º Shows – Local:  Campo do Aliança  (praça de alimentação e shows)
Renato Teixeira
Banda Manindé
Vinícius Amaral e Banda

Mais informações pelos telefones (31) 3839-2991 e 3839-2992 ou diretamente no museu.



%d blogueiros gostam disto: