Antequam noveris, a laudando et vituperando abstine. Tutum silentium praemium.

Arquivo da tag: são paulo

Prédio de 24 andares desaba em incêndio no Centro de SP

Edifício no Largo do Paissandu era ocupado irregularmente por cerca de 90 famílias. Bombeiros fazem buscas por desaparecidos.


RESUMO

  • Chamas começaram por volta das 1h30 no 5º andar
  • Prédio de 24 andares abrigava ocupação irregular
  • Prefeitura de São Paulo diz que 92 famílias estavam no local
  • Homem caiu junto com o prédio em tentativa de resgate
  • Bombeiros combatem focos de incêndio e buscam desaparecidos

ACOMPANHE

No dia 10 de março, a Prefeitura de São Paulo cadastrou cerca de 150 famílias, com 400 pessoas, ocupantes do prédio que desabou após incêndio na região central da cidade.

“A Prefeitura fez o limite do que ela poderia fazer: cadastrar as 150 famílias. São 25% estrangeiros. Não podemos obrigar a sair nem pedir a reintegração porque o prédio é da União”, disse o prefeito Bruno Covas.

Bruno Covas diz que o prédio ‘não tinha preparo para receber famílias’.

Prédio desabou após incêndio na região do Largo do Paissandu

Prédio desabou após incêndio na região do Largo do Paissandu

Presidente Michel Temer, que já estava em São Paulo, foi hostilizado em breve passagem pela região do incêndio no Largo do Paissandu. Ele disse poucas palavras e saiu rapidamente do local.

“Eu não poderia deixar de vir aqui, sem embargo dessas manifestações, porque, afinal, eu estava em São Paulo, e ficaria muito mal eu não comparecer aqui para dar apoio aqueles que perderam suas casas”, afirmou Temer.

Infográfico mostra detalhes do prédio que desabou após pegar fogo no centro de SP

Infográfico mostra detalhes do prédio que desabou após pegar fogo no centro de SP

Em nota, a Prefeitura de São Paulo afirmou que 248 pessoas desalojadas receberam alimentação e foram encaminhadas para abrigos municipais.

Havia um pedido de reintegração de posse para o edifício, movido pela Secretaria de Patrimônio da União. Depois de desocupado, o imóvel seria cedido à Prefeitura.

Prefeitura de São Paulo cadastrou 248 pessoas desalojadas em incêndio no centro de São Paulo

Prefeitura de São Paulo cadastrou 248 pessoas desalojadas em incêndio no centro de São Paulo

Ruas são bloqueadas e 40 linhas de ônibus foram desviadas após incêndio no Centro de São Paulo. Motoristas devem evitar a região do Largo do Paissandu. Veja as interdições.

Em vermelho, o Largo do Paissandu, onde ocorreu o incêndio. Vias que desembocam ou saem do largo estão bloqueadas

Em vermelho, o Largo do Paissandu, onde ocorreu o incêndio. Vias que desembocam ou saem do largo estão bloqueadas

Carroceiro João de Jesus Santos, 52 anos, que morava no terceiro andar do prédio que desabou, conseguiu salvar a mulher, cinco filhos e a cadelinha Mel. O telefone celular e a carroça usada para catar latinhas foram perdidos no incêndio.

João de Jesus Santos, 52 anos, morava no 3º andar do prédio que desabou no Largo do Paissandu. Ele conseguiu salvar a mulher, 5 filhos e a cadela Mel

João de Jesus Santos, 52 anos, morava no 3º andar do prédio que desabou no Largo do Paissandu. Ele conseguiu salvar a mulher, 5 filhos e a cadela Mel

Prédio de propriedade do governo federal no Largo do Paissandu estava ocupado por cerca de 90 famílias – a grande maioria dos moradores foi retirada antes do desabamento. Veja como ele era:

ANTES E DEPOIS: Região do Largo do Paissandu em imagem de 2017 e hoje

ANTES E DEPOIS: Região do Largo do Paissandu em imagem de 2017 e hoje

Bombeiros começam as buscas por vítimas nos escombros do prédio que desabou na região do Largo do Paissandu, em São Paulo.

Bombeiros começas as buscas por vítimas nos escombros

Bombeiros começas as buscas por vítimas nos escombros

.

FONTE: G1.


Kim Jong-un usou passaporte brasileiro para viajar por vários países

Reuters publicou a imagem do passaporte do ditador norte-coreano

A agência de notícias Reuters, divulgou nesta terça-feira (27) imagens de passaportes brasileiros utilizados pelo ditador norte-coreano Kim Jong-un e seu pai, Kim Jong-il. Segundo uma fonte da agência, os líderes obtiveram os documentos de maneira fraudulenta para conseguir vistos e viajar por países ocidentais. Isso teria ocorrido durante a década de 1990.

O passaporte de Jong-il foi emitido em nome de Ijong Tchoi, com data de nascimento de 4 de abril de 1940. Ele morreu em 2011. Sua verdadeira data de nascimento foi em 1941. O de Jong-Un tem o nome de Josef Pwag, com data de nascimento de 1° de fevereiro de 1983.

Kim Jong-un foi educado em uma escola internacional em Berna, Suíça, onde fingiu ser filho de um motorista da embaixada.

Ver imagem no TwitterVer imagem no Twitter

EXCLUSIVE: North Korean leaders used Brazilian passports to apply for Western visas in 1990s, sources tell

 Ambos os passaportes têm um selo dizendo “Embaixada do Brasil em Praga”. As fontes de segurança da agência disseram que a tecnologia de reconhecimento facial confirmou que as fotografias eram realmente dos líderes norte-coreanos. Eles indicam que o local de nascimento de ambos é São Paulo.

A embaixada da Coreia do Norte no Brasil se negou a comentar o caso. O Ministério das Relações Exteriores do Brasil disse que estava investigando o caso.

.

FONTE: O Tempo.


Vereadora assume cargo após receber apenas um voto

Aline Zolin vai tomar posse em Dracena (SP), faltando menos de quatro meses para o fim do mandato

Alyne Zolin foi eleita vereadora no interior de São Paulo com apenas um voto

Alyne Zolin foi eleita vereadora no interior de São Paulo com apenas um voto

Faltando menos de um mês para as eleições para cargos municipais em todo o país, uma vendedora tomará posse na cadeira vaga da Câmara Municipal de Dracena, no interior de São Paulo. Detalhe: Alyne de Oliveira Zolin, de 25 anos, foi eleita com apenas um voto – e não foi o dela.

A jovem explica a coincidência que permitiu que ela fosse eleita em tais circunstâncias. Depois de ter sido convidada para filiar-se ao PSD para concorrer nas eleições de 2012, Alyne desistiu de dar continuidade à campanha por um problema familiar. “Na época, tive que mudar de cidade para me recuperar”, recorda. A jovem sairia de Dracena, onde havia chegado quatro anos antes, rumo a Jundiaí, também no interior paulista.

Lá, ela permaneceu até o fim de semana, quando, enquanto jantava na casa de amigos, recebeu a ligação de uma amiga informando que ela deveria providenciar os papéis para a posse. “Foi um grande susto”, diz ela à reportagem de O TEMPO.

Um vereador do município teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral por infidelidade partidária. Ele trocou o PSD pelo PSDB depois que o prazo para troca partidária já havia se esgotado. Por ser Alyne a única filiada ao partido, ela herdou a cadeira do PSD. O correligionário da vereadora eleita recorreu da decisão do TRE.

Alyne teve que retornar para Dracena às pressas. No último período de educação física, a jovem teve que transferir a matrícula para uma faculdade da cidade para conciliar o cargo no legislativo com os estudos. “Vou entrar lá vê o que está acontecendo e tentar contribuir na minha área, em projetos voltados para as crianças. Quero ajudar o máximo que puder”, diz a vereadora, que tem menos de quatro meses de atuação parlamentar. Ela nem mesmo terá oportunidade de tentar eleger-se novamente em outubro.

Além do trabalho legislativo e dos estudos em educação física, Alyne tem outra tarefa pela frente: ela tenta descobrir de quem é o voto que a elegeu. “Ainda não sei. Procurei saber, mas tem muita gente dizendo ter sido o autor do voto”, diz ela. Os pais dela também não foram. “Eles não tinham transferido o título para Dracena”, recorda ela.

EFEITO TIRIRICA

Nas próximas eleições a façanha de Alyne, eleita com apenas um voto, não será mais possível. Isso porque, pelas novas regras eleitorais, uma cláusula de barreira exige que o candidato obtenha pelo menos 10% do quociente eleitoral para conseguir uma vaga no legislativo. A cláusula foi criada para evitar o chamado “efeito Tiririca”, que se dá quando um candidato que recebe muitos votos acaba elegendo com ele outros integrantes do partido (ou da coligação).

.

FONTE: O Tempo.


Justiça arquiva inquérito de casal que reagiu a assalto em SP: ‘Alívio imenso’

Crime aconteceu em 2015. Mulher foi presa após marido matar criminoso.
Juiz entendeu que o casal de comerciantes agiu em legítima defesa.

A Justiça determinou o arquivamento do inquérito policial envolvendo um casal de comerciantes que reagiu a um assalto e matou um criminoso em Cubatão (SP), em fevereiro do ano passado.

O crime aconteceu na noite de 21 de fevereiro de 2015, na Rua José Teixeira, no bairro Parque São Luis. O comerciante, de 36 anos, chegava na casa da mulher, de 34 anos, quando foi abordado por um gruo de cerca de cinco homens, que anunciaram o assalto.

A vítima voltava do estande de tiros e estava armada. Ele reagiu a abordagem, e iniciou uma troca de tiros com os assaltantes, matando um deles e baleando outro. Os outros integrantes do grupo fugiram em seguida.

O comerciante também foi baleado e encaminhado para o Pronto Socorro de Cubatão. Sua mulher foi presa e encaminhada à cadeia feminina anexa ao 2º Distrito Policial de São Vicente.

“Teve momentos que eu achei que o certo era eu não ter me defendido, ter deixado eles fazerem o que queriam, pelo menos seria só mais um caso, só mais um pai de familia morto por vagabundo, e minha esposa não teria passado o que passou. Mas a população mandava tantas mensagens, tanto incentivo, dizendo que eu estava certo e isso me deu muita força para continuar”, disse o comerciante.

Comerciante de Cubatão reagiu após ter sido alvo de criminosos em 2015 (Foto: G1)
Comerciante de Cubatão reagiu após ter sido alvo de criminosos em 2015
Comerciante de Cubatão, SP, levou um tiro de raspão na lateral da cabeça (Foto: Cássio Lyra/G1)Comerciante de Cubatão, SP, levou um tiro de raspão na lateral da cabeça 

O caso foi registrado na Delegacia Sede de Cubatão. Menos de 12 horas depois, a Justiça também determinou a liberdade provisória do casal.

Recentemente, o juiz da 1ª Vara Criminal de Cubatão, Rodrigo de Moura Jacob, arquivou o inquérito policial, encerrando o caso.

De acordo com a decisão, o juiz entendeu que o casal de comerciantes agiu em legítima defesa.

“A atitude do delegado [da prisão em flagrante], foi uma coisa inexplicável. Minha documentação estava toda em dia. Logo após o arquivamento, me deu um alívio imenso. O promotor e o juiz analisaram o caso e viram que eu e minha esposa éramos inocentes, não cometemos crime algum. Foi comprovado, como eu falei desde o início”, completa o comerciante.

Carro de comerciante ficou com várias marcas de tiros (Foto: Solange Freitas/TV Tribuna)
Carro de comerciante ficou com várias marcas de tiros

FONTE: G1.


Pai de santo preso por estupro culpa espírito pelo crime, diz investigador

Roberto Pedroso da Silva pode ter engravidado adolescente de 14 anos.
Segundo a Polícia Civil, homem deve ter estuprado outras cinco vítimas.

Pai de santo cometeu o crime dentro do próprio terreiro (Foto: Reprodução/TV TEM)
Pai de santo cometia os crimes dentro do próprio terreiro, diz polícia

O pai de santo suspeito de estuprar e engravidar uma adolescente de 14 anos em Itupeva (SP) culpa um espírito pelo crime, afirma ao G1 o chefe de investigação da Polícia Civil do município, Wagner Agnolon. Segundo ele, Roberto Pedroso da Silva – suspeito também de ter praticado outros cinco abusos – afirma não lembrar de ter cometido qualquer crime porque perdia a consciência ao incorporar seu “mentor espiritual”.

“Ele [o suspeito] diz não se lembrar de nada porque era o espírito que se apossava de seu corpo, quem cometia os crimes. Ele disse também só ter tomado ciência dos abusos quando chegou à delegacia”, explica.

De acordo com a polícia, as seis vítimas sofreram abusos durante os cultos religiosos no centro espiritual do próprio pai de santo. A investigação aponta que os crimes podem ter começado há pelo menos dez anos. “O isolamento da vítima durante os atos religiosos já diminuía a resistência das jovens. Além do fator religioso. A menina acha que está sendo objeto de uma ação espiritual”, destaca Agnolon.

O suspeito está preso preventivamente por 30 dias no centro de triagem de Campo Limpo Paulista (SP). Somados os crimes, ele pode ser sentenciado a quase 100 anos de prisão. “O promotor deve indicia-lo por crime continuado. Acredito que na prática ele deva ficar pelo menos 12 anos em regime fechado. Como o crime é hediondo, não deve ter acesso a muitos benefícios de pena”, diz o investigador.

Na delegacia, uma das vítimas contou estar gravida de três meses do suspeito. A investigação começou depois de o avô da menina descobrir o crime.

.

FONTE: G1.


Polícia flagra plantação com mais de mil pés de maconha no interior de SP

Plantação foi encontrada às margens de rodovia em Campos do Jordão.
Polícia Militar isolou a área; Suspeitos conseguiram fugir.

Plantação de maconha foi encontrada em Campos do Jordão (Foto: Divulgação/ Polícia Militar)
Plantação de maconha foi encontrada em Campos do Jordão

A Polícia Militar encontrou uma plantação com mais de mil pés de maconha às margens da Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, no bairro Gavião Gonzaga em Campos do Jordão (SP), na noite desta segunda-feira (21). Ninguém foi preso.

Os policiais seguiam de Campos do Jordão para Santo Antonio do Pinhal e suspeitaram de uma dupla que passava de moto pela rodovia, por volta das 18h30. Ao virem os policiais, os suspeitos entraram em um matagal às margens da rodovia. A dupla conseguiu fugir, mas no local, os policiais encontraram a droga.

“Não é possível precisar a área total dessa plantação. Acreditamos que podem ter outros pés de maconha plantados naquela região”, disse o tenente Vagner Riviera.

Como o flagrante foi feito no início da noite, os policiais farão novas buscas no local na manhã de terça-feira (22).

.

FONTE: G1.


Advogado cuida de horta comunitária em praça na Avenida Paulista

Luciano Santos conta que muitos pedestres o agradecem pelo gesto. Espaço serve de inspiração para população da maior cidade da América Latina.

Horta

Plantar ervas e temperos, além de ser uma terapia, é um jeito de cuidar do que é de todos. Uma forma de colaborar com os espaços urbanos, mesmo naqueles lugares mais inesperados. Como em meio à movimentadíssima Avenida Paulista.

De enxada e regador na mão, o advogado Luciano chega para mexer na horta que cuida com tanto carinho. Mostra, orgulhoso, os temperos cultivados.

Globo Repórter: E como é que você se sente assim, de terno e gravata, no meio da terra, no meio de uma horta, no meio de São Paulo?
Luciano Santos, advogado: Olha, eu acho que quem um dia já teve uma experiência dessa sente muita falta vivendo uma selva de pedra dessas, em que você não tem espaço. Então, aqui é como se fosse o meu sítio. Eu desço e venho trabalhar, cuidar um pouquinho da horta e espairecer o um pouquinho.
Globo Repórter: E esses temperos, você costuma levar pra casa, preparar a sua comida?
Luciano Santos: Como isso é benefício para todo mundo, todo mundo colhe. Tem muita gente que passa e cumprimenta, agradece pelo que a gente faz aqui na horta que é na verdade cuidar da praça e da horta pra todo mundo.

Ele protege tudo com tanto carinho que não tem como a gente não se encantar com esse gesto, assim, tão inesperado.

A equipe do Globo Repórter se despede do Luciano torcendo para que a hortinha da Paulista tenha sempre ótimas colheitas e sirva de inspiração para a maior cidade da América Latina.

 

FONTE: G1.



%d blogueiros gostam disto: