Manhãs frias e tardes quentes

Céu BH

As temperaturas voltaram a cair em Minas Gerais e recordes de frio marcaram a manhã de ontem. Cidades do Sul de Minas amanheceram com geadas e temperaturas abaixo de zero. Em Monte Verde, distrito de Camanducaia, os termômetros marcaram a temperatura mais baixa em todo o estado de Minas Gerais em 2016, -4 graus, e à tarde, marcaram 17,9 graus, segundo o Instituto PUC Minas TempoClima. Já na capital mineira, os belo-horizontinos colocaram os casacos para encarar o dia mais frio do ano na Região da Pampulha, com a mínima de 9,1 graus, sensação térmica de -4 graus, mas depois do almoço enfrentaram calor de 27 graus. Na Região Centro-Sul, os termômetros marcaram mínima de 10, 6 graus.

O meteorologista Heriberto dos Anjos, do Instituto PUC Minas TempoClima, explica que os novos recordes podem ser batidos nos próximos dias com a chegada da massa do ar seco e frio que estacionou em Minas na madrugada de ontem. Contudo, ela fez com que as temperaturas diminuíssem e os índices de umidade relativa caíssem.

As grandes variações de temperatura são semelhantes ao clima de deserto, conforme explicou o meteorologista. Ele afirma que esse fenômeno ocorre quando há falta de nuvens no céu, decorrente do tempo seco. “As nuvens funcionam como filtros dos raios solares e impedem a radiação direta no solo. Quando o céu está limpo, se perde muita energia durante a madrugada e se ganha energia durante a tarde”, explicou o meteorologista.

De acordo com Heriberto, a previsão é de geadas no Sul de Minas e temperaturas abaixo de 3 graus continuam nos próximos dias. Em Belo Horizonte, a expectativa é de mínimas de 9 a 10 graus. Já na quinta-feira, a nebulosidade aumenta em função dos ventos marítimos que chegam de São Paulo, o que trará ventos e deixará o tempo menos seco. Sendo assim, no fim de semana, as temperaturas podem subir, mas continuará frio. De acordo com o meteorologista, os termômetros poderão marcar mínima entre 11 e 12 graus e máxima de 25 graus na capital mineira.

TEMPO SECO De acordo com Heriberto dos Anjos, a umidade relativa do ar ficou ontem em 17%. A Defesa Civil emitiu alerta de baixas temperaturas e baixa umidade do ar em Belo Horizonte, com previsão de que o índice fique em 30% no período da tarde até quarta-feira. Pelos padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS), a umidade ideal é de 60%. A entidade recomenda a decretação do estado de atenção quando os índices ficam entre 20% e 30%. Entre 12% e 20% é recomendado estado de alerta, e índices inferiores a 12% podem ser considerados estado de emergência sanitária.

A baixa umidade do ar exige cuidados com a saúde. A hidratação do corpo e a umidificação de ambientes devem ser priorizadas para evitar a desidratação e a incidência maior de doenças respiratórias, além de dores de cabeça, irritações nos olhos, nariz, garganta e pele. Com o tempo seco, o período recomendado para a prática de atividades físicas é antes das 10h e após as 17h. Outras orientações são usar roupas leves, fazer refeições leves, incluindo frutas e verduras, e usar sombrinha ou guarda-chuva para andar nas ruas no período mais quente. A hidratação deve ser reforçada nas crianças e idosos, com a ingestão de bastante líquido.

.

FONTE: Estado de Minas.

Anúncios